Ativador do plasminogênio tecidual

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ativador do plasminogênio tecidual
Representação da estrutura do ativador do t-plasmidogênio. PDB 1A5H
Indicadores
Número EC 3.4.21.68
Número CAS 139639-23-9
Bases de dados
IntEnz IntEnz
BRENDA BRENDA
ExPASy NiceZyme
KEGG KEGG
MetaCyc via metabólica
PRIAM PRIAM
Estruturas PDB RCSB PDB PDBe PDBsum

Ativador do plasminogênio tecidual (abreviado como t-PA, AP-t ou PLAT) é uma protease sérica secretada que converte a proenzima plasminogênio em plasmina, que é uma enzima fibrinolítica. O plasminogênio é sintetizado como uma cadeia única que é clivada pela t-PA na plasmina de duas cadeias ligadas por dissulfato.

Função[editar | editar código-fonte]

O papel clássico do tPA é no sistema de coagulação. Especificamente, a tPA catalisa a conversão do plasminogênio em plasmina.

Genética[editar | editar código-fonte]

Plasminogênio tecidual recombinante é uma proteína codificada pelo gene PLAT, que está localizado no cromossoma 8.

Aplicações clínicas[editar | editar código-fonte]

O tPA é utilizado em doenças que apresentam coágulos de sangue, tais como embolia pulmonar, infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral, em um tratamento médico chamado trombólise.

Ativador de plasminogênio tecidual recombinante[editar | editar código-fonte]

Os ativadores de plasminogênio tecidual recombinante (r-TPAs) incluem alteplase, reteplase e tenecteplase.

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.