The King of Fighters '96

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The King of Fighters 96
Desenvolvedora SNK
Publicadora(s) SNK
Plataforma(s) Arcade, Neo Geo, Neo-Geo CD, Sega Saturn, PlayStation, Game Boy, PlayStation Network
Série The King of Fighters
Data(s) de lançamento
Modos de jogo Single Player, Multiplayer
Mídia Cartucho e CD
Idioma Japonês

The King of Fighters '96 é um videogame realizado no ano de 1996 pela fabricante de videogames SNK. É o terceiro jogo da série The King of Fighters e o segundo da segunda saga desta série, a Saga Orochi.

Elenco de Personagens[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

Um ano passou desde que o último torneio terminou. É o ano de 1996 e, uma vez mais, a maioria dos times do torneio passado foram convidados. Desta vez, o anfitrião era desconhecido, mas certamente não era Rugal, não só pelo fato de se saber que o anfitrião era uma famosa mulher, mas também porque o torneio quebrou o próprio selo solene de silêncio, se transformando em um evento comercial conhecido mundialmente. As lutas eram radiodifundidas por TV internacional e muitos patrocinadores estariam assistindo ao torneio. Logo, o torneio The King of Fighters conquistou tanta atenção quanto as Olimpíadas ou a Copa do Mundo de futebol.

Como mencionado antes, foram convidados os mesmos times do ano passado, mas a maioria deles apresentava algumas mudanças interessantes. Alguns dos lutadores mais veteranos, tais como Heidern e Takuma, aposentaram-se do cenário da luta e deixaram seus lugares para uma geração mais jovem. Takuma enviou sua filha Yuri em seu lugar no Time Kyokugenryu. O Time Deslumbrante deu boas vindas a Kasumi Todoh como a nova integrante. Heidern deu o seu lugar a sua estudante Leona, uma mulher jovem com poderes misteriosos. Iori, depois de bater severamente em seus velhos companheiros, fez uma tímida união com ambas as secretárias de Rugal, Mature e Vice. Mas um time adquiriu a maior atenção. Era o Boss Team, liderado por Geese Howard e Wolfgang Krauser. Ambos mostraram que estavam vivos e prontos para reivindicar direitos do torneio. Ao lado deles estava um dos lacaios de Geese, Mr. Big, que tinha um grande rancor contra os Kyokugenryu. Parece que este ano seria cheio de paixão e honra!

Antes do evento principal começar, Kyo, o guerreiro que derrotou Rugal duas vezes no passado, foi desafiado por um homem misterioso. Respondendo ao convite, Kyo ficou em frente a este homem que ofereceu a Kyo uma luta. Porém, até mesmo antes da batalha começar, Kyo sentia um poder terrível atrás daquele homem. O mesmo poder que Rugal possuiu, e que o destruiu no final. Kyo estava até mesmo mais angustiado pelo fato de o homem ser incrivelmente forte. Ele fez um trabalho rápido em Kyo para servir de exemplo. Kyo foi sem fôlego para o hospital, forçado a melhorar suas técnicas.

Quando as lutas aconteceram, tudo parecia ir perfeitamente no lado de fora. As batalhas aconteceram com um senso mais dramático. Os lutadores colocavam suas próprias vidas em risco com o objetivo de vencer. Assim as lutas para decidir o vencedor eram muito mais intensas. Vinganças pessoais, como as rivalidades de Kyo e Iori, e Terry e Geese, tiveram grande destaque no torneio. Porém, uma presença má cercava o torneio. A sombra de Rugal não tinha sido totalmente extinta do torneio e algo muito pior estava por vir. Iori e o novo membro do Time Ikari, Leona, começaram a mostrar poderes além da compreensão dos demais lutadores e a entrada de Geese também estava causando preocupação. O que era todo este sentimento? Como as batalhas de vida ou morte se enfureceram, o poder do mau cresceu cada vez mais na mente dos lutadores.

Como as finais estavam mais próximas, a anfitriã se revelou finalmente. Era nada menos que Chizuru Kagura, a mais recente descendente do Clã Yata, um grupo encarregado de cuidar do selo que foi imposto ao poder do mau. Chizuru revelou aos competidores que o selo deste perigoso poder foi quebrado a dez anos atrás e que agora está fora de controle. Ela precisa da ajuda do time mais forte para selar mais uma vez esse poder. Pediu ao Time Heróis, campeão dos dois torneios anteriores. O Time Heróis foi convidado para um estádio muito grande, propriedade da família de Kagura. As muitas pessoas do estádio ficaram impressionadas. Chizuru apareceu na frente do Time Heróis lhes propondo: se eles eram merecedores, então deveriam ter uma batalha com ela. Porém Chizuru prestou mais atenção em Kyo.

O Time Heróis ganhou a batalha emotiva contra Chizuru, mas ela se levantou e falou para Kyo e seus dois amigos que o poder que no final das contas derrotou Rugal era o poder de Orochi. Benimaru e Daimon não entenderam, mas esse nome parecia trazer alguma lembrança a Kyo. Seu pai havia lhe contado que o Clã Kusanagi foi destinado a lutar contra Orochi uma vez mais, como eles fizeram à 1800 anos atrás para selar o poder. Porém, no dia presente, o poder de Orochi foi libertado pelo mensageiro de Orochi. Rugal, com pressa para obter o controle deste poder, foi derrotado e seu olho direito foi levado. No entanto ele recebeu o poder de Orochi mesmo assim. O mensageiro sabia que esse poder o mataria cedo ou tarde.

