PlayStation 3

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de PS3)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
PlayStation 3
PlayStation 3 logo

Logo
PS3Versions.png

Sentido anti-horário de cima para baixo: logotipo original, novo logotipo, modelo "fat" original, controlador DualShock 3 Sixaxis, modelo "slim" recente.
Desenvolvedor SCEI
Fabricante Sony EMCS, Foxconn, Lanix, ASUSTeK[1]
Família do
produto
PlayStation
Tipo Console de videogame
Geração Sétima geração[2]
Lançamento 23 de março de 2007
Preço
inicial
R$1099,00[3] (Brasil)
Unidades
vendidas
80 milhões de unidades (desde 2 de Novembro de 2013)
Mídia
Sistema
operacional
XrossMediaBar
versão 4.53 do software do sistema[4]
CPU 3,2 GHz Cell Broadband Engine com 1 PPE e 7 SPEs
Capacidade de
armazenamento
Disco rígido SATA de 2.5"
(20, 40, 60, 80, 120, 160, 250, 320 ou 500 GB incluso) (atualizável e expansível). Memória Flash (12 GB)
Memória 256 MB de sistema e 256 MB de vídeo (total de 512 MB RAM)
Exibição
Gráficos 550 MHz NVIDIA/SCEI RSX
Som
Controladores Sixaxis, DualShock 3, Logitech Driving Force GT, Controle Logitech Cordless Precision™, controladores USB padrão, GT Force, controladores de jogos rítmicos, PlayStation Move, GunCon 3, PlayStation Portable, teclado e mouse
Conectividade
Serviços
on-line
PlayStation Network
Jogo mais
vendido
Call of Duty: Black Ops 2. 11,57 milhões (18/02/2013)
Retrocompa-
tibilidade
PlayStation (todos os modelos)
PlayStation 2 (20 GB, 60 GB e alguns modelos de 80 GB [CECHExx])
Antecessor PlayStation 2
Sucessor PlayStation 4

O PlayStation 3 (oficialmente abreviado como PS3[6] ) é o terceiro console de videogame produzido pela Sony Computer Entertainment e o sucessor do PlayStation 2 como parte da série PlayStation. O PlayStation 3 compete contra o Xbox 360,e o Nintendo Wii como parte da sétima geração de consoles de videogame.

O principal recurso que distingue o PlayStation 3 de seus predecessores é o seu serviço unificado de jogo online, o PlayStation Network,[7] que contraria a política oficial da Sony de depender dos desenvolvedores de jogos para conseguir tal experiência.[8] Outros recursos do console incluem suas robustas capacidades multimídia,[9] [10] [11] sua conectividade com o PlayStation Portable, PlayStation Vita[12] e a utilização de formato de disco óptico de alta-definição, Blu-ray Disc, como seu meio de armazenamento primário.[13] O PlayStation 3 também foi o primeiro reprodutor no mercado de Blu-ray compatível com a especificação 2.0.[14]

O PlayStation 3 foi inicialmente lançado em 23 de março de 2007 no Japão[15] , 17 de novembro de 2006 na América do Norte[16] , 16 de março de 2007 no Reino Unido e Irlanda e em 23 de março de 2007 na maior parte da Europa e na Oceania.[17] [18] Foram disponibilizadas duas SKUs ao lançamento: um modelo básico com disco rígido (HDD) de 20 GB e um premium com um disco rígido de 60 GB e vários recursos adicionais[19] (o modelo de 20 GB não foi lançado na Europa ou Oceania).[20] Desde então, várias revisões foram realizadas aos modelos disponíveis do console, particularmente com o lançamento de um novo modelo "slim" em setembro de 2009, coincidindo com a reformulação do console e seu logotipo.[6] [21]

Em Fevereiro de 2013 a Sony anunciou o lançamento do seu sucessor, o PlayStation 4, que foi lançado no dia 15 de Novembro na América do Norte e 29 do mesmo mês na Europa e América Latina.[22]

Histórico[editar | editar código-fonte]

O PlayStation 3 (então marcado PLAYSTATION 3[23] ) foi revelado oficialmente ao público pela Sony em conjunto com o seu controlador original em formato de bumerangue[24] em 16 de maio de 2005, durante a conferência E3 2005.[25] Uma versão funcional do sistema não estava presente na conferência,[26] muito menos na Tokyo Game Show em setembro de 2005,[27] entretanto, demonstrações (como o Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots[26] ) foram mantidas em devkits e hardware de PC comparável em ambos os eventos.[26] [27] Também foram mostradas sequências de vídeo baseados em especificações preditas do PlayStation 3 (notavelmente a demonstração técnica de Final Fantasy VII).[28] O protótipo inicial mostrado em maio de 2005 apresentava duas portas HDMI, três Ethernet e seis USB;[29] contudo, ao ser mostrado novamente um ano mais tarde na E3 2006, foram reduzidas para uma porta HDMI, uma Ethernet e quatro USB, presumidamente para reduzir custos.[19] [30] Duas configurações de hardware para o console também foram anunciadas: um modelo de 20 GB e um de 60 GB com preços de $499 (€499) e $599 (€599), respectivamente.[19] O modelo de 60 GB seria a única configuração a apresentar uma porta HDMI, conexão Wi-Fi, leitor de cartões de memória e um enfeite cromado com logotipo prateado.[19] Os console foram anunciados para lançamento mundial simultâneo: 11 de novembro no Japão e 17 de novembro na América do Norte e Europa.[31]

Em 6 de setembro de 2006, a Sony anunciou que o lançamento do PlayStation 3 na região PAL (Europa e Oceania) seria atrasado até março de 2007, devida a escassez de materiais utilizados na unidade de Blu-ray Disc.[32]

Na Tokyo Game Show em 25 de setembro de 2006, a Sony anunciou que incluiria uma porta HDMI ao modelo de 20 GB, mas que um enfeite cromado, leitor de cartões de memória, logotipo prateado e Wi-Fi não seriam incluídos.[33] Além disso, o preço de lançamento do modelo de 20 GB japonês foi reduzido em mais de 20%[34] e o de 60 GB anunciado com um esquema de preço aberto no Japão.[34] Durante o evento, a Sony mostrou 27 jogos de PlayStation 3 sendo executados em hardware final.[35]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O PlayStation 3 foi lançado inicialmente no Japão em 12 de novembro de 2006 às 08:00.[15] De acordo com Media Create, 81.639 sistemas PlayStation 3 foram vendidos em menos de 24 horas à sua introdução no Japão.[36]

Pouco após o seu lançamento no Japão, o PlayStation 3 foi lançado na América do Norte em 17 de novembro.[16] Relatos de violência envolvendo o lançamento do PS3 incluem um cliente baleado,[37] campistas assaltados a mão armada,[38] clientes baleado por atiradores que estavam em um carro em movimento portando armas BB[39] e 60 campistas brigando por 10 sistemas.[40]

Foi planejado originalmente um lançamento global do console em novembro, porém, o console apresentava problemas ao ligar o sistema de aquecimento de café.[41] Sendo este uma espécie de atraso de última hora algumas companhias já haviam adquirido unidades através de depósito, por isso a Sony informou aos seus clientes que possuíam elegibilidade ao reembolso total ou poderia continuar com a pré-venda.[42] Em 24 de janeiro de 2007, a Sony anunciou a venda do PlayStation 3 em 23 de março de 2007 na Europa, Austrália, Oriente Médio, África e Nova Zelândia.[17] [18] O sistema vendeu em torno de 600 mil unidades nos seus primeiros dois dias.[43] Em 7 de março de 2007, o PlayStation 3 de 60 GB foi lançado na Singapura com um preço de S$799.[44] O console foi lançado na Coreia do Sul em 16 de junho de 2007 em uma única versão equipada com um disco rígido de 1080 GB e IPTV.[45]

Blu-ray[editar | editar código-fonte]

Disco de um Blu-ray

Na fase de desenvolvimento do PlayStation 3, a Sony decidiu equipar o Blu-ray no PlayStation 3. O disco é de 12 cm de diâmetro, como o DVD e CD. Os jogo de PlayStation 3 são armazenados nesse formato e muitos desenvolvedores se aproveitaram da capacidade de armazenamento da unidade para adicionar mais extras nos jogos. Os discos Blu-ray são feitos de papel e celulose, em vez de polímeros como no caso de CD ou DVD, para que sejam biodegradáveis​​. Mas os discos Blu-ray tem uma proteção de arranhão resistente não-biodegradáveis. Um disco Blu-ray pode armazenar aproximadamente 25 GB de dados por camada, 50 GB dupla camada. Em 2008, o Blu-Ray se tornou o padrão para o sucessor do DVD óptico, após a retirada da Toshiba na produção de HD DVD em fevereiro de 2008. Na guerra dos formatos anteriores entre HD DVD e Blu-ray, o PlayStation 3 foi considerado como o leitor de Blu-ray mais barato (em alguns países). Um estudo mostrou que 60% dos donos de PS3 não sabe que tem Blu-ray, os outros 40% sabe que incorpora este leitor e o usam para assistir filmes em alta definição. Foi também o mesmo estudo para outros consoles, onde 30% sabem que você pode usar o leitor para assistir filmes em alta definição.

PS3 Slim e reformulação do console[editar | editar código-fonte]

Seguindo a especulação de que um modelo 'slim' estava em processo, a Sony anunciou oficialmente o modelo CECH-2000 do PlayStation 3 em 18 de agosto de 2009 na conferência de impressa da Sony na Gamescom.[6] [46] Dentre seus recursos está um console de forma menor e com menos ruído quando ligado. Foi lançado na maioria dos territórios em setembro de 2009. Como parte do lançamento o modelo “slim”, o logotipo do console foi alterado da "fonte estilo Homem Aranha" e PLAYSTATION 3 em letras maiúsculas para um logotipo mais parecido com os tradicionais logotipos do PlayStation e PlayStation 2; e com um PS3 impresso no console.[47] Junto com a reformulação do console e logotipo, a tela de inicialização de todos os consoles foi alterada de “Sony Computer Entertainment" para "PS3 PlayStation 3", possuindo um novo som e tendo sua tela de inicialização de jogo removida.[48] A arte de capa e pacote dos jogos também foi alterada para refletir a reformulação.

Hardware[editar | editar código-fonte]

Unidade do sistema[editar | editar código-fonte]

O PlayStation 3 é convexo em seu lado esquerdo, com o logotipo do PlayStation em posição vertical, quando vertical (o lado superior é convexo quando horizontal) e possui um acabamento em preto brilhante.[49] O designer do PlayStation, Teiyu Goto, declarou que o logotipo com fonte inspirada no Homem-Aranha “foi um dos primeiros elementos que o presidente da SCEI, Ken Kutaragi, decidiu e que o logotipo pode ter sido a força motivadora por trás do formato do PlayStation 3.”[50]

O PlayStation 3 apresenta uma unidade de leitura sem bandeja Blu-ray Disc de 2x para jogos, filmes Blu-ray, DVDs, CDs e outras mídias ópticas.[51] Era disponibilizado originalmente com disco rígidos de 20 e 60 GB (apenas o modelo de 60 GB foi disponibilizado em regiões PAL).[20] [52] Um modelo de 80 GB foi, desde então, introduzido nas regiões NTSC[53] e um modelo de 40 GB introduzido em todas as regiões.[54] [55] Todos os modelos do PlayStation 3 possuem discos rígidos SATA de 2.5" atualizáveis pelo usuário.[56]

O sistema utiliza o microprocessador Cell criado por Sony, Toshiba e IBM como sua CPU, a qual é constituída por um “Power Processing Element” (PPE) baseado em PowerPC de 3.2 GHz e oito “Synergistic Processing Elements” (SPEs).[57] O oitavo SPE está desabilitado para melhorar o rendimento do chip.[58] [59] Apenas seis dos sete SPEs estão acessíveis aos desenvolvedores visto que o sétimo SPE está reservado para o sistema operacional do console.[59] O processamento gráfico é lidado pelo RSX 'Reality Synthesizer' da NVIDIA de 550 MHZ, o qual pode transmitir resoluções de 480i/576i SD até 1080p HD.[51] O PlayStation 3 possui 256 MB de memória principal DRAM XDR e 256 MB de memória de vídeo GDDR3 para o RSX.[60]

Possui ainda Bluetooth 2.0, Gigabit Ethernet, USB 2.0 e HDMI 1.3a.[51] A rede Wi-Fi também é integrada nos modelos de 40, 60, 80 GB e slim posto que um leitor de cartão de memória (compatível com mídias Memory Stick, SD/MMC e CompactFlash/Microdrive) está integrado nos modelos de 60 GB e 80 GB CECHExx.[51] [60] O sistema suporta até sete controladores, os quais são conectados através da tecnologia Bluetooth 2.0.[61]

O hardware do PlayStation 3 também foi utilizado para construir supercomputadores de alto desempenho computacional.[62] Fixstars Solutions vende uma versão Yellow Dog Linux para o PlayStation 3 (originalmente vendido pela Terra Soft Solutions).[63] RapidMind produziu um pacote de programação stream para o PlayStation 3,[64] contudo foi adquirida pela Intel em 2009. Também, em 3 de janeiro de 2007, Dr. Frank Mueller, Professor Associado de ciência da computação na NCSU, reuniu 8 PlayStation 3 em cluster. Mueller comentou que os 256 MB de RAM do sistema é uma limitação para esta aplicação em particular e está considerando a tentativa de aperfeiçoar a memória RAM. Softwares incluem: Fedora Core 5 Linux ppc64, MPICH2, OpenMP v 2.5, GNU Compiler Collection e CellSDK 1.1.[58] [65] [66] Logo que uma alternativa com melhor custo-benefício aos supercomputadores convencionais, o exército norte-americano adquiriu clusters de unidades do PlayStation 3 para propósito de pesquisa.[67] Unidades de revenda do PlayStation 3 Slim não podem ser utilizadas para supercomputadores, pois o PlayStation 3 Slim não possui a habilidade de carregar um sistema operacional de terceiro.

Em 22 de março de 2007, a SCE e Universidade Stanford publicaram o projeto Folding@home para o PlayStation 3.[68] Este programa permite que os proprietários de PlayStation 3 emprestem o poder computacional de seus consoles ao auxílio do estudo de processo físicos do enovelamento de proteínas.

