111 (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
111
Álbum de estúdio de Pabllo Vittar
Lançamento 24 de março de 2020 (2020-03-24)
Gravação 2019–2020
Gênero(s)
Duração 22:25
Idioma(s)
Formato(s)
Gravadora(s) Sony Music
Produção
Cronologia de Pabllo Vittar
111 1
(2019)
111 Deluxe
(2020)
Singles de 111
  1. "Clima Quente"
    Lançamento: 1 de março de 2020 (2020-03-01)
  2. "Tímida"
    Lançamento: 19 de março de 2020 (2020-03-19)
  3. "Rajadão"
    Lançamento: 22 de julho de 2020 (2020-07-22)

111 é o terceiro álbum de estúdio do cantor e drag queen brasileiro Pabllo Vittar,[3][4][5] lançado em 24 de março de 2020 pela Sony Music Brasil,[6] depois de vazar antes da data de lançamento original. 111 é um álbum trilíngue, compreendendo as línguas espanhola, inglesa e portuguesa.

111 foi precedido pelo extended play (EP) 111 1 (2019), que inclui quatro faixas, lançadas como uma prévia do álbum completo.[7] O álbum contém colaborações com Charli XCX, Ivete Sangalo, Thalía, Psirico, e Jerry Smith.[8][9] Um álbum de remixes derivado do mesmo, intitulado 111 Deluxe, foi lançado em 26 de novembro de 2020.

Antecedentes e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Após o lançamento de Não Para Não, seu segundo álbum de estúdio e o primeiro sob selo da Sony Music, Vittar iniciou os projetos para seu terceiro álbum de estúdio. A confirmação do novo álbum foi feita pela própria artista via redes sociais e devido ao número de faixas planejado foi lançado inicialmente como um EP intitulado 111 1, em 31 de outubro de 2019.[10] Sobre o álbum completo, Pabllo comentou: "Quando decidi fazer o 111, quis ir fundo em todas as lembranças de meus aniversários. Chegamos em 10 faixas que me remetem a lembranças, alegrias e momentos marcantes de minha vida."[11] Pabllo falou que optou em dividir o álbum em duas partes por uma questão de mercado. O consumo de música, segundo ela, mudou, e os fãs buscam novidades constantemente.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O álbum acabou sendo vazado antes do previsto, e Pabllo foi às redes sociais fazer um apelo para que as pessoas parassem de compartilhar links piratas e ainda acrescentou que anteciparia o álbum devido às circunstâncias. A replicação de conteúdo foi tão grande que os esforços da equipe para conter os danos não tiveram efeito. Em poucas horas, as canções já estavam disponíveis como episódios de podcast no Spotify, em arquivos de torrent e em serviços de nuvem pela internet. A saída foi antecipar o lançamento em serviços de streaming e no YouTube.[12]

Trazendo referências de sua trajetória enquanto uma das artistas LGBTQIA+ de maior relevância no país, o álbum foi lançado em 24 de março de 2020 e relembra as origens nordestinas e raízes culturais de Vittar.[13] Pabllo Vittar comentou via assessoria de imprensa da gravadora Sony Music Brasil sobre o lançamento: “Esse álbum é diferente de tudo o que já lancei até aqui. É um álbum com mais experimentações artísticas, além de ser o primeiro com músicas em diferentes idiomas. Estou muito feliz com o resultado e empolgada devido a repercussão positiva que já tivemos até aqui com os lançamentos de alguns singles. Meu objetivo como artista é justamente esse, estar o tempo todo me reinventando, experimentando e ressignificando experiências, sonhos e batidas através da música. Aliás, a faixa ‘Rajadão’ é um bom exemplo disso”.[14]

Capa[editar | editar código-fonte]

A capa da edição padrão foi revelada nas redes sociais de Vittar em 23 de março de 2020. A imagem é de autoria de Ernna Costa que expõe cinco poses de Vittar com um look que combina as cores prata e preto.[15]

Promoção[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

"Clima Quente" foi lançada em 1 de março de 2020 e contém a participação do funkeiro, Jerry Smith, e foi lançada como primeiro single. Faz parte de uma campanha publicitária da marca Coca-Cola. Antes, para assistir o vídeo os fãs dos artistas precisavam comprar uma latinha do refrigerante e destravar um código, sendo incluída no álbum.

"Tímida" foi lançada em 19 de março de 2020, a canção conta com a participação da cantora Thalía, e foi lançada como segundo single.

"Rajadão" foi lançada em 22 de julho de 2020, como terceiro single.

Análise da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
CinePOP 2.5 de 5 estrelas.[16]

Leonardo Sanchez, da Folha de S.Paulo, afirmou que "O melhor de 111 estava aí faz tempo —os singles “Flash Pose”, “Parabéns” e “Amor de Que” já mostraram, cada um à sua maneira, as diferentes faces de Pabllo Vittar. Agora, essas e as outras seis faixas do disco se amarram e dão à luz uma coletânea original, que só vai ficar restrita ao público LGBT se o mercado mainstream tiver cabeça fechada".[17]

Thiago Nolla, do CinePOP, disse que, 111 não faz jus ao que Pabllo Vittar já mostrou ao longo de sua breve carreira, desde hits carnavalescos até baladas coming-of-age que representam a presença LGBTQ+.[16] Emannuel Bento, do Diario de Pernambuco, afirmou que 111 não chega a ser tão cativante e homogêneo quanto o Não Para Não (2018). Também peca pela pouca quantidade de faixas, com extensão que não chega a 30 minutos. A estratégia de lançar o projeto em duas partes também fez com que ele já chegasse um pouco saturado aos ouvintes.[18]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Lista de faixas adaptadas do Apple Music.[6] Todas as faixas foram produzidas por BMT (Brabo Music Team), composto por Maffalda, Rodrigo Gork, Pablo Bispo, Zebu, com adição de produção na faixa "Salvaje" de Enzo Di Carlo e "Clima Quente" de Weber.

