Dumb & Dumber

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dumb & Dumber
Doidos à Solta (PT)
Débi & Loide: Dois Idiotas em Apuros (BR)
Cartaz do filme, parodiando Forrest Gump.
 Estados Unidos
1994 •  cor •  107 min 
Direção Peter Farrelly
Bobby Farrelly (não creditado)
Produção Charles B. Wessler
Brad Krevoy
Steve Stabler
Coprodução Bobby Farrelly
Tracie Graham-Rice
Bradley Thomas
Produção executiva Gerald T. Olson
Aaron Meyerson
Roteiro Peter Farrelly
Bobby Farrelly
Bennett Yellin
Elenco Jim Carrey
Jeff Daniels
Lauren Holly
Mike Starr
Charles Rocket
Gênero comédia
Música Todd Rundgren
Direção de arte Arlan Jay Vetter
Cinematografia Mark Irwin
Edição Christopher Greenbury
Companhia(s) produtora(s) Motion Picture Corporation of America
Distribuição New Line Cinema
Lançamento Estados Unidos 16 de dezembro de 1994
Brasil 27 de fevereiro de 1995[1] [2]
Portugal 28 de julho de 1995[3]
Idioma Inglês
Orçamento US$17 milhões[4]
Receita US$247.275.374[4]
Cronologia
Último
Último
Dumb and Dumberer: When Harry Met Lloyd (2003)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)
Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Dumb & Dumber (Débi & Lóide: Dois Idiotas em Apuros, no Brasil; Doidos à Solta, em Portugal) é um filme de comédia de estrada estadunidense de 1994, estrelado por Jim Carrey e Jeff Daniels. Foi escrito e dirigido pelos irmãos Farrelly, Peter Farrelly e Bobby Farrelly, e é a sua estréia como diretores. O filme conta a história de Lloyd Christmas e Harry Dunne, dois amigos de boa índole, mas pouco inteligentes de Providence, Rhode Island, que partem em uma viagem estadual para Aspen, Colorado, para devolver uma maleta cheia de dinheiro para sua dona.

O filme foi lançado em 16 de dezembro de 1994 nos Estados Unidos. No Brasil, o filme foi lançado em 27 de fevereiro de 1995[5] [6] . Embora a recepção inicial para Dumb and Dumber foi mista, foi um sucesso comercial e desenvolveu um culto de seguidores nos anos desde então.[7] [8] O sucesso de Dumb and Dumber lançou a carreira dos irmãos Farrelly e ajudou a de Carrey.[9] O filme também gerou uma série animada de televisão, uma prequela de 2003 e uma sequência, lançado em 2014.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Lloyd Christmas (Jim Carrey) é um motorista de limusine ingênuo que vive em Providence, Rhode Island, que se apaixona por uma passageira, Mary Swanson (Lauren Holly), enquanto à leva para o Aeroporto. Mary está a caminho da casa de sua família em Aspen, Colorado; mas abandona uma maleta de propósito no saguão do aeroporto, pois dentro da bagagem há uma grande quantia em dinheiro que Swanson havia deixado para pagar bandidos que sequestraram seu marido (os meliantes haviam combinado com Mary para que ela deixasse a maleta no aeroporto para eles pegarem e assim soltarem seu marido). Entretanto Lloyd vê Mary deixando a mala e a recupera antes dos bandidos chegarem para pegá-la, correndo na frente deles para apanhar a maleta. Christmas corre para devolver a bagagem a Mary, mas a moça já havia embarcado no avião rumo à Aspen e Lloyd não consegue alcançá-la antes da aeronave partir para devolver a mala à ela.

Harry Dunne (no Brasil, Débi Dunne), interpretado por Jeff Daniels, companheiro de quarto de Lloyd, está trabalhando com cães, e recentemente investiu muito dinheiro para deixar seu carro (um Ford Econoline 1984) parecido com um cão. Lloyd e Harry rapidamente perdem seus empregos devido à acidentes evitáveis, e ambos estão angustiados por estarem desempregados. Pensando que Lloyd é um "profissional" contratado pela família de Mary Swanson para investigar o sequestro do marido de Mary, ou talvez um agente do FBI, os bandidos que pretendiam pegar a maleta no aeroporto decidem se vingar de Lloyd. Pouco depois de voltarem para casa, Lloyd e Harry estão assustados porque os bandidos (um homem gordo e uma mulher) estão à sua porta, um deles armado. Harry e Lloyd pensam que eles estão querendo cobrar dívidas (mais precisamente a "Conta do Gás"), e os dois fogem pela janela levando a maleta e decidem procurar novos empregos pela cidade enquanto fogem. Enquanto isso os bandidos conseguem entrar no apartamento da dupla e arrancam a cabeça do periquito de Harry. Lloyd e Harry não consegue nenhum emprego na cidade e decidem voltar para o apartamento. Lloyd (que alega ter sido roubado por uma "velhinha em um carrinho motorizado" após fazer algumas compras) convence Harry (que está completamente triste e desolado por ter visto sua ave de estimação sem a cabeça) a deixarem a cidade de Providence para irem à Aspen para devolver a pequena maleta à Mary Swanson. Os dois decidem viajar até Aspen e os bandidos os seguem.