Em dezembro de 2008, um grupo de hackers utilizou um cluster de 200 PlayStation 3 para hackear o protocolo de segurança SSL.[69]

Modelo original[editar | editar código-fonte]

PlayStation 3
PlayStation 3 logo
O PlayStation 3 original.
Fabricante Sony Computer Entertainment
Família do
produto
PlayStation
Tipo Console de videogame
Geração Sétima geração
Disponibilidade De novembro de 2005 a setembro de 2008

Existem sete modelos de hardware original do PlayStation 3, os quais são comumente referidos pelo tamanho de suas unidades de disco rígido integradas: "20", "40", "60", "80", "160", "250" e "320" GB GB.[19] [70] A única diferença na aparência dos primeiros cinco modelos era a cor do enfeite, número de portas USB, a presença ou ausência de uma porta (que cobre o leitor de cartões de memória em modelos equipados) e algumas pequenas alterações nos ventiladores de ar. Todos os pacotes de revenda incluem um ou dois controladores Sixaxis e/ou um controlador DualShock 3 (desde 12 de julho de 2008[71] [72] ), um cabo miniUSB para USB (para conectar o controlador e o PlayStation Portable ao sistema), um cabo de vídeo componente/saída de áudio estéreo, um cabo Ethernet (apenas em 20, 60 e CECHExx 80 GB) e um cabo de força.[70] [73] [74] Todos os modelos suportam emulação via software do Playstation original,[75] [76] mas o suporte à retrocompatibilidade foi sendo continuamente reduzida nos modelos posteriores, sendo Bundle de 80GB de Metal Gear Solid 4 o último modelo a anunciar retrocompatibilidade integrada.[77] Problemas de compatibilidade com jogos em ambos os sistemas são detalhados em um banco de dados público hospedado pelo fabricante.[78] Todos os modelos, excluindo o de 20 GB, incluem Wi-Fi 802.11 b/g.

Além de todos esses recursos dos modelos de 20 GB, o modelos de 60 GB possui Wi-Fi IEEE 802.11 b/g interno, múltiplos leitores de cartão de memória (SD/MultiMedia Card, CompactFlash Type I/Type II, Microdrive,[79] Memory Stick/PRO/Duo) e um enfeite colorido cromado.[80] Em termos de hardware, o modelo de 80 GB lançado na Coreia do Sul é idêntico ao modelo de 60 GB lançado nas regiões PAL, exceto pela diferença no tamanho do disco rígido.[81]

Assim como os modelos sul-coreanos e europeus, o modelo de 80 GB (2007) norte-americano também exclui a CPU "Emotion Engine" do PlayStation 2.[77] Entretanto, ainda mantendo o GPU "Graphics Synthesizer".[82] Devido à eliminação do "Emotion Engine", o nível de compatibilidade foi reduzido.[77] Os modelos de 40 GB, 80 GB (2008) e 160 GB possuem duas portas USB ao invés de quatro portas USB em outros modelos e não inclui múltiplos leitores de cartão de memória, suporte à SACD[83] ou qualquer retrocompatibilidade com jogos de PlayStation 2.[21] [77] Em conseqüência da remoção da GPU "Graphics Synthesizer", a qual removeu o hardware baseado em PlayStation 2 das unidade.[84] [85]

Nenhum Wi-Fi ou leitor de cartão de memória oficiais jamais foi lançado pela Sony para o sistema de 20 GB, embora houvesse planos de lançá-los.[86] Desde setembro de 2009 a Sony não deu mais ênfase nestes complementos propostos. No entanto, como o modelo apresenta quatro portas USB 2.0, rede sem fio e cartão de memória flash o suporte já pode ser obtido através do uso de uma variedade de adaptadores USB externos disponíveis e hubs de mídia de terceiro específicos para o PlayStation 3.[77]

Houve rumores de que o processador Cell na terceira geração do PlayStation 3 (40 GB, 2008 80 GB e 160 GB) passaria do processo de fabricação de 90 nm para o mais recente de 65 nm,[87] o qual o CEO da SCEI, Kaz Hirai, confirmou mais tarde,[88] posteriormente o processador foi reduzido para um processo de 45 nm. Essa alteração diminuiu o consumo de energia do console e tornou-o menos caro à produção.[89]

Modelo Slim[editar | editar código-fonte]

PlayStation 3
Logo
PlayStation 3 "Slim"
Fabricante Sony Computer Entertainment
Família do
produto
PlayStation
Tipo Console de videogame
Geração Sétima geração
Lançamento Setembro de 2008 (primeira versão), setembro de 2011 (segunda versão)

O PlayStation 3 Slim é um versão redesenhada do console e é o único modelo em produção atualmente. Ele apresenta um disco rígido atualizável de 120GB,160GB,250GB e 320GB sendo 33% menor, 36% mais leve e consumindo 34% (CECH-20xx) ou 45% (CECH-21xx) menos energia que os modelos anteriores;[6] [90] [91] ou um terço do modelo original. O sistema de refrigeramento foi reformulado, o microprocessador Cell passou para um processo de fabricação de 45 nm[92] e o RSX para um processo de 45 nm na última revisão e espera-se no futuro a adoção do novo de 32 nm no console. O PlayStation 3 Slim vendeu mais que um milhão de unidades em suas primeiras 3 semanas à venda.[93]

O PlayStation 3 Slim também possui suporte à CEC (mais comumente referido por suas marcas de fabricação de BraviaSync, VIERA Link, EasyLink e outros) que permite controlar o console através de HDMI utilizando o controle remoto. O PlayStation 3 Slim também executa-se mais silenciosamente e refrigerado do que os modelos anteriores devido a seu Cell de 45 nm. Não possui mais o botão de “energia principal” (similar ao PlayStation 2 Slim), como os modelos de PlayStation 3 anteriores, que localizava-se na parte traseira do console. O suporte para emulação de títulos de jogos do PlayStation 2 não está presente na versão Slim, mas recentemente a Sony está possibilitando downloads de jogos de PS2 (para qualquer Playstation 3) através da PSN.[6] [90] O PlayStation 3 Slim foi lançado oficialmente em 1 de setembro de 2009 na América do Norte e Europa e em 3 de setembro de 2009 no Japão, Austrália e Nova Zelândia.[6] [90] [94] [95] Entretanto, alguns revendedores como a Amazon.com, Best Buy e GameStop começaram a venda do PlayStation 3 Slim em 25 de agosto de 2009.[96] [97] Um PlayStation 3 de 250 GB com temática do Final Fantasy XIII, branco e com desenhos em rosa, foi anunciado oficialmente em 24 de setembro de 2009 na Tokyo Game Show como parte de um ‘’’bundle’’’ no Japão para Final Fantasy XIII, foi revelado inicialmente nos arquivos do FCC como PS3 CECH-2000B.[98] [99] A Sony Computer Entertainment Austrália também anunciou mais tarde naquele dia que traria o PlayStation 3 de 250 GB à Austrália, o qual seria vinculado com outros jogos e não apresentaria o tema de Final Fantasy XIII. Ainda que nenhum ‘’bundle’’ americano foi anunciado para o PlayStation 3 Slim de 250 GB, ele será vendido com console separado (exclusivamente) na América do Norte.[100]

Modelo Super Slim[editar | editar código-fonte]

PlayStation 3
Logo
PlayStation 3 "Super Slim"
Fabricante Sony Computer Entertainment
Família do
produto
PlayStation
Tipo Console de videogame
Geração Sétima geração
Lançamento Setembro de 2012 (primeira versão), Presente

Em Setembro de 2012 durante a Tokyo Game Show foi apresentado o PS3 Super Slim. O novo modelo existe em duas versões, uma com 250GB e outra com 500GB de HD. Também é aproximadamente 20% menor e 25% mais leve que o modelo anterior, a nova versão conta com algumas reformulações no seu hardware, tais como a inclusão de uma tampa na unidade de blu-ray, obviamente para cortar custos e deixar o console mais barato.[101] Foi lançado na América do Norte em 25 de Setembro de 2012, 4 de Outubro 2012 no Japão e 12 de Outubro de 2012 na Europa.[102] Uma versão exclusiva com 12GB de memória Flash foi lançada em 12 de outubro de 2012 na Europa e segundo a Sony está versão somente será disponibilizada nessa região (por tempo indeterminado). A versão brasileira do PS3 Super Slim foi lançada em 12 de outubro de 2012, porém apenas a versão de 250GB foi lançada e ao mesmo preço do modelo slim de 160GB.

Comparação entre modelos[editar | editar código-fonte]

Modelo Recursos Cores disponíveis Disponibilidade Em produção Bundles disponíveis
20 GB
CECHBxx
NTSC[80]
Preto Piano com enfeite Preto 2006-11-01Novembro de 2006 Não[103]
60 GB
CECHAxx
NTSC[80]
Preto Piano com enfeite Cromado Não
60 GB
CECHCxx
PAL[80]
  • 802.11b/g Wi-Fi
  • Leitores de cartão de memória
  • 4 portas USB
  • Emulação parcial de PS2 por software[104]
  • Reprodução de SACD
  • Controlador Sixaxis

(Bundles de MGS4 vendidos com controlador DualShock 3)

2007-03-01Março de 2007 Não
80 GB
CECHExx
NTSC[80]
2007-08-01Agosto de 2007 Não
40 GB
CECHGxx, CECHHxx, CECHJxx
PAL, NTSC[84]
  • Wi-Fi 802.11b/g
  • 2 portas USB
  • Controlador DualShock 3
  • Preto Piano
  • Branco Cerâmico [b]
  • Prata Cetim [c][106]

(Todos com enfeite Prata Cetim)

  • Cinza Escuro Azulado com enfeite de mesma cor [d][107]
2007-10-01Outubro de 2007 EU AU
Novembro de 2007 AN JP
Não[108]
80 GB
CECHKxx, CECHLxx, CECHMxx
PAL, NTSC[85] [108]
  • Preto Piano
  • Branco Cerâmico
  • Prata Cetim [c]

(Todos com enfeite Prata Cetim)

2008-08-01Agosto de 2008 AN EU AU
Outubro de 2008 JP
Não
160 GB
CECHPxx, CECHQxx
PAL, NTSC[117] [118]

Preto Piano

2008-10-01Outubro de 2008 EU
Novembro de 2008 AN
Não
120 GB slim
CECH-20xxA, CECH-21xxA
PAL, NTSC
  • Wi-Fi 802.11b/g
  • 2 portas USB
  • Controle Bravia Sync XMB (CEC)
  • Fator de forma menor
  • Transmisão de Dolby TrueHD e DTS-HD Master Audio[5]
  • Controlador DualShock 3
Preto Carvão 2008-08-011 de setembro de 2009 AN EU

3 de setembro de 2009 AU NZ JP[119]

Não
250 GB slim
CECH-20xxB, CECH-21xxB
PAL,[121] NTSC
  • Preto Carvão
  • Branco e Rosa[f]

Outubro de 2009EU[121]

2009-10-1515 de outubro de 2009 AU NZ[100]

2009-11-033 de novembro de 2009 AN[122]

2009-12-1717 de dezembro de 2009 JP

Não
160 GB slim
CECH-25xx[133]
NTSC[134]
2009-12-1729 de julho de 2010 JP[134] Não
320 GB slim
CECH-25xx[133]
NTSC[134]
  • Preto Carvão
2009-12-1729 de julho de 2010 JP[134] Não
12 GB super slim
CECH-40xxA[136]
PAL[136]
  • Preto Carvão
Sim
250 GB super slim
CECH-40xxB[137]
NTSC[138]
  • Preto Carvão
  • Branco (Japão)[138]
Sim
500 GB super slim
CECH-40xxB[136]
PAL,[136] NTSC[138]
  • Preto Carvão
  • Branco (Japão)[138]
Sim

Key:Predefinição:Key box"1ª Geração" Predefinição:Key box"2ª Geração" Predefinição:Key box"3ª Geração" Predefinição:Key box"4ª Geração" Predefinição:Key box"5ª Geração"


Todos os modelos Preto Piano e Branco Cerâmico possuem um acabamento brilhante[139]
Todos os modelos incluem: unidade de Blu-ray Disc/DVD/CD, HDMI 1.3a,[140] Bluetooth 2.0, Gigabit Ethernet (10BASE-T, 100BASE-TX, 1000BASE-T) e retrocompatibilidade de PlayStation One através de emulação de software.[75] [76]

a Os números de modelo diferem por região. Veja Hardware do PlayStation 3 - Números de modelo para detalhes.
b Modelo Branco Cerâmico disponível apenas na Ásia e Japão.
c Modelo Prata Cetem disponível apenas na Ásia e Japão.
d Modelo Cinza Escuro Azulado disponível apenas como parte do bundle MGS4.
e O bundle Yakuza 3 apresenta um modelo Branco Cerâmico com desenho de dragão personalizado em cinza no seu gabinete. Esta versão possui uma série limitada de 10,000.[113] [141]

f Modelo Branco e Rosa disponível apenas como parte do bundle japonês de Final Fantasy XIII e apresenta um desenho do personagem de Final Fantasy XIII em rosa, "Lightning" em seu gabinete.

Conectividade com o PlayStation Portable[editar | editar código-fonte]

O PlayStation Portable pode conectar-se com o PlayStation 3 de várias maneiras, incluindo conectividade com jogos. Por exemplo, Formula One: Championship Edition, um jogo de corrida, foi mostrado na E³ 2006 utilizando um PSP como espelho retrovisor em tempo real.[142] Além disso, os usuários podem baixar formatos de jogos originais do PlayStation através da PlayStation Store, transferir e reproduzi-los no PlayStation Portable e no PlayStation 3.[143] [144] Também é possível utilizar o recurso Remote Play para reproduzir estes e alguns jogos da PlayStation Network remotamente no PlayStation Portable através de uma rede ou conexão à Internet.

