Afonso Camargo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Presidente Afonso Camargo, ao lado de Santos Dumont, em Curitiba, 1916.

Affonso Alves de Camargo (Guarapuava, 25 de setembro de 187317 de abril de 1958) foi um político brasileiro com base política no estado do Paraná.

Filho de Pedro Alves da Rocha Loures e Francisca de Camargo, mudou-se para Curitiba ainda jovem, onde foi promotor público e professor catedrático da Faculdade de Direito da Universidade do Paraná.

Entrou para a política e elegeu-se deputado estadual diversas vezes, permanecendo no cargo de 1896 a 1907. Chegou a vice-presidente (1908 — 1912) e depois presidente de estado do Paraná (1916 — 1920), como se chamava o título do governo estadual na época. Após o governo entrou para o Congresso Nacional, primeiro como deputado federal (1921 — 1922) e depois como senador (1922 — 1928). Retornou ao Paraná para governar o estado mais uma vez, de 1928 a 1930.

Ainda no cargo de vice-presidente do Estado do Paraná atuou como advogado da Brazil Railway, no conflito de terras durante a Guerra do Contestado, obtendo a vitória judicial da ferrovia contra os detentores tradicionais das terras na região.[1]

É avô do político paranaense Affonso Camargo Neto.

Referências

  1. THOMÉ, N. PR e SC Disputam Território. Curitiba: Gazeta do Povo, Suplemento, 2003.


Precedido por
Carlos Cavalcanti de Albuquerque
Governador do Paraná
1916 — 1920
Sucedido por
Caetano Munhoz da Rocha
Precedido por
Caetano Munhoz da Rocha
Governador do Paraná
1928 — 1930
Sucedido por
Mário Alves Monteiro Tourinho