Grand Theft Auto V

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grand Theft Auto V
Desenvolvedora Rockstar North
Publicadora(s) Rockstar Games
Distribuidora Take-Two Interactive
Diretor Adam Fowler
Produtor Leslie Benzies
Designer Aaron Garbut
Escritor(es) Dan Houser[1]
Michael Unsworth
Robert Humphries
Compositor(es) The Alchemist
Oh No
Tangerine Dream
Woody Jackson
Motor RAGE[2] com Euphoria[3] e Bullet Physics Library[3]
Plataforma(s) Microsoft Windows
PlayStation 3
PlayStation 4
Xbox 360
Xbox One
Série Grand Theft Auto
Data(s) de lançamento PlayStation 3 & Xbox 360
17 de Setembro de 2013,[4]
  • BR 19 de Setembro de 2013[5]

PlayStation 4 & Xbox One
18 de Novembro de 2014[8]

Microsoft Windows
27 de Janeiro de 2015[8]

Gênero(s) Acção-aventura, mundo aberto[9]
Modos de jogo Um-jogador, multijogador online
Classificação Inadequado para menores de 18 anos i DEJUS (Brasil)[10]
Inadequado para menores de 17 anos i ESRB (América do Norte)[11]
R 18.svg i OFLCA (Austrália)[12]
Inadequado para menores de 18 anos i PEGI (Europa)
Inadequado para menores de 18 anos i USK (Alemanha)
Mídia 2x DVD-DL (Xbox 360)
Disco Blu-ray (PlayStation 3), (PlayStation 4) e (Xbox One)
Requisitos mínimos Supostos requisitos mínimos (ainda não anunciados oficialmente):

Processador: Core 2 Duo E8200 2.66GHz Memoria RAM: 4 GB Sistema Operacional: Windows 7 64, Windows 8 64, Windows 8.1 64, Windows 10 64 DirectX: 11 Espaço: 20 GB Livres no disco rígido

Grand Theft Auto V é um jogo eletrônico de ação e aventura em mundo aberto disponível nos modos de primeira e terceira pessoa que foi desenvolvido pela empresa britânica Rockstar North e publicado pela Rockstar Games no dia 17 de setembro de 2013 para PlayStation 3 e Xbox 360. Uma nova versão foi lançada para a nova geração de consoles de videogame em 18 de novembro de 2014 e estará disponível para Microsoft Windows no dia 27 de janeiro de 2015. É o décimo quinto jogo da série Grand Theft Auto (incluindo expansões) desde Grand Theft Auto IV (2008) e a continuação do universo fictício que foi introduzido nesse jogo.

Em Grand Theft Auto V, a história decorre na cidade fictícia de Los Santos, no estado de San Andreas e nos seus arredores, baseada na moderna Los Angeles e na Califórnia do Sul. Los Santos era uma das três cidades do jogo Grand Theft Auto: San Andreas, lançado em 2004. Pela primeira vez na série, em Grand Theft Auto V existem três protagonistas jogáveis: Michael De Santa, Trevor Philips e Franklin Clinton. A história segue os seus esforços para planear e executar seis grandes assaltos a acumular riqueza para si mesmos, além dos seus conflitos particulares como homens de personalidades completamente distintas.

Um modo multijogador online, chamado Grand Theft Auto Online[13] (ou GTA Online) também está incluído no jogo permitindo até dezesseis jogadores fazerem tarefas e missões cooperativas e competitivas dentro do cenário usado no modo historia. Os produtores visionaram Grand Theft Auto V como um sucessor espiritual de alguns dos seus projetos anteriores, como Red Dead Redemption e Max Payne 3. A produção começou pouco depois do lançamento de Grand Theft Auto IV, e focou-se na inovação das mecânicas centrais da série ao dar ao jogador o controle dos três protagonistas.

Grand Theft Auto V foi universalmente aclamado pela crítica especializada e pela comunidade de fãs pela sua história, os personagens, a apresentação e a jogabilidade em mundo aberto. Os agregadores de críticas GameRankings e Metacritic deram à versão PlayStation 3 97.01% e 97/100 e à versão Xbox 360 97.5% e 97/100, respectivamente, fazendo de Grand Theft Auto V um dos jogos mais bem avaliados de sempre. Grand Theft Auto V ganhou diversos prémios "Jogo do Ano" de várias publicações da especialidade. Também gerou muita controvérsia devido à representação de temas violentos, como o uso de tortura e a psicopatia de Trevor, bem como o tratamento dado às mulheres. Um sucesso comercial, Grand Theft Auto V rendeu para a Take Two $800 milhões de receita nas primeiras 24 horas de vendas (batendo o recorde de Call of Duty: Black Ops II que tinha rendido $500 milhões), e $1 bilhão nos primeiros três dias, o que fez com que se tornasse o maior lançamento da história do entretenimento e o produto que mais vendeu em menos tempo.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Grand Theft Auto V é um jogo de ação-aventura jogado em primeira ou terceira pessoa. O jogador usa combate de corpo a corpo, armas e explosivos para lutar contra inimigos, e pode correr, saltar, nadar ou usar veículos para navegar pelo mundo do jogo. Em combate, uma mira-automática e um sistema de cobertura podem ser usados como assistência contra os inimigos.[14] Um dos objetivos do jogador é completar missões para progredir na história, e tal como outros jogos em mundo aberto, essas podem ser completadas segundo a vontade do jogador. Se o jogador comete atos ilegais enquanto joga, poderá haver uma resposta pelas forças da autoridade. A respostas destas forças é medido por uma barra de "Wanted" (Procurado, em português); se o jogador continuar a cometer crimes ou se responde com agressão, a barra acumula estrelas, e os esforços das forças de autoridade para incapacitar o jogador tornam-se pro-ativos.[14]

Em Grand Theft Auto V, o jogador pode-se proteger por trás de objectos durante os tiroteios, para evitar danos dos inimigos.

O modo de um jogador de Grand Theft Auto V é jogador através de três protagonistas controlados pelo jogador; Michael, Trevor e Franklin, criminosos cujas histórias se interligam à medida que completam missões. Enquanto interage com o mundo do jogo, o jogador pode trocar de protagonista à sua vontade. Durante as missões, trocar de personagem poderá ser apenas por necessidade no sentido de se completar certos objetivos, ou como uma opção alternativa para encontrar maneiras criativas de interagir com os personagens; por exemplo, numa missão Michael faz rappel no exterior de um edifício, Franklin dá cobertura com armas, e Trevor controla o helicóptero de fuga, e o jogador pode trocar entre eles para se adequar a um estilo preferido de jogar.[15] Cada protagonista controlado pelo jogador tem um numero de oito habilidades, representações numéricas das suas habilidades em certas áreas, como disparar ou conduzir. Para cada protagonista, as oito habilidades "especiais" determina a sua eficácia em empreender uma habilidade que é única para o personagem respectivo; Michael consegue entrar em bullet time em combate, Franklin consegue abrandar o tempo enquanto conduz e Trevor consegue criar o dobro dos danos nos inimigos quando recebe mais de metade dos danos em combate. Existe uma barra no HUD de cada personagem que esvazia quando a habilidade é usada, mas vai enchendo com o tempo quando a habilidade não está a ser usada.[16] Apesar do jogador poder completar missões como qualquer um dos três protagonistas, nalgumas das missões mais difíceis poderá ser necessária a assistência de cúmplices controlados pela IA, com habilidades únicas como conduzir ou penetrar em sistemas informáticos, que ficarão com uma parte da recompensa depois de se completar a missão.[17] Empregar estratégias diferentes para completar uma missão é encorajado pelo jogo; por exemplo, numa missão de roubo o jogador pode dominar civis com um agente incapacitante se o stealth é favorecido, ou criar o pânico na zona com as armas à mostra.[18]

O jogo é apresentado em mundo aberto, com um amplo mapa, em que o jogador pode percorrer livremente quando não está numa missão. O mundo tem uma zona rural e a cidade fictícia de Los Santos, e é consideravelmente maior do que os anteriores capítulos da série.[19] O jogador pode usufruir de variados modelos veículos para explorar o mundo do jogo, e para acomodar o tamanho do mapa o jogo introduz veículos novos que estavam ausentes no antecessor Grand Theft Auto IV, como aviões e bicicletas.[20] Enquanto anda livremente pelo mundo, o jogador pode participar em várias actividades especificas de um contexto; por exemplo, é dado ao jogador equipamento de mergulho para explorar as secções subaquáticas do mundo, ou um para-quedas para praticar BASE jumping. Cada personagem tem um smartphone que pode ser usado para contactar amigos, participar em actividades ou aceder à Internet em-jogo.[16] A Internet pode ser usada para comprar propriedades como casas ou negócios, e aceder ao mercado bolsista para permitir ao jogador ser accionista em vários negócios; cada personagem pode receber rendimentos ao comprar negócios ou a vender acções.[20] O jogador pode comprar melhorias para a armas e veiculo de cada um dos protagonistas, e alterar a sua aparência ao comprar roupas, penteados, tatuagens e jóias.[16]

Já o jogo na nova geração de consoles (Xbox One e PlayStation 4) e para PC tem um modo de visão em primeira pessoa que poderá ser utilizado tanto no modo história, quanto no multijogador. Esta visão funcionará tanto no uso de armas e itens secundários (celular), quanto nos carros e aviões (visão Cockpit).

Grand Theft Auto Online[editar | editar código-fonte]

O multijogador em GTA V tem o nome de Grand Theft Auto Online.[21] Em finais de 2012, a Rockstar afirmou que "redefinir o multijogador em mundo aberto em algo realmente muito especial" teve um enorme foco na produção de Grand Theft Auto V.[22] [23] [24] Grand Theft Auto Online foi concebido para ser uma experiência em separado, que se materializaria no seu próprio jogo num mundo em constante evolução.[25] Grand Theft Auto Online permite até dezesseis jogadores explorar livremente o ambiente do jogo do modo de um jogador.[26] Os jogadores podem se ajudar uns aos outros em várias atividades, como corridas ou assaltos a bancos. Para muitas dessas actividades, os parâmetros podem ser determinados pelos jogadores, como criar a pista para as corridas ou criar a zona de armas para os jogos deathmatch.[27]

O multijogador competitivo coloca equipas de jogadores, conhecidas como "crews" (equipas), umas contra as outras em jogos de deathmatch . "Crews" do multijogador de Max Payne 3 passarão para Grand Theft Auto Online; através do Social Club. A Rockstar Games está focada em interligar os modos multijogadores dos seus jogos.[28] Um jogador pode pertencer até cinco equipas, ou criar a sua própria. O sucesso em jogos no multijogador dará ao jogador pontos de experiência para a sua equipa, progredindo assim nas tabelas de liderança online.[28]

Aquando do lançamento, os jogadores depararam-se com dificuldades para ligar-se aos servidores do jogo e ao serviço Social Club e bloqueios durante os tempos de carregamento nas missões iniciais.[29] [30] [31] Em resposta, foi lançada uma actualização para as consolas, resolvendo os problemas;[32] as micro-transações também foram suspensas como meio de precaução.[33] Os problemas persistiram durante a segunda semana após o lançamento, com alguns jogadores a relatarem que os progressos para seus personagens tinham desaparecido.[34] [35] A 10 de Outubro de 2013 foi lançada uma nova actualização pela Rockstar para prevenir as ultimas queixas.[36] A 5 de Novembro de 2013 foi editada uma nova atualização (1.05) para corrigir vários problemas técnicos, como por exemplo perdas de progressão e de dinheiro usado online.[37] Como compensação pelos problemas, a Rockstar começou a oferecer a partir de 7 de Novembro de 2013 um estimulo de GTA$500,000 (moeda usada em-jogo), a todos os jogadores que estão ligados a Grand Theft Auto Online desde o seu lançamento.[38]