A Sony também demonstrou o PlayStation Portable reproduzindo conteúdo em vídeo a partir do disco rígido do PlayStation 3 através de uma rede sem fio ad-hoc. Este recurso refere-se ao Remote Play localizado abaixo do ícone navegador de Internet no PlayStation 3 e no PlayStation Portable. O Remote Play desde então se expandiu, permitindo o acesso remoto ao PlayStation 3 através do PlayStation Portable a partir de qualquer ponto de acesso sem fio no mundo.[145]

Remoção do suporte a "Outro OS"[editar | editar código-fonte]

Entre as alterações realizadas no modelo 'slim' estava a remoção do recurso “Outro OS”; a habilidade de instalar outro sistema operacional em conjunto com o software principal do sistema. Sua remoção alegada para concentrar-se em jogos e outro conteúdo (novos drives, etc.; teriam que ser escritos para que o novo hardware pudesse ser utilizado no sistema operacional alternativo), ainda que seja possível devido a Sony descobrir uma vulnerabilidade no recurso que permitiria a pirataria (hacking) do console. Tal vulnerabilidade foi mais tarde encontrada nas versões originais (não slim) por George Hotz, o qual criou um hack que utiliza a combinação de modificação de hardware e o recurso “Outro OS” para tomar o controle do hiper-visor.[146]

Desde a versão 3.21 do firmware, a instalação de outros sistemas operacionais não é suportada em qualquer modelo, sendo a opção removida do XMB.[147] A razão fornecida pela Sony foi: “desabilitar o recurso ‘Outro OS’ auxiliará na garantia de que proprietários de PlayStation 3 continuarão a ter acesso à vasta gama de jogos e conteúdo de entretenimento da Sony Computer Entertainment e seus parceiros de conteúdo em um sistema mais seguro”.[148] O desenvolvedor principal de Linux da Sony foi transferido, por isso qualquer desenvolvimento do Linux para PlayStation 3 deveria ser realizado por conta própria.[149] Isso causou alguma controvérsia, pois em vigor a Sony está removendo recurso oficialmente anunciados e suporte de produtos já vendidos.[150] Esta controvérsia também gerou várias ações judiciais voltadas em fazer com que a Sony retorne o recurso e/ou para obter algum tipo de compensação.[151] [152] [153]

A atualização de firmware 3.21 é mandatória para acessar a PlayStation Network e como tal, vários recursos como: jogos online e acesso a PlayStation Store estão indisponíveis para àqueles que escolherem não atualizar. Adicionalmente, à necessidade do firmware 3.21 ou posterior para jogos futuros e perfis BD mais recentes para filmes Blu-ray pode tornar a reprodução de tais impossível sem a atualização apropriada.

Controladores e acessórios[editar | editar código-fonte]

Vários acessórios para o console foram desenvolvidos, incluindo os controladores sem fio Sixaxis e DualShock 3, o Logitech Driving Force GT, o Logitech Cordless Precision™ Controller, o Controle Remoto BD, a câmera PlayStation Eye e o acessório sintonizador/gravador digital de vídeo PlayTV DVB-T.[154] [155]

Controlador DualShock 3 na mão.

Em sua conferência à imprensa na Tokyo Game Show 2007, a Sony anunciou o DualShock 3 (marca comercial DUALSHOCK 3), um controlador de PlayStation 3 com as mesmas funções e design do Sixaxis, mas com capacidade de vibração incluída.[156] Primeiras impressões descrevem o controlador como notavelmente mais pesado do que um controlador Sixaxis padrão e capaz de forces vibratórias comparáveis as do DualShock 2.[157] Foi lançado no Japão em 11 de novembro de 2007,[158] na América do Norte em 5 de abril de 2008,[159] na Austrália em 24 de abril de 2008, na Nova Zelândia em 9 de maio de 2008, na Europa em 2 de julho de 2008,[160] no Reino Unido e Irlanda em 4 de julho de 2008 e Seicheles em março de 2010. Durante a E3 2009, a Sony anunciou planos para lançar o PlayStation Move em 2010. Atualmente o PlayStation Move vem incluído no pack 320GB ou no Starter Pack que inclui a camera.

Confiabilidade[editar | editar código-fonte]

De acordo com Ars Technica, o número de consoles de PlayStation 3 que apresentaram falhas está dentro das taxas normais de falha na indústria de eletrônicos para consumidor.[161]

Entretanto, em setembro de 2009, o programa de televisão Watchdog da BBC exibiu um relatório investigativo ao suposto problema da “luz amarela da morte”, que afeta menos de 0.5% dos PlayStation 3 vendidos no Reino Unido.[162] A luz amarela indica uma falha não específica de hardware que torna o sistema inutilizável.

O programa também mencionou que o PlayStation 3 possui um ano de garantia (típico na maioria dos produtos eletrônicos para consumo). Proprietários de PlayStation 3 fora da garantia podem pagar a Sony uma taxa fixa para obter um console recondicionado.[162]

Em resposta ao tom do programa, o vice-presidente sênior e diretor-executivo, Ray Maguire emitiu um documento criticando o programa e citando a tentativa em potencial de prejudicar a Sony e a marca PlayStation, afirmando que os três sistemas PlayStation 3 que o programa testou não são evidência de um defeito de fabricação.[163] [164]

Bug do ano bissexto[editar | editar código-fonte]

Em 1 de março de 2010 (UTC), muitos dos modelos originais (não Slim) de PlayStation 3 em todo o mundo estavam sofrendo de erros relacionados ao seu relógio interno de sistema. O erro teve uma série de sintomas. Inicialmente, o problema principal parecia ser a incapacidade de se conectar à PlayStation Network. No entanto, a raiz do problema não estava relacionado a PlayStation Network, já que até mesmo os usuários que nunca haviam sido conectados também tiveram problemas para jogar os jogos instalados off-line (que solicitava o temporizador do sistema como parte da inicialização) e para utilizar os temas do sistema. Ao mesmo tempo, vários usuários observaram que o relógio do console havia voltado para 31 de dezembro de 1999. O evento foi apelidado de ApocalyPS3, uma brincadeira com a palavra Apocalipse.[165]

O PlayStation 3 com o LED amarelo ligado, indicando uma falha não específica

O código de erro apresentado era tipicamente 8001050F e os usuários afetados ficaram incapazes de se conectar, jogar jogos, usar temas dinâmicos e visualizar/sincronizar troféus.[166] O problema apenas residia entre a primeira até a terceira geração de unidades do PS3 original, enquanto que os modelos “Slim” mais recentes pareciam estar totalmente isentos.

A Sony confirmou que houve um erro e afirmou: "Estamos limitando a questão e continuando a trabalhar para restaurar o serviço para todos".[167] A partir de 2 de março de 2010 (UTC), os proprietários do PS3 original podiam se conectar a PSN com sucesso e o relógio não mostrava mais a data 31 de dezembro de 1999.[168] A Sony afirmou que os modelos afetados identificaram incorretamente o ano de 2010 como sendo bissexto devido a um erro no método BCD de armazenar da data.[169] [170] No entanto, para a maioria dos usuários, o relógio de sistema operacional do hardware (atualizado principalmente a partir da Internet e não associado ao relógio interno) precisou ser atualizado manualmente ou re-sincronizado através da internet.

Sistema operacional[editar | editar código-fonte]

Software do Sistema[editar | editar código-fonte]

A Sony incluiu a capacidade de atualizar o sistema operacional,[171] referido como System Software. As atualizações podem ser adquiridas de várias maneiras:

  • Se o PlayStation 3 possui uma conexão à Internet ativa, as atualizações podem ser transferidas diretamente a partir da PlayStation Network até o PlayStation 3 e subsequentemente instaladas. Os sistemas com Internet ativada procurarão automaticamente por atualizações de software cada vez que o console for iniciado.
  • Ao utilizar um PC externo, o usuário pode baixar a atualização através do site oficial do PlayStation, transferir para uma mídia portátil de armazenamento e instalá-la no sistema.
  • Alguns discos de jogos vêm com atualizações de software do sistema no disco. Isso porque o jogo necessita da atualização para ser executado. Caso haja a necessidade, o software deve ser instalado a partir do disco.[171]

O PlayStation 3 original também possui a capacidade de instalar outros sistemas operacionais,[172] como o Linux.[173] Isso não está incluído nos modelos Slim mais recente e foi removido de todos os consoles PlayStation 3 antigos com a atualização de firmware 3.21 em abril de 2010. O recurso está agora apenas disponível para os usuários de consoles originais que escolheram não atualizar seus softwares de sistema além da versão 3.15.[174]

Interface gráfica do usuário[editar | editar código-fonte]

A versão padrão do XrossMediaBar para PlayStation 3 (pronunciado Cross Media Bar ou abreviado XMB) inclui nove categorias de opções. Estas são: Usuários, Configurações, Fotografia, Música, Vídeo, Jogo, Rede, PlayStation Network e Amigos (similar à barra de mídia do PlayStation Portable). Uma décima categoria chamada TV é exibida entre Música e Vídeo se o PlayTV ou sintonizador estiver instalado ou se o console satisfaz certos critérios para acessar serviços de televisão selecionados. Por padrão, a seção O Que Há de Novo do PlayStation Network é exibido quando o sistema inicia-se. O PlayStation 3 possui a capacidade de armazenar vários perfis mestre ou secundário de usuário, gerenciar e explorar fotos com ou sem uma apresentação musical de slide, reproduzir músicas e copiar faixas de CDs de áudio para um dispositivo de armazenamento de dados anexado, reproduzir filmes e arquivos de vídeos a partir de: uma unidade de disco rígido, um disco óptico, armazenamento de massa USB opcional ou cartão Flash; compatibilidade com um teclado ou mouse USB e um navegador da web com suporte a/compatível com recursos de transferências de arquivos.[175] Adicionalmente, mídia UPnP aparecerá nas respectivas categorias áudio/vídeo/foto se um servidor de mídia compatível ou servidor DLNA for detectado na rede local. O menu Amigos permite correspondência com recursos de emoticons e imagens, o bate-papo com vídeo requer uma webcam PlayStation Eye ou EyeToy opcional.[176] O menu Rede permite aquisições online através da PlayStation Store e conectividade com o PlayStation Portable via Remote Play.[176]

Gerenciamento de Direitos Digitais[editar | editar código-fonte]

O console PlayStation 3 protege certos tipos de dados e utiliza gerenciamento de direitos digitais para limitar a utilização de dados. Jogos e conteúdo adquiridos através da loja da PlayStation Network são governados pelo Network Digital Rights Management (NDRM) do PlayStation. O NDRM permite que usuários acessem os dados a partir de até cinco PlayStation 3 diferentes que foram ativados utilizando um ID de usuário da PlayStation Network.[177] O PlayStation 3 também limita a transferência de vídeo protegidos contra cópia transferidos de sua loja para outras máquinas e declara que vídeos protegidos contra cópia "podem não restaurar corretamente" seguido de certar ações após realizar um backup como transferir uma nova cópia de filme protegido.[178]

Photo Gallery[editar | editar código-fonte]

Photo Gallery é um aplicativo opcional para visualizar, criar e agrupar fotos a partir do PlayStation 3, é instalado separadamente através do software do sistema com 105 MB. Foi introduzido na versão 2.60 do software do sistema e fornecia uma variedade de ferramentas para ordenar e exibir imagens do sistema. O recurso principal deste aplicativo é sua capacidade de organizar fotos em grupos de acordo com vários critérios. Categorias notáveis são: cores, idades ou expresses faciais das pessoas nas fotos. Apresentações de slides podem ser exibidas com o aplicativo, juntamente com músicas e listas de reprodução. O software foi atualizado com o lançamento da versão 3.40 do software de sistema, permitindo que usuário enviem e navegem fotos no Facebook e Picasa.[179]

Editor e Carregador de Vídeos[editar | editar código-fonte]

Um novo aplicativo foi lançado como parte da versão 3.40 do sistema de software, o qual permite aos usuário editar vídeos no PlayStation 3 e carregá-los na Internet. O software apresenta ferramentas básicas de edição de vídeo, incluindo a capacidade de recortar vídeos e adicionar músicas e legendas. Os vídeos podem ser, então, renderizados e carregados para sites de compartilhamento de vídeos como Facebook e YouTube.[179]

VidZone[editar | editar código-fonte]

O VidZone é um serviço de transferência online de videoclipes, acessível através da categoria Música no XMB, que permite transmissão gratuita de videoclipes. O catálogo do VidZone abrange mais de 1,5 milhões de faixas, 25,000 videoclipes e 15,000 realtones,[180] incluindo acesso total ao catálogo da Sony BMG[181] e da EMI.[182]

Em 11 de junho de 2009, o serviço do VidZone foi estendido para o sistema de videogame PlayStation 3 na Europa e Austrália, permitindo que os usuários assistam vídeos musicais em seus PlayStation 3 ou transmitam para seus PSP via Remote Play.[183]

Catch Up TV[editar | editar código-fonte]

Os serviços Catch Up TV são transmissões de IPTV de programas gratuitos e formatados especialmente para exibição no PlayStation 3. Onde disponível, canais selecionados estarão acessíveis através da categoria TV no XMB.

Mubi[editar | editar código-fonte]

Um aplicativo Mubi para o PlayStation 3 foi anunciado em maio de 2010. O serviço integra elementos de rede social e streaming de vídeo, permitindo que os usuários assistam e discutam sobre filmes com outros usuários.[184]

PlayStation Network[editar | editar código-fonte]

Logótipo oficial da PlayStation Network.

A PlayStation Network é o serviço de jogos multijogadores unificado e de entrega de mídia digital fornecido pela Sony Computer Entertainment para o PlayStation 3 e PlayStation Portable, anunciada durante a conferência PlayStation Business Briefing de 2006 em Tóquio. O serviço está sempre conectado,[185] é gratuito,[186] e inclui suporte multijogadores.[7] A rede permite jogos online, a PlayStation Store, PlayStation Home e outros serviços. A PlayStation Network utiliza PlayStation Network moeda corrente real e PlayStation Network Cards, como visto na PlayStation Store e PlayStation Home.

A 20 de Abril de 2011, a PlayStation Network e a Sony Online Entertainment ficaram "offline" devido a uma "intromissão externa" como resultado de uma invasão ilegal, comprometendo informações pessoais.[187] [188]

Pirataria[editar | editar código-fonte]

Inicialmente uma falha no sistema do console permitiu que o sistema fosse iniciado através de uma de suas portas USB, no qual aparelhos denominados "modchips" poderiam realizar o eleito "jailbreak" no aparelho, permitindo aos usuários fazer backups dos jogos no HD do console ou em qualquer mídia removível (USB) e executá-lo posteriormente sem a necessidade do disco do game. A Sony em si não comentou este caso, mas apesar da Sony ter lançado atualizações para bloquear esse método, os hackers tiveram acesso ao código do firmware e agora têm criado firmwares personalizados sem necessitar de qualquer "modchip", ou seja é possível fazer Jailbreak no console sem o uso de "modchip".