Um vento forte começou a soprar no estádio e, de repente, uma rajada enorme de vento leva a todos. O Time Heróis se levantou. O fundo festivo e feliz tinha se transformado em morte e destruição. O estádio foi destruído pouco a pouco e um poder muito grande começou a aparecer. Chizuru permanecia parada, ferida pela rajada anterior. Ela pede a Kyo que se una a Iori. Com sua última respiração, ordena que o poder de Orochi seja selado. Kyo não podia acreditar que teria que se aliar ao seu velho inimigo para selar o poder de Orochi. Porém, uma voz estranha emergiu no meio do vento. Benimaru e Daimon não souberam dizer que voz era, mas Kyo soube sem dúvida. Se tratava do homem que o havia derrotado antes do torneio. A superfície se materializou. O homem se apresentou como Goenitz e ele era a pessoa que libertaria o poder de Orochi completamente. Kyo estava na frente dele. Disse a Goenitz que o pararia de qualquer forma. Goenitz riu e advertiu Kyo do resultado da primeira batalha. Kyo sorri e conta a Goenitz que ele não é o mesmo homem que ele havia derrotado. Kyo pede para Benimaru e Daimon que se afastem, pois eles acabariam sendo mortos por Goenitz. Logo depois, Kyo e Goenitz começam a luta. Ela decidiria o destino de toda a raça humana.

Kyo lutou com toda a força de seu corpo, fazendo muito mais esforço que na luta em que ele perdeu. Porém não era o bastante para se assemelhar ao poder de Goenitz que, diferente de Rugal, saiba controlar o seu poder e usava isto de um modo devastador. Mesmo assim o plano de Goenitz teve dificuldade subjugando o valente Kusanagi. Goenitz estava alegre, pois Kyo tinha melhorado. Os estouros enormes de poder provocaram um tremor no estádio destruído e ambas as auras foram ampliadas a alturas inimagináveis.

Uma ventania leva Kyo, que voa para longe. Goenitz estava pronto para acabar com ele de uma vez por todas no momento em que foi pego desprevinido por um homem misterioso. Kyo se recuperou e pode ver que seu salvador era ninguém menos que Iori Yagami! Kyo estava surpreso com a ajuda de Iori, mas Goenitz olhou mais feliz ainda. Ele ri e conta para Kyo que esse era o seu fim, sendo que o próprio Iori possui o Poder de Orochi. Não só Iori, mas também a jovem mulher do Time Ikari, Leona, que possuía Sangue de Orochi em suas veias. Kyo estava chocado. Essa era a razão pela qual Iori era capaz de lançar chamas roxas? Iori, que há pouco estava lá imóvel, ri como um maníaco. Ele diz para Goenitz que só ele pode matar Kyo. Goenitz assume ambos os inimigos para um combate mortal. Assim, dois inimigos eternos esqueceram a rivalidade entre si durante algum tempo, e lutaram lado a lado contra um inimigo comum.

Nesse momento, Goenitz pagou caro por sua autoconfiança. Enfrentar um Kusanagi e um Yagami foi um erro terrível. Ele notou até mesmo que Iori estava começando a lançar chamas vermelhas!

A luta acabou com Goenitz debilitado e Kyo e Iori sem fôlego para um último sopro. Uma explosão enorme de ambos os guerreiros era mais que suficiente para acabar com Goenitz. Goenitz ofegou. Ele estava vivendo seus momentos finais. De repente, Chizuru surgi atrás dele. Kagura lhe fala que Kusanagi e Yagami eram aliados antes da guerra e que ambos tinham ajudado a selar o Poder de Orochi à 1800 anos atrás. Chizuru também exige uma volta. Desde que Goenitz matou sua irmã para soltar o Poder de Orochi. Goenitz sorri. Ele diz a Chizuru que a guerra está longe de acabar. Em meio a uma rajada de vento, Goenitz desaparece repentinamente.

O vento retrocede. Chizuru conta para Kyo e Iori que eles deveriam se tornar aliados uma vez mais para enfrentar o perigo iminente que se desdobraria frente a eles. Iori murmura, dizendo que tem seus próprios planos. Ele diz ter muitas viagens pela frente. Então algo de estranho começa a lhe acontecer. Iori começa a apertar o tórax. Ele lança então um grito e muito sangue pela boca. Chizuru fica surpresa e diz que Iori está atravessando a "Revolta de Sangue", processo no qual o Sangue de Orochi dentro dele começa a despertar. Iori começa a se apavorar terrivelmente, enquanto vai se tornando mais monstro que humano. Suas companheiras, Mature e Vice, tentam pará-lo, mas acabam pagando caro pela interferência. Ambas são rasgadas fora a fora pelo insano Iori.

Kyo agora estava só. Com o perigo de Orochi ainda fresco em sua mente e sua alma.