Vicente do Salvador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frei Vicente do Salvador, OFM Academia Brasileira de Letras
Nome completo Vicente Rodrigues Palha
Nascimento 1564
Salvador
Morte c 1636 (72 anos)
Salvador
Nacionalidade (Brasil colônia)
Cidadania Português (Brasil colônia)
Progenitores Mãe: Messia de Lemos
Pai: João Rodrigues Palha
Ocupação Religioso franciscano
Magnum opus História do Brasil: 1500-1627

Frei Vicente do Salvador, OFM, nascido Vicente Rodrigues Palha (Matuim, Salvador, 1564 [1]Salvador, c.1636 [2] ) foi um religioso franciscano, conhecido como pai da historiografia brasileira,[3] [4] ou Heródoto brasileiro.[5]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de João Rodrigues Palha e Messia de Lemos, nasceu em Matuim, Salvador, Bahia. Foi batizado no dia 28 de janeiro de 1567.[6]

Estudou no colégio dos jesuítas, em Salvador. Estudou Direito e Teologia na Universidade de Coimbra,[7] onde doutorou-se em cânones. Presbítero secular, foi cônego da catedral e vigário geral do bispado da Bahia.[6] . Ingressou na ordem franciscana, tendo recebido o hábito a 27 de janeiro de 1599 e professando a 30 de janeiro de 1600, no convento de Salvador.[6]

Por volta de 1607 fundou o convento de Santo Antônio do Rio de Janeiro,[7] eleito guardião deste convento em 1612. Foi eleito custódio da Província de Santo Antônio do Brasil, no capitulo celebrado em Lisboa a 15 de fevereiro de 1614. Exerceu diversos cargos em sua ordem. Foi colecionador de obras de arte.[6]

Faleceu no convento da Bahia por volta de 1636.[2] [6] [8]

Sobre Frei Vicente e sua obra, escreveu o antropólogo e escritor brasileiro Darcy Ribeiro (1922—1997), em seu livro O Povo Brasileiro:[9]

O melhor testemunho daqueles tempos se deve a frei Vicente do Salvador, natural da Bahia. Foi o primeiro intelectual assumido como inteligência do povo nascente, capaz de olhar nosso mundo e os mundos dos outros com olhos nossos, solidário com nossa gente, sem dúvidas sobre nossa identidade, e até com a ponta de orgulho que corresponde a uma consciência crítica.
 
Darcy Ribeiro, livro O Povo Brasileiro, pág. 136.

Obras[editar | editar código-fonte]

Excerto[editar | editar código-fonte]

Placa do ossário dos frades menores no convento em Salvador/Bahia, onde está inscrito o ano de 1636 como o da morte de frei Vicente do Salvador

A obra do frei Vicente, "História do Brasil", dividida em cinco livros, narra o modus vivendi na Colônia, narrando episódios conhecidos de seus primeiros governadores, bem como anedotas, o jeito de falar e de viver nas terras ainda tão novas.

A seguir, um excerto de sua narrativa, considerada o "primeiro clássico do Brasil":

A Independência econômica do Brasil
Inopem me copia facit, disse o poeta, e disse verdade, porque, onde as coisas são muitas, é forçado que se percam, como acontece ao que vindima a vinha fértil e abundante de fruto, que sempre lhe ficam muitos cachos de rabisco e assim me há sucedido com as coisas de mar e terra do Brasil de que trato. Pelo que me é necessário rabiscar ainda algumas, que farei neste capítulo, que quanto a todas é impossível relatá-las.
Faz no Brasil sal não só em salinas artificiais, mas em outras naturais, como no Cabo Frio e além do Rio Grande, onde se acha coalhado em grandes pedras muito e muito alvas.
Faz-se também muita cal, assim de pedra do mar como da terra, e de cascas de ostras que o gentio antigamente comia e se acham hoje montes delas coberos de arvoredos, donde se tira e se coze engradada entre madeira com muita facilidade.
Há tucum, que são umas folhas quase de dois palmos de comprido, donde, só com a mão, sem outro artifício, se tira pita rijíssima, e cada folha dá uma estriga.

Homenagens póstumas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Fr. Vicente do Salvador. Historia do Brazil. Rio de Janeiro: Bibliotheca Nacional, 1889. 313 pp. Formato PDF, acervo digital da Biblioteca Nacional de Portugal. ISBN 9788536217987. Visitado em 7 de abril de 2014. (".. e darei fim a esta Historia, porque sou de sessenta e tres annos, e he já tempo de tratar só da minha vida, e não das alheias.." - página 261)
  2. a b Fr. Vicente do Salvador. Historia do Brazil. Rio de Janeiro: Bibliotheca Nacional, 1889. 313 pp. Formato PDF, acervo digital da Biblioteca Nacional de Portugal. ISBN 9788536217987. Visitado em 7 de abril de 2014. ("Entretanto, o autor morreu uns dez annos depois de 1627..." - pág. 8)
  3. a b c d Willeke, Venâncio, Frei. (out./dez. 1967). "Frei Vicente do Salvador: Pai da História do Brasil" (em português). Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro 277 p. 99-112.
  4. Coutinho, Afrânio; Sousa, J. Galante de. Enciclopédia de literatura brasileira (em português). 2. ed. Rio de Janeiro: Global, 2001. p. 1432. 2 vols. vol. 2.
  5. Lins, Guilherme Gomes da Silveira d'Ávila. (out./dez. 2011). "Frei Vicente do Salvador, O.F.M.: um breve ensaio biobibliográfico e historiográfico" (em português). Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro 172 p. 147-173.
  6. a b c d e f g Blake, Augusto Victorino Alves Sacramento, 1827-1903. Diccionario bibliographico brazileiro (em português). Rio de Janeiro: Typographia Nacional, 1883-1902. p. 370-371. 7 vols. vol. 7. ([ligação inativa])
  7. a b Silva, Innocencio Francisco da. Diccionario bibliographico portuguez. Lisboa: Imprensa Nacional, 1858-1923. p. 13-15. vol. 20.
  8. Jaboatão, Antonio de Santa Maria, 1695-1779. Novo orbe serafico brasilico, ou, chronica dos frades menores da provincia do Brasil. Rio de Janeiro: Typ. Brasiliense de Maximiniano Gomes Ribeiro, 1858-1862. p. 105. 5 (em 2) vols. vol. 2. ([ligação inativa])
  9. Darcy Ribeiro. O Povo Brasileiro. São Paulo: Companhia das Letras, 1995. 480 pp. Formato PDF. Acervo digital do Portal IPHI. ISBN 9788571644519. Visitado em 7 de abril de 2014.
  10. a b Willeke, Venâncio, Frei. (abr./jun. 1968). "O estado atual das pesquisas sobre Frei Vicente do Salvador e suas obras". Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro 279 p. 165-176.
  11. Academia Brasileira de Letras. Sócios Correspondentes e Patronos.
  12. Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Patronos.

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Biblioteca Nacional (Brasil). Vicente do Salvador, 1564-ca.1636.
  • Oliveira, Maria Lêda. A história do Brazil de Frei Vicente do Salvador: história e política no Império português do século XVII (em português). São Paulo: Odebrecht, 2008. 2 vols. (ilustrado)
  • Souza, Antonio Loureiro de. Bahianos ilustres: 1564-1925. Salvador: Tip. Beneditina, 1949. 222 pp. p. 16-17.
  • Vicente do Salvador, Frei. História do Brazil: 1500-1627 (em português). Curitiba: Juruá, 2008. 356 pp. (edição revista por Capistrano de Abreu em 1918)

Ver também[editar | editar código-fonte]