Para travar isso a Sony lançou a atualização 3.56 e por enquanto não é possível piratear o console nessa versão, visto que nesta versão, os hackers não conseguem validar seu Checksum.

Logótipo da PlayStation Store, um mercado virtual "online" disponível para usuários dos consoles PlayStation 3 e PlayStation Portable, via PlayStation Network.

O console levou ao menos quatro anos para ser "hackeado", tendo até então sido denominado pela mídia como o "inviolável". Frente a isso, a Sony adicionou a reprodução de videos Blu-ray em 3D, afim de incentivar os usuários a realizar a atualização do firmware 3.41 para 3.50, bloqueando o console novamente. Posteriormente, com a criação de firmwares personalizados como é o caso do 3.55 cfw, a Sony não sabe o que fazer, visto que os hacker descobriram a chave do sistema, o que permite alterá-lo, instalar "homebrew" e até mesmo voltar a instalar sistemas operacionais, como por exemplo o Linux.

O firmware recentemente lançado é alvo de destaque. De acordo com KaKaRoToKs, hacker responsável pelo desenvolvimento do PSFreedom, analisou o novo firmware, e diz que este removeu os "loaders", ferramentas que os hackers aproveitavam para modificar o software. De acordo com o mesmo, a Sony aparentemente conseguiu, definitivamente, abolir o uso de "homebrews", backup de jogos e outras funcionalidades desenvolvidas por hackers. De acordo com o mesmo, outra ferramenta foi adicionada no lugar dos loaders.

Outra novidade, é que, desde a versão 0.80 até a versão 3.56 do firmware, a Sony usava um grupo de chaves, denominado MELTDR, chaves responsáveis pela segurança do console, no qual o hacker Geohot conseguiu extrair do sistema (usando um exploit do processador) e as divulgou em seu site.

Já na 3.60, esse grupo de chaves não é mais usado, porém outro recurso ainda não detectado é usado para a segurança do console PlayStation 3. Adicionalmente, foi adicionada dupla segurança nos jogos, usado duas camadas de NPDRM, no qual impossibilita a decodificação e a pirataria.

A situação permaneceu estável até o mês de outubro de 2012, quando um grupo hacker intitulado "The Three Musketeers" publicou as chaves primárias de segurança do console, conhecidas como LV0, as quais a Sony vinha utilizando desde a divulgação pública de suas chaves MELTDR. Como o LV0 é a camada primária de segurança do console, ao contrário da MELTDR, esta brecha não pode mais ser corrigida com atualizações de firmware da Sony, como vinha ocorrendo desde então.

Downgrade[editar | editar código-fonte]

Por padrão, o PlayStation 3 não permite a função do downgrade. Devido a esta funcionalidade, inicialmente, um grupo de hackers desenvolveram um dispositivo chamado Infectus, dispositivo que força o console a instalar e executar um firmware mais antigo ào atualmente instalado. Os primeiros testes foram feitos fazendo o downgrade do firmware 1.60 para o firmware 1.50, no qual o dispositivo gravava a versão anterior na EFI (um tipo de BIOS usado em sistemas modernos) do console. Este método exibia cabos conectados na placa mãe do console. A ação foi bem sucedida.

Recentemente, com a popularidade do firmware 3.41 com o uso de jogos pirateados e com o uso de homebrews, a sony lançou a atualização 3.42, que impedia o uso de softwares não autorizados. Os usuários que fizeram a atualização se deram conta da perda das funcionalidades dos homebrews. Um grupo de hackers descobriram que o uso dos "loaders" do sistema poderiam dar acesso ao Modo de Fábrica (Factory Mode), no qual uma tarja vermelha é exibida na tela, mostrando que o sistema está em modo de manutenção. Os hackers descobriram que, depois que o console entrou neste modo de operação, o sistema poderia ser revertido para usa versão anterior, com o uso de outros loaders e um pen drive constando um firmware anterior.

Diversos "downgrades" foram feitos desde então, retornando os consoles na versão 3.41 e reabilitando o uso de homebrews. Os usuários perceberam que esta ação desativou a função de "Player" de filmes em Blu-ray, no qual apenas seria restaurado formatando o HD interno e instalando o firmware por completo. Este método usava um dispositivo USB não-invasivo, que não necessitava que o console fosse aberto.

Na versão 3.50 e 3.55, os loaders ainda permitiam que o console entrasse em Factory Mode, porém não permitia que o console saisse deste modo e não permitia seu downgrade. Os usuários que entraram no modo Factory Mode estão com os consoles permanentemente configurados neste modo, exceto atualizando para um firmware mais recente.

Na versão 3.56, o uso do Factory Mode foi completamente removido.

Na versão 3.60 em diante, os loaders responsáveis pelo Factory Mode foram completamente reescritos, impedindo, até então, seu uso pelos hackers. O CFW, até então, era impossível. No entanto, com o vazamento das chaves mais recentes, já é possível fazer downgrade através de chips específicos que são soldados na placa mãe do aparelho.

Menu Novidades[editar | editar código-fonte]

Menu "Novidades" foi anunciado na Gamescom 2009 e lançado em 1º de setembro de 2009 com o software de sistema 3.0 do PlayStation 3. O recurso foi um substituto para o [Quadro de Informações] existente, que exibia notícias do site da web do PlayStation associadas à região do usuário. O conceito foi desenvolvido mais além em um recurso principal do PlayStation Network, o qual interage com o [Indicador de Status] para exibir um resumo de todo o conteúdo, excluindo o conteúdo jogado recentemente (atualmente apenas na América do Norte e Japão).

O sistema exibe a tela Novidades por padrão ao invés do menu [Jogo] (ou o menu [Vídeo], se um filme for inserido) ao inicializar. Novidades possui quatro seções: itens recomendados, conteúdo reproduzido recentemente, últimas informações e novos conteúdos disponíveis na PlayStation Store. Existem quatro tipos de conteúdos que a tela Novidades pode exibir e ligar nas seções. O conteúdo reproduzido recentemente exibe apenas os jogos e serviços online usados reproduzidos recentemente, enquanto que as outras seções podem conter links para sites da web, reproduções de vídeos e acesso à seções selecionadas na PlayStation Store. Os ícones da PlayStation Store nas seções [Jogo] e [Vídeo] atuam similarmente à tela Novidades, exceto pelo fato que eles apenas exibem e ligam jogos e vídeo na PlayStation Store, respectivamente.

PlayStation Home[editar | editar código-fonte]

O PlayStation Home é um serviço baseado em comunidade virtual para a PlayStation Network, anunciado durante a Game Developers Conference de 2007.[189] Home permite que os usuários criem um avatar personalizado, o qual pode ser feito à satisfação do gosto do usuário.[190] [191] Os usuários podem decorar os apartamentos pessoais de seus avatares ("HomeSpace") com item padrão, comprados ou ganhados.[190] Os usuário podem comprar novos itens para expressarem-se melhor através de seus avatares ou HomeSpace.[191] Podem ainda interagir e conectar-se com amigos e personalizar conteúdo em um mundo virtual.[192] O Home também atual com um local de encontro para os usuários que desejam jogar jogos multijogadores com outras pessoas.[192]

Um beta fechado começou na Europa em maio de 2007 e expandiu-se para outros territórios logo depois.[193] O Home foi atrasado e expandido[194] várias vezes antes do lançamento inicial. O teste do Beta Aberto iniciou-se em 11 de dezembro de 2008.[195] [196] Home está disponível diretamente a partir do XrossMediaBar do PlayStation 3. A associação é gratuita e requer apenas uma conta da PSN.[191] [192]

Home é a vertente, para avatares, uma economia virtual, espaço pessoal e clube. Apresenta lugares para encontro e interação, espaço dedicado a jogos, espaços para desenvolvedores, espaços para empresas e eventos. O serviço passa por uma manutenção semanal e atualizações frequentes. Xi, um notável recurso no Home, é o primeiro Jogo de Realidade Alternada para console do mundo, Aventuras, enigmas e espaços criados para confundir continuamente aqueles que participam na busca de pistas. O significado de Xi e o misterioso símbolo “Jess” são os objetivos de estudo neste jogo. Na TGS 2009, Kazuo Hirai anunciou que o Home foi transferido por 8 milhões de usuários.[197]

Life with PlayStation[editar | editar código-fonte]

Em 18 de setembro de 2008[198] o aplicativo Folding@home do PlayStation 3 tornou-se Life with PlayStation. Life with PlayStation mostra a luz à noite da Terra nos locais onde está no horário noturno e formações de nuvens para refletir padrões climáticos recentes (se diminuído o suficiente). Juntamente com a funcionalidade existente do Folding@home, o aplicativo também fornece ao usuário acesso a outros três “canais” de informação, o primeiro sendo o Live Channel que oferece manchetes de notícias e condições climáticas através de um globo 3D. O usuário pode girar e ampliar em qualquer parte do mundo para acessar informações fornecidas pelo Google News, The Weather Channel e Centro de Engenharia e Ciência Espacial da Universidade de Wisconsin-Madison, entre outras fontes.[199] O segundo canal é o do Património Mundial, que oferece informações históricas sobre sítios históricos. O terceiro é o canal Aldeia Unida, um projeto desenvolvido para compartilhar informações sobre comunidades e culturas pelo mundo.[200]

Jogos[editar | editar código-fonte]

O PlayStation 3 foi lançado na América do Norte com quatorze títulos, com outros três sendo lançados antes do final de 2006.[201] Após a primeira semana de vendas, foi confirmado que Resistance: Fall of Man da Insomniac Games havia sido o título de lançamento mais vendido na América do Norte.[202] [203] O jogo foi altamente aclamado por numerosos sites de videogame, incluindo GameSpot e IGN, que dera-lo o prêmio de Jogo do Ano para PlayStation 3 de 2006.[204] [205] Alguns títulos perderam a janela de lançamento e foram atrasados até o começo de 2007, como The Elder Scrolls IV: Oblivion, F.E.A.R. e Sonic the Hedgehog. Durante o lançamento japonês, Ridge Racer 7 foi o jogo mais vendido, enquanto que Mobile Suit Gundam: Crossfire também se saiu bem nas vendas;[206] ambos oferecidos pela Namco Bandai. O PlayStation 3 foi lançado na Europa com 24 títulos, incluindo alguns que não foram oferecidos nos lançamentos norte-americano e japonês, como Formula One Championship Edition, MotorStorm e Virtua Fighter 5. Resistance: Fall of Man e MotorStorm foram os títulos com maior sucesso em 2007,[207] [208] ambos recebendo sequências subsequentemente na forma de Resistance 2 e MotorStorm: Pacific Rift.[209] [210] Na E3 de 2007, a Sony conseguiu mostrar uma série de seus jogos para PlayStation 3 previstos para lançamento, incluindo Heavenly Sword, Lair, Ratchet & Clank Future: Tools of Destruction, Warhawk e Uncharted: Drake's Fortune; os quais foram lançados no terceiro e quarto trimestres de 2007. Também mostraram uma série de títulos para lançamento em 2008 e 2009; mais notavelmente Killzone 2, Infamous, Gran Turismo 5 Prologue, LittleBigPlanet e SOCOM: U.S. Navy SEALs Confrontation.[211] Também foi mostrada uma série de jogos exclusivos de terceiro, incluindo o altamente antecipado Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots,[212] juntamente com outros títulos exclusivos de grande importância como Grand Theft Auto 4, Call of Duty 4: Modern Warfare, Assassin's Creed, Devil May Cry 4 e Resident Evil 5. Mais dois outros títulos importantes para o PlayStation 3, Final Fantasy XIII e Final Fantasy Versus XIII, foram mostrados no TGS de 2007 para apaziguar o mercado japonês.[213] [214]

A Sony lançou, deste então, sua linha de títulos de baixo custo para o PlayStation 3, conhecida como a linha Greatest Hits na América do Norte,[215] a linha Platinum na Europa[216] e a linha The Best no Japão.[217] Entre os títulos disponíveis na linha de baixo custo incluem: Grand Theft Auto IV , Resistance: Fall of Man, MotorStorm, Uncharted: Drake's Fortune, Rainbow Six: Vegas, Call of Duty 3, Assassin's Creed e Ninja Gaiden Sigma. Desde outubro de 2009, Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots, Ratchet & Clank Future: Tools of Destruction, Devil May Cry 4, Army of Two, Battlefield: Bad Company e Midnight Club: Los Angeles também se juntaram à lista. Quando colocados na lista "Greatest Hits", uma cópia não utilizada é revendida por US$30 e são reembaladas em uma “caixinha” vermelha.

Desde 31 de março de 2012, 595 milhões de jogos foram vendidos para o PlayStation 3.[218]

3D estereoscópico[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2008 o CTO da Blitz Games anunciou que traria a reprodução de jogos e filmes em 3D estereoscópico ao Xbox 360 e PlayStation 3 com sua tecnologia proprietária.[219] Esta tecnologia foi demonstrada publicamente pela primeira vez no PlayStation 3 em janeiro de 2009 na Consumer Electronics Show. Aos jornalistas foram mostrados Wipeout HD e Gran Turismo 5 Prologue em 3D como demonstração de como a tecnologia poderia funcionar se implementado no future.[220] A atualização do software de sistema 3.30 preparou o PlayStation 3 para o 3D estereoscópico.[221] A atualização 3.30 do firmware permitiu oficialmente que títulos do PlayStation 3 pudessem ser reproduzidos em 3D, exigindo uma TV compatível para utilização.[222] Enquanto que o jogo propriamente dito deve ser programado para tirar proveito da tecnologia 3D, os títulos podem ser atualizados com um patch para que o recurso retroativo seja adicionado. Os títulos com tais patches incluem: Wipeout HD, Pain e Super Stardust HD.[223] Já para os filmes é necessário a atualização 3.50 no qual o seu firmware prepara o videogame para o conteúdo, no entanto esse recurso só foi totalmente disponibilizado com o lançamento da versão 3.70, que torna o PlayStation 3 compatível com o sistema de som DTS-HD HR (áudio sem perdas), que é compatível com o 3D.

