Barnyard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para pela série, veja Back at the Barnyard.
Disambig grey.svg Nota: Para pelo jogo eletrônico, veja Barnyard (jogo eletrônico).
Barnyard
Balbúrdia na Quinta - O Filme (PT)
O Segredo dos Animais, o Filme (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2006 •  cor •  90 min 
Direção Steve Oedekerk
Produção Steve Oedekerk
Paul Marshal
Roteiro Steve Oedekerk
Elenco Kevin James
David Koechner
Sam Elliott
Courteney Cox
Danny Glover
Jeff Garcia
Wanda Sykes
Tino Insana
Dom Irrera
Andie MacDowell
Rob Paulsen
Cam Clarke
Gênero Comédia

Animação

Música John Debney
Edição Paul D. Calder
Billy Weber
Companhia(s) produtora(s) Nickelodeon Movies
O Entertainment
Omation Animation Studio
Distribuição Paramount Pictures
Lançamento Estados Unidos 4 de agosto de 2006
Portugal 5 de outubro de 2006
Brasil 27 de outubro de 2006
Idioma Inglês
Orçamento US$51 milhões
Receita US$116,476,887
Página no IMDb (em inglês)

Barnyard (O Segredo dos Animais, o Filme (título no Brasil) ou Balbúrdia na Quinta - O Filme (título em Portugal)) é um filme de animação computadorizada produzido pela Nickelodeon Movies e O Entertainment, e distribuído pela Paramount Pictures. O filme estreou no dia 4 de agosto de 2006. A direção e o roteiro ficaram nas mãos de Steve Oedekerk. A distribuição para Suíça, Espanha e Luxemburgo ficou nas mãos da Universal Studios. Em 2007, um seriado de televisão foi lançado no canal pago Nickelodeon e foi exibido pela Rede Globo no quadro TV Globinho. Em outubro de 2009, lançaram novos episódios e o Brasil estreou 3 episódios a mais que os Estados Unidos.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Quando o fazendeiro está fora, todos os animais mudam de vida: passam a fazer coisas que humanos fazem, como andar sobre duas pernas, cantar, dançar e brincar.

Entre eles está Otis, um boi malhado que gosta muito de se divertir. Depois de mais uma de suas travessuras com seus amigos, é advertido por seu pai, Ben, que não concorda com as atitudes do filho e sempre quer lecioná-lo. Ele diz que Otis que deverá crescer um dia, e que se fugir sempre das responsabilidades, nuca será feliz. Ele disse isso porque é o líder de todos os animais, e Otis ficaria em seu lugar no futuro. No entanto, o jovem boi parece não ligar muito para essas coisas, pois acha que não está preparado para assumir a liderança da fazenda.

Entretanto, essa responsabilidade virá à tona quando Ben, ao ser atacado por coiotes, que a início estavam tentando roubar algumas galinhas, deixa claro para Otis que havia chegado a hora. O jovem boi malhado foi escolhido por todos os animais para ser o novo líder da fazenda. Agora, ele terá de promover a segurança de tudo e de todos, principalmente contra os malditos coiotes. O problema é que sua vontade de se divertir, que é maior que a de proteger a fazenda, poderá dificultar muito nessa nova fase.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

O filme tem uma classificação "podre" de 22% no Rotten Tomatoes, com base em 96 avaliações, com uma classificação média de 4,4 / 10. O consenso do site disse: "sem imaginação e sem graça, este conto de fronteiras corruptoras de curral bizarro pouco acrescenta no repertório deste verão de filmes de animação."[1] No Metacritic, tem uma pontuação de 42 em 100, indicando "críticas mistas ou médias".[2]

Bilheteria [editar | editar código-fonte]

Barnyard foi lançado em 4 de agosto de 2006, e estreou em 3.311 cinemas. Este filme ficou em 2° lugar na bilheteria em sua primeira semana de estréia, atrás apenas de Talladega Nights: The Ballad of Ricky Bobby, ganhando $16.000.000 nas bilheterias domésticas. Fechou-se em 2 de novembro de 2006 e arrecadou $73.000.000 em seu lançamento nacional. Também arrecadou $116.000.000 em seu lançamento nos cinemas no mundo todo, tornando-se um sucesso de bilheteria.[3]

Personagens/Dublagem[editar | editar código-fonte]

