Tete (província)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tete
Província de Moçambique Moçambique
Flag of Mozambique.svg
Dados gerais
Capital Tete
Município(s) Moatize, Nhamayábué, Tete e Ulongué
Características geográficas
Área 98 417 km²
População 1 783 967 hab. (2007)
Densidade 18,13 hab./km²
Moçambique Tete prov.png
Província de Tete em Moçambique.
Dados adicionais
Código postal 23xx
Prefixo telefónico +258 252
Sítio Portal do Governo da Província de Tete
Projecto África  • Portal de Moçambique

Tete é uma província da região central de Moçambique, A sua capital é a cidade de Tete, localizada a cerca de 1570  km a norte da cidade de Maputo, a capital do país. Com uma área de 98 417  km², esta província está dividida em 15 distritos e possui, desde 2013, 4 municípios: Moatize, Nhamayábué, Tete e Ulongué.

A província é atravessada pelo rio Zambeze e é na sua parte média que se encontra a barragem de Cahora Bassa, uma das maiores do continente africano.

Localização[editar | editar código-fonte]

A província de Tete está localizada no topo da região centro de Moçambique, sendo a única em contacto fronteiriço com 3 paísesf : a nordeste com o Malawi, a noroeste com a Zâmbia, a sudoeste com o Zimbabwe; e a sul com as províncias de Manica, Sofala e Zambézia.

Demografia[editar | editar código-fonte]

População[editar | editar código-fonte]

Em 2007, o Censo indicou uma população de 1 783 967 residentes. Com uma área de 98 417  km², a densidade populacional rondava os 18,13 habitantes por km².[1] [2] Nesse ano, Tete era a terceira maior província de Moçambique,em termos de população, depois de Nampula e Zambézia.

De acordo com o Censo de 1997, a província tinha 1 038 047 habitantes e uma área de 97 285 km², daqui resultando uma densidade populacional de 10,67 habitantes por km².[3]

Entre 1997 e 2007, contabilizados mais 745 920 habitantes o que significou que a população cresceu 41,81%, o maior crescimento em termos percentuais, entre todas as províncias moçambicanas.

População da província de Tete[1] [3]
1980 1997 2007
780 081 1 038 047 1 783 967

História[editar | editar código-fonte]

A província de Tete foi formada a partir do distrito de Tete[4] do período colonial. Este distrito foi criado por decreto de 24 de Novembro de 1835, a partir do distrito de Quelimane.[5]

Governadores[editar | editar código-fonte]

A província é dirigida por um governador provincial nomeado pelo Presidente da República.

  • (2005-2010) Idelfonso Muanantapha[6] [7]
  • (2010-2012) Alberto Clementino António Vaquina[7]
  • (2012-2013) Ratxide Abdala Ackyiamungo Gogo[8]
  • (2013-) Paulo Auade[9]

Subdivisões da província[editar | editar código-fonte]

Mapa da província de Tete

Distritos[editar | editar código-fonte]

A província de Tete está dividida em 15 distritos, os 12 já existentes quando foi realizado o censo de 2007,[10] mais o distrito de Tete, estabelecido em 2013 para administrar as competências do governo central, e que coincide territorialmente com o município do mesmo nome, e os novos distritos de Dôa e Marara:[11]

Municípios[editar | editar código-fonte]

Esta província possui 4 municípios:[12] [13]

De notar que a vila de Ulongué se tornou município em 2008 e a de Nhamayábué em 2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Quadro da província. Instituto Nacional de Estatística. Ano 2007. Acesso 2011 setembro 29
  2. Estatísticas do Distrito de Angónia. Instituto Nacional de Estatística. Ano 2008. Acesso 2011 outubro 11
  3. a b Instituto Nacional de Estatística (Tete até 1997) Acesso 2011 setembro 27
  4. Decreto-lei nº 6/75 de 18 de Janeiro.
  5. Pélissier, René.História de Moçambique, formação e oposição 1854-1918, Volume 1 (3ª Ed), p. 99. Lisboa: Editorial Estampa, 2000. ISBN 972-33-1009-0
  6. "Guebuza concluiu nomeação do seu governo" in Noticias Lusófonas. 11 de Fevereiro de 2005. Acesso 2011 outubro 16
  7. a b "Formado novo Governo". TVM Televisão de Moçambique citando Jornal Noticias. 18 de Janeiro de 2010 Acesso 2011 outubro 16
  8. "Primeiro-Ministro: confirmada substituição de Aires Aly por Alberto Vaquina" Acesso 2012 outubro 8
  9. "Guebuza empossa novos governantes" Acesso 2013 dezembro 9
  10. Instituto Nacional de Estatística Acesso 2011 outubro 5
  11. Lei nº 26/2013, publicada no Boletim da República nº 101, I Série, de 18 de Dezembro de 2013, pág. 1059-1061 (3)
  12. "Resolução n.º 7/87, de 25 de Abril publicado no Boletim da República (BR), I Série, Nº 16 de 1987" in Estudo "Desenvolvimento Municipal em Moçambique: As Lições da Primeira Década". pp. 24 e 25. Banco Mundial. Maio 2009. Acesso 2011 outubro 5
  13. Parlamento Aprova Criação de 10 Novos Municípios SapoNotícias. Visitado em 1 de Janeiro de 2015.

Código Postal nos Correios de Moçambique Acesso 2011 outubro 4

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Moçambique, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.