Em seu caminho para Aspen, Harry e Lloyd tem várias desventuras. Um dos bandidos, Joe "Mental" Mentaliano (Mike Starr), finge ser um homem que teve seu carro quebrado na estrada e pede carona a Harry e a Lloyd em seu "furgão canino" enquanto que sua cúmplice J.P. Shay (Karen Duffy) segue-os. Quando o trio para em um restaurante para almoçar, Lloyd e Harry, inadvertidamente matam "Joe", dando para ele veneno de rato acidentalmente, com a intenção de medicá-lo depois de um desmaio (pois os dois haviam pregado uma peça no bandido, colocando pimenta em seu hambúrguer, fazendo-o desmaiar). Mais tarde, os dois patetas seguem na direção errada (quando Lloyd "acidentalmente" pega a estrada errada, indo à Lincoln, Nebraska em vez de Aspen, Colorado). Quase sem gasolina, Harry, fica furioso com o erro de Lloyd, e decide caminhar a pé sozinho para casa, mas Lloyd acaba trocando o carro deles por uma pequena moto de um garoto e alcança Harry que estava caminhando sozinho à beira da estrada com o intuito de ir pra casa. Harry acaba perdoando Lloyd pelo tal erro e os dois decidem retomar a viagem rumo a Aspen na pequena moto.

Incapaz de se lembrar do nome de Mary Swanson, ou localizar o telefone dela em uma agenda, Lloyd e seu companheiro passam uma noite fria em um parque da cidade de Aspen. Eles acabam descobrindo que a bolsa está cheia do dinheiro que os capangas exigiam pela liberação do marido de Mary que havia sido seqüestrado. Os dois decidem gastar o dinheiro irresponsavelmente e acabam alugando um hotel de luxo, compram uma caríssima Lamborghini Diablo, roupas caras, smokings e roupas de cores brilhantes (azul para Harry, e laranja para Lloyd) com cartolas e bengalas. Lloyd tenta usar o dinheiro para atrair Mary antes de revelar à mesma que possui a tal maleta, mas Mary acaba fazendo amizade com Harry, cuja sua estupidez é confundida pela moça como um humor intencional. A amizade de Harry com Mary faz com que Lloyd sinta ciúmes.

Por fim, os dois se encontram no hotel onde estão hospedados com o homem por trás do plano de sequestro do esposo de Mary, Nicholas Andrew (Charles Rocket), um confidente de longa data da família Swanson, que decide manter de reféns Harry, Lloyd e Mary no quarto do hotel. Quando Lloyd revela que todo o dinheiro do resgate que estava na maleta foi gasto (dinheiro este substituído por "notas provisórias"), Nicolas tenta matar Harry com um tiro, mas este acaba sobrevivendo por estar vestindo um colete a prova de balas. O FBI invade o quarto onde os três estavam mantidos como reféns e Mary se encontra com seu marido que havia sido localizado pela polícia, desanimando Lloyd, que nem sabia que Mary era casada. Lloyd, consumido pela raiva, chega a ter uma visão de si mesmo dando tiros no marido de Mary, mas é interrompido quando ela apresenta seu marido a ele.

Sem dinheiro algum, Harry e Lloyd voltam para casa caminhando sozinhos pela estrada. No meio do caminho, um ônibus cheio de belas garotas de biquíni param na frente deles e as moças descem do veículo para convidarem os dois para participar de um "Concurso de Biquínis" (elas precisam de dois homens para passarem óleos em seus belíssimos corpos antes de cada apresentação), mas por causa da estupidez dos dois eles não aceitam a oferta e as recomendam a procurarem dois rapazes em uma cidade não muito longe dali. Em seguida, eles voltam a caminhar sozinhos pela estrada, dizendo um ao outro que dois rapazes de sorte vão acompanhar aquelas belas garotas no Concurso. Harry e Lloyd concluem que um dia eles também poderão ter essa mesma sorte e para que isso possa acontecer é só ficarem bem atentos.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Jim Carrey, baseado no sucesso de bilheteria de Ace Ventura: Pet Detective (1994), recebeu um salário de 7 milhões para este filme,[10] enquanto que Jeff Daniels recebeu 750 mil. Os dois atores permanecem o mesmo tempo em cena ao longo de todo o filme.[10]

