Apeadeiro de Albergaria-a-Nova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o apeadeiro na Linha do Vouga. Se procura a estação na Linha do Vouga, veja Estação Ferroviária de Albergaria-a-Velha. Se procura a estação na Linha do Norte, veja Estação Ferroviária de Albergaria dos Doze.
Albergaria-a-Nova Logos IP.png
Apeadeiro de Albergaria-a-Nova, em 2010.
Linha(s) Linha do Vouga (Pk 48,466)
Coordenadas
Concelho Albergaria-a-Velha
Serviços Ferroviários Regional

O Apeadeiro de Albergaria-a-Nova, originalmente chamada de Carvalhal, é uma gare da Linha do Vouga, que serve a povoação de Albergaria-a-Nova, no concelho de Albergaria-a-Velha, em Portugal.

Mapa da rede do Vouga na Década de 1930, onde se pode ver a localização da gare de Albergaria-a-Nova.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1894, foi apresentado o ante-projecto para o troço da Linha do Vouga de Espinho ao Rio Caima, no qual estava prevista a construção de uma estação denominada de Carvalhal, junto à estrada de Aveiro para Viseu, que seria situada junto às estradas para o Carvalhal e Albergaria[1]

Este apeadeiro faz parte do troço entre Oliveira de Azeméis e Albergaria-a-Velha, que abriu à exploração em 1 de Abril de 1909.[2]

Em 1 de Janeiro de 1947, a exploração da Linha do Vouga passou para a Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses.[3]

Em 1954, a Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses e o Secretariado de Propaganda Nacional organizaram o XIII Concurso das Estações Floridas, tendo o apeadeiro de Albergaria-a-Nova recebido um diploma de menção honrosa especial.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Há Quarenta Anos» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 46 (1113). 1 de Maio de 1934. p. 244. Consultado em 31 de Março de 2015. 
  2. «Troços de linhas férreas portuguesas abertas à exploração desde 1856, e a sua extensão» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 69 (1652). 16 de Outubro de 1956. p. 528-530. Consultado em 31 de Março de 2015. 
  3. AGUILAR, Busquets de (1 de Junho de 1949). «A Evolução História dos Transportes Terrestres em Portugal» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 62 (1475). p. 383-393. Consultado em 31 de Março de 2015. 
  4. «XIII Concurso das Estações Floridas» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 67 (1608). 16 de Dezembro de 1954. p. 365. Consultado em 1 de Novembro de 2017. 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre o Apeadeiro de Albergaria-a-Nova

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.