Títulos em português[editar | editar código-fonte]

Desde de 2007 o console passou a trazer jogos com suporte a língua portuguesa(2010: em portugues brasileiro), dentre eles:

Jogo Legendas em
Português
Dublagens em
Português
Origem
Assassin's Creed Brotherhood Sim Não Europa
Assassin's Creed Revelations Sim Não Estados Unidos - Brasil e Portugal
Assassin's Creed III Sim Sim Brasil
Batman: Arkham City Sim Não Estados Unidos - Brasil
Call of Duty: Black Ops 2 Sim Sim Brasil
Eye Pet Não Não Europa
FIFA 11 Sim Sim Estados Unidos - Brasil e Portugal
FIFA 12 Sim Sim Estados Unidos - Brasil e Portugal
FIFA 13 Sim Sim Brasil
Formula 1 2010 Sim Sim Todas as Regiões
Formula 1 2011 Sim Sim Todas as Regiões
Formula 1 2012 Sim Sim Todas as Regiões
Formula 1 2013 Sim Sim Todas as Regiões
God of War III Sim Sim Europa - Portugal e França
God of War: Ascension Sim Sim Brasil
Grand Theft Auto V Sim Não Brasil
Gran Turismo 5 Sim Não Estados Unidos - Brasil e Portugal
Gran Turismo 6 Sim Não Brasil
Heavenly Sword Sim Sim Europa
Heavy Rain Sim Sim Estados Unidos - Brasil e Portugal
Infamous Não Não Europa
Infamous 2 Sim Sim Estados Unidos - Brasil e Portugal
Infamous Festival of Blood Sim Sim Estados Unidos - Brasil e Portugal
Killzone 2/ Platinum Sim Não Estados Unidos - Brasil e Europa - Portugal
Killzone 3 Sim Sim Estados Unidos - Brasil e Portugal
Little Big Planet Sim Sim Todas as regiões
Max Payne 3 Sim Não Estados Unidos
M A G Sim Sim Estados Unidos - Brasil e Portugal
Mortal Kombat Sim Não Estados Unidos - Brasil e Portugal
Motor Storm: Pacific Rift / Platinum Sim Sim Europa - Portugal
Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 3 Sim Não Brasil
Pro Evolution Soccer 2011 Sim Sim Estados Unidos - Brasil e Portugal
Pro Evolution Soccer 2012 Sim Sim Estados Unidos - Brasil e Portugal
Pro Evolution Soccer 2013 Sim Sim Estados Unidos - Brasil e Portugal
Ratchet & Clank A Crack in Time Sim Sim Portugal
Ratchet & Clank: Tools Of Destruction Sim Sim Estados Unidos - Brasil e Portugal
Resistance: Fall of Man Sim Não Todas as regiões
Resistance 2 Sim Sim Todas as regiões
Resistance 3 Sim Sim Todas as regiões
Silent Hill: Downpour Sim Não Todas as regiões
Socom quatro U.S. Navy Seals Sim Sim Estados Unidos - Brasil e Portugal
Sports Champions Sim Sim Todas as regiões
Terminator Salvation Sim Não Todas as regiões
The Last of Us Sim Sim Todas as regiões
Uncharted: Drake's Fortune Sim Sim Portugal
Uncharted 3: Drake's Deception Sim Sim Estados Unidos - Brasil e Portugal
Uncharted 2: Among Thieves/ Platinum Sim Sim Portugal - Polônia e Espanha

Vendas e custo de produção[editar | editar código-fonte]

Região Unidades vendidas Disponível desde
Canadá 1.5 milhões Desde 6 Outubro 2010 (2010 -10-06)[224] 17 de novembro de 2006
Europa
(Pode incluir Reino Unido
e outras regiões PAL)
16 milhõesDesde 17 Agosto 2010 (2010 -08-17)[225] 23 de março de 2007
Japão 6.3 milhões Desde 1 Abril 2011 (2011 -04-01)[226] 11 de novembro de 2006
Reino Unido 3 milhões Desde 26 Janeiro 2010 (2010 -01-26)[227] 23 de março de 2007
Estados Unidos 13.5 milhões Desde 11 Novembro 2010 (2010 -11-11)[228] 17 de novembro de 2006
Mundialmente 80 milhões Desde 2013 Novembro 02 (02 -11-2013)[229] 11 de novembro de 2006

O custo inicial de produção do PlayStation 3 foi estimado em US$805.85 para o modelo de 20 GB e US$840.35 para o modelo de 60 GB.[230] Entretanto, custavam US$499 e US$599 respectivamente,[231] significando que cada unidade foi vendida com uma perda estimada de US$250,[230] contribuindo para a divisão de jogos de a Sony informar uma perda de operações de ¥232.3 bilhões (US$1.97 bilhão) no término do ano fiscal em março de 2007.[232] Em abril de 2007, logo após estes resultados serem publicados, Ken Kutaragi, Presidente da Sony Computer Entertainment, anunciou planos para aposentar-se. Várias agências de notícia, incluindo o The Times[233] e The Wall Street Journal[234] informaram que isso havia ocorrido por causa das poucas vendas, por outro lado, a Sony Computer Entertainment sustenta que Kutaragi havia planejado sua aposentadoria há seis meses antes do comunicado.[234]

Em janeiro de 2008, Kaz Hirai, CEO da Sony Computer Entertainment, sugeriu que o console poderia começar a ser rentável ao início de 2009, declarando que, "o próximo ano fiscal começa em abril e se nós conseguirmos tentar alcançar aquilo no próximo ano fiscal seria uma grande" e que "aquilo [rentabilidade] não é um compromisso definitivo, mas é isso que eu gostaria de tentar alcançar".[235] Entretanto, os analistas de mercado Nikko Citigroup previram que o PlayStation 3 poderia ser rentável em agosto de 2008.[236] Em uma entrevista de julho de 2008, Hirai afirmou que seu objetivo é para o PlayStation 3 a venda de 150 milhões de unidades em seu nono ano, ultrapassando as vendas do PlayStation 2 em 140 milhões nos seus nove anos no mercado.[237] Em janeiro de 2009 a Sony anunciou que sua divisão de jogos era rentável no terceiro trimestre de 2008.[238]

Desde o lançamento do sistema, custos de produção foram reduzidos significativamente como resultado da eliminação progressiva do chip Emotion Engine e queda dos custos de hardware.[239] [240] O custo de produção de microprocessadores Cell caiu drasticamente como resultado da mudança para o processo de 65 nm,[240] [241] diodos de Blu-ray Disc tornaram-se mais barato para a fabricação.[239] [242] Desde janeiro de 2008, cada unidade custa em torno de 400 dólares para fabricação,[243] [244] até agosto de 2009, a Sony reduziu os custos em um total de 70%, significando que custa à Sony apenas em torno de US$240 por unidade.[245] [246] [247] Aqui no Brasil o primeiro modelo lançado oficialmente foi o PS3 Slim de 120GB em março de 2010, à um preço de 1999 reais devido as altas taxas alfandegárias, hoje pode ser encontrado com preços oficiais de até R$1399, porém a Sony já anunciou que está negociando com a Superintendecia da zona franca de Manaus (SUFRAMA) para produzir o console aqui no Brasil, afim de deixar seu preço mais atrativo. A partir de Maio de 2013 a Sony anunciou que o PS3 passaria a ser fabricado na zona franca de Manaus, com isso seu preço caiu para 1099 reais e com isso o suporte técnico e as ofertas de serviços para o console ficaram mais abrangentes.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Os primeiros comentários sobre o PlayStation 3 logo após seu lançamento foram críticas em relação ao seu elevado preço e falta de jogos de lançamento de qualidade, contudo, houve elogios à capacidade e potencial do hardware do sistema.[248] [249] No entanto, após uma série de revisões no preço, a vitória do Blu-ray em relação ao HD DVD[250] e o lançamento de vários títulos bem recebidos, o sistema recebeu críticas melhores. A IGN julgou o PlayStation 3 como tendo o melhor jogo de 2008 baseando-se em seus pontos de análise em comparação àqueles do Wii e Xbox 360.[251]

Ao PlayStation 3 foi dada a pontuação de número oito na lista "As 21 Maiores Mancadas Tecnológicas de 2006" da revista PC World, onde ele foi criticado por ser "Tardio, Caro e Incompatível".[252] GamesRadar classificou o PlayStation 3 como o item principal em uma reportagem sobre os desastres em relações públicas relacionadas a jogos, perguntando-se como a Sony havia conseguido “tornar um dos sistemas de jogos mais antecipados de todos os tempos e – no espaço de um ano – transformá-lo em um objeto de ódio vilipendiado por toda a internet”, mas acrescentou que, apesar de seus problemas, o sistema possui “potencial inexplorado”.[253] BusinessWeek, resumiu a opinião geral, afirmando que havia se “impressionado mais com o que [o PlayStation 3] podia fazer do que com o que ele não fazia”.[254]

Os desenvolvedores também acharam a máquina difícil de programar. Em 2007, Gabe Newell da Valve disse: "O PS3 é um desastre total em muitos níveis, acho que está muito claro que a Sony perdeu a noção do que os consumidores e desenvolvedores queriam". Ele continuou: “Eu diria que, mesmo tardiamente, devem cancelá-lo e refazê-lo”. Basta dizer, “Foi um desastre horrível, nós lamentamos e vamos parar de vendê-lo e parar de tentar convencer as pessoas de desenvolverem para ele”.[255] Doug Lombardi, vice-presidente de marketing da Valve, desde então, afirmou que estão interessados em desenvolver para o console e estão procurando empregar programadores talentosos de PS3 para projetos futuros.[256] Entretanto, ele afirmou: “Até que tenhamos a capacidade de juntar uma equipe de PS3 e até que encontremos as pessoas que queiram vir a Valve ou que estejam na Valve e queiram trabalhar com isso, eu realmente não nos vemos indo para esta plataforma”.[257] Contudo, na conferência de imprensa 2010 da Sony na E3 2010, Newell fez uma aparição ao vivo, retratando-se de suas declarações anteriores em consequência do recente sucesso do sistema devido às iniciativas da Sony para tornar o sistema mais amigável a desenvolvedores, bem como a reação da mídia e fãs aos comentários, fizeram com que a Valve anunciasse que estaria desenvolvendo Portal 2 para o sistema. Ele também alegou que a inclusão da Steamworks (o sistema de atualização automática dos softwares da Valve) ajudaria a tornar a versão para PlayStation 3 de Portal 2 a melhor versão para console no mercado.

O CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick, criticou os custos de desenvolvimento elevados e taxas de vendas casadas e retorno inferior do PlayStation 3 em comparação com os do Xbox 360 e Wii. Ele acredita que esses fatores estão forçando os desenvolvedores a se afastarem do trabalho no console. Em uma entrevista ao The Times, Kotick afirmou: “Estou ficando preocupado com a Sony, o PlayStation 3 está perdendo um pouco do ritmo e não está facilitando para mim o suporte a plataforma”.[258] Ele continuou: “É caro desenvolver para o console, o Wii e o Xbox estão apenas vendendo melhor. Jogos geram um retorno sobre o capital investido melhor no Xbox do que no PlayStation”. Kotick também afirmou que a Activision Blizzard pode deixar de apoiar o sistema se a situação não for solucionada. “[A Sony tem que] cortar o preço [de revenda do PlayStation 3] porque se não o fizerem, as taxa de vendas casadas estarão suscetíveis à desaceleração. Se formos realistas, teremos que parar de apoiar a Sony”.[259] Contudo, tais afirmações renderam a Kotick algumas críticas pesadas sobre a validade da declaração e se tal afirmação, ou movimento, seria apropriado, com BioWare chamando a declaração de “boba”.[260]

Entretanto, até mesmo Kazuo Hirai, presidente da Sony Computer Entertainment, disse que o PlayStation 3 estava intencionalmente difícil para se desenvolver.[261]

Apesar da impressão inicial negativa, vários sites deram ao sistema opiniões muito boas. A CNET do Reino Unido elogiou o sistema dizendo: “o PlayStation 3 é uma peça versátil e impressionante de equipamento de entretenimento que de equipamento de entretenimento Versatile e impressionante que corresponde a tudo o que foi anunciado [...] o PlayStation 3 vale a pena pelo seu preço substancial”.[262] A CNET concedeu-lhe uma pontuação de 8.8 de 10 e votou nele como sendo o gadget “precisa ter” número um,[263] elogiando a sua capacidades gráficas robustas e design externo elegante ao mesmo tempo que criticando sua seleção limitada de jogos disponíveis.[264]

Além disso, tanto Home Theater Magazine quanto Ultimate AV deram à reprodução de Blu-ray do sistema críticas muito favoráveis, indicando que a qualidade da reprodução excede a de muitos reprodutores de Blu-ray Disc atuais.[265] [266]

Hexus Gaming analisou a versão PAL e em sumo dizendo: "assim que o PlayStation amadurecer e os desenvolvedores começarem a realmente forçá-lo veremos o PlayStation 3 emergir como o console de escolha para jogos".[267] Na GDC de 2007, o fundador da Shiny Entertainment, Dave Perry, declarou: "Eu acredito que a Sony fez a melhor máquina. É a melhor peça de hardware, sem dúvida".[268] Uma segunda análise do PlayStation 3 pela Ars Technica em junho de 2008 deu ao console uma pontuação geral de 9/10, enquanto que a análise do lançamento original pontuou 6/10.[269]

Modelo Slim e reformulação[editar | editar código-fonte]

O PlayStation 3 Slim recebeu análises extremamente positivas assim como um aumento nas vendas; em menos de 24 horas após seu anuncio, o PlayStation 3 Slim tomou o primeiro lugar dos best-sellers da Amazon.com na seção videogames durante quinze dias consecutivos. Ele recuperou a primeira posição novamente um dia depois.[270] O PlayStation 3 Slim também recebeu elogios de PC World, que lhe deu nota 90 de 100 elogiando sua nova reformulação e seu novo valor embutido num preço menor, bem como seu silêncio e a redução no seu consumo de energia. Isso contrasta gritantemente com o lançamento do PlayStation 3 original em que foi lhe dada a oitava posição na sua lista “As 21 Maiores Mancadas Tecnológicas de 2006”.[271]

CNET concedeu ao PlayStation 3 Slim quatro de cinco estrelas, elogiando suas capacidades de Blu-ray, 120 GB de disco rígido, serviço de jogos online gratuito e preço estabelecido mais acessível, mas reclamou da falta de retrocompatibilidade com jogos de PlayStation 2.[272] TechRadar deu ao PlayStation 3 Slim quatro estrelas e meia de cinco, elogiando seu novo tamanho reduzido e resumindo sua análise afirmando que “Como um todo, o PlayStation 3 Slim é uma peça de kit fenomenal. É incrível que algo tão pequeno possa fazer tanto”. Eles, entretanto, criticaram o design exterior do PlayStation 3 Slim, chamando-o de “feio” e aspecto barato em relação ao design do PlayStation 3 original.[273] Inicialmente era-se usada a espicificação 1.3a para a saída HDMI, mas foi atualizada para 1.4 devido a introdução do esteroscópico 3D nos jogos e filmes (via atualização de firmware, para a versão 3.30).

