Augusto do Amaral Peixoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Augusto do Amaral Peixoto
Nascimento 7 de dezembro de 1901
Rio de Janeiro, Bandeira do Distrito Federal (Brasil) (1891–1960).gif Distrito Federal
Morte 29 de julho de 1984 (82 anos)
Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Alice Correia Monteiro
Pai: Augusto do Amaral Peixoto
Ocupação Política

Augusto do Amaral Peixoto (Rio de Janeiro, 7 de dezembro de 1901 — Rio de Janeiro, 29 de julho de 1984) foi um político brasileiro.

Foi prefeito interino do Rio de Janeiro, de 2 de outubro de 1934 a 7 de abril de 1935, e irmão do ex-governador fluminense Ernani do Amaral Peixoto.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Militar, cursou a Escola Naval do Rio de Janeiro e formou-se em guarda-marinha no ano de 1922 e promovido a segundo-tenente em 1923. Participou da Revolução tenentista, da Coluna Relâmpago e da Revolução de 1930. Em 1933 elegeu-se deputado federal, perdendo o mandato no Estado Novo e em 1950 foi eleito suplente de deputado federal, assumindo em 1953. Em 1962, elegeu-se deputado estadual do Estado da Guanabara e reelegeu-se em 1966. Entre 1969 e 1971 foi ministro de Tribunal de Contas do estado da Guanabara[1].

Referências

  1. Augusto Amaral Peixoto Fundação Getúlio Vargas - CPDOC - acessado em 5 de maio de 2015

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Pedro Ernesto
Prefeito do Rio de Janeiro
1934 — 1935
Sucedido por
Pedro Ernesto


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.