Romain Rolland

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Romain Rolland Medalha Nobel
Nascimento 29 de janeiro de 1866
Clamecy
Morte 30 de dezembro de 1944 (78 anos)
Vézelay
Nacionalidade França Francês

Romain Rolland (Clamecy, 29 de janeiro de 1866Vézelay, 30 de dezembro de 1944) foi um novelista, biógrafo e músico francês.

Recebeu o Nobel de Literatura de 1915.

Doutorou-se em arte em 1895, foi professor de História da Arte na École Normale de Paris e professor de História da Música na Sorbonne. Para além da sua actividade docente, foi um reconhecido crítico de música. Estreou-se na escrita em 1897 com a peça Saint-Louis, que, juntamente com Aërt (1898) e Le Triomphe de la Raison (1899), fez parte da trilogia Les Tragedies de la Foi (1909). Em 1910 retirou-se do ensino para se dedicar inteiramente à escrita.

Na sua obra concilia o idealismo patriótico com um internacionalismo humanista. Escreveu peças de teatro, biografias (Vie de Beethoven, 1903; Mahatma Gandhi, 1924), um manifesto pacifista (Au-dessus de la mêlée, 1915) e dois ciclos romanescos: Jean-Christophe (10 vols., 1904-1912), "roman-fleuve" (segundo as palavras do autor) consagrado a um músico genial, e L'Âme enchantée (7 vols., 1922-1934). Em 1923, fundou a revista Europe.

Romain Rolland fez importante observação sobre o livro "O Futuro de uma Ilusão", de Sigmund Freud. Esta observação foi a premissa usada por Freud para escrever o livro seguinte "O Mal-estar na Civilização".

Quando o filósofo político italiano Antonio Gramsci escreveu, na prisão, que o "pessimismo da inteligência" não deveria abalar o "otimismo da vontade", estava citando Romain Rolland.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Romain Rolland em 1914, na varanda da sua casa
em 1914, na varanda da sua casa
Ano Obra Notas
1888 Amour d'enfants  
1891 Les Baglioni Não publicado durante a sua vida.
1891 Empédocle (Empédocles) Não publicado durante a sua vida.
1891 Orsino Peça de teatro; Não publicado durante a sua vida.
1892 Le Dernier Procès de Louis Berquin (O último julgamento de Louis de Berquin)
1895 Les Origines du théâtre lyrique moderne (As origens do moderno teatro lírico); tratado académico que recebeu um prémio da Académie Française
1895 Histoire de l'opéra avant Lully et Scarlatti (Uma história da ópera na Europa antes de Lully e Scarlatti); Dissertação de doutoramento em Letras
1895 Cur ars picturae apud Italos XVI saeculi deciderit Tese em latim sobre o declínio da pintura italiana ao longo do século XVI
1897 Saint-Louis  
1897 Aërt Drama histórico/filosófico
1898 Les Loups (Os Lobos) Drama histórico/filosófico
1899 Le Triomphe de la raison (O Triunfo da razão); Drama histórico/filosófico
1899 Georges Danton Drama histórico/filosófico
1900 Le Poison idéaliste  
1901 Les Fêtes de Beethoven à Mayence (As Festas de Beethoven em Mainz)
1902 Le Quatorze Juillet (O 14 de Julho –Dia da Bastilha); Drama histórico/filosófico
1902 François-Millet  
1903 Vie de Beethoven (Vida de Beethoven); Biografia
1903 Le temps viendra (Chegará a hora); Drama
1903 Le Théâtre du peuple (O Teatro do Povo); Ensaio inspirador para a democratização do teatro.
1904 La Montespan Drama histórico/filosófico
1904–1912 Jean-Christophe Ciclo de dez volumes divididos em três séries – Jean-Christophe, Jean-Christophe à Paris, e Fin du voyage, publicados por Cahiers de la Quinzaine
1904 L'Aube Primeiro volume da série Jean-Christophe
1904 Le Matin (Manhã); Segundo volume da série Jean-Christophe
1904 L'Adolescent (O Adolescente); Terceiro volume da série Jean-Christophe
1905 La Révolte (A Revolta); Quarto volume da série Jean-Christophe
1907 Vie de Michel-Ange (Vida of Michelangelo); Biografia
1908 Musiciens d'aujourd'hui (Músicos contemporâneos); Colectânea de artigos e ensaios sobre música
1908 Musiciens d'autrefois (Músicos do passado); Colectânea de artigos e ensaios sobre música
1908 La Foire sur la place Primeiro volume da série Jean-Christophe à Paris
1908 Antoinette Segundo volume da série Jean-Christophe à Paris
1908 Dans la maison (Em casa); Terceiro volume da série Jean-Christophe à Paris
1910 Haendel (Handel)
1910 Les Amies (Os Amigos); Primeiro volume da série la Fin du voyage
1911 La Vie de Tolstoï ( A vida de Tolstói); Biografia
1911 Le Buisson ardent Segundo volume da série la Fin du voyage
1912 La Nouvelle Journée Terceiro volume da série la Fin du voyage
1912 L'Humble Vie héroïque (A heróica vida Humilde)
1915 Au-dessus de la mêlée (Acima da confrontação); Manifesto pacifista
1915 Recebeu o Prémio Nobel de Literatura
1917 Salut à la révolution russe (Saudação à revolução russa)
1918 Pour l'internationale de l'Esprit (Pela Internacional do Espírito)
1918 L'Âge de la haine (A idade do ódio)
1919 Colas Breugnon História passada na Borgonha e que esteve na base da ópera com o mesmo nome de Dmitry Kabalevsky
1919 Liluli Peça de teatro
1919 Les Précurseurs (Os Precursores)
1920 Clérambault Romance
1920 Pierre et luce  
1921 Pages choisies (Páginas escolhidas)
1921 La Révolte des machines (A Revolta das Máquinas)
1922 Annette et Sylvie Primeiro volume de l'Âme enchantée
1922 Les Vaincus  
1922–1933 L'Âme enchantée (A Alma Encantada); Sete volumes
1924 L'Été (Verão); Segundo volume de l'Âme enchantée
1924 Mahatma Gandhi  
1925 Le Jeu de l'amour et de la mort (O Jogo do amor e da morte)
1926 Pâques fleuries  
1927 Mère et fils (Mãe e filho); Terceiro volume de l'Âme enchantée
1928 Léonides  
1928 De l'Héroïque à l'Appassionata (Da Heróica à Apaixonada)
1929 Essai sur la mystique de l'action (Ensaio sobre a mística da ação)
1929 L'Inde vivante (Índia repleta de vida); Ensaios
1929 Vie de Ramakrishna (Vida de Ramakrishna); Ensaios
1930 Vie de Vivekananda (Life of Vivekananda); Ensaios
1930 L'Évangile universel Ensaios
1930 Goethe et Beethoven (Goethe e Beethoven); Ensaio
1933 L'Annonciatrice  
1935 Quinze ans de combat  
1936 Compagnons de route  
1937 Le Chant de la Résurrection (O Canto da Ressurreição)
1938 Les Pages immortelles de Rousseau (As Páginas Immortais de Rousseau)
1939 Robespierre Drama histórico/filosófico
1942 Le Voyage intérieur (A Viagem Interior)
1943 La Cathédrale interrompue (A Catedral Interrompida); Volumes I and II
1945 Péguy Publicação póstuma
1945 La Cathédrale interrompue Volume III, póstumo


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Romain Rolland


Precedido por
Rabindranath Tagore
Nobel de Literatura
1915
Sucedido por
Verner von Heidenstam