Grand Theft Auto Online ficou disponível a 1 de Outubro de 2013, e a equipa de produção irá continuar a produzir conteúdo adicional para o serviço após o seu lançamento, disponibilizado através de atualizações;[39] [40] por exemplo o pacote gratuito ‘Beach Bum’, que ficou disponível a 19 de Novembro de 2013, que inclui trabalhos adicionais entre outras opções.[41]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em Grand Theft Auto V, o jogador controla três personagens que têm as histórias interligadas. Michael é um ex-assaltante de bancos na casa dos quarenta anos que vive com uma família disfuncional, consequência da sua vida passada. Michael vive nos subúrbios de classe alta de Rockford Hills, baseado em Beverly Hills. Trevor vive sozinho num atrelado no deserto de Blaine County. Trevor é ex-militar e um antigo companheiro de Michael. Franklin vive com sua Tia Denise em Chamberlain Hills, um bairro de classe média-baixa muito próximo da violência das gangues de rua.[42]

De acordo com Dan Houser, cada um dos protagonistas é muito diferente de qualquer outro que apareceu na série Grand Theft Auto: Michael representa alguém que "venceu" na vida e agora tenta ajustar a sua vida depois da sua história ter chegado a um fim; Trevor é um ex-piloto da força aérea americana; Franklin é alguém que nunca foi exposto à vida.[43]

Tudo começa quando Michael, Trevor e Brad estão assaltando um banco em North Yankton. Os três colocam os reféns em um armário e explodem a porta do cofre; quando Michael pega o dinheiro, ele é interceptado por um guarda, mas, Trevor atira em seu rosto e os três fogem até um carro de fuga. Depois de um intenso tiroteio com vários policiais, eles chegam até um carro preparado para fugir com um comparsa cujo nome não é mostrado. Na fuga, uma viatura persegue os quatro e conseguem matar o motorista, Michael então assume o volante e se livra da viatura empurrando até uma árvore; o objetivo do trio é chegar até um helicóptero para despistar a polícia, porém, um bloqueio policial os impede de ir pelo caminho normal e tomam uma rota alternativa passando pela linha de um trem que bate na lateral do carro de fuga inutilizando-o. Perto de fugir, um sniper atira na perna de Brad que não consegue mais se levantar, Trevor e Michael discutem se deixam ou não o companheiro para trás, no meio da discussão, Michael leva um tiro na perna e pede para Trevor fugir para continuar vivo; Trevor fica em dúvida no início e faz um tiroteio com vários policiais, depois de algum tempo, ele decide fugir e encontra uma garota que serviria de refém, no entanto, três policiais aparecem e Trevor joga a garota em cima de um deles e foge; o policial pede para os outros dois pegarem Trevor só que ele correu para um campo aberto e aproveitou a nevasca para fugir.

Depois disso, começa uma cutscene em que mostra o enterro de Michael e algumas pessoas chorando, e Michael observando tudo atrás de umas poucas árvores e fumando enquanto o caixão é posicionado.

Depois disso, começa toda a história do jogo e o interligamento dos personagens e as suas histórias com um grande enredo.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2009, durante uma entrevista com o jornal inglês The Times, o produtor de Grand Theft Auto, Dan Houser discutiu seu trabalho, incluindo o futuro da série. Confirmando pela primeira vez que a equipe começou a pensar em Grand Theft Auto V, e que também declarou que pretendia escrever um enredo que atingiu cerca de mil páginas. [44]

Em julho de 2010, a Rockstar North postou sete anúncios de emprego relacionados com um novo título. A empresa olhou para preencher posições, incluindo artista de ambiente, programadores físicos e animadores de caracteres. O anúncio de emprego estaria procurando pessoas com "experiência profissional em desenvolvimento de um jogo de ação em terceira pessoa".[45]

Em dezembro de 2010, o presidente da Take-Two, Strauss Zelnick, disse que a empresa "não vai anualizar" os seus maiores franchises como Grand Theft Auto, Max Payne e Red Dead (Revolver/Redemption). Ele disse à Reuters que isso iria ameaçar a sua qualidade e corria o risco de afastar os consumidores.[46]

Em fevereiro e março de 2011, houve várias fugas menores de supostas produções Grand Theft Auto, incluindo registos de nomes de domínio,[47] e castings com personagens anteriores da série.[48] Os primeiros sinais do jogo entraram online em fevereiro de 2011, através de um CV de um ator,[49] que foi seguido pela descoberta de URL's registados estilo GTA.[50] Em março uma série de castings para voz para um projeto com um título de trabalho Rush vazaram para a internet. Considerando que uma função incluía James Pedeaston, uma personalidade do rádio em Grand Theft Auto: San Andreas, o projeto presume-se então que foi preocupação da Rockstar.[51] [52] [53]

Em junho de 2011, fontes supostamente próximas do produtor disse que o título está no "bom caminho", com retoques finais como mini-jogos que estão já a ser aplicados, e lançamento para 2012 "bastante provável". "É um dos grandes", eles também disseram do jogo, observando que a escala de GTA V é vasta.[54]

Numa entrevista à PSM3, co-fundador da Team Bondi, Brendan McNamara, foi-lhe perguntado se a Rockstar (que publicou o título L.A. Noire) considerou se a tecnologia da qual são proprietários, MotionScan, seria usada para o jogo GTA seguinte. McNamara respondeu: "Sim, eu acho que eles estão olhando para ele para cada jogo. L.A. Noire é um jogo enorme, Grand Theft Auto é incrivelmente grande, então você tem todos os problemas de quão grande o elenco seria e quantas linhas você teria para gravar e todo esse tipo de coisas. Obviamente que gostaria e eles são mais que bem-vindos para utilizar a MotionScan, mas se eles decidirem que não é certo para isso e querem usá-lo para um outro jogo, então tudo bem também ".[55]

Dan Houser disse que apesar de GTA V ter uma banda sonora para as missões inspirada em títulos anteriores da Rockstar como Red Dead Redemption ou Max Payne 3, as tradicionais estações de rádio irão manter-se.[56] O enorme tamanho de Los Santos era necessário para acomodar melhor os voos.[57] Dan Houser disse que foi contra a que o novo jogo da série decorresse fora dos EUA.[58] A ideia de incluir três protagonistas em GTA V veio das histórias entrelaçadas de GTA IV, incluídas nas expansões Episodes from Liberty City.[59] Houser argumentou que os melhores jogos de saem sempre no final de cada geração, afirmando que o tempo tem sido gasto para obter o máximo de proveito da tecnologia actual.[60] Leslie Benzies, chefe da Rockstar North, disse que "esperamos que GTA V faça tanto pelos jogos de multijogador em mundo aberto como GTA III fez pelos jogos para um jogador."[61] Em entrevista à IGN, Dan Houser disse que as versões para PC ou Wii U estão a ser consideradas pela Rockstar, mas ainda sem anuncio oficial.[62]

O tema central da história de Grand Theft Auto V é a "perseguição ao todo poderoso dólar".[63] O conteúdo das missões é estruturado ao redor dos personagens principais, no seu esforço para planear e executar assaltos muito complicados para acumularem riqueza para si mesmos. A decisão da equipa de ter o dinheiro como foco principal foi em resposta à crise financeira de 2007-2008; os efeitos da crise nos personagens são o catalisador para os seus assaltos.[64] "Queríamos o sentimento de pós-crise, porque trabalha tematicamente neste jogo sobre ladrões de banco", explicou Houser.[65]

A equipa construiu a história em redor dos assaltos baseados na reacção positiva que tiveram sobre a missão "Three Leaf Clover" em Grand Theft Auto IV, na qual é planeado um assalto, coordenado e executado pelo protagonista principal Niko Bellic e seus cúmplices.[66] Houser fez notar que apesar da missão ter sido bem recebida, a equipa no entanto não reproduziu bem a emoção de um assalto e queriam que tal acontecesse em Grand Theft Auto V. "Queríamos ter um bom par de assaltos a bancos realmente fortes. [...] Parecia que era um bom dispositivo que nunca tinha usado no passado. Repetindo a nós mesmos é um medo quando estamos fazendo jogos, em que parte da evolução é apenas tecnológica," explicou Houser.[67] Há seis missões de grandes assaltos em Grand Theft Auto V, e muitas das missões de intervalo giram em torno dos esforços para coordenar o trabalho e montar uma equipa.[68]

A 2 de Julho de 2013, a Rockstar anunciou que Grand Theft Auto V terá de ter uma instalação obrigatória de aproximadamente 8GB na PlayStation 3 e na Xbox 360. A versão Xbox 360 terá dois discos: o primeiro com a instalação e o segundo para ser usado para jogar o jogo.[69] A Rockstar também confirmou que será necessário o disco rígido da Xbox 360 ou um disco externo (no mínimo USB 2.0 com 15 mb/s de velocidade de leitura e formatado para Xbox 360) para a instalação inicial na Xbox 360. Para PlayStation 3, o jogo terá apenas um disco.[21] [69]

A 23 de Agosto de 2013, foi noticiado que alguns possuidores europeus de PlayStation 3 que fizeram a pré-reserva de Grand Theft Auto V, conseguiam fazer a transferência de alguns aspectos do jogo, incluindo a banda-sonora, assim como diálogos entre personagens.[70] [71] [72] Mais tarde, durante esse dia ouve fuga de detalhes do jogo, e nos dias seguintes, antes da Sony remover o Imagem de pré-reserva da PlayStation Network europeia afirmando que "Pedimos sinceras desculpas à Rockstar e aos fãs de GTA em todo o mundo que foram expostos aos conteúdos."[73] [74] A Rockstar mais tarde afirmou que "estão profundamente desapontados pelas fugas de informação que estão a ser espalhadas antecipadamente ao lançamento" e que o jogo já estava na fase gold da sua produção.[75]

O jogo demorou cinco anos a ser produzido,[76] por uma equipa de cerca de 250 pessoas. O analista dos média Arvind Bhatia estimou que a produção do jogo custou acima dos US$200 milhões,[77] e o repórter do The Scotsman Marty McLaughlin afirmou que o somatório entre a produção e o marketing excedeu os £240 milhões (US$265 milhões), o que faz de Grand Theft Auto V um dos videojogos mais dispendiosos de sempre.[78]

Cenário[editar | editar código-fonte]

Os produtores estudaram com muita profundidade Los Angeles e reproduziram muitos dos pontos de interesse da cidade em Grand Theft Auto V, como o Sinal de Hollywood.

O mundo aberto de Grand Theft Auto V decorre no estado fictício de San Andreas, modelado a partir da Califórnia do Sul. San Andreas já tinha sido usado como o cenário para um jogo anterior da série, Grand Theft Auto: San Andreas, que incluía três cidades separadas por zonas de campo. O mundo de Grand Theft Auto V, no entanto, só inclui uma cidade, Los Santos,[79] e continua e recriação do universo fictício introduzido em Grand Theft Auto IV.[nota 1] Ao focar o seu trabalho apenas numa cidade em vez de três, a equipa conseguiu assim produzir Los Santos em maior escala e qualidade.[15] Para ambos os jogo, Los Angeles foi usada como modelo para Los Santos,[82] mas a equipa sentiu que a ambição de ter três cidades em Grand Theft Auto: San Andreas era demasiada e que o jogo não recriou as cidades como eles esperavam. Houser afirmou que "para fazer uma versão adequada de L.A., [...] o jogo teria de te dar aquela sensação de expansão — senão mesmo replica-la", e dividindo o orçamento e mão de obra entre várias cidades teria retirado aquela sensação de capturar "L.A. tal como é".[15] O directo de arte Aaron Garbut, sentiu que na era PlayStation 2 a equipa não tinha as capacidades técnicas para capturar Los Angeles adequadamente, e como resultado Los Santos em San Andreas parecia mais "um nível de um jogo com transeuntes a andar por ali aleatoriamente".[15] Por conseguinte, a equipa desconsiderou San Andreas como ponto para Grand Theft Auto V, porque já estavam numa nova geração de consolas desde San Andreas e queriam construir a cidade desde o inicio. Como Garbut explicou, com a mudança para o hardware da PlayStation 3 e Xbox 360, "os nossos processos e a fidelidade para com o mundo evoluiu muito desde San Andreas" que usá-lo como modelo seria redundante.[15] Los Angeles foi extensivamente estudada para o jogo. A equipa organizou viagens de pesquisa no terreno com guias turísticos e historiadores de arquitectura capturando cerca de 250,000 fotografias e várias horas de vídeos durante essas visitas.[83] Também foram estudados modelos virtuais da cidade, dados de census e documentários para recriar a propagação geográfica e demográfica de Los Angeles.[15]

