9 Songs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2018). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
9 Songs
9 Canções (PT/BR)
Reino Unido
2004 •  cor •  69 min 
Direção Michael Winterbottom
Roteiro Michael Winterbottom
Elenco Margo Stilley
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

9 Songs (br /pt: 9 Canções) é um filme britânico de 2004 dirigido por Michael Winterbottom. O título refere-se às nove músicas tocadas por oito diferentes bandas de rock que complementam a história do filme.

O filme foi controverso na seu lançamento, devido ao seu conteúdo sexual, que incluía sequência, não simulada, de relações sexuais e sexo oral, bem como uma cena de ejaculação, entre Kieran O'Brien e Margo Stilley. Segundo o Guardian, 9 Canções foi o filme popular mais sexualmente explícito até a atualidade, em grande parte porque inclui várias cenas de atos sexuais reais entre os dois atores principais.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme narra uma moderna história de amor, ao longo de um período de doze meses em Londres, Inglaterra, de um jovem casal: Matt, um climatólogo britânico, e Lisa, uma estudante de intercâmbio americana. A história é construída a partir de uma reflexão pessoal da perspectiva de Matt, quando ele está trabalhando na Antártica. O principal interesse do casal é a paixão pela música ao vivo, sendo que eles frequentam concertos de rock juntos. O filme retrata o casal ou Matt sozinho, assistindo a nove músicas, intercaladas por cenas de sexo explícito, todos esses shows realizados na Brixton Academy.

As nove músicas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]