Antônio da Silva Prado Júnior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Antônio da Silva Prado Júnior
Nascimento 5 de abril de 1880
São Paulo
Morte 1955 (75 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação engenheiro, político

Antônio da Silva Prado Júnior (São Paulo, 5 de abril de 18801955) foi um engenheiro, empresário e político brasileiro.

Formado pela Escola de Engenharia da Universidade de São Paulo, entrou para a vida política por ser filho do antigo presidente do Estado de São Paulo, conselheiro Antônio Prado. Durante o governo de Washington Luís exerceu o cargo de prefeito do então Distrito Federal, assumindo em novembro de 1926 e ficando no cargo até outubro de 1930. Vitoriosa a Revolução de 1930, Prado Júnior foi deposto e exilado. Foi também deputado estadual e diretor da Companhia Paulista de Estradas de Ferro.[1]

Prado Júnior também foi um homem ousado e pioneiro em algumas conquistas brasileiras. Em 10 de agosto de 1907, em Paris, subiu com a esposa Eglantina Penteado e Eduardo Prado no balão Lutéce, pilotado por ninguém menos que Alberto Santos-Dumont, do qual era amigo.[2] Entre 16 e 17 de abril de 1908, protagonizou, junto com outros companheiros (Clóvis Glicério, Bento Canavarro e Mário Cardim) a primeira travessia automobilística de São Paulo, numa viagem de 37 horas entre a capital paulista e a cidade de Santos. Eles utilizaram um veículo francês Motobloc, de 36 cavalos vapor. Esta história foi contada numa obra literária lançada durante as festividades do centenário desta viagem.[3]

Em 1941, ajudou a fundar a Associação Brasileira para Prevenção de Acidentes (ABPA), no Rio de Janeiro, e foi seu primeiro presidente.

Casou-se com Eglantina Penteado em 19 de outubro de 1901 em São Paulo. Eglantina Penteado nasceu em 12 de outubro de 1883 e faleceu em 22 de abril de 1931, filha de Antonio Álvares Leite Penteado e Ana Paulina Lacerda Franco. O casal teve os seguintes filhos:

Prado Júnior foi fundador e presidente por vários anos do Club Athlético Paulistano e responsável por levar a equipe de futebol para a França onde fez uma excepcional campanha, encantando o público europeu.

Referências

  1. Antônio Prado JB Cultural acessado em 26 de abril de 2008
  2. Les ascensions au parc de l’Aéroclub de France, L’Aérophile. Paris : Aéroclub de France, 15o ano, no 9, set. 1907, p. 241.
  3. Fundação Arquivo e Memória de Santos acessado em 26 de abril de 2008
Precedido por
Alaor Prata Leme Soares
Prefeito do Distrito Federal (1889-1960)
1926 — 1930
Sucedido por
Adolfo Bergamini