Personagem Espécie Vozes nos EUA Vozes no Brasil
Otis boi Kevin James Guilherme Briggs
Ben boi Sam Elliott Luiz Carlos Persy
Pip rato Jeff Garcia Manolo Rey
Pig (Porco) porco Tino Insana Mauro Ramos
Freddy furão Cam Clarke Clécio Souto
Peck (Pedro) galo Rob Paulsen Paulo Vignolo
Daisy vaca Courtney Cox Sylvia Salustti
Bessy (Betty) vaca Wanda Sykes Marisa Leal
Miles (Milo) jumento Danny Glover Júlio Chaves
Etta (Edna) galinha Andie MacDowell Sheila Dorfman
Maddy (Maggy) pintinho Madeline Lovejoy Pamella Rodrigues
Duke (Tuco) cão Dom Irrera Eduardo Borgerth
Igg boi Maurice LaMarche Sérgio Stern
Bud (Bruno) boi John DiMaggio Maurício Berger
Eddy boi S. Scott Bullock Duda Espinoza
Dag coiote David Koechner Alexandre Moreno
Nora Beady (Nora Lima) humana Maria Banford Nádia Carvalho
Fazendeiro humano José Santa Cruz
Menino cruel humano Steve Oedekerk Pedro Eugênio
Randall Beady (Nataniel Lima) humano Steve Oedekerk Isaac Bardavid

Home media[editar | editar código-fonte]

Barnyard foi lançado em widescreen.[4] Foi lançado em DVD em 12 de dezembro de 2006, e inclui a abertura alternativa. [5]

Vídeo game [editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Barnyard (video game)

Um jogo baseado no filme foi produzido pela THQ e Blue Tongue Entertainment. É um jogo de aventura onde o jogador cria sua própria vaca e caminha ao redor da fazenda e pode fazer várias coisas, como jogar mini-jogos, fazer brincadeiras com os seres humanos, andar de bicicleta e até montar festas. Foi lançado para PlayStation 2Nintendo GameCubeWii, PC e Game Boy Advance.

Série[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Back at the Barnyard

Em 29 de setembro de 2007, uma série animada de televisão baseada no filme estreou na NickelodeonChris Hardwick substituiu Kevin James no papel de Otis, e Leigh-Allyn Baker dublou a nova personagem Abby, que substituiu Daisy[6]. A série teve duas temporadas, e terminou em 12 de Novembro de 2011.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Barnyard (Music from the Picture Motion)
Trilha sonora de vários artistas
Lançamento 22 de agostode 2006
Gravação 2005-2006
Gênero(s) Alternative Rock,Pop
Duração 36:58
Formato(s) CD
Gravadora(s) Bulletproof Records

A trilha sonora foi lançada em 22 de agosto de 2006 pela Bulletproof Records. Nela se inclui uma canção original da banda de indie pop Starlight Mints e "You Gotta Move" de Aerosmith.[7]

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Produtor(es) Duração
1. "Mud"   North Mississippi Allstars 2:30
2. "'Hittin' the Hay"   North Mississippi Allstars featuring Les Claypool 2:23
3. "Down On the Farm (They All Ask For You)"   Kevin James e North Mississippi Allstars 1:12
4. "I Won't Back Down"   Sam Elliott 2:12
5. "2StepN"   North Mississippi Allstars 2:46
6. "Hillbilly Holla"   North Mississippi Allstars 3:25
7. "Kick It"   The Bo-Keys 2:33
8. "Father, Son"   Peter Gabriel 4:56
9. "Freedom Is a Voice"   Bobby McFerrin e Russell Ferrante 4:17
10. "Popsickle"   Starlight Mints 3:01
11. "Wild and Free"   Rednex 3:37
12. "Boombastic"   Shaggy 4:06
Duração total:
36:58

Outras canções que aparecem no filme:

  • "The Barnyard Dance" - Lewis Arquette and Family
  • "Do Your Thing" - Basement Jaxx
  • "You Gotta Move" - Aerosmith
  • "Sister Rosetta" - Alabama 3
  • "Slow Ride" - Paul Calder
  • "Truck Song" - Paul Calder

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. «Barnyard». www.rottentomatoes.com. 2006-08-04. Consultado em 2015-12-09. 
  2. «Barnyard». Metacritic. Consultado em 2015-12-09. 
  3. «Barnyard: The Original Party Animals (2006) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 2015-12-09. 
  4. «News: Barnyard (US - DVD R1) - DVDActive». www.dvdactive.com. Consultado em 2015-12-09. 
  5. «Barnyard Bashes DVD - IGN». IGN. Consultado em 2015-12-09. 
  6. «The Original Party Animals Join Nickelodeon's Slate of Hit Nicktoons with the Premiere of 'Back At The Barnyard' on September 29 at 9:00 p.m. (ET/PT)». www.prnewswire.com. Consultado em 2015-12-09. 
  7. «Bulletproof - Soundtracks». www.bulletproofrecords.com. Consultado em 2015-12-09.