Proteína C

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Proteína C, também conhecida como autoprotrombina II-A e factor de coagulação sanguínea XIV,[1] :6822[2] é uma proteína zimogénica (inactiva), sendo que a forma activa desempenha um papel importante na regulação da coagulação do sangue, inflamação, morte celular e na manutenção da permeabilidade vascular das paredes dos vasos sanguíneos em humanos e em outros animais. A proteína C activada desempenha as funções atrás referidas principalmente através da inactivação proteolítica das proteínas denominadas factor Va e factor VIIIa. A proteína C activada é classificada como uma serina protease visto conter um resíduo de serina no seu sítio activo.[3] :35 Nos humanos, a proteína C é codificada pelo gene PROC, que está localizado no cromossoma 2.[4]

Referências

  1. Hall, Judith A.; Morton, Ian (1999). Concise dictionary of pharmacological agents: properties and synonyms Kluwer Academic [S.l.] ISBN 0-7514-0499-3. 
  2. Hall JA, Morton I (1999). Concise dictionary of pharmacological agents: properties and synonyms Kluwer Academic [S.l.] ISBN 0-7514-0499-3. 
  3. Nicolaes GA, Dahlbäck B (2003). "Congenital and acquired activated protein C resistance". Semin. Vasc. Med. [S.l.: s.n.] 3 (1): 33–46. doi:10.1055/s-2003-38331. PMID 15199491. 
  4. Foster DC, Yoshitake S, Davie EW (1985). "The nucleotide sequence of the gene for human protein C". Proc. Natl. Acad. Sci. U.S.A. [S.l.: s.n.] 82 (14): 4673–7. doi:10.1073/pnas.82.14.4673. PMC 390448. PMID 2991887. 
Ícone de esboço Este artigo sobre proteínas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.