Teatro de Pompeu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ruínas do Teatro de Pompeu, no Largo di Torre Argentina.

O Teatro de Pompeu (Italiano: Teatro di Pompeo), em Roma, no Largo di Torre Argentina, foi construído a cerca de 55 a.C., e foi outra o maior teatro a nível mundial. Também foi o primeiro teatro permanente (i.e., não ambulante) de Roma. Pompeu financiou a construção deste teatro aparentemente para ganhar popularidade. No entanto, a construção não se limitou ao teatro apenas: incluía também um grande jardim central, decorado com estátuas de grandes artistas e actores, e um espaço preparado para os encontros do Senado. O edifício era coroado com o Templo de Venus Victrix, a divindade pessoal de Pompeu (em comparação com a veneração de Júlio César à deusa Venus Genetrix como sua divindade pessoal). Toda a estrutura estaria rodeada de pórticos colunados, à semelhança da arquitectura clássica da Grécia.

Digno de nota é o facto de Júlio César ter sido assassinado nos Idos de Março de 44 a.C., no grande pórtico anexo ao teatro. As ruínas do lado oriental do pórtico podem ser observadas no centro do Largo di Torre Argentina. As ruínas do próprio teatro podem ser encontradas perto da Via di Grotta Pinta, abaixo do nível do solo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Teatro de Pompeu