Modelo Super Slim e re-reformulação[editar | editar código-fonte]

O modelo Super Slim do PS3 recebeu mútiplos comentários positivos. O Site de jogos Spong elogiou com tranquilidade o novo Super Slim, afirmando que "O ruído mais perceptível vem quando a unidade busca uma nova área do disco ou quando começa a carregar um jogo e isso ocorre com freqüência." Incluindo também os fãs que dizem ser do que o Slim, passaram a elogiar o novo tamanho menor e mais leve. A crítica foi colocado no novo reprodutor de disco, afirmando: "A cobertura pode ser movido pela mão, se quiser, há também um botão de ejeção para fazer o trabalho para você, mas não há nenhum software ejetar a partir dos menus Xross Media Bar interface (XMB) anteriomente como as opções triângulo. Além disso, você tem que fechar a tampa com a mão, o que pode ser um pouco trabalhoso na vertical, e o PS3 não vai ler um disco até que você feche a tampa. " Eles também disseram que não há queda real no preço de varejo.

Revista de tecnologia T3 deu ao modelo Super Slim uma revisão positiva, afirmando que o console é quase "nostálgico" nas semelhanças de design do modelo original, "Enquanto nós não sabemos se ele vai rodar jogos de PS3 ou Blu-ray de forma diferente, no entanto, a aparência do novo PS3 é uma homenagem óbvia para o PS3 original.

