Superpredador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O crocodilo de água salgada é o maior réptil vivo do planeta e é o predador dominante em toda a sua gama.[1]

Nas ciências naturais (biologia, zoologia e ecologia) e antropologia, um superpredador é uma espécie carnívora que prevalece sobre as outras espécies em um bioma ou ecossistema.[2] Assim sendo, no Ártico o superpredator é o urso polar, na Antártida é a foca leopardo, na África é o leão e o crocodilo, em grande parte da Ásia é o tigre, em grande parte da América como é a sucuri, jacaré e a onça-pintada ou jaguar, e, finalmente, no oceano pode ser considerado como principais superpredatores os tubarões carnívoros, cachalotes e orcas.

No entanto, deve-se considerar que o ser humano, embora originalmente um herbívoro e detritívoro, tornou-se o predador mais poderoso do planeta. Esta consideração, no entanto, pode ser questionável a partir do momento que os homens não são exclusivamente carnívoros e onívoros, e também a sua natureza, o papel e o comportamento diferem de outras espécies, graças à sua liberdade de escolha e sua capacidade de transformar e recriar o ambiente, não ocupam um nicho especializado dentro de qualquer ecossistema, como faz de todas as outras espécies se são predadores ou não.

Referências

  1. http://www.talismancoins.com/servlet/Detail?no=802
  2. apex predator. PBS. Página visitada em 7 de julho de 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.