Valença do Piauí

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Valença do Piauí
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 20 de setembro
Fundação 20 de setembro de 1762 (251 anos)
Gentílico valençano
Prefeito(a) Walfredo Val de Carvalho Filho (PSB)
(2009–2012)
Localização
Localização de Valença do Piauí
Localização de Valença do Piauí no Piauí
Valença do Piauí está localizado em: Brasil
Valença do Piauí
Localização de Valença do Piauí no Brasil
06° 24' 28" S 41° 44' 45" O06° 24' 28" S 41° 44' 45" O
Unidade federativa  Piauí
Mesorregião Centro-Norte Piauiense IBGE/2008 [1]
Microrregião Valença do Piauí IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Inhuma, Aroazes, Pimenteiras, Elesbão Veloso e Lagoa do Sítio.
Distância até a capital 216 kmhttp://maps.google.com.br/maps?bav=on.2,or.r_qf.&bvm=bv.62788935,d.eW0,pv.xjs.s.en_US.UTNq5j5_43M.O&biw=1360&bih=667&um=1&ie=UTF-8&gl=br&daddr=Teresina,+PI&saddr=Valen%C3%A7a+do+Piau%C3%AD+-+PI&panel=1&f=d&fb=1&geocode=KQ1AR4oQspsHMf1Dw7kvfJql;KbEmhd-0NI4HMVlzfbu9zyks
Características geográficas
Área 1 350,519 km² [2]
População 20 325 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 15,05 hab./km²
Altitude 208 m
Clima Seco / Árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,647 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 81 098,517 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 998,94 IBGE/2008[5]
Página oficial

Valença do Piauí é um município brasileiro do estado do Piauí.

A barragem Mesa de Pedra, localizada nesse município, foi inaugurada em 2001 e tem uma capacidade de aproximadamente 56 milhões de metros cúbicos de água.

História[editar | editar código-fonte]

Valença teve sua origem nos índios Aroás (Aruaques ou Aroazes), e Jerumenhas (do Arraial Garcia de Ávila) aldeia fundada por índios domesticados, trazidos da Bahia pelo bandeirante Francisco Dias de Ávila. Esses e os outros índios foram expulsos pelos padres jesuítas que para cá vieram com a falsa intensão de catequizá-los; como esses e outros índios não acostumaram viver no meio dos brancos civilizados e por sinal escravizados, foram embora. Sendo substituídos por negros escravos, também trazidos da Bahia para o cultivo do café, onde se instalaram em uma aldeia a dois quilômetros de Valença (do outro lado do riacho da Areia, hoje chamado Fumal). Porém, como não deu certo o cultivo do café devido a problemas climáticos, os mesmos foram usados para concluírem o templo de pedras deixado pela metade, pelos índios. Após concluírem o referido templo, o mesmo foi doado para a igreja católica a fim de abrigar duas imagens negras, por nome Benedito e Efigênia, que as conservaram em seu poder, trazidos quando vieram da África.


Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.