Referências

  1. Anton Shilov (18 de julho de 2006). Sony PlayStation 3 Production Has Begun – Reports (em inglês). X-bit labs. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  2. Uma breve antologia gamística – Le Grand Finale!. Falaweb (4 de março de 2010). Página visitada em 14 de junho de 2011.
  3. Apesar de mais barato, PS3 ainda é o console mais caro no Brasil.. Techtudo.
  4. Support: System Software Updates (em inglês). SCEI. Página visitada em 4 de Dezembro de 2013.
  5. a b Andrew Yoon (21 de agosto de 2009). PS3 Slim gains ability to bitstream Dolby TrueHD, DTS-HD MA (em inglês). Joystiq. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  6. a b c d e f 229653/Entertainment-on-PS3-has-a-new-look/ Entertainment on PS3 has a new look (em inglês). SCEI (18 de agosto de 2009). Página visitada em 5 de junho de 2010.
  7. a b PLAYSTATION® 3 Features - PSN (em inglês). SCEI. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  8. gamesindustry.biz (15 de agosto de 2002). Sony confirms PS2 online plans (em inglês). The Register. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  9. PlayStation.com - PLAYSTATION® 3 Features - Music (em inglês). SCEI. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  10. PlayStation.com - PLAYSTATION® 3 Features - Videos (em inglês). SCEI. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  11. PlayStation.com - PLAYSTATION® 3 Features - Photos (em inglês). SCEI. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  12. Al De Leon (26 de dezembro de 2007). PlayStation Tips #3 – Remote Play/PS Store download head start (em inglês). SCEI. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  13. PlayStation 3 Features - BluRay (em inglês). SCEI. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  14. Eric Lempel (20 de março de 2008). Firmware v2.20 bringing BD-Live to PS3 (em inglês). SCEI. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  15. a b PS3 sells out at launch (em inglês). BBC (11 de março de 2007). Página visitada em 5 de junho de 2010.
  16. a b Sony's PS3 makes U.S. debut to long lines, short supplies (em inglês). USA Today (17 de novembro de 2006). Página visitada em 5 de junho de 2010.
  17. a b SCEE official press release [ligação inativa] (em inglês). SCEI (24 de janeiro de 2007). Página visitada em 5 de junho de 2010.
  18. a b Sony Confirms PS3 Euro Launch Details (em inglês). EDGE (24 de janeiro de 2007). Página visitada em 5 de junho de 2010.
  19. a b c d e IGN PlayStation Team (24 de maio de 2006). E3 2007: The Final Word on PlayStation (em inglês). IGN. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  20. a b Reeves: No PAL 20GB/80GB PS3 Plans (em inglês). EDGE (11 de junho de 2007). Página visitada em 5 de junho de 2010.
  21. a b Jeff Bakalar (20 de novembro de 2009). Sony PlayStation 3 (80GB) (em inglês). CNET. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  22. Sony Computer Entertainment Inc. (21-2-2013). SONY COMPUTER ENTERTAINMENT INC. INTRODUCES PLAYSTATION®4 (PS4™). Página visitada em 25-2- 2013.
  23. Brian Ashcraft (10 de agosto de 2006). PlayStation 3? No Dummy, It's PLAYSTATION 3 (em inglês). Kotaku. Arquivado do original em 2012-05-26. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  24. Mark Ryan Sallee (16 de maio de 2005). E3 2005: PlayStation 3 - The Controller (em inglês). IGN. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  25. Ivan Sulic (16 de maio de 2005). IGN: E3 2005: PS3 Official (em inglês). IGN. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  26. a b c Simon Carless (17 de setembro de 2005). TGS: Booth Round-Up - Sony Scores With PSP, PS2, PS3 (em inglês). Gamasutra. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  27. a b E3 2005: Sony Press Conference, Full Length (vídeo) (em inglês). IGN (17 de maio de 2005). Página visitada em 5 de junho de 2010.
  28. Jason Allen (16 de maio de 2005). E3 2005: Eyes-on the Final Fantasy VII Tech Demo (em inglês). IGN. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  29. Tor Thorsen; GameSpot (16 de maio de 2005). PlayStation 3 announced for 2006 (em inglês). GameSpot. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  30. IGN PlayStation Team (26 de julho de 2005). IGN's Official PlayStation 3 FAQ (em inglês) pp. 1 de 4. IGN. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  31. Eric Bangeman (09 de maio de 2006). PlayStation 3 price bomb dropped, launch date announced (em inglês). Ars Technica. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  32. PlayStation 3 Euro launch delayed (em inglês). BBC (6 de setembro de 2006). Página visitada em 5 de junho de 2010.
  33. Tor Thorsen (23 de setembro de 2006). TGS 06: No US PS3 price drop (em inglês). GameSpot. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  34. a b Anoop Gantayat (22 de setembro de 2006). TGS 2006: Price Drop For Japanese PS3 (em inglês). IGN. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  35. Anoop Gantayat (23 de agosto de 2006). TGS 2006: PS3 to Take Over Tokyo (em inglês). IGN. Página visitada em 5 de junho de 2010.
  36. Michael Jackson (14 de novembro de 2006). Japanese PS3 Sales Data Also Depressing (em inglês). Kotaku. Arquivado do original em 2012-05-26. Página visitada em 6 de junho de 2010.
  37. 1 Shot In Conn. Playstation Waiting Line (em inglês). CBS (17 de novembro de 2006). Página visitada em 6 de junho de 2010.
  38. Camping PlayStation gamers robbed at gunpoint (em inglês). KMTR (17 de novembro de 2006). Página visitada em 6 de junho de 2010.
  39. Elizabeth Dorsett (15 de novembro de 2006). Four People Shot While Waiting for PlayStation Console, Including 27 NEWSFIRST Reporter (em inglês). WKYT News. Página visitada em 6 de junho de 2010.
  40. Neal Augenstein (17 de novembro de 2006). PlayStation3 Crowd Gets More Than It Bargained for in Tysons (em inglês). WTOP News. Página visitada em 6 de junho de 2010.
  41. Ellie Gibson (6 de setembro de 2006). PS3 delayed in Europe (em inglês). Eurogamer. Página visitada em 6 de junho de 2010.
  42. Nick Sharples (19 de setembro de 2006). Official PS3 News Thread - A reply to my complaint to SCEE (em inglês) pp. 61 de 117. NTSCUK. Página visitada em 6 de junho de 2010.
  43. Maija Palmer (28 de março de 2007). Sony’s PS3 has record launch in Europe (em inglês). Financial Times. Página visitada em 6 de junho de 2010.
  44. Philip Wong; Juniper Foo (08 de março de 2007). Singapore's PS3 launch party (em inglês). CNET. Página visitada em 6 de junho de 2010.
  45. PLAYSTATION®3 2007? 6? 16? ?? ?? ?? (em coreano). SCEI (21 de maio de 2007). Página visitada em 6 de junho de 2010.
  46. Stephen Totilo (18 de agosto de 2009). Sony Announces Slim PS3 - It Lives This September! (em inglês). Kotaku. Página visitada em 10 de junho de 2010.
  47. O acabamento do console.
  48. O console.
  49. Official PlayStation 3 press photos [ligação inativa] (em inglês). SCEI (23 de agosto de 2006). Página visitada em 11 de junho de 2010.
  50. Gavin Ogden (29 de março de 2007). Kutaragi "insisted" on Spider-Man font for PS3 (em inglês). CVG. Página visitada em 11 de junho de 2010.
  51. a b c d PLAYSTATION® 3 - IT ONLY DOES EVERYTHING™ (em inglês). SCEI. Página visitada em 11 de junho de 2010.
  52. Sony PlayStation 3 (60GB) (vídeo) (em inglês). CNET (13 de novembro de 2006). Página visitada em 14 de junho de 2010.
  53. Sony Computer Entertainment America Introduces New 80GB PLAYSTATION®3 (PS3™); Announces New Price on Current 60GB Model (em inglês). SCEI (9 de julho de 2007). Arquivado do original em 12 de julho de 2007. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  54. New PLAYSTATION®3 Model to Take Holiday Season by Storm (em inglês). SCEI (5 de outubro de 2007). Página visitada em 14 de junho de 2010.
  55. Sony Computer Entertainment America Announces New 40GB PLAYSTATION®3 (PS3™) Configuration and Price Reduction of Current 80GB Model (em inglês). SCEI (18 de outubro de 2007). Arquivado do original em 20 de outubro de 2007. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  56. Jeff Rubenstein (28 de dezembro de 2007). PlayStation Tips #5 – DIY Hard Drive upgrade (em inglês). PlayStation.Blog. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  57. H. Peter Hofstee (maio de 2005). Introduction to the Cell Broadband Engine (pdf) (em inglês) pp. 5. IBM. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  58. a b Sony PS3 Cluster (IBM Cell BE) (em inglês). Universidade Estadual da Carolina do Norte. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  59. a b Martin Linklater (abril de 2007). (revista) (em inglês). Game Developer Magazine pp. 15 de 18.
  60. a b Tal Blevins (16 de maio de 2005). E3 2005: PS3 Tech Specs (em inglês). IGN. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  61. PLAYSTATION 3 - Quick Reference/Aide-mémoire/Refrencia rápida (pdf) (em ingles, francês, espanhol) pp. 14/44/74 de 92. SCEI. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  62. Building Supercomputer Using Playstation 3 (em inglês). Console Watcher (28 de agosto de 2006). Página visitada em 14 de junho de 2010.
  63. Yellow Dog Linux - Get YDL (em inglês). Fixstars Solutions. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  64. RapidMind and Terra Soft partner to unleash PlayStation® 3 for Linux developers (em inglês). RapidMind (11 de janeiro de 2007). Arquivado do original em 22 de agosto de 2007. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  65. Engineer Creates First Academic Playstation 3 Computing Cluster (em inglês). PhysOrg (9 de março de 2007). Página visitada em 14 de junho de 2010.
  66. Jennifer Weston (19 de fevereiro de 2007). NC State Engineer Creates First Academic Playstation 3 Computing Cluster (em inglês). Universidade Estadual da Carolina do Norte. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  67. Jon Stokes (27 de novembro de 2009). Sony still subsidizing US military supercomputer efforts (em inglês). Ars Technica. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  68. About Folding@home (em inglês). SCEI. Página visitada em 11 de junho de 2010.
  69. Joseph L. Flatley (30 de dezembro de 2008). PlayStation 3 used to hack SSL, Xbox used to play Boogie Bunnies (em inglês). Engadget. Página visitada em 11 de junho de 2010.
  70. a b PLAYSTATION®3 Model Comparison (em inglês). SCEI. Arquivado do original em 13 de fevereiro de 2008. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  71. Mark Wilson (27 de fevereiro de 2008). Metal Gear Solid 4 PS3 Bundle Announced (em inglês). Kotaku. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  72. Michael McWhertor (26 de fevereiro de 2008). Metal Gear Solid 4: The PS3 Bundle: The Cardboard Box (em inglês). Kotaku. Arquivado do original em 2012-05-26. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  73. PS3 80GB bundle contents [ligação inativa] (em inglês). SCEI. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  74. Compare PLAYSTATION3 Systems (em inglês). SCEI. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  75. a b Emma Boyes (5 de outubro de 2007). UK PS3 drops price, 40GB finally official (em inglês). Gamespot. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  76. a b Luke Plunkett (8 de outubro de 2007). Sony Could Run BC On 40GB PS3s. They Just Don't Want To. (em inglês). Kotaku. Arquivado do original em 2012-12-16. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  77. a b c d e Can I play PlayStation® game console and PlayStation®2 computer entertainment system format software titles on the PlayStation®3 computer entertainment system? (em inglês). SCEI. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  78. David Radd (21 de novembro de 2006). PS3's Backwards Compatibility Detailed (em inglês). GameDaily. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  79. PLAYSTATION 3 – Satefy & Support/Sécurité et support technique/Seguridad y soporto técnico (pdf) (em inglês/francês/espanhol) pp. 20/44/70 de 80. SCEI. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  80. a b c d e PLAYSTATION®3 Tech Specs (em inglês). SCEI. Arquivado do original em 13 de fevereiro de 2008. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  81. Ellie Gibson (21 de maio de 2007). No plans to bring 80GB PS3 to Europe, says Sony (em inglês). gamesindustry.biz. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  82. PS2 Software Emulation Unlikely for 40GB PS3 (em inglês). EDGE (8 de outubro de 2007). Página visitada em 14 de junho de 2010.
  83. PS3 SACD FAQ (em inglês). PS3SACD.com. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  84. a b New PLAYSTATION®3 Model to Take Holiday Season by Storm (em inglês). SCEI (5 de outubro de 2007). Página visitada em 17 de junho de 2010.
  85. a b Jack Tretton (narrador). (16 de julho de 2008). Sony Press Conference Part 3. SCEI (através da IGN). Acessado em 17 de junho de 2010. Evento ocorre em 17:38.
  86. Ellie Gibson (16 de maio de 2006). 20 GB PlayStation 3 will be upgradeable, says Sony (em inglês). gamesindustry.biz. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  87. Conrad Quilty-Harper (30 de outubro de 2007). 40GB PS3 features 65nm chips, lower power consumption (em inglês). Engadget. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  88. Anoop Gantayat (8 de novembro de 2007). New PS3 Uses 65nm Process (em inglês). IGN. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  89. Jon Stokes (7 de fevereiro de 2008). IBM shrinks Cell to 45nm. Cheaper PS3s will follow (em inglês). Ars Technica. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  90. a b c Paul Miller (18 de agosto de 2009). Sony unveils slimmer PS3: $300, lands in September (updated!) (em inglês). Engadget. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  91. Ross Miller (27 de agosto de 2009). PlayStation 3 Slim review (em inglês). Engadget. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  92. Ben Kuchera (18 de agosto de 2009). Sony answers our questions about the new PlayStation 3 (em inglês). Ars Technica. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  93. 24 de setembro de 2009 (24 de setembro de 2009). New PS3 has sold over one million (em inglês). Eurogamer. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  94. Entertainment on PS3 has a new look (em inglês). SCEI. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  95. David Carnoy (18 de agosto de 2008). Sony officially announces $299 PS3 Slim (em inglês). CNET. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  96. Stephen Totilo (21 de agosto de 2009). Sony, GameStop Indicate PS3 Slim Available In U.S. Before September (em inglês). Kotaku. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  97. Ross Miller (25 de agosto de 2009). PS3 Slim popping up all over the US (update: it's officially on sale) (em inglês). Engadget. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  98. CJPC (18 de agosto de 2009). PS3 Slim CECH-2000B 250GB Model Uncovered at FCC Site (em inglês). PS3News.com. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  99. Luke Plunkett (24 de setembro de 2009). First Look At The Final Fantasy XIII PlayStation 3 (em inglês). Kotaku. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  100. a b c d e f Glenn M. (24 de setembro de 2009). 250GB PS3 Slim bundles coming to Australia (em inglês). QuickJump. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  101. John Koller (18-9-2012). TGS 2012: Smaller, Lighter PS3 Model Unveiled. PlayStation Blog. Página visitada em 19-9-2012.
  102. Jim Reilly (18-9-2012). New PlayStation 3 Revealed. GameInformer. Página visitada em 19-9-2012.
  103. Hiroshi Suzuki; Chinmei Sung (10 de janeiro de 2008). Sony Scraps Sale of Priciest PlayStation 3s in Japan (Update2) (em inglês). Bloomberg. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  104. Peter Sayer (23 de fevereiro de 2007). Sony's Euro PS3 will play fewer older games (em inglês). DigitalArts. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  105. Luke Plunkett (12 de julho de 2007). BBC Confirms European PS3 Bundle Deal (em inglês). Kotaku. Arquivado do original em 2012-07-18. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  106. John Tanaka (4 de fevereiro de 2008). New PS3 Color in Japan (em inglês). IGN. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  107. Alexis M. (19 de maio de 2008). Metal Gear Solid 4 Limited Edition PLAYSTATION 3 Bundle Pre-orders Begin Today (5/19/08) (em inglês). GamingBits. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  108. a b Randolph Ramsay; Luke Anderson (16 de julho de 2008). E3 2008: 80GB PS3 coming to Europe, Australia on August 27 (em inglês). GameSpot. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  109. Jem Alexander (23 de abril de 2008). GTA IV bundle confirmed for Europe (em inglês). Joystiq. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  110. PS3 80GB Console with LittleBigPlanet (em inglês). Gameplay. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  111. Ellie Gibson (27 de maio de 2009). Sony confirms inFamous PS3 bundle (em inglês). Eurogamer. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  112. PS3 80 GB Console with Infamous (em inglês). Gameplay. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  113. a b Luke Plunkett (6 de janeiro de 2009). Limited "Dragon" PlayStation 3 Console Is For Japanese Eyes Only (em inglês). Kotaku. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  114. Sony Playstation 3 80GB Console with I Am Legend Blu-ray (em inglês). Gameplay. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  115. Sony Playstation 3 80GB with Terminator + Blue Ray Pack (em inglês). Gameplay. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  116. PS3 80GB Console with 300 Blu-ray (em inglês). Gameplay. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  117. Company press release [ligação inativa] (em inglês). SCEI. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  118. John Koller (20 de agosto de 2008). Live from Leipzig: North American Hardware Announcements (em inglês). PlayStation.Blog. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  119. Sony Computer Entertainment Europe - Virtual Press Office [ligação inativa] (em inglês). SCEI. Página visitada em 17 de junho de 2010.
  120. Ellie Gibson (6 de janeiro de 2010). Michael Jackson PS3 bundle on the way (em inglês). Eurogamer. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  121. a b Jem Alexander (24 de setembro de 2009). TGS 09: Motion Controller Details, Other New Info (em inglês). PlayStation.Blog. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  122. Kim Nguyen (15 de outubro de 2009). NEW 250GB PlayStation 3 System Available November 3 (em inglês). PlayStation.Blog. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  123. a b Robert Purchese (9 de setembro de 2009). PS3 250GB bundles priced, detailed (em inglês). Eurogamer. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  124. Sony PlayStation 3 Slim Console (250GB Model) with Uncharted 2: Among Thieves (PS3) (em inglês). Amazon. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  125. Nick Broughall (24 de novembro de 2009). PS3 PlayTV Bundle: 250GB PS3 With PlayTV For $599 (em inglês). Gizmodo. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  126. Dylan Horner (6 de outubro de 2009). Tekken 6 250GB PS3 bundle skips over UK (em inglês). Neoseeker. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  127. Rumour: Tekken 6 Getting A PS3 Slim Bundle Too (em inglês). PushSquare (7 de outubro de 2009). Página visitada em 18 de junho de 2010.
  128. Andy Robinson (6 de outubro de 2009). Tekken 250GB PS3 bundle not for UK (em inglês). ComputerAndVideoGames. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  129. Chuck Waltz (6 de outubro de 2009). Tekken 250GB PS3 Bundle Coming, Not In The UK (em inglês). Endsights. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  130. PS3 250GB Blue Ray Bundle including Wolverine and Dark Knight (em inglês). Gameplay. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  131. Sony Playstation 3 250GB with Assassins Creed 2 (em inglês). Gameplay. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  132. PS3 250GB Slim Console with God of War III (em inglês). Game4U. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  133. a b c d 160GB?320GB????HDD????????????????? 3?(CECH-2500????) (em japonês). SCEI (7 de julho de 2010). Página visitada em 8 de julho de 2010.
  134. a b c d e Tom Bramwell (6 de julho de 2010). White PS3 Slim out in Japan this month (em inglês). Eurogamer. Página visitada em 28 de junho de 2010.
  135. Ross Miller (6 de julho de 2010). White PS3 Slim with 160GB HDD hits Japan July 29th, new 320GB HDD option (em inglês). Engadget. Página visitada em 28 de junho de 2010.
  136. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas EurogamerSuperSlim
  137. a b c d NEW SMALLER AND LIGHTER PLAYSTATION®3 TO HIT THE WORLDWIDE MARKET. Sony (2012-09-19). Página visitada em 2012-09-20.
  138. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas PCWorldSuperSlim
  139. PLAYSTATION®3 HDD 20GB EQUIPPED WITH HDMI AS STANDARD (em inglês). SCEI. Arquivado do original em 23 de janeiro de 2008. Página visitada em 16 de junho de 2010.
  140. PLAYSTATION®3 HDD 20GB EQUIPPED WITH HDMI AS STANDARD (pdf) (em inglês) pp. 1 de 1. SCEI (22 de setembro de 2006). Página visitada em 16 de junho de 2010.