A equipa não tinha apenas como objectivo recriar a moderna cidade de Los Angeles, mas também uma criação aberta da Califórnia do Sul, que inclui uma vasta zona rural em redor de Los Santos.[9] O objectivo da equipa de produção era criar um mundo de larga escala, sem no entanto disso resultar um espaço vazio. Por conseguinte, focaram-se em condensar o mundo aberto do campo num lugar jogável que seria diversificado e detalhado.[83] Tal resultou no desenvolvimento de um mundo em maior escala do que em jogos anteriores; Garbut sugeriu que o mundo é suficientemente grande para caber dentro dele os mapas de San Andreas, Grand Theft Auto IV e Red Dead Redemption (2010).[19] Por forma a acomodar o tamanho do mundo, a equipa melhorou o motor RAGE, que permite ao jogo criar enormes distancias gráficas, superior a capítulos anteriores da série.[15] O enorme e aberto espaço também necessitou da introdução de aeronaves, algo que ficou fora de Grand Theft Auto IV devido à escala mais pequena do mundo, limitando assim a eficácia do voo.[84] "Queríamos algo enorme [para permitir que o jogador] voasse correctamente", explicou Houser.[68] Em adição, povoar o mundo com vida selvagem foi outra das exigências para qual o espaço aberto foi feito. O produtor Leslie Benzies explicou: "devido à escala do mapa [em GTA V] e os diferentes tipos de áreas envolvidas, ter uma zona rural sem animais seria um pouco oco".[61]

Música[editar | editar código-fonte]

Grand Theft Auto V é o primeiro jogo da série que tem uma banda sonora original.[56] [85] Para trabalhar na banda sonora, a equipa trouxe o grupo Tangerine Dream em colaboração com Woody Jackson (Red Dead Redemption, L.A. Noire, Max Payne 3) e os produtores de hip-hop The Alchemist e Oh No.[85] Tangerine Dream e Jackson compuseram cerca de 30 a 40 horas de música que faz parte das missões do jogo para aumentar o sentido de atmosfera; adicionalmente, a musica toca dinamicamente por todo o jogo seja no modo um jogador ou multijogador online.[85] [68] [86]

Tal como os jogos anteriores da série, Grand Theft Auto V também tem música licenciada que se pode ouvir nas rádios em-jogo. A banda sonora foi "concebida para abranger a amplitude da cena musical na moderna cidade de Los Angeles."[85] Cerca de 240 canções foram licenciadas, distribuídas por quinze estações de rádio de vários géneros musicais. A rádio também inclui duas estações de assuntos generalistas com locutores da vida real, como por exemplo Stephen Pope e Nathan Williams da banda Wavves.[85] [86]

Em 24 de Setembro de 2013 foi editada no iTunes The Music of Grand Theft Auto V, a banda sonora contendo algumas das faixas existentes no jogo. Várias canções licenciadas estão incluídas, assim como as canções originais feitas especificamente para o jogo. The Music of Grand Theft Auto V foi editada em três volumes: Volume 1: Original Music, Volume 2: The Score e Volume 3: The Soundtrack.[87]

Marketing e promoção[editar | editar código-fonte]

Conteúdo da Collector’s Edition.

A existência de Grand Theft Auto V foi dada a conhecer pela Rockstar Games a 25 de Outubro de 2011, através de um anuncio na página oficial e na conta Twitter da empresa.[88] O conhecimento da existência do jogo causou vários efeitos na companhia parente, a Take-Two Interactive, com as acções da empresa a aumentarem 7% a seguir ao anuncio.[89] Jornalistas fizeram notar que o anuncio de Grand Theft Auto V criou uma antecipação significativa na indústria dos videojogos, devido à importância cultural da série Grand Theft Auto e pelo facto de que Grand Theft Auto V ser um dos últimos títulos lançados exclusivamente para a sétima geração de consolas de videojogos.[90]

Como parte do esforço promocional, o jogo foi extensivamente promovido através de vídeos e demonstrações de imprensa. O vídeo inicial foi lançado a 2 de Novembro de 2011,[91] acompanhado com um comunicado de imprensa confirmando o cenário do jogo.[92] [93] Um ano depois, uma equipa da Game Informer cobriram um capitulo com Grand Theft Auto V para a edição de Dezembro de 2012 da revista, acompanhado por um vídeo lançado a 14 de Novembro de 2012 que apresentava os três protagonistas.[15] [94] Durante o ano de 2013, a Rockstar Games promoveu de uma forma extensiva o jogo através de vídeos e de exibições de imprensa, concluindo com o ultimo vídeo a 29 de Agosto de 2013 antes do lançamento mundial a 17 de Setembro.[95]

Para encorajar as pré-vendas do jogo, a Rockstar Games colaborou com vários retalhistas para promover "edições especiais" do jogo. A "Special Edition", por exemplo, inclui um pacote especial, um mapa e códigos para desbloquear conteúdo adicional.[96] A editora também colaborou com a Sony Corporation para lançar uma consola PlayStation 3 de 500GB que inclui uma cópia do jogo, trinta dias de experiência no serviço PlayStation Plus e uns auriculares Grand Theft Auto V.[97] A Rockstar contratou Shelby Welinder, uma modelo e actriz inglesa para servir como modelo para a loira na praia encontrada na arte promocional de Grand Theft Auto V.[98]

Pouco antes do lançamento de Grand Theft Auto V, ficou disponível a aplicação iFruit para iOS, que permite ao jogador personalizar os seus carros, criar placas de matricula para a história de Grand Theft Auto V e para Grand Theft Auto Online, assim como cuidar e ensinar truques a Chop, o rottweiler do amigo de Franklin, para desbloquear habilidades adicionais.[99] [100] No inicio, foram encontrados problemas no Social Club para ligar ao iFruit,[101] tal ficou resolvido a 25 de Setembro de 2013.[102] iFruit ficou disponível para os aparelhos Android a 29 de Outubro de 2013.[103]

Para celebrar o lançamento de Grand Theft Auto V, foi criado um concurso no Facebook e no Twitter para os participantes terem a possibilidade de ganhar um dos cinquenta pacotes de prémios.[104] Grand Theft Auto V foi seleccionado para ser apresentado no 51º New York Film Festival, com dois painéis de discussão e um concerto ao vivo.[105]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Criticas profissionais[editar | editar código-fonte]

Grand Theft Auto V recebeu aclamação universal dos críticos e dos fãs pela sua história, os personagens, a apresentação e a jogabilidade em mundo aberto. Os sites de criticas agregadas GameRankings e Metacritic deram à versão PlayStation 3 97.01% e 97/100[129] [131] e à versão Xbox 360 96.20% e 97/100,[130] [132] fazendo de Grand Theft Auto V um dos jogos mais bem cotados de sempre. É actualmente, em igualdade com outros, o quinto melhor jogo de sempre no Metacritic, atrás de Tony Hawk's Pro Skater 2, SoulCalibur, Grand Theft Auto IV e The Legend of Zelda: Ocarina of Time[133] e o quinto melhor no GameRankings, atrás de Super Mario Galaxy, Super Mario Galaxy 2, Grand Theft Auto IV e The Legend of Zelda: Ocarina of Time.[134] O GameRankings também o coloca como o segundo melhor jogo de sempre para PlayStation 3, atrás de Grand Theft Auto IV,[135] e o terceiro melhor para Xbox 360, atrás de Grand Theft Auto IV e The Orange Box.[136]

Aclamação foi dirigida à mecânica de troca de personagem por aumentar e melhorar as sequências de acção e permitir ao jogador explorar o mundo de um modo mais livre. Matt Bertz da Game Informer diz que ter vários personagens disponíveis para jogar durante muitas das missões, aumenta o ritmo dos tiroteios, mantendo o jogador "no cerne da acção".[115] Tom Bramwell da Eurogamer notou que a troca de personagens permite ao jogador ser mais táctico na abordagem dos tiroteios, ao preparar os personagens em diferentes pontos estratégicos, resultando em "muito menos galerias de tiro padrão" que em jogos anteriores Grand Theft Auto.[137] Keza McDonald da IGN concorda com Bramwell, explicando que, dando ao jogador várias personagens impede as missões de serem "estereotipadas" oferecendo assim escolha na abordagem às sequências de acção.[120] A equipa da Edge também elogiou muito a mecânica por permitir que o jogador progrida na história sem ter de percorrer longas distancias a conduzir para chegar aos locais de missão, eliminando os tempos de viagem por controlar a personagem mais perto do ponto de inicio.[111]

O mapa e o ambiente também foram muito elogiados pelos críticos, complementando a recriação autêntica de Los Angeles, excedendo o mundo de Grand Theft Auto IV. Jeff Gertsmann do Giant Bomb chamou à cidade "uma evocação muito agradável Los Angeles".[119] Brandon Jones da GameTrailers fez notar que "o mapa de Los Santos é um trabalho interessante dos pontos de principais de Los Angeles."[118] Hollander Cooper da GamesRadar chamou ao mapa "massivo e detalhado."[117] Chris Plante da Polygon descreveu o mundo como "muito acreditável".[126] Adam Sessler da Rev3Games diz que o "desenho do mundo é empolgante".[138] Stephen Totilo da Kotaku diz que o jogo é "uma melhoria na fórmula Grand Theft Auto, colocada no mundo mais denso, mais interessante e com melhor aspecto que a Rockstar alguma vez criou."[139] Bramwell e Jim Sterling da Destructoid elogiaram o jogo por adaptarem a geografia de Los Angeles num espaço de uma cidade diversa e bem projectada.[137] [110] A Edge identificou a fidelidade gráfica como um factor que ajudou a tornar o mundo agradável para jogar, destacando a iluminação e a ausência de ecrãs de carregamento como pontos fortes.[111] Luke Albiges da Play elogiou ainda as distâncias, assim como o clima e os sistemas de iluminação.[125] Mikel Reparez da Official Xbox Magazine notou as atmosferas contrastantes entre Liberty City e Los Santos, elogiando o afastamento do jogo em relação ao "cinzentismo" de Liberty City em Grand Theft Auto IV;[123] Joel Gregory da Official PlayStation Magazine também notou esse contraste, concluindo que Los Santos é "muito mais atraente".[124] McDonald da IGN elogiou a extensão do mundo do jogo, sendo da opinião que por causa dessa jogabilidade em mundo aberto, San Andreas parece um "mundo vivo" agradável de explorar, e referindo que Los Santos está acima de Liberty City.[120] Muitos reconheceram que o jogo e o seu mundo são como um pedaço satírico da cultura americana contemporânea, direccionando ainda mais elogios por fazê-lo.[110] [137] [120] [121] [124]

As melhorias feitas na mecânica do jogo, como a condução de veículos e o jogo de armas, foram apontadas pelos críticos o tornar o jogo acessível e divertido. Muitos favoreceram a capacidade de resposta dos veículos terrestres em Grand Theft Auto V sobre os jogos anteriores, notando que são mais fáceis de controlar.[116] [123] [125] [124] [140] "Os carros têm um sentido certo de peso, enquanto têm a agilidade necessária para conduzir através do tráfego a alta velocidade", explicou Bertz da Game Informer.[115] As mecânicas de disparo de armas também foram bem recebidas pela maior parte dos críticos.[115] [116] MacDonald elogiou a mira automática e o sistema de cobertura;[120] Sterling da Destructoid, no entanto, sentiu que apesar das melhorias, o "sistema de mira automática tem tiques e não é de muita confiança, enquanto as mecânicas de cobertura são datadas e desajeitadas".[110] A Edge é da opinião que as melhorias foram influenciadas por jogos anteriores da Rockstar; por exemplo, o controlo dos veículos é muito similar a Midnight Club: Los Angeles.[111] Tom Hoggins do The Telegraph fez notar que a inclusão dos pontos intermédios nas missões já vem com um longo atraso;[141] MacDonald disse que "até que enfim, a Rockstar derrotou um dos seus demónios mais persistentes: pontos intermédios nas missões".[120]

