Augusto do Amaral Peixoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Augusto do Amaral Peixoto
Nascimento 7 de dezembro de 1901
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro1908.gif Distrito Federal
Morte 29 de julho de 1984 (82 anos)
Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Alice Correia Monteiro
Pai: Augusto do Amaral Peixoto
Ocupação Política

Augusto do Amaral Peixoto (Rio de Janeiro, 7 de dezembro de 1901 — Rio de Janeiro, 29 de julho de 1984) foi um político brasileiro.

Foi prefeito interino do Rio de Janeiro, de 2 de outubro de 1934 a 7 de abril de 1935, e irmão do ex-governador fluminense Ernani do Amaral Peixoto.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Militar, cursou a Escola Naval do Rio de Janeiro e formou-se em guarda-marinha no ano de 1922 e promovido a segundo-tenente em 1923. Participou da Revolução tenentista, da Coluna Relâmpago e da Revolução de 1930. Em 1933 elegeu-se deputado federal, perdendo o mandato no Estado Novo e em 1950 foi eleito suplente de deputado federal, assumindo em 1953. Em 1962, elegeu-se deputado estadual do Estado da Guanabara e reelegeu-se em 1966. Entre 1969 e 1971 foi ministro de Tribunal de Contas do estado da Guanabara[1].

Referências

  1. Augusto Amaral Peixoto Fundação Getúlio Vargas - CPDOC - acessado em 5 de maio de 2015

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Pedro Ernesto
Prefeito do Rio de Janeiro
1934 — 1935
Sucedido por
Pedro Ernesto


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.