Edição Padrão
N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Parabéns" (participação de Psirico)
2:16
2. "Tímida" (participação de Thalía)
  • Gorky
  • Danielle Sanchez
  • Bispo
  • Pereira
  • Gale
  • Marques
  • Maffalda
2:37
3. "Lovezinho" (participação de Ivete Sangalo)
2:18
4. "Amor de Que"  
  • Gorky
  • Pereira
  • Bispo
  • Maffalda
  • Marques
2:37
5. "Salvaje"  
  • Gorky
  • Pereira
  • Bispo
  • Maffalda
  • Marques
  • Enzo Di Carlo
  • Dani Sánchez
2:49
6. "Flash Pose" (participação de Charli XCX)
2:33
7. "Clima Quente" (participação de Jerry Smith)
  • Matheus Santos
  • Rodrigo Gorky
  • Pablo Bispo
  • Maffalda
2:21
8. "Ponte Perra"  
  • Gorky
  • Wynnie Nogueira
  • Pereira
  • Maffalda
  • Marques
2:13
9. "Rajadão"  
  • Gorky
  • Bispo
  • Pereira
  • Maffalda
  • Marques
2:38
Duração total:
22:25

Vendas e certificações[editar | editar código-fonte]

Região Certificação Vendas
Brasil (Pro-Música Brasil)[19] 2× Platina 160.000^

^distribuições baseadas apenas na certificação

Referências

  1. Pernambuco, Diario de; Pernambuco, Diario de (18 de outubro de 2019). «Pabllo Vittar lança brega-funk em parceria com Márcio Victor, do Psirico». Diario de Pernambuco. Consultado em 18 de março de 2022 
  2. «Pabllo Vittar lança o bregafunk 'Clima Quente' em parceria com Jerry Smith». Hashtag Pop. 20 de fevereiro de 2020. Consultado em 18 de março de 2022 
  3. «Pabllo Vittar lança oficialmente seu novo álbum, o aguardado "111"». Metropolitana FM. Consultado em 25 de março de 2020 
  4. «Pabblo Vittar lança 111, seu terceiro álbum. Ouça!». Popeek. 25 de março de 2020. Consultado em 26 de março de 2020 
  5. «Pabllo Vittar lança a versão completa do álbum 111. Confira!». OFuxico. Consultado em 26 de março de 2020 
  6. a b «111 de Pabllo Vittar». Apple Music. Consultado em 25 de março de 2020 
  7. «Drag Superstar Pabllo Vittar Celebrates Life on Trilingual New EP, '111 1'». Rolling Stone (em inglês). 4 de dezembro de 2019. Consultado em 1 de março de 2020 
  8. «Brazilian drag pop superstar Pabllo Vittar surprise releases new album 111» (em inglês). Gay Times. Consultado em 25 de março de 2020 
  9. «PABLLO VITTAR releases new album '111'». Amnplify. Consultado em 26 de março de 2020 
  10. Outlander, Daniel (16 de maio de 2019). «111: Pabllo Vittar revela detalhes de novo álbum e confirma parceria». Popnow.com. Consultado em 27 de novembro de 2020 
  11. «Pabllo Vittar lança primeira parte do disco 111 com quatro músicas, ouça.». UOL. 1 de novembro de 2019. Consultado em 27 de novembro de 2020 
  12. Freitas, João Pedro (24 de março de 2020). «111 é vazado e Pabllo Vittar antecipa disco, ouça.». Hastegpop. Consultado em 27 de novembro de 2020 
  13. Françoza, Douglas (26 de novembro de 2020). «'111 Deluxe': Pabllo Vittar exalta artistas independentes em seu novo projeto». POPline. Consultado em 27 de novembro de 2020 
  14. Strabelli, Rafael (25 de março de 2020). «Pabllo Vittar lança o tão aguardado álbum "111" com nove inéditas, ouça.». Nação da Música. Consultado em 27 de novembro de 2020 
  15. Ferreira, Mauro (24 de março de 2020). «Pabllo Vittar revela capa oficial do álbum 111». G1. Consultado em 27 de novembro de 2020 
  16. a b «Crítica de Álbum | Em '111', Pabllo Vittar atira cegamente para todos os lados». CinePOP. Consultado em 26 de março de 2020 
  17. «Crítica: Pabllo Vittar investe no brega moderninho e sensual em '111'». Folha de S.Paulo. Consultado em 25 de março de 2020 
  18. «Crítica: Entre regional e global, Pabllo Vittar sustenta pop arrojado em novo álbum». Diario de Pernambuco. Consultado em 26 de março de 2020 
  19. «Certificações (Brasil) (álbum) – Pabllo Vittar – 111». Pro-Música Brasil. Consultado em 15 de abril de 2020