Bárbara Bruno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bárbara Bruno
Nome completo Bárbara Janette Xavier Miessa
Nascimento 4 de julho de 1956 (59 anos)
Rio de Janeiro,  Brasil
Nacionalidade  brasileira
Ocupação Atriz, diretora e produtora
Atividade 1973 – atualidade
Cônjuge Nilton Emilio de Micheli (1975-198?)
Lauro César Muniz (2004-presente)
Outros prêmios
Prêmio Shell

2006: Troféu Especial — Realizações teatrais

IMDb: (inglês)

Bárbara Janette Xavier Miessa (Rio de Janeiro, 4 de julho de 1956), mais conhecida como Bárbara Bruno, é uma atriz, diretora e produtora brasileira. Interpretou diversos personagens durante sua trajetória no teatro e na televisão. Também dirigiu e produziu espetáculos para o teatro. A família Goulart foi homenageada na 18ª edição do Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro. Paulo Goulart, Nicette Bruno e seus filhos Beth Goulart, Bárbara Bruno e Paulo Goulart Filho receberam um Troféu Especial, pela união e realizações teatrais ao longo de mais de duas décadas.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha do ator falecido Paulo Goulart e Nicete Bruno, nasceu na cidade do Rio de Janeiro. Tem três filhos: Vanessa Goulart, Eduardo e Leonardo. É a irmã mais velha da também atriz Beth Goulart e do ator Paulo Goulart Filho.[2] Formada em Publicidade. Atualmente, Bárbara é casada com o escritor Lauro César Muniz.[3]

Estreou no teatro, em 1974, sob a direção de Antunes Filho na montagem de Tome Conta de Amelie, de Georges Feydeau. A partir de então, atua em diversos espetáculos, como : O Efeito dos Raios Gama Sobre as Margaridas do Campo (1974), A Cinderela do Petróleo (1976), Mãos ao Alto, São Paulo! (1980), Meu Anjo (1981), À Margem da Vida (1988), Laços Eternos (1993), O Martelo (1999), Crimes Delicados (2000), Sábado, Domingo e Segunda (2003), Motel Paradiso (2007) e De repente, No Último Verão (2013).[4]

O primeiro trabalho de Bárbara na televisão foi em 1973 As Divinas… e Maravilhosas, uma série de televisão exibida pela TV Tupi, onde ela fez a personagem Remy. Três anos depois veio no mesmo canal a novela Papai Coração na pele da personagem Alice. No ano de 1981, Bárbara foi para a Rede Globo onde fez parte do elenco da novela Terras do Sem-Fim com a personagem Olga. Participou também de um episódio do Caso Verdade (1982) da Rede Globo, da minissérie O Tempo e o Vento (1985). Depois de ficar um tempo longe da televisão para se dedicar mais ao teatro, Bárbara retornou para a televisão em Cidadão Brasileiro (2006) e logo após Maria Esperança (2009). Em 2015, volta às telenovelas interpretando Fiorina Cavichioli em Cúmplices de um Resgate no SBT.[5]

Também atua como diretora e produtora. Como diretora teatral dirigiu as peças: Look Book Hip House (1990), O Auto da Compadecida (1994), O Amor Venceu (1996), Sete Vidas (1997), O Cavalo na Montanha (2003) e Sábado, Domingo e Segunda (2003). Em 2009, dirigiu e produziu O Santo Parto, de Lauro César Muniz,[6] e dirigiu a peça A Aurora da Minha Vida, de Naum Alves de Souza.[7] Em 2014, Bárbara dirigiu espetáculo 13, que foi protagonizada pelo seu irmão Paulo Goulart Filho[8] No mesmo ano, na peça Gertrude Stein, Alice Toklas e Pablo Picasso interpretou a personagem Gertrude e dividiu a direção da peça com o irmão.[9]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Emissora Papel
1973 As Divinas... e Maravilhosas Tupi Remy
1976 Papai Coração Tupi Alice
1981 Terras do Sem-Fim Globo Olga
1982 Caso Verdade Globo Rosa
1985 O Tempo e o Vento Globo Alice Terra Cambará
2002 Sítio do Picapau Amarelo Globo Dona Benta jovem
2006 Cidadão Brasileiro[10] Record Cleonice Sales Jordão
2007 Maria Esperança SBT Eugênia Albuquerque[10]
2009 Além do Horizonte Cultura Dona Esperança
2012 Máscaras Record Maria José (Zezé)[10]
2015
-
2016
Cúmplices de um Resgate SBT Fiorina Cavichioli[2]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Teatro (como atriz)
Ano Título Papel
1974 Tome Conta de Amelie
O Efeito dos Raios Gama Sobre as Margaridas do Campo
1976 A Cinderela do Petróleo
1980 Dona Rosita, a Solteira
Mãos ao Alto, São Paulo!
1981 Walfredo, Meu Anjo
1986 Divina Encrenca
1987 Poe - A Inveja Dos Anjos
1988 À Margem da Vida
O Olho Azul da Falecida
1993 Laços Eternos
1999 O Martelo
2000 Crimes Delicados
2003 Sábado, Domingo e Segunda Tia Memé
2007 Motel Paradiso
2013 De repente, No Último Verão
2014 Gertrude Stein, Alice Toklas e Pablo Picasso Gertrude
Teatro (como diretora)
Ano Título
1990 Look Book Hip House
1994 O Auto da Compadecida
1996 O Amor Venceu
1997 Sete Vidas
2003 O Cavalo na Montanha[11]
Sábado, Domingo e Segunda
2009 O Santo Parto
A Aurora da Minha Vida
2014 13
Gertrude Stein, Alice Toklas e Pablo Picasso

Obras[editar | editar código-fonte]

Bárbara escreveu a peça Look Book Hip House em parceria com o pai Paulo Goulart em 1990.[12]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]