Toto Cutugno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Salvatore "Toto" Cutugno (Fosdinovo, 7 de julho de 1943) é um cantor, músico e compositor italiano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Fez parte do grupo Albatros. Escreveu para canções para vários artistas como Joe Dassin.

A solo venceu o Festival de Sanremo em 1980 com a canção Solo noi. O seu maior sucesso internacional foi contudo a canção "L'Italiano", também participante em Sanremo, em 1983 onde ficou em 5º.

Foi o vencedor do Festival Eurovisão da Canção 1990 interpretando a canção Insieme 92, que celebrava a política de integração europeia.

Com Gigliola Cinquetti, vencedora do Festival Eurovisão da Canção 1964, apresentou o Festival Eurovisão da Canção 1991, realizado em Roma, onde cometeu alguns erros na altura da votação.

Participações no Festival de Sanremo[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Albatros (1976);
  • Come ieri, come oggi, come sempre (1978);
  • La mia musica (1981);
  • L'italiano (1983);
  • Azzura malinconia (1986);
  • Voglio l'anima (1987);
  • Innamorata, innamorato, innamorati (1987);
  • Mediterraneo (1987);
  • Toto Cutugno (1990);
  • Insieme 1992 (1990);
  • Non è facile essere uomini (1992);
  • Voglio andare a vivere in campagna (1995);
  • Canzoni nascoste (1997);
  • Il treno va (2002);
  • Cantando (2004);
  • Come noi nessuno al mondo (2005);
  • Un falco chiuso in gabbia (2008);

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.