Jim Carrey se recusou a rodar um final alternativo, por ter achado perfeito o final rodado.[10]

Jim Carrey mandou limar seus próprios dentes da vida real, em preparação para seu personagem.[10]

Steve Martin e Martin Short recusaram o papel de Lloyd.[11]

Localização[editar | editar código-fonte]

Cenas que ocorrem em Aspen foram filmados em Breckenridge, Colorado e Park City, Utah. The Stanley Hotel em Estes Park, Colorado foi transformado no "Danbury Hotel" para as filmagens do filme. No "Danbury Hotel" foram feitas as cenas do bar e gravações nas escadas foram filmados lá. As cenas filmadas na neve foram gravadas em Copper Mountain Resort.

Algumas das cenas de rua externas foram filmadas em Salt Lake City.

Algumas cenas do início do filme também foi rodado em locações na área metropolitana de Providence, Rhode Island área metropolitana, incluindo cenas para o horizonte, The Bug Big Blue, e cenas do início de sua viagem foram baleados em locais em Cumberland.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Dumb and Dumber:
Original Motion Picture Soundtrack
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 22 de novembro de 1994
Gênero(s) Trilha sonora
Duração 46:51
Gravadora(s) RCA
Singles de Dumb and Dumber: Original Motion Picture Soundtrack
  1. "New Age Girl"
    Lançamento: 1994
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg link

Dumb and Dumber: Original Motion Picture Soundtrack é a trilha sonora original para o filme, a trilha sonora foi lançada pela RCA Records em 22 de novembro de 1994.[12]

  1. "The Ballad of Peter Pumpkinhead" por Crash Test Dummies (com Ellen Reid)
  2. "New Age Girl" por Deadeye Dick
  3. "Insomniac" por Echobelly
  4. "If You Don't Love Me (I'll Kill Myself)" por Pete Droge
  5. "Crash (The '95 Mix)" por The Primitives
  6. "Whiney, Whiney (What Really Drives Me Crazy)" por Willi One Blood
  7. "Where I Find My Heaven" por Gigolo Aunts
  8. "Hurdy Gurdy Man" por Butthole Surfers
  9. "Too Much of a Good Thing" por The Sons featuring Bret Reilly
  10. "The Bear Song" por Green Jellÿ
  11. "Take" por The Lupins
  12. "You Sexy Thing" por Deee-Lite
  13. "Get Ready" por The Proclaimers

A música "The Rain, The Park & Other Things", de The Cowsills não estava na trilha sonora, apesar de ter sido rodado bastante destaque na montagem de Lloyd fantasiando sobre Mary, bem como "Oh, Pretty Woman", de Roy Orbison, embora esta última estivesse em destaque durante uma das montagens do filme.

Outra música que também faltou ser incluída inicialmente foi "Rollin 'Down the Hill" por The Rembrandts, "Mmm Mmm Mmm Mmm" pelos Crash Test Dummies, "Red Right Hand" de Nick Cave ea Bad Seeds, "Can We Still Be Friends" de Todd Rundgren (que também escreveu a trilha sonora original), "Boom Shack-A-Lak" de Apache Indian e "Make Love Now" por Patrick Wilson.

A canção "Go Your Own Way" por Fleetwood Mac foi destaque na versão editada para a televisão.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

Dumb and Dumber recebeu críticas mistas dos críticos. O filme atualmente acumula um 64% "fresco" classificação global de aprovação sobre a análise de agregação site Rotten Tomatoes.[13] No Metacritic, que atribui uma avaliação normalizada em 100 a comentários de críticos de cinema, tem uma pontuação de 39 com base em comentários de 13 críticos, indicando uma gama de opiniões aceitáveis. [14]

Enquanto Roger Ebert deu ao filme apenas dois de quatro estrelas (apesar de elogios para o desempenho de Carrey, chamando-o de "verdadeiramente original", e a piada do periquito morto),[15] a maioria dos comentários foram positivos. Stephen Holden, do The New York Times chamou Jim Carrey de "o novo Jerry Lewis,"[16] e Peter Stack do San Francisco Chronicle chamou de "desenfreada", "divisão de costela", e deu ao filme o louvor para ser tanto um bruto e comédia pastelão e uma "comédia inteligente" ao mesmo tempo.[17] Carrey foi indicado para o prêmio Framboesa de Ouro para "Worst New Star".

