Ace Ventura: When Nature Calls

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ace Ventura: When Nature Calls
Pôster promocional
No Brasil Ace Ventura 2 - Um Maluco na África
 Estados Unidos
1995 •  cor •  90 min 
Direção Steve Oedekerk
Produção James G. Robinson
Coprodução Andrew G. La Marca
Produção executiva Gary Barber
Roteiro Steve Oedekerk
Baseado em Personagens:
Jack Bernstein
Elenco Jim Carrey
Ian McNeice
Simon Callow
Maynard Eziashi
Bob Gunton
Sophie Okonedo
Tommy Davidson
Gênero comédia
Música Robert Folk
Cinematografia Donald E. Thorin
Direção de arte Christopher A. Nowak
Edição Malcolm Campbell
Companhia(s) produtora(s) Morgan Creek Productions
O Entertainment
Distribuição Warner Bros. Pictures
Lançamento Estados Unidos 10 de novembro de 1995
Brasil 5 de janeiro de 1996
Portugal 29 de março de 1996
Idioma inglês
Orçamento US$30 milhões
Cronologia
Ace Ventura: Pet Detective
Ace Ventura Jr: Pet Detective

Ace Ventura: When Nature Calls (bra: Ace Ventura 2 - Um Maluco na África[1]) é um filme estadunidense de 1995, que é a sequência do filme estadunidense de 1994 Ace Ventura: Pet Detective. Jim Carrey reprisa seu papel como o personagem-título Ace Ventura, um detetive que é especialista em recuperação de animais domésticos ou cativos.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Após falhar na tentativa de salvamento de um guaxinim, Ace Ventura sofre um abalo emocional e retira-se a um mosteiro situado no Himalaia (uma referência ao filme Cliffhanger). Ele volta a ação e parte numa missão na África, para encontrar o grande morcego branco sagrado Shikaka, animal sagrado para as tribos Wachati e Wachootoo, de Níbia (país fictício africano). O morcego branco fora prometido como presente do casamento entre a princesa dos Wachati e o filho mais velho dos Wachootoo.

O desaparecimento do morcego é considerado uma maldição por parte dos Wachootoo; caso não seja recuperado, eles declarariam guerra aos Wachati.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Lançamento e recepção[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

O filme teve um fim de semana de abertura bruta nos Estados Unidos de $37,804,076, com uma bilheteria total nos Estados Unidos de $108,360,063.[2]

Crítica[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu críticas mistas a negativas dos críticos. Ele detém actualmente uma classificação de 33% Rotten baseado em 24 avaliações. O filme recebeu recepção semelhante no Metacritic, ganhando uma metascore de 45 entre os críticos. Mas, como o seu antecessor, que recebeu recepção positiva do público.[3]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

MTV Movie Awards
  • "Melhor Ator" e "Melhor Comediante" (Jim Carrey, em ambos).
  • Indicado na categoria de "Melhor Beijo" (Jim Carrey e Sophie Okonedo).
Framboesa de Ouro
  • Indicado na categoria de "Pior Remake ou Sequência".

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.