Gabe Newell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gabe Newell
Nome completo Gabe Logan Newell
Nascimento 3 de novembro de 1962 (51 anos)
Nacionalidade Americano
Ocupação Diretor da Valve Corporation

Gabe Logan Newell (nascido 3 de novembro de 1962) é o co-fundador e diretor de projetos da empresa de desenvolvimento de jogos eletrônicos e distribuição digital Valve Corporation.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Após largar a Universidade Harvard[1] , Gabe permaneceu 13 anos trabalhando na Microsoft Corporation, no fim tornando-se um "Milionário da Microsoft". Ele descreveu a si mesmo como "um produtor dos três primeiros lançamentos do Windows".[2] Inspirado por Michael Abrash, que saiu da Microsoft para trabalhar no jogo de computador Quake, na id Software, Newell e o seu colega de trabalho Mike Harrington deixaram a Microsoft para fundar a Valve em 1996.[2] Ele e Mike usaram o dinheiro de seus próprios bolsos para fundar a Valve com o desenvolvimento de Half-Life.

Durante a produção de Half-Life 2, ele passou vários meses se concentrando no projeto Steam.[3]

Em 2007, Newell expressou publicamente o seu desgosto em relação a desenvolver o seu software para consoles, em particular o PlayStation 3. Gabe já foi citado por ter dito que ter que desenvolver processos para o console, em geral, era "perda de tempo para todos"[4] e "um desastre de vários níveis". Ele também afirmou que, mesmo tão tarde, a Sony deveria cancelar a venda do console e refazê-lo do zero.[5] Apesar disto, na E3 de 2010, Newell participou da apresentação da Sony; ciente e sendo franco a respeito de seus comentários anteriores sobre o desenvolvimento para consoles, ele discutiu sobre a natureza aberta da plataforma PlayStation 3, e anunciou Portal 2 para o console, denotando que com o suporte a Steamworks, o PS3 teria a melhor versão do jogo entre os consoles.[6] Newell também criticou o serviço da Xbox Live, referindo-se a ele como "um acidente de trem".[7]

Em dezembro de 2010, Forbes nomeou Newell como "Um Nome que Você Deve Conhecer", sobretudo devido ao seu trabalho em criar parcerias entre a Steam e múltiplas desenvolvedoras.[8] [9] Em março de 2012, Forbes estimou que o valor do patrimônio líquido de Gabe era de 1,5 bilhões de dólares, classificando-o na posição número 854 de 1.226 bilionários globais.[10]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Gabe é casado com Lisa Newell e tem dois filhos.[11] Ele sofreu da distrofia de Fuchs, uma doença congênita que afeta a córnea, mas foi curado com dois transplantes de córnea em 2006 e 2007.[12]

Os seus jogos favoritos são Super Mario 64, Doom, e Star Trek jogando em um computador Burroughs. Doom o convenceu que jogos eletrônicos eram o futuro do entretenimento, e Super Mario 64 o convenceu que jogos são arte.[13]

Referências

  1. Victoria Murphy Barret (12 de Dezembro, 2005). It's A Mod, Mod Underworld (em inglês). Revista Forbes.com.
  2. a b CVG Staff (28 de Setembro, 2007). Creative Minds: Gabe Newell (em inglês). computerandvideogames.com.
  3. Geoff Keighley. The Final Hours of Half-Life 2 (em inglês). GameSpot UK.
  4. Mark Androvich. PS3 a "waste of time" says Valve's Newell (em inglês). GamesIndustry.biz.
  5. Stuart Bishop. Valve: PS3 a "total disaster on so many levels" (em inglês). computerandvideogames.com.
  6. Tom Bramwell. Portal 2 coming to PlayStation 3 (em inglês). Kotaku.com.
  7. Mike Fahey. Valve Figured Microsoft Would Fix The Xbox Live Train Wreck (em inglês). Kotaku.
  8. Forbes lists Gabe Newell as a 'name you should know' (em inglês).
  9. Eddie Makuch (20 de Dezembro, 2007). Forbes lists Gabe Newell as a 'name you need to know' in 2011 (em inglês). Au.gamespot.com.
  10. Valve's Gabe Newell Is The Newest Video Game Billionaire (em inglês). Forbes (07 de Março, 2012).
  11. Sally Macdonald. TUNED TO THE DUNES (em inglês). Seattle Times.
  12. The Master of Online Mayhem (em inglês). Forbes (09 de Fevereiro, 2011). Arquivado do original em 2012-05-26. "O fundador da Valve, vendedora de jogos eletrônicos, sofre da distrofia de Fuchs, uma doença congênita que lentamente destrói a córnea. 'Eu tenho olhos de gente morta', disse ele na época. Transplantes de córneas em 2006 e 2007 curaram e o mudaram completamente."
  13. Gabe Newell: My 3 favourite games (em inglês). Computer and Video Games (04 de Abril, 2011).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gabe Newell

Entrevistas: