Senhorio de Argos e Náuplia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Argos e Nauplia

feudo do Principado da Acaia

Armoiries Achaïe.svg
1211 – 1388 Flag of Most Serene Republic of Venice.svg

Brasão de Argos

Brasão

Localização de Argos
O Império Latino com estados vassalos e os estados gregos sucessores, após a partilha do Império Bizantino, em 1204. As fronteiras são incertas.
Continente Europa
País Atual Grécia
Capital Tessalônica
Religião Ortodoxia arménia, Cristianismo ocidental
Governo monarquia
Período histórico Idade Média
 • 1211 Fundação
 • 1388 Dissolução

O Senhorio de Argos e Nauplia foi um estado cruzado, feudo (senhoria) do Principado da Acaia, constituído pelas cidades de Argos e Nauplia. Em 1211, o príncipe da Acaia, Geoffrey I do Villehardouin, cedeu as duas cidades como um feudo, a Otto de La Roche, duque de Atenas.

A senhoria permaneceu na posse dos duques de Atenas até 1311. Quando Gualtério V, conde de Brienne, nomeado duque de Atenas deste 1308, foi morto pelos mercenários da Companhia Catalã, depois da revolta destes últimos em 1311. Seu filho, Gualtério VI Brienne, mesmo expulso do Ducado de Atenas, herdou todos os títulos do pai. Porém só conservou o comando dos senhorios de Argos e Nauplia. Em Argos e Nauplia, os herdeiros de Gualtério V de Brienne continuaram a ser reconhecidos como duques de Atenas e senhores de Argos e Nauplia.

Com a morte de Gualtério V Brienne, em 1356, os senhorios passam para sua irmã Isabella de Brienne que dividiu o comando dos senhorios com seu filho Luís de Enghien, que herdou o senhorios da mãe após a morte desta. Após a morte de Luís de Enghien, sua filha Margarida de Enghien herdou os senhorios e os governou junto com o marido, Peter Cornaro, que morreu em 1388. Pouco tempo após a morte do marido, Margarida de Enghien vendeu os seus direitos de governar os Senhorios para a República de Veneza, que passou a dominar as duas cidades.

Lista dos Senhores de Argos e Nauplia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Estado extinto, integrado ao Projeto Estados Extintos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.