  141. Mabie A. (6 de janeiro de 2009). Yakuza 3 PS3 Special Edition unveiled (em inglês). QuickJump. Página visitada em 16 de junho de 2010.
  142. Jeff Haynes (8 de maio de 2006). E3 2006: Formula One 06 Resurfaces (em inglês). IGN. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  143. Gizloco (7 de dezembro de 2006). Downloadable PS1 Games Hit The PSP (Provided You Have a PS3) (em inglês). Gizmodo. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  144. Sam Kennedy (20 de outubro de 2006). Phil Harrison Talks Downloadable PS1 Games on PS3 (em inglês). 1UP. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  145. Marc Nix (20 de outubro de 2006). PSP and PS3 Play Together (em inglês). IGN. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  146. François Galea (18 de agosto de 2009). No OtherOS feature on new PS3 slim ? (em inglês). OZLabs. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  147. Andrew Yoon (1 de abril de 2010). PSA: PS3 Firmware Update 3.21 available now (em inglês). Joystiq. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  148. Patrick Seybold (28 de março de 2010). PS3 Firmware (v3.21) Update (em inglês). PlayStation.Blog. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  149. Geoff Levand (30 de março de 2010). Continued PS3-Linux maintenance (em inglês). OZLabs. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  150. Peter Eckersley (30 de março de 2010). Sony Steals Feature From Your PlayStation 3 (em inglês). EFF. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  151. Oli Welsh (11 de maio de 2010). Sony hit by two more Other OS lawsuits (em inglês). Eurogamer. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  152. Griffin McElroy (29 de abril de 2010). Man files class action suit over PS3 Other OS support removal (em inglês). Joystiq. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  153. Michael McWhertor (28 de abril de 2010). PlayStation 3 Owner Files Class Action Suit Against Sony For Dropping 'Other OS' (em inglês). Kotaku. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  154. PLAYSTATION®3 - Accessories (em inglês). SCEI. Arquivado do original em 13 de janeiro de 2008. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  155. Luke Plunkett (22 de agosto de 2007). Play TV On PS3 Explained (em inglês). Kotaku. Arquivado do original em 2012-12-08. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  156. DUALSHOCK®3 WIRELESS CONTROLLER WITH RUMBLE FEATURE TO BE INTRODUCED FOR PLAYSTATION®3 (em inglês). SCEI (20 de setembro de 2007). Página visitada em 14 de junho de 2010.
  157. TGS '07: Spot On - The Dual Shock 3 (em inglês). GameSpot (19 de setembro de 2007). Página visitada em 14 de junho de 2010.
  158. Brian Ashcraft (9 de outubro de 2007). DualShock 3 Getting All Ceramic White for Japan (em inglês). Kotaku. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  159. Marcus Yam (26 de fevereiro de 2008). Sony Announces New 80GB PS3 Bundle, DualShock 3, Red PSP (em inglês). DailyTech. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  160. Chris Roper (19 de setembro de 2007). TGS 2007: Dual Shock 3 Officially Announced (em inglês). IGN. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  161. Ben Kuchera (14 de fevereiro de 2008). Xbox 360 failure rates worse than most consumer electronics (em inglês). Ars Technica. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  162. a b Rob Unsworth (17 de setembro de 2009). Sony PlayStation 3 and the "yellow light of death" (em inglês). BBC. Página visitada em 15 de junho de 2010. "Of all PS3's sold in the UK to date, fewer than one half of one percent of units have been reported as failing in circumstances where the yellow indicator is illuminated."
  163. Matt Martin (17 de setembro de 2009). Sony tackles BBC over 'PS3 failure' report (em inglês). gamesindustry.biz. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  164. Owen Good (17 de setembro de 2009). Sony Pre-Emptively Blasts BBC Report on PS3 Failures (em inglês). Kotaku. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  165. Chris Kohler (1 de março de 2010). ApocalyPS3: Buggy Clock Drives PlayStation 3 Haywire (em inglês). Wired. Página visitada em 16 de junho de 2010.
  166. Claudine Beaumont (1 de março de 2010). Sony PS3 network glitch affects thousands (em inglês). The Daily Telegraph. Página visitada em 16 de junho de 2010.
  167. Jem Alexander (1 de março de 2010). PlayStation Network Status Update (em inglês). PlayStation.Blog. Página visitada em 16 de junho de 2010.
  168. Nilay Patel (1 de março 2010). PS3 issues apparently resolved, game on (em inglês). Engadget. Página visitada em 16 de junho de 2010.
  169. Jeff Bakalar (1 de março de 2010). PS3 console errors fixed, leap year bug to blame (em inglês). CNET. Página visitada em 16 de junho de 2010.
  170. Hiroko Tabuchi (1 de março de 2010). Error Blocked PlayStation 3 From Using Its Network (em inglês). The New York Times. Página visitada em 16 de junho de 2010.
  171. a b PLAYSTATION®3 - Features - SystemUpdate [ligação inativa] (em inglês). SCEI. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  172. Install Other OS (em inglês). SCEI. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  173. Emma Boyes; GameSpot (27 de novembro de 2006). Yellow Dog Linux launches for PS3 (em inglês). GameSpot. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  174. Andrew Yoon (29 de março de 2010). Linux support dropped from PS3 Firmware 3.21 (em inglês). Joystiq. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  175. PLAYSTATION® 3 - Internet Browser [ligação inativa] (em inglês). SCEI. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  176. a b PLAYSTATION®Network (em inglês). SCEI. Arquivado do original em 12 de janeiro de 2008. Página visitada em 14 de junho de 2010.
  177. PlayStation Knowledge Center (em inglês). SCEI. Página visitada em 10 de julho de 2010.
  178. PlayStation Knowledge Center (em inglês). SCEI. Página visitada em 10 de julho de 2010.
  179. a b James Thorpe (28 de junho de 2010). PS3 System Software Update v3.40 And PlayStation Plus Available Later Today (em inglês). PlayStation.Blog. Página visitada em 29 de junho de 2010.
  180. Ericsson delivers complete and secure music billing for VidZone Digital Media [ligação inativa] (em inglês). Ericsson (27 de junho de 2007). Página visitada em 15 de junho de 2010.
  181. Isabella Piasecka (6 de junho de 2007). VidZone Digital Media inks deal with Sony BMG (em inglês). Brand Republic. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  182. VidZone Digital Media and EMI Music ink major deal (em inglês). EMI (27 de julho de 2007). Página visitada em 15 de junho de 2010.
  183. Ludwig Kietzmann (20 de agosto de 2008). GC 2008: PS3 getting free 'VidZone' music service in Europe (em inglês). Joystiq. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  184. Efe Cakarel (18 de maio de 2010). PS3 + MUBI + YOU (em inglês). PlayStation.Blog. Página visitada em 15 de junho de 2010.
  185. Tor Thorsen; GameSpot (16 de maio de 2005). PlayStation 3 announced for 2006 (em inglês). GameSpot. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  186. PlayStation.com - PLAYSTATION® 3 Features - PlayStation Network (em inglês). SCEI. Arquivado do original em 15 de maio de 2008. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  187. Rede Playstation Network ainda em baixo após intrusão (em português). Diário Digital (26 Abril 2011). Página visitada em 26 Abril 2011.
  188. Sony Computer Entertainment America LLC (30 de Abril de 2005). Update on PlayStation Network and Qriocity. 2011-04-26. Página visitada em 2011-04-26.
  189. Ellie Gibson (7 de março de 2007). GDC: Phil Harrison's Keynote Speech (em inglês). gamesindustry.biz. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  190. a b Paul Miller (7 de março de 2007). PlayStation Home revealed (em inglês). Engadget. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  191. a b c Evan Blass (7 de março de 2007). Joystiq and Engadget live at Sony's 2007 GDC keynote (em inglês). Engadget. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  192. a b c Jared Rea (7 de março de 2007). PlayStation Home, the free virtual world of PlayStation 3 (em inglês). JoyStiq. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  193. Greg Miller (1 de maio de 2007). Europeans Go Home (em inglês). IGN. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  194. Jack Buser (19 de setembro de 2008). PlayStation Home Beta Extended Today (em inglês). PlayStation.Blog. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  195. Christian Nutt (20 de setembro de 2007). Sony Home Delayed to Spring of 2008 (em inglês). TGS: Sony's Hirai Keynote - The Full Report. Virtual Worlds News. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  196. Steven Artlip (21 de abril de 2008). Playstation Home Not Open Till Fall of 08 (em inglês). Platform Nation. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  197. Thierry Nguyen (23 de setembro de 2009). TGS 09: Sony Keynote Liveblog (em inglês). 1UP. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  198. Life with PlayStation - Overview (em inglês). SCEI. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  199. Brian Ashcraft (18 de setembro de 2008). Life With PlayStation Out Now (em inglês). Kotaku. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  200. United Village (em inglês). United Village. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  201. IGN's Official PlayStation 3 FAQ (em inglês) pp. 3 de 4. IGN (4 de junho de 2007). Página visitada em 19 de junho de 2010.
  202. Gamestop Corporation (21 de novembro de 2006). Report title: Gamestop Corp. Q3 2006 Earnings Conference Call Summary (em inglês). The Alacra Store. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  203. Danny Cowan (24 de novembro de 2006). Saling The World: In Search of Zelda (em inglês). Gamasutra. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  204. Best Games and Worst Games of 2006 at GameSpot — Best PlayStation 3 Game (em inglês). GameSpot (21 de dezembro de 2006). Página visitada em 19 de junho de 2010.
  205. IGN.com presents The Best of 2006 — PlayStation 3: Game of the Year (em inglês). IGN (21 de dezembro de 2006). Página visitada em 19 de junho de 2010.
  206. Anoop Gantayat (13 de novembro de 2006). Sony Number Two in Japan (em inglês). IGN. Página visitada em 19 de junho de 2010.
  207. Cathedral row over video war game (em inglês). BBC News (9 de junho de 2007). Página visitada em 19 de junho de 2010.
  208. Robert Purchese (5 de abril de 2007). MotorStorm completes hat-trick (em inglês). Eurogamer. Página visitada em 19 de junho de 2010.
  209. Jerry (15 de maio de 2007). MotorStorm 2 sequel confirmed for PS3, in development at Evolution Studios (em inglês). Video Games Blogger. Página visitada em 19 de junho de 2010.
  210. Full Moon Show Podcast (podcast) (em inglês). Insomniac Games. Arquivado do original em 27 de setembro de 2007. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  211. Brian Crecente (31 de julho de 2007). Best of E3 2007 Winners (em inglês). Kotaku. Arquivado do original em 2012-05-26. Página visitada em 19 de junho de 2010.
  212. Emma Boyes; GameSpot UK (31 de agosto 2007). Haze PC and 360 drop off the map (em inglês). Gamespot. Página visitada em 19 de junho de 2010.
  213. Michael McWhertor (14 de julho de 2008). No Changes On Final Fantasy Versus XIII Being PS3 "Exclusive" (em inglês). Kotaku. Página visitada em 19 de junho de 2010.
  214. Ellie Gibson (11 de julho de 2007). E3: Square Enix's John Yamamoto (em inglês). gamesindustry.biz. Página visitada em 19 de junho de 2010.
  215. Kim Nguyen (28 de julho de 2008). PS3 Greatest Hits Launch Today (em inglês). PlayStation.Blog. Página visitada em 19 de junho de 2010.
  216. Mike Jackson (17 de julho de 2008). E3: PS3 Platinum range in UK from August (em inglês). CVG. Arquivado do original em 17 de julho de 2008. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  217. PlayStation®3 the Best (em japonês). SCEI. Página visitada em 19 de junho de 2010.
  218. Unit Sales of Software (since April 2006) (em inglês). SCEI. Página visitada em 19 de junho de 2010.
  219. William Usher (1 de dezembro de 2008). Blitz Games Introduces True Stereoscopic 3D For Xbox 360 And PS3 (em inglês). Cinema Blend. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  220. Bem Kuchera (7 de janeiro de 2009). CES 2009: Sony teases with high-quality PS3 3D (em inglês). Ars Technica. Página visitada em 18 de julho de 2010.
  221. Eric Lempel (21 de abril de 2010). PS3 3.30 System Software Update (em inglês). PlayStation.Blog. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  222. Ben Parfitt (1 de junho de 2010). Sony dates PS3 3D update (em inglês). MCV. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  223. JC Fletcher (31 de maio 2010). First PS3 3D game updates available in Japan on June 10 (em inglês). Joystiq. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  224. The Associated Press (26 de agosto de 2008). Wii surpasses one million consoles sold in Canada (em inglês). CTV News. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  225. Tom Bramwell (18 de agosto de 2009). SCEE PS3 sales more than 10 million (em inglês). Eurogamer. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  226. Brian Ashcraft (13 de abril de 2010). How Many PS3s Have Been Sold In Japan? (em inglês). ?????????3??????????500????? - Famitsu. Kotaku. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  227. Richard Mitchell (25 de janeiro de 2010). UK PS3 sales surpass 3 million (em inglês). Joystiq. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  228. Ben Reeves (13 de abril de 2010). Yakuza 4 One Of Japan’s Best Selling PS3 Games (em inglês). Game Informer. Página visitada em 18 de junho de 2010.
  229. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas WorldSales
  230. a b Hilary Goldstein (16 de novembro de 2006). Sony Losing Almost $250 per Console (em inglês). IGN. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  231. Brendan Sinclair; GameSpot (8 de maio de 2006). E3 06: PS3 launches 11/17--$499 for 20GB, $599 for 60GB (em inglês). Gamespot. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  232. Matt Martin (16 de maio de 2007). PS3 launch damages Sony profits (em inglês). gamesindustry.biz. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  233. Dan Sabbagh; Siobhan Kennedy (27 de abril de 2007). Playstation boss pays the price of weak sales (em inglês). The Times. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  234. a b Christopher Grant (26 de abril de 2007). Sony's Ken Kutaragi announces plans to retire (em inglês). Joystiq. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  235. Franklin Paul (7 de janeiro de 2008). UPDATE 2-TECHSHOW-Sony's Hirai eyes PS3 profit as costs decline (em inglês). Reuters. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  236. Mark Androvich (21 de abril de 2008). PS3 profitable by August, say Nikko Citigroup analysts (em inglês). gamesindustry.biz. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  237. Chris Nuttall (20 de julho de 2008). Sony sets 150m sales target for PS3 (em inglês). Financial Times. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  238. Alex C. (29 de janeiro de 2009). Sony’s Game Division In Profit (em inglês). TheSixthAxis. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  239. a b PS3 costs cut in half (em inglês). Playstation Universe (11 de janeiro de 2008). Página visitada em 20 de junho de 2010.
  240. a b Nick Doerr (8 de fevereiro de 2007). PlayStation 3 manufacturing costs to go down, way down (em inglês). Joystiq. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  241. Marcus Yam (13 de março de 2007). IBM Shrinks Cell Broadband Engine to 65nm Process (em inglês). DailyTech. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  242. PlayStation 3 Production Costs Drop (em inglês). gameinformer (7 de maio de 2007). Arquivado do original em 9 de maio de 2007. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  243. Kenji Hall (8 de janeiro de 2008). Sony's Blu-Ray Breakthrough (em inglês). Bloomberg. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  244. Mark Androvich (14 de janeiro de 2008). PS3 production costs halved, says analyst (em inglês). gamesindustry.biz. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  245. Harry Monogenis (1 de agosto de 2009). PS3 70 Percent Cheaper to Build (em inglês). Gamersyndrome.com. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  246. Kat Bailey (31 de julho de 2009). PlayStation 3 Production Costs Slashed 70 Percent (em inglês). 1UP. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  247. Brian Ashcraft (31 de julho de 2009). Sony: PS3 Manufacturing Costs Down 70 Percent (em inglês). Kotaku. Página visitada em 20 de junho de 2010.
  248. Riyad Emeran (23 de março de 2007). Sony PlayStation 3 Review (em inglês). TrustedReviews. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  249. Danny Allen (1 de março de 2007). PlayStation 3 review (em inglês). PC Advisor. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  250. Toshiba Announces Discontinuation of HD DVD Businesses (em inglês). Toshiba (19 de fevereiro de 2008). Página visitada em 26 de junho de 2010.
  251. Cam Shea; Patch Kolan (18 de dezembro de 2008). Título não preenchido, favor adicionar (em inglês). IGN. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  252. Dan Tynan (20 de dezembro de 2006). The Top 21 Tech Screwups of 2006 (em inglês). PC World. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  253. Mikel Reparaz (19 de março de 2007). The Top 7... PR disasters (em inglês). GamesRadar. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  254. liff Edwards (16 de novembro de 2006). PS3: Soon to Be a Great System (em inglês). Business Week. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  255. Stuart Bishop (15 de janeiro de 2007). Valve: PS3 a "total disaster on so many levels" (em inglês). Página visitada em 26 de junho de 2010.
  256. Glenn M. (5 de julho de 2009). Valve open to work with PS3 development (em inglês). QuickJump. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  257. Luke Guttridge (3 de julho de 2009). Valve dodge PS3 development (em inglês). play.tm. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  258. Dan Sabbagh (19 de junho de 2009). Sony should beware — Activision chief is not simply playing games (em inglês). The Times. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  259. Rob Crossley (19 de junho de 2009). Kotick slams PS3 for ‘high’ dev costs (em inglês). develop. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  260. Mike Jackson (13 de julho de 2009). BioWare: Activision PS3 comment "silly" (em inglês). CVG. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  261. Robert Purchese (20 de janeiro de 2009). Hirai: We're the "official" industry leader (em inglês). Eurogamer. Página visitada em 26 de junho de 2010. "''We don't provide the easy to program for console that [developers] want, because easy to program for means that anybody will be able to take advantage of pretty much what the hardware can do, so then the question is what do you do for the rest of the nine-and-a-half years?"
  262. Dave Carnoy. PS3 Reviewed (em inglês). CNET. Arquivado do original em 28 de março de 2007. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  263. Laura K. Cucullu (12 de maio de 2010). Top 10 must-have gadgets (em inglês). CNET. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  264. David Carnoy (13 de novembro de 2006). Sony PlayStation 3 (60GB) (em inglês). CNET. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  265. Chris Chiarella (Março de 2006). Sony PlayStation 3 (em inglês). Home Theater. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  266. Shane C. Buettner (Dezembro de 2006). PlayStation3 Blu-ray Disc Player (em inglês) pp. 4 de 6. UltimateAVmag. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  267. Nick Haywood (22 de março de 2007). Sony PlayStation 3 (em inglês) pp. 6 de 6. HEXUS.gaming. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  268. Ellie Gibson (7 de março de 2007). GDC: What's Next for PS3? (em inglês). gamesindustry.biz. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  269. Bem Kuchera (4 de junho de 2008). They say it got smart: a 2008 review of the PS3 (em inglês). Ars Technica. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  270. Mabie A. (1 de setembro de 2009). PS3 Slim gets back Bestseller top spot on Amazon (em inglês). QuickJump. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  271. Matt Peckham (21 de dezembro de 2009). Sony PlayStation 3 (120GB) Game Console (em inglês). PC World. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  272. Sony PlayStation 3 Slim (120GB) (em inglês). CNET (19 de agosto de 2009). Página visitada em 26 de junho de 2010.
  273. Sony PS3 Slim 120GB review (em inglês). TechRadar (1 de setembro de 2009). Página visitada em 26 de junho de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre PlayStation 3

Sites da web oficiais

Sites auxiliares da Sony

Diretórios