António Augusto Azevedo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
António Augusto Azevedo
Bispo da Igreja Católica
Bispo de Vila Real
D. António Augusto Azevedo

Fotografia Oficial


Título

Bispo-Titular de Cemeriniano
Hierarquia
Papa Francisco
Arcebispo metropolita Jorge Ortiga
Atividade eclesiástica
Diocese Diocese de Vila Real
Nomeação 11 de maio de 2019
Entrada solene 30 de junho de 2019
Predecessor Dom Amândio José Tomás
Mandato 2019 -
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 13 de julho de 1986
Nomeação episcopal 9 de janeiro de 2016
Ordenação episcopal 19 de março de 2016
Catedral do Porto - Nossa Senhora da Conceição, Porto
por Dom António Francisco dos Santos
Lema episcopal "Cantarei eternamente as misericórdias do Senhor"
Brasão episcopal
Coat of arms of António Augusto de Oliveira Azevedo.svg
Dados pessoais
Nascimento São Pedro de Avioso, Maia
14 de junho de 1962 (58 anos)
Nacionalidade português
Residência Paço Episcopal, Rua Tenente Bessa Monteiro, 28, Carmo

Código Postal: 5000-604 Localidade: Vila Real

Funções exercidas - Bispo-auxiliar do Porto (2016-2019)
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

António Augusto de Oliveira Azevedo (São Pedro de Avioso, Maia, 21 de janeiro de 1954) é um bispo católico português, sendo atualmente Bispo de Vila Real. Anteriormente Bispo Auxiliar do Porto, em 11 de maio de 2019 foi nomeado Bispo de Vila Real pelo Papa Francisco.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Natural de São Pedro de Avioso, Maia, foi ordenado presbítero em 13 de julho de 1986, sendo incardinado na Diocese do Porto.

Concluiu o Doutoramento em Filosofia pela Universidade Pontifícia Gregoriana, em Roma. Assumiu depois as funções de Docente na Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa (Porto), no Seminário Maior do Porto, no Centro de Cultura Católica (Porto), e na Escola de Direito e na Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa (Porto). Até à nomeação episcopal exercia as funções de Reitor do Seminário Maior do Porto e, desde 2004, de Juiz do Tribunal Eclesiástico do Porto.

Foi nomeado Bispo-Auxiliar do Porto pelo Papa Francisco, em 9 de janeiro de 2016, tendo como título episcopal o de Bispo-Titular de Cemerinianus, uma antiga Diocese do Norte de África, na atual Argélia.[1]

Referências

  1. Agencia Ecclesia. «Porto: Papa nomeia novo bispo auxiliar». 9 de janeiro de 2016 

Precedido por
Amândio José Tomás
Brasão episcopal
Bispo de Vila Real

2019 — presente
Sucedido por
presente