Rafael Grampá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rafael Grampá
Comic image missing-pt.png

Local Pelotas (RS
Nacionalidade brasileiro
Área(s) de atuação Quadrinista
Trabalhos de destaque Mesmo Delivery

Rafael Grampá (Pelotas, 27 de Abril de 1978) é um renomado quadrinista brasileiro. Destacou-se pelo sucesso internacional de sua primeira obra solo em quadrinhos, a graphic novel Mesmo Delivery e pela publicação independente 5, ao lado de Becky Cloonan, Fábio Moon, Gabriel Bá e Vasilis Lolos, que conquistou o Oscar das histórias em quadrinhos mundiais, o Prêmio Eisner de melhor antologia em 20081


Carreira[editar | editar código-fonte]

Grampá começou a carreira cedo. Aos 14 anos desenhava brasões de bandeiras para municípios do Rio Grande do Sul, fazia estampas para camisetas, logotipos para lojas e decorações de festas infantis. Em 2001 virou diretor de arte da RBS TV, filial da Rede Globo no sul do Brasil. Em 2004 mudou-se para São Paulo e trabalhou como diretor de animação e concept designer para o estúdio de animação Lobo/Vetor Zero, em São Paulo, desenvolvendo filmes de animação e efeitos especiais para publicidade 2 3 . Sua carreira como autor de histórias em quadrinhos começou em 2005, quando desenhou a história The Lao's Family Fish Market, incluída na coletânea Gunned Down, publicada nos EUA pela editora independente Terra Major. No Brasil, a coletânea foi publicada pela Devir4 .

Em 2007, publicou a antologia "5", junto com os gêmeos Gabriel Bá e Fábio Moon, a quadrinista americana Becky Cloonan e o grego Vasilis Lolos. A antologia foi lançada no Brasil, EUA e Grécia de forma independente, distribuida pelos próprios autores. A publicação rendeu aos cinco quadrinistas o prêmio Eisner Award, considerado o Oscar das histórias em quadrinhos. Grampá, Bá e Moon entraram para a história das histórias em quadrinhos como os primeiros brasileiros a receberem a premiação.

No ano seguinte, publicou de maneira independente sua primeira graphic novel, intitulada Mesmo Delivery. A obra, inspirada no seriado de TV Além da Imaginação e nos filmes de Sergio Leone e Sam Peckinpah, foi lançada na San Diego Comic Con 2008 e distribuída nos EUA pela editora Ad House Books. No Brasil, Mesmo Delivery foi lançada no mesmo ano pela Editora Desiderata. Mesmo Delivery valeu a Grampá os Troféus HQ Mix de Melhor Álbum Especial Nacional e Melhor Desenhista Nacional em 20095 . Também em 2009, Grampá fechou contrato com a editora americana Dark Horse Comics para republicar Mesmo Delivery e produzir sua nova obra, a série Furry Water and The Sons of The Insurection. No mesmo ano, Grampá foi convidado da Festa Literária de Paraty (FLIP) e listado como um dos ”Os 100 brasileiros mais influentes” 6 da Revista Época. No próximo ano, Mesmo Delivery foi publicada na Itália pela editora Comma 22.

Em 2010, Grampá foi convidado pela editora americana Marvel Comics para criar uma história para a antologia Strange Tales 2, dando ao artista liberdade total de criação. Grampá escreveu e desenhou a história "Dear Logan" e foi considerada pelos críticos mais importantes dos EUA como "a melhor história do Wolverine de todos os tempos"7 . Com essa história de oito páginas, Grampá se tornou o primeiro brasileiro a escrever um roteiro para a Marvel Comics a ser publicada nos Estados Unidos.

Atualmente o artista escreve -com o escritor brasileiro Daniel Pellizzari- e desenha a série Furry Water and The Sons of The Insurrection para a editora americana Dark Horse Comics e escreve o roteiro da adaptação para o cinema de Mesmo Delivery 8 , que terá direção de Mauro Lima, diretor do filme Meu Nome Não É Jhonny.

Obras publicadas nos EUA[editar | editar código-fonte]

Interior[editar | editar código-fonte]

  • Gunned Down (versão estadunidense de Bang Bang, 2005): Lao Family's Fish Market
  • 5 (2007)
  • Mesmo Delivery (2008)
  • Hellblazer #250 (2009): All I Goat For Christmas
  • Strange Tales II #1 (2010): Dear Logan

Capas[editar | editar código-fonte]

  • Dead of Night (2009)
  • American Vampire #6 (2010)
  • Strange Tales II #1 (2010)
  • "Uncanny X-Force" #19 (2011)
  • "Dominique Laveau: Voodoo Child" #1, #2 (2012)


Pin Ups[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Spacca
Troféu HQ Mix - Melhor desenhista nacional
2008
Sucedido por
Marcelo Quintanilha

Referências

  1. G1. Com pinta de 'veterano', Rafael Grampá lança sua primeira HQ. 2 de outubro de 2008
  2. Aguarras. Entrevista com Rafael Grampá. 17 de abril de 2007
  3. Folha Online. Rafael Grampá lança HQ e participa de filme. 10 de junho de 2008
  4. Reviews. Universo HQ
  5. Troféu HQ Mix
  6. http://furrywater.wordpress.com/2009/12/07/sobre-ou-sob-a-influencia/
  7. http://www.comicbookresources.com/?page=article&id=28946
  8. http://omelete.uol.com.br/cinema/mesmo-delivery-mauro-lima-vai-dirigir-adaptacao-da-hq-de-rafael-grampa/
Ícone de esboço Este artigo sobre autor ou ilustrador de banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.