Theodor Mommsen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Theodor Mommsen Medalha Nobel
História
Nacionalidade Alemanha Alemão
Nascimento 30 de Novembro de 1817
Local Garding
Morte 1 de Novembro de 1903 (85 anos)
Local Charlottenburg
Atividade
Campo(s) História
Instituições Universidade de Leipzig, Universidade de Zurique, Universidade Humboldt de Berlim
Alma mater Universidade de Kiel
Prêmio(s) Pour le Mérite (Civil, 1868), Nobel prize medal.svg Nobel de Literatura (1902)
Mommsen retratado por Louis Jacobi, 1863.

Christian Matthias Theodor Mommsen (Garding, 30 de Novembro de 1817Charlottenburg, 1 de Novembro de 1903) foi um historiador alemão.

É considerado um dos maiores especialistas em história da Antiguidade Latina de todos os tempos, e muitos dos seus escritos e compilações de documentos ainda hoje conservam uma importância capital.

Foi agraciado com o Nobel de Literatura de 1902, pela sua História de Roma.

História[editar | editar código-fonte]

Mommsen foi o filho de um Ministro Protestante em Garding Schleswig, e cresceu em Oldesloe que é conhecida agora como Bad Oldesloe. Ele recebeu seus treinamentos básicos e clássicos em sua escola fundamental e seu ginásio em Christianeum em Altona, uma parte alemã de Holstein. De 1838 a 1843 ele estudou jurisprudência na Universidade de Kiel; seu estudo de jurisprudência alemã naquele tempo derivou para um amplo estudo da Lei Romana, esta essência o influenciou na direção de sua pesquisa futura. Ele inspirou a sua ideia da inter-relação muito próxima entre o direito e a história, muitos dos seus ensinamentos foram basilares para os escritos de Friedrich Karl von Savigny, um dos fundadores da escola histórica da jurisprudência. Após ter adquirido o mestrado e o doutorado, uma pesquisa fundamental financiada pelo rei da Dinamarca; permitiu que ele dispensasse três anos - entre 1844 a 1847 - na Itália. Durante este tempo a Itália se tornou a sua segunda casa, e um dos seus quartéis generais foi o Instituto Arqueológico Romano, do qual ele conseguia retirar dados para a sua pesquisa. Naquele tempo Mommsen conseguiu conceber o seu plano para o "Corpus Inscriptionum Latinarum", uma coleção compreensiva de inscrições em latim.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Römische Geschichte (1854-1856) - História de Roma, 5 volumes
  • Römisches Staatsrecht (1871-1888) - Direito Constitucional Romano, 3 volumes
  • Römisches Strafrecht (1899) - Direito Criminal Romano

Referências Bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • Alexander Demandt, Mommsen, Theodor, Neue Deutsche Biographie (NDB), 18, Duncker & Humblot, Berlin 1997, 25–27.
  • Karl Christ, Theodor Mommsen und die „Römische Geschichte“, dtv, München 2001, ISBN 3-423-59055-6.
  • Lionel Gossman, “Orpheus Philologus: Bachofen versus Mommsen on the Study of Antiquity”, American Philosophical Society, 1983. [3] ISBN 142237467X.
  • Anthony Grafton, "Roman Monument", History Today, 2006, online.
  • Alfred Heuß, Theodor Mommsen und das 19. Jahrhundert, Steiner, Stuttgart 1996, ISBN 3-515-06966-6.
  • Peter Köpf, Die Mommsens. Von 1848 bis heute – die Geschichte einer Familie ist die Geschichte der Deutschen”, Europa Verlag, Hamburg, 2004, ISBN 3-203-79147-1.
  • Realino Marra, Weber, Mommsen e il significato della avalutatività, «Materiali per una storia della cultura giuridica», XXX-2, dicembre 2000, 479-92.
  • Tommaso Masiello, Mommsen e il diritto penale romano, Cacucci, Bari, 1996, ISBN 502992
  • Wilfried Nippel, Bernd Seidensticker (éd), Theodor Mommsens langer Schatten. Das römische Staatsrecht als bleibende Herausforderung für die Forschung, Olms Verlag, Hildesheim 2005, ISBN 3-487-13086-6.
  • Stefan Rebenich, Theodor Mommsen: eine Biographie, Beck, München, 2002, ISBN 3-406-49295-9.
  • Yan Thomas, Mommsen et "l’Isolierung" du droit, Boccard, Paris, 1984, ISBN, 2-7018-0021-8.
  • Lothar Wickert, Theodor Mommsen, Klostermann, Frankfurt/Main, I-IV, 1959–1980, ISBN 2757765
  • Josef Wiesehöfer (éd), Theodor Mommsen: Gelehrter, Politiker und Literat, Stuttgart, Steiner, 2005.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
José da Silva Lisboa
(patrono)
Lorbeerkranz.png Sócio correspondente da ABL - fundador da cadeira 20
18981903
Sucedido por
Goran Bjorkman
Precedido por
Sully Prudhomme
Nobel de Literatura
1902
Sucedido por
Bjørnstjerne Bjørnson


Commons
O Commons possui multimídias sobre Theodor Mommsen
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.