Os críticos dirigiram elogios para as missões de assalto por serem subjacentes à história e por servirem como as sequências de jogabilidade mais memoráveis​​. Bramwell elogiou as missões de assalto pelo sentido de profundidade, opinando que "cada assalto dá uma sensação de blockbuster".[137] Petit concorda com Bramwell, fazendo notar que o filme Heat serviu como influência de estilo, "na qual a construção dos crimes faz com que as cenas de acção sejam mais intensas e recompensadoras".[116] Jeff Gerstmann do Giant Bomb diz que as missões dos assaltos são a melhor parte da jogabilidade, fazendo notar que "o único grande problema é não haver mais".[119] As análises elogiaram também a personalização dada ao jogador em cada uma das missões de assalto. Xav de Matos do Joystiq descobriu que o jogador tem de ser metódico ao planear o assalto e a escolher os membros da equipa, elogiando o jogo por incentivar a criatividade para cada missão.[121] A Edge elogiou a curva de dificuldade à medida que o jogo progride, apontando que o jogador leva mais tempo a planear os assaltos nas missões mais tardias.[111] Chris Plante da Polygon elogiou a natureza cinemática das sequências de acção nos assaltos, resultado da possibilidade da troca de personagem, como se fosse "semelhante à edição de um filme, com o jogador a actuar como editor, mudando rapidamente para a perspectiva mais interessante em qualquer momento".[126] Adam Sessler diz que os assaltos nem sempre chegam ao máximo do seu potencial mas que no entanto todas as missões sentem-se essenciais.[138]

A história e os seus protagonistas, em particular Trevor, foram um dos principais focos de atenção dos críticos. Keza MacDonald, elogiou o desenvolvimento dos principais protagonistas, que tornam o desenrolar da história mais simples, eliminando inconsistências que ela sentiu haver no enredo de Grand Theft Auto IV, e que no caso de Grand Theft Auto V, a história desenvolve muita complexidade ao desenrolar-se em volta de três protagonistas, criando "excelente ritmo e muita variedade no enredo".[120] A Edge concordou com ela, notando que cada personagem justapõe-se ao outro devido ao seu passado e personalidade, falando de Trevor em particular como o favorito das escolhas pelos veteranos da série, devido à sua volatilidade.[111] Petit da GameSpot considera Trevor "um horrível, assustador, um ser humano psicótico -- um personagem terrifico."[116] Bramwell, no entanto, sentiu que Trevor fica abaixo dos outros personagens por ser "superficial e pouco convincente", um anti-herói sensacionalista, e que "as suas excentricidades desviam-se da narrativa" sobrepondo-se ao desenvolvimento de Michael e Franklin.[137] Gene Park da GameCritics diz que os personagens têm falta de dinamismo e que se Franklin representa o jogador que está agora a começar um jogo da série e Michael representa um que já a deixou, Trevor é aquele que não quer saber da história, apenas se contenta com destruição e caos.[142] Xav de Matos do Joystiq considera todos os três protagonistas antipáticos ao ponto de chegarem a ter um efeito negativo na história: "apesar de cada um deles ter um motivo válido na sua viagem, é difícil querer que tenham sucesso".[121] Também notou que a ambivalência entre Michael e Trevor torna-se cansativa até à conclusão da história, tornando-se num "ciclo sem fim aparente" do conflito entre eles, ao passo que Franklin é o único que "alcança um crescimento significativo".[121] Park tem a mesma opinião ao referir "que as conversas entre Michael e Trevor parecem sempre as mesmas até ao fim, a discutirem sobre coisas que a maior parte dos adultos resolviam com uma simples cerveja" e que Franklim até tem potencial mas é-lhe dado pouca história.[142] Greg Tito do The Escapist sentiu que os personagens sofriam de uma falta de simpatia, agindo apenas por ganância, sem senso de moral "puxando [o jogador] juntamente com eles."[127]

Devido à enorme dimensão do mundo, o nível técnico dos gráficos, as animações e as limitações de hardware, alguns críticos apontaram problemas ao jogar, incluindo quebras de fluidez (frame rate), glitches, crashes, popping e paragens de ecrã durante o jogo.[106] [107] [108] [117] [120] [122] [143] [140]

Vendas[editar | editar código-fonte]

Grand Theft Auto V foi um sucesso comercial; à meia noite de 17 de Setembro de 2013, o jogo foi colocado à venda em mais de 8,300 lojas na América do Norte, ao que o The New York Times chamou "o maior e mais imersivo espectáculo de entretenimento interativo".[144] Grand Theft Auto V tornou-se no maior valor de receitas de dia-um na história da série e da Take-Two Interactive, rendendo $800 milhões para a empresa nas primeiras 24 horas de vendas a nível mundial, batendo o anterior recorde de Call of Duty: Black Ops II que tinha rendido $500 milhões.[144] [145] [146] [147] Os números quase duplicaram as expectativas dos analistas para o titulo.[144] Três dias depois do lançamento o jogo já tinha ultrapassado $1 bilhão (2.5 bilhões de reais ou 740 milhões de euros) em vendas (mais de 16.5 milhões de unidades vendidas),[147] [148] [149] [150] batendo o anterior recorde de Call of Duty: Black Ops II, que precisou de 15 dias para superar esse valor.[148] [151] Seis semanas depois do lançamento, já tinham sido vendidas cerca de 29 milhões de cópias, ultrapassando os numeros de todo o historial de Grand Theft Auto IV.[152] [153] A 7 de Outubro de 2013, Grand Theft Auto V tornou-se no maior lançamento digital na PlayStation Store para PlayStation 3, ultrapassando o recorde de The Last of Us.[154] A 18 de Outubro de 2013, a Rockstar lançou a versão digital do jogo para Xbox 360,[155] tornando-se o jogo que mais vendeu no primeiro dia na Xbox Live.[156] As receitas dão ao jogo o estatuto de maior lançamento de sempre e o produto que mais rapidamente vendeu na indústria do entretenimento.[147] [148] [152]

No Reino Unido, Grand Theft Auto V tornou-se o jogo mais vendido de sempre na semana de lançamento, tendo vendido 2.4 vezes mais do que Grand Theft Auto IV e superado Call of Duty: Black Ops (o recordista anterior) por 250 mil unidades.[157] Grand Theft Auto V também bateu o recorde do primeiro dia de vendas com 1.57 milhões de cópias vendidas, gerando £65 milhões.[158] Em duas semanas, Grand Theft Auto V vendeu mais de 2.6 milhões de cópias (cerca de £90 milhões de lucro), correspondente a 52% dos jogos vendidos em Setembro de 2013.[159] Também naquela região, Grand Theft Auto V tornou-se no quarto videojogo mais vendido de sempre.[160] Também teve sucesso similar na América do Norte, Grand Theft Auto V foi o jogo mais vendido em Setembro de 2013, o que representou mais de 50% das vendas de software nesse mês,[161] e acresceu as vendas gerais de software em 52% comparado com Setembro de 2012.[162]

Após três semanas, Grand Theft Auto V ultrapassou o número total de vendas de Grand Theft Auto IV.[163] Na quarta semana, Grand Theft Auto V tornou-se o titulo que mais rapidamente ultrapassou a barreira de três milhões de cópias vendidas no Reino Unido, superando o historial de vendas de Black Ops II.[164]

Em Outubro de 2013 por altura do seu 15º aniversário, a Amazon revelou que Grand Theft Auto V se situava na quarta posição na lista de videojogos mais vendidos de sempre naquela cadeia de vendas online, atrás de Call of Duty: Modern Warfare 2, Call of Duty: Black Ops e Call of Duty: Modern Warfare 3.[165]

Prêmios e honras[editar | editar código-fonte]

Antes do lançamento, Grand Theft Auto V ganhou o prémio de Jogo Mais Antecipado do Ano pelos Spike Video Game Awards de 2012.[166] Depois do lançamento, ganhou o prémio Jogo do Ano nos Golden Joystick Award de 2013.[167] Em Good Game, Grand Theft Auto V foi nomeado para Melhor Jogo e Momento Mais Memorável.[168] [169] Nos PlayStation Awards, o jogo recebeu o Prémio Platina e o Prémio da Escolha do Publico.[170] Recebeu cinco nomeações nos Inside Gaming Awards, acabando por ganhar os prémios de Jogo do Ano e Mais Imersivo.[171] [172] Para os prémios Spike VGX, o jogo ganhou dois prémios: Jogo do Ano e Melhor Banda Sonora,[173] [174] para além de ser ainda nomeado para Estúdio do Ano (Rockstar North), Melhor Jogo de Acção-Aventura, Melhor Jogo Xbox, Melhor Jogo PlayStation, Melhor Actor de Voz (Steven Ogg), Personagem do Ano (Trevor Philips) e duas nomeações para Melhor Canção num Jogo ("ADHD" e "Sleepwalking").[175] Nos prémios dos melhores de 2013 da IGN, Grand Theft Auto V foi nomeado para um total de quinze prémios, acabando por ganhar sete.[176] O jogo também recebeu cinco nomeações nos prémios Cheat Code Central's 7th Annual Cody Awards, com o estúdio Rockstar North a receber também uma nomeação para Estúdio do Ano.[177] [178] [179] [180] [181] [182] Pela GameSpot foi nomeado para três prémios de Jogo do Ano: no todo, PlayStation 3 e Xbox 360, ganhando o ultimo.[183] [184] [185] Nos BAFTA Awards 2014 foi nomeado para nove prémios conquistando três: Melhor Design, Melhor Multijogador e Melhor Jogo Britânico.[186]

Três dias após o lançamento, Grand Theft Auto V foi colocado em segundo lugar na lista "The Top 25 Xbox 360 Games" da IGN.[187] Em Novembro de 2013 a Hardcore Gamer colocou o jogo em terceiro lugar no seu "Top 100 Games of the Generation".[188] A revista Time nomeou-o o melhor jogo de 2013.[189] [190] e a Empire colocou Grand Theft Auto V em oitavo na sua lista dos "100 Melhores Videojogos de Sempre" como votado pelos seus leitores.[191] O Telegraph colocou-o junto dos seus "50 melhores jogos da anterior geração de consolas".[192]

Foi confirmado pelo Guiness World Records que Grand Theft Auto V é actualmente detentor de sete recordes mundiais, incluindo seis relacionados com as vendas: "Videojogo de ação/aventura mais vendido em 24 horas", "Videojogo mais vendido em 24 horas", "Propriedade de entretenimento que mais rápido amealhou $1000 milhões", "Videojogo que mais rápido amealhou $1000 milhões", "Videojogo com as maiores receitas em 24 horas", "Maior lucro gerado por um produto de entretenimento em 24 horas" e "Video mais visto de um jogo de acção/aventura".[193] [194]

Controvérsia[editar | editar código-fonte]

Em Dezembro de 2012, à luz do massacre de Sandy Hook, o senador norte-americano Joe Manchin, sugeriu que a venda de videojogos violentos, em particular a série Grand Theft Auto da Rockstar e o seu futuro jogo Grand Theft Auto V, devia ser banida.[227] [228] [229] [230]

Representação de tortura[editar | editar código-fonte]

A missão "By the Book" gerou muita controvérsia de críticos e ativistas dos direitos humanos devido à sua representação explícita de tortura. Na missão, Trevor interroga um homem, Mr. K, para conseguir informação acerca de um fugitivo azerbaijanês, que representa uma ameaça para o FIB. Trevor usa equipamento de tortura no homem, que o jogador pode escolher de uma mesa. Quando Mr. K dá a informação, é dito a Trevor para o matar, mas em vez disso Trevor conduz o homem até ao aeroporto, dando-lhe uma oportunidade para escapar. Enquanto conduz Mr. K, Trevor fala sozinho sobre a ineficácia da tortura, fazendo notar que Mr. K estaria pronto para dar a informação ao FIB sem ser torturado, e expressando que a tortura é usada como jogo de poder "para obter informação, e afirmarmo-nos a nós próprios".[231]

A missão "By the Book" contém uma sequência onde o jogador selecciona equipamento de tortura para interrogar um homem. A sequência provocou uma onda de criticas pela sua representação explícita de tortura.

