Liar Liar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Liar Liar
O Mentiroso Compulsivo (PT)
O Mentiroso (BR)
 Estados Unidos
1997 •  cor •  86 min 
Direção Tom Shadyac
Produção Brian Grazer
Produção executiva James D. Brubaker
Michael Bostick
Argumento Paul Guay
Stephen Mazur
Elenco Jim Carrey
Maura Tierney
Jennifer Tilly
Cary Elwes
Gênero comédia
Música John Debney
Direção de arte Richard A. Toyon
Direção de fotografia Russell Boyd
Figurino Judy L. Ruskin
Edição Don Zimmerman
Companhia(s) produtora(s) Imagine Entertainment
Distribuição Universal Pictures
Lançamento Estados Unidos 21 de Março de 1997
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)
Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Liar Liar (O Mentiroso[1] (título no Brasil) ou O Mentiroso Compulsivo[2] (título em Portugal)) é um filme de comédia estadunidense de 1997 dirigido por Tom Shadyac, com roteiro baseado em história escrita por Paul Guay e Stephen Mazur.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Fletcher Reede (Jim Carrey) é um advogado de sucesso, separado e com um filho para criar. Reede é um mentiroso compulsivo, que vive mentindo e dando desculpas para o seu filho Max (Justin Cooper). Tal hábito de mentir fez com que seu casamento com Audrey (Maura Tierney) fosse por água abaixo, já que ela perdeu a confiança nele e por isso o deixou. Para piorar, a mãe do garoto namora Jerry (Cary Elwes), um sujeito jeitoso e certinho que de certa forma conquistou a simpatia do garoto e sempre que surge, acaba roubando a atenção do mesmo, que troca seu pai por seu futuro padrasto, o qual tem planos futuros que envolvem Audrey e Max.

Além disso, Reede tem de ser simpático e politicamente correto para com seus colegas de trabalho, geralmente disfarçando em relação á sua opinião sobre os mesmos, enquanto tenta conquistar a simpatia de sua chefe Miranda (Amanda Donohoe).

A situação se complica para Reede quando seu filho faz um pedido em seu aniversário, em que seu pai não poderá contar nenhuma mentira durante 24 horas. O pedido, de alguma forma, é atendido e Reede não consegue mentir durante um dia inteiro, além de se ver forçado a ser sincero sobre tudo o que sente e pensa, o que torna a sua vida um inferno, já que no dia em que está impossibilitado de mentir, tem que defender um caso importante no tribunal, agindo como advogado de Samantha Cole (Jennifer Tilly), uma mulher carente abandonada pelo marido e vítima de acusações envolvendo adultério.[3]

Elenco[editar | editar código-fonte]


Dublagem[editar | editar código-fonte]

Elenco de dublagem
Personagem Interpretado por Brasil Dublagem
(SP)
Brasil Redublagem
(RJ)
Fletcher Reede Jim Carrey Francisco Brêtas Marco Ribeiro
Audrey Reede Maura Tierney Eleonora Prado Priscila Amorim
Max Reede Justin Cooper Úrsula Bezerra Gustavo Pereira
Jerry Cary Elwes Leonardo Camilo Marco Antônio Costa
Samantha Cole Jennifer Tilly Tânia Gaidarji Sheila Dorfman
Miranda Amanda Donohoe Rosana Beltrame Sumára Louise
Juíz Marshall Stevens Jason Bernard Mário Jorge Montini Waldyr Sant'anna
Greta Anne Haney Gessy Fonseca Selma Lopes
Sr. Allan Mitchell Ryan Aldo César Miguel Rosenberg

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Liar Liar tem aclamação por parte da crítica especializada. Com o tomatometer de 81% em base de 53 críticas, o Rotten Tomatoes publicou um consenso: "Apesar de sua trama fina, Liar Liar é elevado por marca exuberante do humor físico de Jim Carrey e o resultado é uma profusão de risadas que ajudou a ampliar o apelo do comediante". Por parte da audiência do site tem 75% de aprovação.[4]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Jim Carrey recebeu uma indicação ao Globo de Ouro na categoria de Melhor Ator - Comédia/Musical[5]

Referências

  1. «Liar Liar». AdoroCinema. Consultado em 21 de fevereiro de 2014. 
  2. «Liar Liar». DVDPT. Consultado em 21 de fevereiro de 2014. 
  3. «Liar Liar». Filmow. Consultado em 21 de fevereiro de 2014. 
  4. «Liar Liar» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 21 de fevereiro de 2014. 
  5. «Jim Carrey» (em inglês). AceShowbiz. Consultado em 21 de fevereiro de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]