São João da Baliza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de São João da Baliza
"Baliza"
Bandeira de São João da Baliza
Brasão de São João da Baliza
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 1 de Julho
Fundação 1982
Gentílico baliziense
Padroeiro(a) São João Batista
Prefeito(a) José Divino (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de São João da Baliza
Localização de São João da Baliza em Roraima
São João da Baliza está localizado em: Brasil
São João da Baliza
Localização de São João da Baliza no Brasil
00° 57' 03" N 59° 54' 39" O00° 57' 03" N 59° 54' 39" O
Unidade federativa  Roraima
Mesorregião Sul de Roraima IBGE/2008[1]
Microrregião Sudeste de Roraima IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Norte: Caracaraí; Oeste: São Luís, Rorainópolis; Leste: Caroebe; Sul: Urucará (estado do Amazonas)
Distância até a capital 313 km
Características geográficas
Área 4 284,122 km² [2]
População 7,284 hab. (RR: 14º) –  IBGE/2013 [3]
Densidade 0 hab./km²
Altitude 255 m
Clima equatorial
Fuso horário UTC−4
Indicadores
IDH-M 0,655 médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 54 858,084 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 9 227,60 IBGE/2008[5]
Página oficial

São João da Baliza é um município brasileiro do estado de Roraima.

História[editar | editar código-fonte]

O nome do município relaciona-se à construção da BR-210 (Perimetral Norte). João Pereira (um dos pioneiros na construção da estrada) perdeu uma baliza do serviço de topografia em um igarapé próximo a onde hoje situa-se a sede. Daí o lugar herdou este nome. Uma pequena correção nos dados o Sr. João Pereira chegou ao município no ano de 1976, um ano depois dos primeiros pioneiros, o Sr. João de Deus e o Sr. João Bezerra e suas respectivas famílias. Quanto ao nome da cidade, este foi devido a quantidade de "joões" do vilarejo e baliza devido uma disputa entre topógrafos que estavam abrindo a BR-210 pela antiga empresa Paranapanema. A baliza caiu no igarapé Santa Lúcia (igarapé Baliza atualmente) e daí deriva este nome. O Sr. João Pereira foi um dos primeiros administradores locais e não teve participação na construção da estrada que era de responsabilidade da empresa citada acima.

Foi criada pela Lei Federal Nº 7.009, de 1º de julho de 1982, com terras desmembradas de Caracaraí.

Teve como primeiro prefeito eleito por voto popular em 1985, Darcy Pedroso da Silva, que foi o único candidato do PTB a vencer o pleito em um município do estado na época.

Religião[editar | editar código-fonte]

Igreja Católica:Foi a primeira a chegar no município,trazida por seus fundadores.E sua sede se localizava onde hoje se encontra o Banco do Brasil.

Igrejas Evangélicas:São João da Baliza,é atualmente o município mais evangélico do Estado de Roraima(mais de 70% da população). Conta com as igrejas:Assembleia de Deus(Missão, Madureira, Tradicional e COMADER),Igreja Batista Regular,Igreja Batista Monte Horebe,Congregação Cristã no Brasil,Igreja Presbiteriana do Brasil,Igreja Mundial do Poder de Deus, Igreja Universal,Igreja do Evangelho Quadrangular, e em suas vizinhanças a Igreja Luterana.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localidades principais[editar | editar código-fonte]

Segue uma relação de das principais localidades não-índigenas do município e suas respectivas populações segundo o Censo de 2010.[6]

  • 99 habitantes - Agrovila do PA São Luizão

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Economia[editar | editar código-fonte]

Concentra-se na agricultura e no comércio. Produz, em especial, arroz, gado, banana e milho.

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Na saúde, existe um hospital público (Ruth Quitéria) com 20 leitos e vários postos no interior.

Conta com um sistema de distribuição de água, energia elétrica (distribuída pela CER, através da hidroelétrica de Jatapu), agência dos correios, agência bancária e rede telefônica.

Possui um aeroporto ainda não catalogado pela Aeronáutica.

Existem no município 18 escolas de ensino fundamental 1 de ensino médio e 1 de ensino superior.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (29 de novembro de 2010). CENSO 2013 - RORAIMA. Página visitada em 11 de janeiro de 2013.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 08 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. bestatistica/populacao/censo2010/default.shtm Dados com base em levantamentos utilizando os resultados do Censo 2010 do IBGE. Acesso em 7 fev 2012.

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

FREITAS, Aimberê. Estudos Sociais - RORAIMA: Geografia e História. 1 ed. São Paulo: Corprint Gráfica e Editora Ltda., 1998. 83 p. ISBN 34523432

Ligações externas[editar | editar código-fonte]