Um sentimento ecoou entre os críticos que a sequência de tortura e o monólogo de Trevor serviu como um comentário político sobre o uso de tortura pelo Governo Norte-Americano, mas que a missão era apenas violência gratuita e de muito mau gosto. Keza MacDonald, editora da IGN, reconheceu a missão como uma sátira eficaz, mas teve alguma dificuldade em jogá-la e sentiu que "ultrapassou os limites do bom gosto".[120] Tom Bramwell da Eurogamer escreveu um ensaio abordando se o comentário político da missão justifica a sua violência e a sua natureza perturbadora. Bramwell aceita que a marca Grand Theft Auto é sinónimo de controvérsia, mas fez notar que em jogos anteriores o jogador ficava afastado da violência devido à câmara na terceira pessoa, no entanto em "By the Book" o impacto é acentuado devido à câmara muito próxima e ao uso de eventos de quick-time. Também comparou a missão à controvérsia gerada pelo nível "No Russian" de Call of Duty: Modern Warfare 2, por ser usada sem um contexto apropriado. Concluiu ao dizer que os produtores têm o direito de colocar a missão no jogo, mas descreveu-a como uma "sequência de falhas" que prejudica outras áreas do jogo.[232] Dan Silver do Daily Mirror, também se sentiu desconfortável com o conteúdo da missão, reconhecendo que serve como envio de uma mensagem, mas sentiu que estava fora do lugar e prejudicou "a sutileza da mensagem da Rockstar".[233] Keith Best da Freedom from Torture disse que a "Rockstar North cruzou a linha por forçar as pessoas a participar numa tortura e a realizar uma série de actos impensáveis para obter sucesso no jogo".[234] [235] Em resposta a Best, Erik Kain da Forbes defendeu a sequência, fazendo notar que o paradoxo entre a cena de tortura e o monólogo de Trevor reforça a função da missão como comentário politico.[236] Keith Vaz, deputado do Partido Trabalhista (Reino Unido), expressou preocupação dizendo que ficou "espantado com o nível de violência retratado" e sobre a possibilidade de jogadores menores serem expostos à missão, afirmou que "é importante que a indústria dos videojogos tome medidas para informar correctamente o público sobre o nível de conteúdo extremo".[237]

Acusações de sexismo[editar | editar código-fonte]

Em adição à controvérsia gerada pela missão "By the Book", o jogo também foi acusado de ser misógino por vários analistas e críticos;[116] [126] [238] [239] Carolyn Petit da GameSpot, acusou o jogo de ser "profundamente misógino" dizendo que "GTA V tem pouco espaço para as mulheres excepto para serem strippers, prostitutas, esposas sofridas, namoradas sem humor e feministas parvas, feitas para nos fazer rir [...] os personagens estão constantemente a dizer coisas que glorificam a sexualidade masculina enquanto humilham mulheres, e onde os cartazes e as estações de rádio apenas dão mais força a essa misoginia".[116] A análise feita por Petit encontrou muita resistência por alguns jogadores; mais de 20.000 comentários foram colocados na sua análise, muitos negativos, e foi criada uma petição na Change.org para que a editora fosse despedida.[240] A reacção da comunidade foi condenada pelos jornalistas;[241] [242] Helen Lewis do The Guardian disse que as observações de Petit são válidas mas foram estigmatizadas por jogadores que se tornaram "hiper-sensíveis à critica".[243] Rob Fahey do GamesIndustry.biz, uma subsidiária da Eurogamer, concorda com Lewis, observando um obstáculo dentro da comunidade de jogadores contra as críticas de Grand Theft Auto V escrevendo "Não é só sobre mulheres - está a ser roubado a cada um de nós a oportunidade de sermos inteligentes, com discussões interessantes sobre como o nosso média lida com [...] tópicos complexos. [...] É frustrante, estúpido, e extremamente chato - e cai-se no risco de tornar também os nossos jogos estúpidos e chatos".[244] Chris Plante, da Polygon, diz que "não consigo pensar noutro média mais fascinado com o phallus masculino [...] o progresso do produtor faz com que os aspectos do jogo fiquem na estagnação cultural - as mulheres mal desenhados, o cinismo vazio, a crueldade desnecessariamente excessiva". Plante também notou que as personagens de suporte femininas no jogo estão construídas sobre estereótipos, concluindo que o "seu tratamento de mulheres [como] uma relíquia da geração actual".[126] Dave Cook da VG247 também é de acordo de que as mulheres no jogo foram construídas sobre estereótipos; "Estão [sic] lá para serem salvas, para gritar para elas, para serem fodidas, para vê-las a serem fodidas, aturá-las, matá-las, e ouvi-las a tagarelar como parvas nos seus telefones celulares ou comerciais", escreveu.[245] Todd Martens do Los Angeles Times criticou o retrato satírico que o jogo faz das mulheres como falta de criatividade por parte dos produtores, expressando que a violência e o sexismo são factores prejudiciais à experiência.[246] A Edge observou que enquanto "todas as mulheres no jogo existem apenas para ser gozadas", o jogo trata os seus personagens principais como machos com uma veia similar, com as suas tendências estereotipadas em relação à violência.[111] Sam Houser, irmão de Dan e co-fundador da Rockstar Games, sentiu que a equipa de produção por vezes esquecem a sua representação das mulheres em jogos Grand Theft Auto, mas sentiu que o peso do jogo para os personagens masculinos "se encaixam com a história que queríamos contar".[247] Dan Houser respondeu às criticas sobre misoginia numa entrevista depois do lançamento de Grand Theft Auto V; "no seu (críticos) argumento que o jogo sobre gangsters, ladrões e vida de rua, existem prostitutas e strippers — será inapropriado? Eu não acho que se divertem com os maus-tratos de mulheres. Eu só acho que no mundo em que está representado, em Grand Theft Auto, é apropriado".[65]

Ações judiciais[editar | editar código-fonte]

A 11 de Outubro de 2013, Daz "Dat Nigga Daz" Dillinger, membro da banda Tha Dogg Pound e ex-artista da editora Death Row Records, criou uma acção judicial, com ordem de fecho, contra a Rockstar Games e a Take-Two Interactive por estas alegadamente usarem musicas suas sem sua autorização em Grand Theft Auto V. De acordo com Dillinger, a Rockstar ofereceu-lhe US$4,271 para permitir o uso do seu material no jogo; algo que ele recusou, mas que no entanto as canções foram usadas na mesma. As canções, "C-Walk" por Kurupt e "Nothin' But the Cavi Hit" por Mack 10 e Tha Dogg Pound, ambas produzidas por Dillinger, estão incluídas na estação de rádio West Coast Classics. Na queixa, Dillinger e os seus advogados requerem "uma melhor oferta", ou recolher e destruir as cópias não vendidas do jogo. Dillinger deu quatorze dias à empresa para cumprir em conformidade.[248]

Karen Gravano, uma personalidade da televisão norte americana do programa Mob Wives, meteu uma acção judicial contra a Rockstar Games em Fevereiro de 2014 alegando que uma personagem no jogo é baseada na sua aparência e história e colocada no jogo sem o seu consentimento.[249] [nota 2] A Rockstar apresentou-se para descartar a acção judicial da Gravano em Abril, e afirmou que as acusações são impedidas pela Primeira Emenda.[250] Em Julho, a actriz Lindsay Lohan também apresentou uma acção judicial, reivindicando que elementos no jogo foram influenciados pela sua imagem, voz e vestuário sem a sua permissão.[251] A Rockstar respondeu com documentos judiciais para extinguir o processo, dizendo que o caso era frívolo e criado apenas para fins publicitários.[252]

Legado[editar | editar código-fonte]

Os críticos concordaram que Grand Theft Auto V foi um dos melhores jogos da sétima geração de consolas, e aplaudido como um enorme titulo de fecho antes do salto para a oitava geração. Josh Harmon editor da Electronic Gaming Monthly diz que "raramente, em qualquer médium, conseguimos ver uma visão criativa totalmente realizada [...] ou, de uma maneira mais simples: Grand Theft Auto V é, literalmente, um sonho tornado realidade."[112] Foi saudado por MacDonald da IGN como um "marco" e "um dos melhores videojogos já feitos".[120] Kyle Prahl da PlayStation Universe aclamou Grand Theft Auto V como uma "obra-prima", um "triunfo esplêndido" e "um dos maiores jogos de todos os tempos" que dá "a esta geração de consolas a despedida que merece".[253] Mikel Reparaz da Official Xbox Magazine e Hollander Cooper da GamesRadar chamaram a Grand Theft Auto V "um dos mais impressionantes jogos" e "um dos mais excitantes" desta geração, respectivamente.[117] [123] Reparaz também disse que o jogo é "o último grande hurrah, antes de saltarmos para a próxima [geração]".[123] Joel Gregory da PlayStation Official Magazine disse que o jogo é "o melhor desta geração" e "vai fazer a próxima geração parecer mal durante um longo tempo."[124] Elogiando Grand Theft Auto V como uma "uma experiência de jogo quase perfeita", James Cullinane da GamePlanet disse que o jogo "define a geração", acreditando que "será a ultima palavra desta geração de jogos".[254] Simon Miller da VideoGamer louvou Grand Theft Auto V como "o ultimo canto do cisne deste ciclo de consolas, mas também um jogo que vai lançar uma longa sombra sobre o próximo".[255] Plante da Polygon referiu-se ao jogo como "uma ponte entre jogos do presente e futuro", antes de declarar "o fecho desta geração, e uma referencia para a próxima".[126] Em Dezembro de 2013, o Telegraph chamou a Grand Theft Auto V "culturalmente monstruoso" e escreveu que "será o legado duradouro da Rockstar".[192]

Notas

  1. Os jogos da série Grand Theft Auto são agrupados em diferentes universos fictícios, cada um contendo enredos e personagens interligados. A geração anterior foi a do "Universo 3D", no qual Los Santos era uma das cidades representadas em Grand Theft Auto: San Andreas. Los Santos em Grand Theft Auto V faz parte do "universo de alta definição", diferente da sua versão anterior.[80] [81]
  2. Gravano é filha de Salvatore "Sammy the Bull" Gravano, um ex-chefe da família criminosa Gambino, e participou nas três primeiras temporadas de Mob Wives, que mostra mulheres cujos pais ou maridos foram presos por crimes relacionados com a Mafia.[249]

