Marca de Bodonitsa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marca de Bodonitsa

Marquesado autónomo,
vassalo do Reino de Tessalônica até 1224,
vassalo do Principado de Acaia depois de 1248

Labarum.svg
1204 – 1414 Flag of the Ottoman Empire (1453-1517).svg
Continente Europa
País Atual Grécia
Capital Vriokastro
Religião Igreja Ortodoxa, Cristianismo ocidental
Governo Suserania hereditária
Período histórico Idade Média
 • 1204 Criação na sequência da Quarta Cruzada
 • 1414 Conquista pelo Império Otomano

Marca de Bodonitsa, também conhecido como Marquesado de Bodonitsa ou Vodonitsa ou ainda também Boudonitsa era um estado cruzado na Grécia. Era vassalo do reino de Tessalônica, estado criado logo após a conquista de Constantinopla pelos cruzados na Quarta Cruzada em 1204, que culminou com o desmembramento do Império Bizantino. Seu propósito original era guardar o desfiladeiro das Termópilas.

História[editar | editar código-fonte]

A marca foi originalmente concedido como feudo para o marquês Guy Pallavicini, por Bonifácio de Montferrat, primeiro rei de Tessalônica, em 1204. O seu objetivo inicial era a proteção e guarda da passagem de Termópilas para o reino cruzado da Tessalônica, contra o Despotado do Épiro. A marca sobreviveu à queda do Reino de Tessalônica para o Despotado do Épiro em 1224. Então tornou-se vassalo do Principado de Acaia em 1248. Em 1311, a marca sofreu ataques e pilhagens da Companhia Catalã, um exército mercenário fundado e comandado por Rogério de Flor. Mais tarde foi governado sucessivamente pelas famílias venezianas dos Cornaro (até 1335) e dos Zorzi. A família Zorzi dominou a marca até ser conquistado pelos turcos otomanos em 1414. Mesmo após a conquista da marca pelos otomanos, Nicolau II Zorzi o último marquês de Bodonitsa, continuou a utilizar o título de marquês. Mas o território nunca mais foi recuperado.

Marqueses de Bodonitsa[editar | editar código-fonte]

Dinastia Pallavicini[editar | editar código-fonte]

Dinastia Zorzi[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]