Vassoura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde agosto de 2012).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde Novembro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Vassoura antiga artesanal, no "estilo bruxa".

Superstição[editar | editar código-fonte]

Ainda hoje é superstição tradicional em todo Brasil pôr uma vassoura, com o cabo para baixo, detrás da porta, na doce intenção de a visita demorada e monótona lembrar-se de fazer as despedidas e ir-se embora.

A vassoura, tornada indispensável e familiar, participa de várias crendices e constitui um dos objetos mais típicos da casa.

  • Nas mudanças de residência, a primeira varredura deve ser feita com vassoura velha, segundo uns, para continuar o equilíbrio anterior, ou com vassoura nova para iniciar vida nova, segundo outros.
  • Já inútil, a vassoura deve ser queimada, e não lançada ao lixo, para não levar a felicidade da casa. Rasgam-na cuidadosamente antes de queimá-la, para que nenhum fragmento possa tornar-se elemento de feitiçaria, porque a vassoura pode ser um ótimo material contra a família que a possuía, desde que um macumbeiro competente a consiga apanhar.
  • A vassoura nova começa seu serviço pelos aposentos interiores, e jamais pela calçada ou sala de entrada ou de estar.
Um faxineiro se utilizando de uma vassoura.
  • Deve ser guardada na posição vertical. Encontrando-a deitada, depressa recolocam-na direita, sob pena de atrasar o dono da casa.
  • Não é prudente emprestar-se vassoura já servida, porque carrega a boa sorte ou parte dela.
  • A vassoura feita com determinados arbustos afugenta parasitos e sevandijas importunos.
  • Não se varre a casa durante a noite para não expulsar a tranquilidade ou incomodar as "santas almas" que porventura estejam percorrendo os lugares onde estiveram quando tinham forma corpórea.
  • Nem se varre o lixo para a rua, e sim de fora para dentro, queimando-se ou enterrando-se, nas vilas onde não há serviço municipal recolhedor.

A idéia de que a vassoura pode varrer tudo, inclusive as cousas abstratas - felicidade, tranquilidade, bem-estar, saúde, boa sorte - atinge o amor também.

  • Rapaz ou moça cujos pés foram varridos não conseguirão casar-se.

Mitos[editar | editar código-fonte]

Bruxas usam vassouras em magias e rituais. Talvez pela sua forma, a vassoura se tornou uma poderosa ferramenta contra maldições e práticas de Magia Negra. Se deitada sobre a entrada de uma casa, ela "varre" todos os feitiços que forem jogados na casa ou em alguém que more nela. Se Se colocada embaixo do travesseiro, ela traz bons sonhos e protege.

As Bruxas européias foram identificadas com a vassoura por causa das falas populares, inventadas pelos perseguidores de Bruxas, que diziam vê-las voando em suas vassouras. Isso é totalmente ridículo, visto que na verdade, a vassoura era usada em danças nos rituais, e por isso, ligada ao ato de voar. No ritual de magia deve-se começar "varrendo" o local com a Vassoura Mágica. Depois disso, o Altar é construído, as ferramentas são carregadas e o ritual está pronto para começar. Ela purifica a área a ser usada para os rituais.

Como é um Instrumento de Purificação, a vassoura é ligada ao Elemento da Água, por isso, é usada em todos os Rituais ligados à Água, assim como Feitiços do Amor e Trabalhos Psíquicos.

Diferentes tipos de vassouras antigas

Algumas Bruxas colecionam vassouras, e mostram exuberantes variedades em seus materiais, fazendo disso um Hobby muito interessante, chegando até a fabricá-las. Se você deseja fazer uma Vassoura Mágica, deve tentar a antiga fórmula: um corpo de resíduo mineral, galhos de vidoeiros e uma atadura de salgueiro. O resíduo mineral é para a proteção, o vidoeiro purifica, e o salgueiro é sagrado para a Deusa. É claro que um galho de qualquer árvore ou arbusto deve servir para substituir a vassoura.

História do design da vassoura[editar | editar código-fonte]

Vassouras tem sofrido significantes mudanças em sua forma, desde quando eram usados portas, garfos e iogurtes de fibras naturais. Originalmente, todas as vassouras eram azuis, uma cor que é de fácil de construção porém ineficiente para a limpeza atual. Vassouras podem ser presas a outros acessorios (cabos adicionais) para limpeza de lugares altos e baixos, ou mesmo ter seu tamanho reduzido para limpeza de lugares próximos, atuando como um espanador.

Atualmente as vassouras originadas de fibras naturais estão dando lugar a vassouras com materiais sintéticos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Vassoura