Referências

  1. strategyinformer.com houser: "city first then characters"
  2. Rockstar Game Tips: Learn from the Max Payne 3 Leaderboard Legends Rockstar Games (11-10-2012). Visitado em 11-10-2012. "Max Payne 3 does use RAGE, and we're also using it for GTAV."
  3. a b Grand Theft Auto V Reader Q&A Game Informer (16-11-2012). Visitado em 18-11-2012. "GTA V uses the same Natural Motion Euphoria animation engine that powered GTA IV, Red Dead Redemption, and Max Payne 3."
  4. Vítor Alexandre (31-1-2013). GTA V adiado para 17 de Setembro Eurogamer. Visitado em 31-1-2013.
  5. No Brasil, 'GTA V' atrasa dois dias e chega em 19 de setembro G1 (18 de julho de 2013). Visitado em 14 de agosto de 2013.
  6. Hamza Aziz (15-7-2013). You can customize your dog in Grand Theft Auto V Destructoid. Visitado em 16-7-2013.
  7. James Orry (16-7-2013). GTA 5 will release in Japan on October 10 Videogamer. Visitado em 17-9-2013.
  8. a b R*Q (12-9-2014). Grand Theft Auto V Release Dates and Exclusive Content Details for PlayStation 4, Xbox One and PC RockStar NewsWire Rockstar Games. Visitado em 12-9-2014.
  9. a b GRAND THEFT AUTO V Official Announcement Rockstar Games (3 November 2011). Visitado em 3 November 2011.
  10. Imprensa Nacional (19 de julho de 2013). Portaria No. 138, de 18 de julho de 2013 Diário Oficial da União. Visitado em 2 de agosto de 2013.
  11. Rating Information: Grand Theft Auto V (em inglês) ESRB. Visitado em 2 de agosto de 2013.
  12. Chiappini, Dan (31 de julho de 2013). Grand Theft Auto V rated R18+ for Australia (em inglês) GameSpot. Visitado em 2 de agosto de 2013.
  13. Wikipedia - Grand Theft Auto Online. Visitado em 04/11/2014, às 4:20.
  14. a b Grand Theft Auto V Q&A: Gun Combat Wired (9-7-2013). Visitado em 24-8-2013.
  15. a b c d e f g h Game Informer. (dezembro 2012) "Game Informer Issue 236" (Digital (Online)). Game Informer (236): 72–95.
  16. a b c Grand Theft Auto V Everything is Bigger and Better Destructoid (2-5- 2013). Visitado em 4-5-2013.
  17. Grand Theft Auto V: The Making of a Great Heist Sequence GameSpot (2-5-2013). Visitado em 23-8-2013.
  18. What's New in the Grand Theft Auto V Gameplay Trailer IGN (9-7-2013). Visitado em 23-8-2013.
  19. a b GTA V world 'is bigger than Red Dead Redemption, San Andreas and GTA 4 combined' Computer and Video Games (8-11-2012). Visitado em 10-11-2012.
  20. a b Activities and friends in GTA5 Videogamer (9-11-2012). Visitado em 9-11-2012.
  21. a b Rockstar Games (2-7-2013). Asked & Answered: GTAV Rockstar NewsWire. Visitado em 2-7-2013.
  22. 'Grand Theft Auto 5' multiplayer to 'redefine genre' Digital Spy (14-11-2012). Visitado em 20-11-2012.
  23. Grand Theft Auto V Multiplayer News IGN (22 março 2012). Visitado em 23 março 2012.
  24. Max Payne 3's Crew System Will Carry Over To GTA V GameInformer (22 Março 2012). Visitado em 23 março 2012.
  25. Weaver, Tim. Interview: Rockstar North president Leslie Benzies on GTA Online and GTA V Computer and Video Games. Visitado em 17-8-2013.
  26. GTA Online first look: Rockstar's persistent online world is its most ambitious project in years Computer and Video Games (15-8-2013). Visitado em 16-8-2013.
  27. Why Grand Theft Auto Online is Crazy Enough to Work (16-8-2013). Visitado em 16-8-2013.
  28. a b Max Payne 3: Rockstar's Multiplayer Reinvention IGN (22-3-2012). Visitado em 28-3-2012.
  29. Karmali, Luke (4-10-2013). GTA Online Launch Issues - Rockstar Speaks IGN. Visitado em 8-10-2013.
  30. Sarkar, Samit (1-10-2013). GTA Online now live, Rockstar looking into server issues (update) Polygon. Visitado em 8-10-2013.
  31. Jorge Soares (1-10-2013). GTA V Online abre com diversos problemas Eurogamer. Visitado em 9-10-2013.
  32. Farokhmanesh, Megan (6-10-2013). GTA Online connection issues resolved, lost items still being investigated Polygon. Visitado em 8-10- 2013.
  33. Stuart, Keith (4-10-2013). GTA V Online: Rockstar launches update to fix PS3 problems The Daily Telegraph. Visitado em 8-10-2013.
  34. Scammell, David (7-10-2013). GTA Online: Rockstar investigating missing characters, progress and money VideoGamer.com. Visitado em 8-10-2013.
  35. Jorge Loureiro (8-10-2013). Personagens a desaparecer no GTA Online Eurogamer. Visitado em 9-10-2013.
  36. R* Q (10-10-2013). New Title Update to Address GTA Online Game Progress Loss and Other Issues Rockstar NewsWire. Visitado em 10-10-2013.
  37. Eddie Makuch (5-11-2013). GTA Online title update 1.05 out now GameSpot. Visitado em 7-11-2013.
  38. Luke Karmali (7-11-2013). GTA Online Cash Compensation Arrives IGN. Visitado em 7-11-2013.
  39. R* Q (15-8-2013). Watch the GTA Online Official Gameplay Video Rockstar Games. Visitado em 16-8-2013.
  40. Interview: Rockstar North president Leslie Benzies on GTA Online and GTA V ComputerAndVideoGames.com. Visitado em 17-8-2013.
  41. Luke Karmali (19 de Novembro de 2013). GTA 5 Beach Bum Content Now Available IGN. Visitado em 20 de Novembro de 2013.
  42. Jorge Soares (9-11-2012). Resmas de detalhes sobre Grand Theft Auto V Eurogamer. Visitado em 9-11-2012.
  43. "Grand Theft Auto 5: Meet The Cast", IGN, News Corporation, 14 Novembro 2012. Página visitada em 15 Novembro 2012.
  44. Houser em Entrevista ao The Times.
  45. computerandvideogames.com rockstar-hiring-for-gta-5
  46. computerandvideogames.com Tom Ivan (2010-12-02). News: Take-Two 'won't annualise' GTA or Red Dead Redemption ComputerAndVideoGames.com. Visitado em 2011-10-28.
  47. Purchese, Robert (March 23, 2011). Are these Grand Theft Auto V domains? Eurogamer. Visitado em 3 November 2011.
  48. User "Psy" (2011-03-29). Possible GTA 5 Character Details Leaked iGTA5.com. Visitado em 3 November 2011.
  49. Robert Purchese (2011-02-28). Grand Theft Auto V leak a "typo" News - Page 1 Eurogamer.net. Visitado em 2011-03-16.
  50. Gren, Chase (23 March, 2011). Rockstar Registers More Hilarious Grand Theft Auto V URLs PlaystationLifestyle.net. Visitado em 26 October 2011.
  51. Helgeson, Matt (29 March, 2011). Another GTA V Casting Call Leaks Online? gameinformer.com. Visitado em 26 October, 2011.
  52. Kollar, Phil (07 March, 2011). Is Rush The Codename For Grand Theft Auto V? gameinformer.com. Visitado em 26 October, 2011.
  53. Purchese, Robert (March 29, 2011). Take-Two casting-call outs GTA character Eurogamer. Visitado em 3 November 2011.
  54. Tom Ivan. News: Grand Theft Auto V officially announced ComputerAndVideoGames.com. Visitado em 2011-10-28.
  55. computerandvideogames.com Andy Robinson (2011-07-21). News: GTA V: Rockstar 'looking at LA Noire face tech,' says Bondi ComputerAndVideoGames.com. Visitado em 2011-10-28.
  56. a b GTA V will introduce a musical score for missions Future Publishing Limited. Visitado em 13-11-2012.
  57. GTA V's huge map designed to 'accommodate flying' Future Publishing Limited. Visitado em 13 November 2012.
  58. New Grand Theft Auto 5 screens show off world "five times bigger" than Red Dead Redemption Eurogamer. Visitado em 13 November 2012.
  59. Jackson, Mike (12 November 2012). GTA 5's multiple protagonists was influenced by GTA 4 expansions ComputerAndVideoGames.com. Visitado em 16 November 2012.
  60. Purchese, Roberts (14 November 2012). Rockstar opens up on decision to keep GTA5 this-gen ComputerAndVideoGames.com. Visitado em 15 November 2012.
  61. a b Alex Simmons (13-11-2012). Grand Theft Auto 5’s Unseen Mastermind IGN. Visitado em 24-9-2013.
  62. Jorge Soares (19-11-2012). GTA V também na Wii U e PC?: Dan Houser não diz nem sim nem não. Eurogamer. Visitado em 20-11-2012.
  63. Stuart, Keith (4-11-2011). GTA V: Rockstar promises 'bold new direction' The Guardian. Visitado em 9-9-2012.
  64. McInnis, Shaun (15-8-2013). Rockstar North Boss on GTA Online, Why the Time is Finally Right GameSpot. Visitado em 3-9-2013.
  65. a b Suellentrop, Chris (9-9-2012). Americana at Its Most Felonious — Q. and A.: Rockstar’s Dan Houser on Grand Theft Auto V The New York Times. Visitado em 9-9-2012.
  66. Bertz, Matt (23-11-2013). Top 10 Grand Theft Auto Missions Of All Time 'Game Informer'. Visitado em 27-8-2013.
  67. Miller, Greg (16-11-2012). GTA V: Burning Questions Answered IGN. Visitado em 3-11-2013.
  68. a b c Grand Theft Auto V preview: the inside story 'The Guardian' (12-11-2012). Visitado em 29-8-2013.
  69. a b Jorge Loureiro (2-7-2013). Rockstar responde a questões sobre GTA V Eurogamer. Visitado em 3-7-2013.
  70. Listen to Grand Theft Auto 5's allegedly leaked soundtrack Polygon (26-8-2013). Visitado em 26-8-2013.
  71. Grand Theft Auto V Soundtrack Leaks via PS3 Pre-Load IGN (23-8-2013). Visitado em 26-8-2013.
  72. Grand Theft Auto 5 Details May Leak as Hacker Accesses Preload Gameranx (23-8-2013). Visitado em 26-8-2013.
  73. Grand Theft Auto V Update PlayStation e Sony PlayStation Blog (24-8-2013). Visitado em 26-8-2013.
  74. News: Sony apologises for GTA V leaks, pulls EU digital pre-order (26-8-2013). Visitado em 26-8-2013.
  75. R* Q (23-8-2013). GTAV Official Site Update: Exclusive Country Clubs, Local Artisans, Serenity & Wellness... Rockstar Games. Visitado em 26-8-2013. "Unfortunately, as many of you may already know, some people who downloaded the digital pre-order of Grand Theft Auto V through the PlayStation Store in Europe were able to access certain GTAV assets leading to leaked information and media from the game appearing online. [...] As you can imagine, we are deeply disappointed by leaks and spoilers being spread in advance of the game's launch."
  76. Grand Theft Auto V: meet Dan Houser, architect of a gaming phenomenon The Guardian (7-9-2013). Visitado em 9-9-2013.
  77. GTA V dev costs over $137 million, says analyst GamesIndustry.biz (1-2-2013). Visitado em 9-9-2013.
  78. Fontes que referem que Grand Theft Auto V é o jogo com maior custo de produção de sempre:
  79. GameCentral (3-11-2011). Los Santos is only city in Grand Theft Auto V Metro. Visitado em 26-8-2013.
  80. Rockstar. Grand Theft Auto III: Your Questions Answered – Part One (Claude, Darkel & Other Characters). "Rockstar: Os "universos" são os mundos interpretados em diferentes definições, 2D, 3D e alta definição, sentimos que as marcas e os rádios/personagens secundários podem existir em ambos, mas as personagens tri-dimensionais não."
  81. Tom Hopkins (23-1-2012). GTA 5: HD Universe 'Not The Same As San Andreas' - Rockstar NowGamer. Visitado em 9-11-2012.