O filme, desde então, adquiriu o status de um clássico cult.[18]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

O filme foi um sucesso de bilheteria, com um orçamento de 17 milhões,[4] arrecadando 127,175,374, nos Estados Unidos, e 247,275,374 em todo o mundo, e no topo da temporada de férias filme bruto.[19]

Legado[editar | editar código-fonte]

Série animada[editar | editar código-fonte]

Abertura para o desenho animado.

Em 1995, a Hanna-Barbera produziu uma série animada que foi ao ar na ABC, como parte de sua linha de desenho animado no sábado de manhã, Matt Frewer forneceu a voz de Lloyd, enquanto Bill Fagerbakke fez a voz de Harry. No desenho, Harry e Lloyd conseguiram readquirir a sua van agora com o nome "Otto". O desenho animado também apresenta um novo personagem, Kitty, uma fêmea castor pet roxa que parece ser mais esperta do que os homens. A série animada foi escrito por Bennett Yellin, co-roteirista do filme.

Prequela[editar | editar código-fonte]

Em 2003, uma prequela foi lançado nos cinemas, intitulado Dumb and Dumberer: When Harry Met Lloyd. A prequela contou com um elenco diferente do que o filme anterior, e os irmãos Farrelly não teve nenhuma participação na produção do filme. Ele foi fortemente criticado pelos críticos, recebendo uma classificação de 10% no Rotten Tomatoes, e era apenas um sucesso moderado, arrecadando cerca de 39.2 milhões em todo o mundo contra um orçamento de 19 milhões, ao contrário do filme original que obteve 247 milhões em todo o mundo contra 17 milhões de orçamento.[20] [21]

Sequência[editar | editar código-fonte]

A sequência do filme, intitulado Dumb and Dumber To, Já foi lançado. Jim Carrey e Jeff Daniels voltaram para fazer o filme, e Bobby Farrelly e Peter Farrelly também voltam para dirigir o filme, juntamente com o original roteirista Bennett Yellin e atores reprisando seus papéis do primeiro filme, incluindo Cam Neely, que interpretou Sea Bass e Brady Bluhm, que interpretou Billy em (Apartamento) 4C.

Referências

  1. http://www.cinemaemcena.com.br/plus/modulos/filme/ver.php?cdfilme=11525&PHPSESSID=ca5fvnktk7jl0frsbhg87o1jk7
  2. http://filmow.com/debi-loide-dois-idiotas-em-apuros-t1520/
  3. http://www.imdb.com/title/tt0109686/releaseinfo?ref_=tt_ov_inf+
  4. a b c Dumb & Dumber Box Office Mojo. Visitado em 27-06-2011.
  5. http://filmow.com/debi-loide-dois-idiotas-em-apuros-t1520/
  6. http://www.cinemaemcena.com.br/plus/modulos/filme/ver.php?cdfilme=11525
  7. Dumb & Dumber (em inglês) no Box Office Mojo
  8. Top 10 Cult Comedies. Visitado em 31 de outubro de 2013.
  9. Jim Carrey Biography Bio. Visitado em 31 de outubro de 2013.
  10. a b c d Dumb & Dumber no AdoroCinema
  11. Trivia for Dumb and Dumber IMDb. Visitado em 31 de outubro de 2013.
  12. Playlist conforme listado no Compact Disc - acessado em 31 de outubro de 2013
  13. Dumb and Dumber Rotten Tomatoes. Visitado em 31 de outubro de 2013.
  14. Critic Reviews for Dumb & Dumber at Metacritic Metacritic.com. Visitado em 31 de outubro de 2013.
  15. Dumb And Dumber Chicago Sun-Times.
  16. Holden, Stephen (16 de dezembro de 1994). FILM REVIEW; Traveling on Half a Tank The New York Times.
  17. FILM REVIEW -- 'Dumb and Dumber' a Smart Comedy With Lowbrow Laughs San Francisco Chronicle (23 de junho de 1995).
  18. Top 10 Cult Comedies
  19. Weinraub, Bernard (3 de janeiro de 1995). 'Dumb and Dumber' Tops Holiday Film Grosses The New York Times. Visitado em 31 de outubro de 2013.
  20. Dumb and Dumberer: When Harry Met Lloyd (2003) Rotten Tomatoes. Visitado em 31 de outubro de 2013.
  21. Dumb and Dumberer: When Harry Met Lloyd Box Office Mojo. Visitado em 31 de outubro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]