  82. Grand Theft Auto V Rolls Back to San Andreas Wired (2-11-2011). Visitado em 15-3-2012.
  83. a b "Way Beyond Anything We’ve Done Before": Building The World Of "Grand Theft Auto V" BuzzFeed (13-8-2013). Visitado em 3-9-2013.
  84. Asked & Answered: Max Payne 3 and Grand Theft Auto V Rockstar Games (12-7-2012). Visitado em 29-8-2013.
  85. a b c d e R* Q (30-8-2013). GTAV Soundtrack Interviews and Details... Plus "Sleepwalking" by The Chain Gang of 1974 from the Official Trailer Rockstar Games. Visitado em 2-9-2013.
  86. a b Inside the 'Grand Theft Auto V' Soundtrack 'Rolling Stone' (28 -8-2013). Visitado em 29-8-2013.
  87. Eddie Makuch (24-9-2013). Grand Theft Auto V music now on iTunes GameSpot. Visitado em 25-9-2013.
  88. Rockstar announces GTA V GameSpot (25-10-2011). Visitado em 15-3-2012.
  89. News: GTA V reveal boosts Take-Two shares Computer and Video Games (26-10-2011). Visitado em 28-10-2011.
  90. Fontes que se referem a Grand Theft Auto V como um jogo extremamente aguardado:
  91. R* Q (26-10-2011). Grand Theft Auto V. Trailer. 11/02/11. Rockstar Games. Visitado em 28-8-2013.
  92. GTA 5 trailer: Rockstar unveils its Hollywood dream The Guardian 'The Guardian' (2-11-2011). Visitado em 26-3- 2012.
  93. GTA 5: Los Santos confirmed, 'most ambitious Rockstar game ever' Computer and Video Games (3-11-2011). Visitado em 4-11-2011.
  94. New Grand Theft Auto 5 trailer showcases protagonists Eurogamer (14-11-2012). Visitado em 14-11-2012.
  95. New Grand Theft Auto V Trailer Unveiled 'Game Informer' (29-8-2013). Visitado em 3 -9-2013.
  96. Grand Theft Auto 5 Collector's Edition includes a real-life money bag and cap (23-5-2013). Visitado em 24-5-2013.
  97. Grand Theft Auto V PS3 Bundle, Custom Pulse Elite Headset & Custom Audio Mode PlayStation Blog (10-6-2013). Visitado em 9-7-2013.
  98. Alfonso III, Fernando (12-9-2013). That's not Kate Upton in the 'Grand Theft Auto V' ads—it's this model The Daily Dot. Visitado em 30-9-2013.
  99. R* Q (23-9-2013). The Free GTAV iFruit and Game Manual Companion Apps RockStar NewsWire. Visitado em 27-9-2013.
  100. Train your dog and customise cars in GTA5 companion app Eurogamer (16-9-213). Visitado em 21-9-2013.
  101. News: Rockstar working to resolve Social Club and iFruit issues (18-9-2013). Visitado em 21-9-2013.
  102. News: GTA V 'iFruit' app update tackles connectivity issues ComputerAndVideoGames.com. Visitado em 27-9-2013.
  103. GTA 5 iFruit companion app finally goes live for Android The Guardian (29-10-2013). Visitado em 27-12-2013.
  104. GTAV Gear & Collectibles Giveaways All Week via Rockstar Facebook & Twitter Rockstar Games (27-9-2013). Visitado em 30-9-2013.
  105. Brenna Hillier (27-9-2013). GTA 5 to feature at New York Film festival VG247. Visitado em 27-9-2013.
  106. a b Steve Farrelly (16-9-2013). Grand Theft Auto V Review AusGamers. Visitado em 17-9-2013.
  107. a b Duarte Pedreño (19-9-2013). Grand Theft Auto V - Análise BGamer. Visitado em 20-9-2013.
  108. a b Durval Ramos (20-9-2013). Grand Theft Auto 5 Review Baixaki Jogos. Visitado em 25-9-2013.
  109. Andy Kelly (16-9-2013). Review: Grand Theft Auto V achieves the extraordinary Computer and Video Games. Visitado em 16-9-2013.
  110. a b c d Jim Sterling (16-9-2013). Grand Theft Auto 5 Review Destructoid. Visitado em 17-9-2013.
  111. a b c d e f g Edge staff (16-9-2013). Grand Theft Auto V review Edge. Visitado em 17-9-2013.
  112. a b Josh Harmon (17-9-2013). EGM Review: Grand Theft Auto V - Gangster’s Paradise Electronic Gaming Monthly. Visitado em 18-9-2013.
  113. Albert Garcia (16-9-2013). GTA 5 - Análise Eurogamer. Visitado em 16-9-2013.
  114. Rodrigo Brasiliense (2-10-2013). Grand Theft Auto V conquista o Japão e atinge feito histórico Abril.com.br. Visitado em 4-10-2013.
  115. a b c d Matt Bertz (16-9-2013). Grand Theft Auto V: The Seedy Side Of A Sunny State Game Informer. Visitado em 16-9-2013.
  116. a b c d e f g Carolyn Petit (16-9-2013). GTA V review GameSpot. Visitado em 18-9-2013.
  117. a b c d Hollander Cooper (16-9-2013). GTA V review - The biggest (and possibly best) Grand Theft Auto yet GamesRadar.
  118. a b Brandon Jones (16-9-2013). Grand Theft Auto V - Review Gametrailers. Visitado em 16-9-2013.
  119. a b c Gertsmann, Jeff (16-9-2013). Grand Theft Auto V Review Giant Bomb. Visitado em 16-9-2013.
  120. a b c d e f g h i j Keza MacDonald (16-9-2013). Grand Theft Auto V Review: Grand in Every Sense IGN. Visitado em 17-9-2013.
  121. a b c d e Xav de Matos (16-9-2013). Grand Theft Auto 5 Review Joystiq. Visitado em 17-9-2013.
  122. a b Adam Kovic (16-9-2013). Grand Theft Auto 5 Review Machinima. Visitado em 20-9-2013.
  123. a b c d e Mikel Reparaz (16-9-2013). Xbox Review: Grand Theft Auto V Xbox 360: The Official Magazine. Visitado em 2013-09-16.
  124. a b c d e Joel Gregory (16-9-2013). GTA 5 PS3 review – Three men and a little LA deed sign the generation off in style. Visitado em 17-9-2013.
  125. a b c Luke Albiges (17-9-2013). Grand Theft Auto 5 Review Play. Visitado em 25-9-2013.
  126. a b c d e f Chris Plante (16-9-2013). Grand Theft Auto 5 Review Polygon. Visitado em 17-9-2013.
  127. a b Greg Tito (16-9-2013). Grand Theft Auto 5 Review - People Suck The Escapist. Visitado em 17-9-2013.
  128. Keith Stuart (16-9-2013). GTA 5 review: a monstrous parody of modern life The Guardian. Visitado em 17-9-2013.
  129. a b Grand Theft Auto V (PlayStation 3) GameRankings. Visitado em 16-09-2013.
  130. a b Grand Theft Auto V (Xbox 360) GameRankings. Visitado em 16-09-2013.
  131. a b Grand Theft Auto V (PS3) Review Metacritic. Visitado em 17-9-2013.
  132. a b Grand Theft Auto V (360) Review Metacritic. Visitado em 17-9-2013.
  133. Highest and Lowest Scoring Games CBS Interactive Metacritic. Visitado em 25-9-2013.
  134. All-Time Best CBS Interactive GameRankings. Visitado em 26-9-2013.
  135. GameRankings. All-Time Best CBS Interactive. Visitado em 30-9-2013.
  136. GameRankings. All-Time Best CBS Interactive. Visitado em 30-9-2013.
  137. a b c d e Tom Bramwell (16-9-2013). Grand Theft Auto 5 review Eurogamer. Visitado em 26-9-2013.
  138. a b Adam Sessler (16-9-2013). GRAND THEFT AUTO 5 REVIEW! ADAM SESSLER REVIEWS Rev3Games. Visitado em 9-10-2013.
  139. Stephen Totilo (16-9-2013). Grand Theft Auto V: The Kotaku Review Kotaku. Visitado em 26-9-2013.
  140. a b Rodrigo Gama (24-9-2013). Análise: Grand Theft Auto V ENE3. Visitado em 30-9-2013.
  141. Tom Hoggins (16-9-2013). GTA 5 review The Telegraph. Visitado em 26-9-2013.
  142. a b Gene Park (3-10-2013). Grand Theft Auto V Review GameCritics. Visitado em 3-10-2013.
  143. Dan Oravasaari (16-9-2013). Grand Theft Auto 5 Review PlayStationLifeStyle.net. Visitado em 24-9-2013.
  144. a b c Dave Thier (18-9-2013). 'GTA 5' Sells $800 Million In One Day Forbes. Visitado em 19-9-2013.
  145. Jorge Loureiro (18-9-2013). GTA 5 faz $800 milhões em 24 horas: Supera Call of Duty: Black Ops 2 por uma grande margem Eurogamer. Visitado em 19-9-2013.
  146. Eddie Makuch (18-9-2013). GTAV generates $800 million in 24 hours GameSpot. Visitado em 19-9-2013.
  147. a b c redOrbit Staff & Wire Reports (23-9-2013). Grand Theft Auto V Shatters Entertainment Industry Sales Records Red Orbit.com. Visitado em 30-10-2013.
  148. a b c João Pereira (20-9-2013). Em três dias, GTA V fez mais dinheiro do que muitos filmes Público. Visitado em 23-9-2013.
  149. Buckley, Sean (2013-09-16). GTA V makes $1 billion in three days, may be fastest selling entertainment product in history Engadget.com. Visitado em 2013-09-22.
  150. Goldfarb, Andrew (20-9-2013). GTA 5 Sales Hit $1 Billion in Three Days IGN. Visitado em 21-9-2013.
  151. 'Grand Theft Auto V' sets record by earning $1 billion in just three days The Verge. Visitado em 20 -9-2013.
  152. a b Take-Two Interactive Software, Inc. Reports Strong Results for Fiscal Second Quarter 2014 take2games.com. Visitado em 16-12-2013. "The title received extraordinary reviews, including over 160 perfect scores worldwide, and already has sold-in nearly 29 million units, exceeding the lifetime sell-in of Grand Theft Auto IV on console in less than six weeks after launch. We believe Grand Theft Auto V is the fastest-selling entertainment release in history."
  153. Matulef, Jeffrey (29 -10-2013). GTA5 has exceeded GTA4's lifetime sales to retail in six weeks Eurogamer. Visitado em 30-10-2013.
  154. Ivan, Tom (8-10-2013). GTA 5 is PS3's biggest ever digital release. Visitado em 8-10-2013.
  155. Jackson, Mike (19-10-2013). GTA V gets digital release on Xbox 360 Computer and Video Games. Visitado em 20-10-2013.
  156. Jackson, Mike (30-10-2013). GTA V sales near 29 million in six weeks Computer and Video Games. Visitado em 1-11-2013.
  157. Jorge Loureiro (22-9-2013). GTA V arrasa no Reino Unido Eurogamer. Visitado em 22-9-2013.
  158. Karmali, Luke (23-9-2013). Grand Theft Auto V UK Sales Figures Revealed IGN. Visitado em 27-9-2013.
  159. Nunneley, Stephany (4-10-2013). Grand Theft Auto 5 accounted for 52% of games sold in UK during September, market up 45% yoy VG247. Visitado em 8-10-2013.
  160. Luke Karmali (6-1-2013). GTA 5 is the UK's Fourth Biggest-Selling Game Ever IGN. Visitado em 6-1-2013.
  161. Makuch, Eddie (17-10-2013). ND: GTAV leads surging September Gamespot. Visitado em 19-11-2013.
  162. Prescott, Shaun (18-10-2013). GTA 5 revitalises declining US games market - NPD Computer and Video Games. Visitado em 19-10-2013.
  163. Karmali, Luke (7-10-2013). GTA 5 Overtakes GTA 4's UK Lifetime Sales in Three Weeks IGN. Visitado em 7-10-2013.
  164. Phillips, Tom (17-10-2013). Grand Theft Auto 5 sales top three million in UK Eurogamer. Visitado em 20-10-2013.
  165. Jorge Loureiro (14-10-2013). Modern Warfare 2 é o jogo mais vendido de sempre no Amazon Eurogamer. Visitado em 14-10-2013.
  166. a b Video Game Awards (13.12.2011). Every VGA Winner From Years Past Spike. Visitado em 10-11-2013.
  167. a b Hussain, Tamoor (25-10-2013). Golden Joysticks 2013: Full list of winners Computer and Video Games. Visitado em 27-10-2013.
  168. a b Good Game (3-12-2013). Good Game Stories - Award - Best Game Australian Broadcasting Corporation. Visitado em 14-12-2013.
  169. a b Good Game (3-12-2013). Good Game Stories - Award - Most Memorable Moment Australian Broadcasting Corporation. Visitado em 14-12-2013.
  170. a b Ray Corriea, Alexa (4-12-2013). Grand Theft Auto 5 goes platinum at Sony PlayStation Awards Polygon. Visitado em 6-12-2013.
  171. a b P Rubin, Brian (4-12-2013). Winners of the 5th Annual Inside Gaming Awards Announced Machinima.com. Visitado em 5-12-2013.
  172. a b Smith, Rob (21-11-2013). Inside Gaming Awards 2013 Nominees Announced Machinima.com. Visitado em 5-12-2013.
  173. a b Jorge Loureiro (9-12-2013). Conheçam todos os vencedores do VGX 2013 Eurogamer. Visitado em 9-12-2013.
  174. a b Dane, Patrick (7-12-2013). 'Grand Theft Auto V' Tops Spike VGX 2013 Award Winners List Gamerant. Visitado em 8-12-2013.
  175. O'Brien, Lucy (2013-11-18). Spike VGX 2013 Nominations Announced IGN. Visitado em 2013-11-20.
  176. a b Fontes que se referem aos prémio 2013 da IGN que Grand Theft Auto V ganhou e foi nomeado incluem:
  177. a b Studio of the Year Winner 2013 Cheat Code Central (7-12-2013). Visitado em 15-12-2013.
  178. a b Game of the Year Winner 2013 Cheat Code Central (7-12-2013). Visitado em 15-12-2013.
  179. a b Best Sound Winner 2013 Cheat Code Central (7-12-2013). Visitado em 15-12-2013.
  180. a b Best Male Character Winner 2013 Cheat Code Central (7-12-2013). Visitado em 15-12-2013.
  181. a b Best Xbox Game Winner 2013 Cheat Code Central (7-12-2013). Visitado em 15-12-2013.
  182. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas CCCAAGwin
  183. Overall Game of the Year 2013 Winner GameSpot (19-12-2013). Visitado em 20-12-2013.
  184. a b PS3 Game of the Year 2013 Winner GameSpot (13-12-2013). Visitado em 15-12-2013.
  185. a b Xbox 360 Game of the Year 2013 Winner GameSpot (15-12-2013). Visitado em 15-12-2013.
  186. a b Jorge Loureiro (13-3-2014). The Last of Us considerado o melhor jogo nos BAFTA Eurogamer. Visitado em 13-3-2014.
  187. IGN Staff (20-9-2013). The Top 25 Xbox 360 Games - The best of Xbox 360 and Xbox Live Arcade. (5) IGN. Visitado em 27-9-2013.
  188. HG Staff (2013-11-08). Top 100 Games of the Generation: The Top Ten Games of the Generation Hardcore Gamer. Visitado em 2013-11-13.
  189. Luís Alves (5-12-2013). Revista Time escolhe os 10 melhores jogos do ano Eurogamer. Visitado em 9-12-2013.
  190. Techland Staff (3-12-2013). Technology - Top 10 Video Games Time. Visitado em 11-12-2013.
  191. 8. Grand Theft Auto V - The 100 Greatest Video Games Of All Time Bauer Media Group Empire (18-8-2014). Visitado em 22-8-2014.
  192. a b Hoggins, Tom (27-12-2013). The 50 best games of the last console generation: part one Telegraph Media Group The Daily Telegraph. Visitado em 7-8-2014.
  193. Kevin Lynch (8-10-2013). CONFIRMED: GRAND THEFT AUTO 5 BREAKS 6 SALES WORLD RECORDS Guinness World Records. Visitado em 9-10-2013.
  194. Jorge Loureiro (9-10-2013). GTA V com sete recordes no Guinness Eurogamer. Visitado em 9-10-2013.
  195. Edge Staff (26-12-2013). The Edge awards 2013: best game Edge. Visitado em 26-12-2013.
  196. Edge Staff (30-12-2013). The Edge awards 2013: studio of the year Edge. Visitado em 30-12-2013.
  197. Game of the Year Nominees 2013 Cheat Code Central. Visitado em 15-12-2013.
  198. Best Sound Nominees 2013 Cheat Code Central. Visitado em 15-12-2013.
  199. Best Male Character Nominees 2013 Cheat Code Central. Visitado em 15-12-2013.
  200. Best Xbox Game Nominees 2013 Cheat Code Central. Visitado em 15-12-2013.
  201. Best DLC Nominees 2013 Cheat Code Central. Visitado em 15-12-2013.
  202. Best DLC Winner 2013 Cheat Code Central (7-12-2013). Visitado em 15-12-2013.
  203. Severino, Anthony (20 December 2013). Game of the Year 2013 Game Revolution. Visitado em 8 January 2014.
  204. Bischoff, Daniel (17 December 2013). Best Developer 2013 Game Revolution. Visitado em 8 January 2014.
  205. Tan, Nicholas (17 December 2013). Biggest Disappointment 2013 Game Revolution. Visitado em 8 January 2014.
  206. HG Staff (24-12-2013). Top 10 Games of the Year Hardcore Gamer. Visitado em 24-12-2013.
  207. HG Staff (24-12-2013). 2013 Best Developer Hardcore Gamer. Visitado em 24-12-2013.
  208. HG Staff (24-12-2013). 2013 New Character Hardcore Gamer. Visitado em 24-12-2013.
  209. HG Staff (24-12-2013). 2013 Best Writing Hardcore Gamer. Visitado em 24-12-2013.
  210. HG Staff (24-12-2013). 2013 Best Original Soundtrack Hardcore Gamer. Visitado em 24-12-2013.
  211. HG Staff (24-12-2013). 2013 The Sequel of Sequels Hardcore Gamer. Visitado em 24-12-2013.
  212. HG Staff (24-12-2013). 2013 Most Disappointing Hardcore Gamer. Visitado em 24-12-2013.
  213. MacGregor, Kyle (24 December 2013). The winner of Destructoid's best 2013 multiplatform game Destructoid. Visitado em 8 January 2014.
  214. Dixon, Andy (24 December 2013). The winner of Destructoid's best of 2013 community choice Destructoid. Visitado em 8 January 2014.
  215. Hansen, Steve (24 December 2013). The winner of Destructoid's 2013 Game of the Year Destructoid. Visitado em 8 January 2014.
  216. Hansen, Steven (24 December 2013). The winner of Destructoid's best 2013 story game Destructoid. Visitado em 8 January 2014.
  217. Aziz, Hamza (24 December 2013). The winner of Destructoid's best 2013 action game Destructoid. Visitado em 8 January 2014.
  218. Zimmerman, Conrad (24 December 2013). The winner of Destructoid's best 2013 character Destructoid. Visitado em 8 January 2014.
  219. Nakamura, Darren (24 December 2013). The winner of Destructoid's best 2013 soundtrack Destructoid. Visitado em 8 January 2014.
  220. Giant Bomb Staff (24 December 2013). Giant Bomb's 2013 Game of the Year Awards: Day Two Giant Bomb. Visitado em 8 January 2014.
  221. Hoggins, Tom (31 December 2013). Telegraph Video Game Awards 2013 The Daily Telegraph. Visitado em 8 January 2014.
  222. Satellite Awards - 2013 Nominations International Press Academy (2-12-2013). Visitado em 15-12-2013.
  223. GameTrailers Game of the Year Awards Video - Winners Montage GameTrailers (7 January 2014). Visitado em 8 January 2014.
  224. The Escapist Staff (1 January 2014). The Winners of The Escapist Awards and Game of the Year Nominees The Escapist. Visitado em 8 January 2014.
  225. Revelados os nomeados para os GDC Awards Eurogamer (10-1-2014). Visitado em 10-1-2014.
  226. Aníbal Gonçalves (7-2-2014). The Last of Us limpa prémios DICE Eurogamer. Visitado em 7-2-2014.
  227. BAN GTA V as it promotes violence says U.S. Senator Gamepur (21-12-2012). Visitado em 21-12-2012.
  228. U.S. Senator Wants Grand Theft Auto V Banned Just Push Start (21-12-2012). Visitado em 21-12-2012.
  229. Could GTA V be banned in wake of tragic shooting? Attack of the Fanboy (21-12-2012). Visitado em 21-12-2012.
  230. U.S. Senator Proposes Banning "Grand Theft Auto V" in The Wake of Sandy Hook Tragedy Complex (21-12-2012). Visitado em 21-12-2012.
  231. Cquote1.png "Trevor: The media and the government would have us believe that torture is some necessary thing. We need it to get information, to assert ourselves. Did we get any information out of you? / Mr K: I would have told you everything. / Trevor: Exactly. Torture's for the torturer. Or the guy giving the orders to the torturer. You torture for the good times - we should admit that. It's useless as a means of getting information!" Cquote2.png // Grand Theft Auto V. Rockstar North. (Rockstar Games). PlayStation 2, Xbox e Wii U, (v1.0). Nível: "By the Book". (17-9-2013)
  232. Is the most disturbing scene in GTA5 justified? Eurogamer (22-9-2013). Visitado em 16-9-2013.
  233. Why GTA 5's most controversial mission may be unpleasant and repulsive but there is a message behind the degradation Daily Mirror (17-9-2013). Visitado em 20-9-2013.
  234. Grand Theft Auto 5 under fire for graphic torture scene The Guardian (19-9-2013). Visitado em 20-9-2013.
  235. Tatiane Rosset (23-9-2013). Cena de tortura no game Grand Theft Auto V provoca polêmica Abril.com.br. Visitado em 24-9-2013.
  236. Kain, Erik (21-9-2013). 'Grand Theft Auto V' Torture Scene Is Satire Forbes. Visitado em 9-10-2013.
  237. GTA 5 torture row: Teachers slam scenes of extreme violence in most expensive game ever made Daily Mirror (17-9-2013). Visitado em 20 -9-2013.
  238. Dan Seitz (27-9-2013). Is Grand Theft Auto V Misogynist? UProxx. Visitado em 4-10-2013.
  239. Nick Hide (16-9-2013). GTA V is innovative, exciting, misogynistic in review round-up CNET. Visitado em 4-10-2013.
  240. Parfitt, Ben (18-9-2013). Gamers petition for sacking of GameSpot writer who criticised GTAV for misogyny MCV. Visitado em 20-9-2013.
  241. Tassi, Paul (26 -9-2013). On Gender And 'GTA 5' Forbes. Visitado em 9-10-2013.
  242. Hoggins, Tom (4-10-2013). Grand Theft Auto V is designed deliberately to degrade women The Telegraph. Visitado em 9-10-2013.
  243. Lewis, Helen (22-9-2013). Yes, it's misogynistic and violent, but I still admire Grand Theft Auto The Guardian. Visitado em 4 -10-2013.
  244. Fahey, Rob (20-9-2013). GTA V may not be misogynist - but its 'supporters' are GamesIndustry.biz. Visitado em 9-10-2013.
  245. Dave Cook (23-9-2013). GTA 5: misogyny, teeth-pulling and subjectivity VG247. Visitado em 4-10-2013.
  246. Martens, Todd (20-9-2013). ‘Grand Theft Auto V’ review: Stubborn sexism, violence ruin game play Los Angeles Times. Visitado em 8-10-2013.
  247. Suellentrop, Chris (16-9-2013). Grand Theft Auto V Is a Return to the Comedy of Violence The New York Times. Visitado em 4-10-2013.
  248. Staff (11-10-2013). Daz Dillinger accuses Grand Theft Auto V of Stealing his Beats Pitchfork Media. Visitado em 14-10-2013.
  249. a b Jackson, Mike (27-2-2014). Mob Wives' Karen Gravano suing Rockstar over GTA V character Future plc Computer and Video Games. Visitado em 15-4-2014.
  250. Donahue, Bill (23-4-2014). Título não preenchido, favor adicionar LexisNexis Law360. Visitado em 29-4-2014.
  251. Lindsay Lohan is suing the makers of Grand Theft Auto V BBC Newsbeat (2-7-2014). Visitado em 2-7-2014.
  252. Phillips, Tom (27-8-2014). Lindsay Lohan sued Rockstar for attention, Grand Theft Auto 5 dev says Gamer Network Eurogamer. Visitado em 27-8-2014.
  253. Kyle Prahl (21-9-2013). Grand Theft Auto V Review: A stunning triumph, one of the greatest games ever made PlayStation Universe. Visitado em 31-10-2013.
  254. James Cullinane (17-9-2013). Grand Theft Auto V review GamePlanet. Visitado em 31-10-2013.
  255. Miller, Simon (16-9-2013). Grand Theft Auto 5 Review VideoGamer.com. Visitado em 27-9-2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]