Campeonato Mundial de Clubes da FIFA de 2001

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Campeonato Mundial de Clubes da FIFA de 2001
FIFA Club World Championship 2001
Dados
Participantes 12
Organização FIFA
Anfitrião Flag of Spain.svg Espanha
Período 28 de julho12 de agosto
◄◄ 2000 Brasil Soccerball.svg 2005 Japão ►►

O Campeonato Mundial de Clubes da FIFA de 2001 foi uma tentativa por parte da FIFA de organizar a segunda edição do Mundial de Clubes, no ano de 2001. Estava previsto para o campeonato ocorrer na Espanha, entre 28 de Julho e 12 de Agosto, com a participação de 12 clubes, sendo 2 de cada confederação continental (com exceção da Oceania, que teria apenas um representante), mais o campeão do país-sede (último campeão espanhol).

O anúncio da realização da Copa do Mundo de Clubes da FIFA a partir de 2000 levou o jornal O Estado de S. Paulo a supor que a edição de 1999 poderia ser a última edição da Copa Intercontinental. Porém, o mesmo jornal em sua edição de 30 de novembro de 1999 confirmou que os patrocinadores da Copa Intercontinental tinham um acerto com UEFA e CONMEBOL para a realização da mesma até 2003.[1] A FIFA, por outro lado, não conseguiu realizar sua Copa do Mundo de Clubes em 2001, 2002 e 2003, pois a edição de 2001 (prevista para julho e agosto de 2001) foi, em 18 de maio de 2001, postergada para 2003[2][3] e depois cancelada, em função de problemas com patrocinadores e parceiros da FIFA, sobretudo a ISL. Em fevereiro de 2004, a FIFA anunciou a intenção de relançar seu Mundial de Clubes. Após negociações entre a FIFA e os organizadores e patrocinadores da Copa Intercontinental (UEFA, CONMEBOL, Toyota), em maio de 2004 foi anunciado que a Intercontinental seria disputada pela última vez em 2004, e que a partir de 2005 ela seria substituída pela Copa do Mundo de Clubes da FIFA.[4][5]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Arábia Saudita Al-Hilal Arábia Saudita Campeão da Copa dos Campeões da Ásia de 2000 e da Supercopa da Ásia de 2000
Argentina Boca Juniors Argentina Campeão da Copa Libertadores da América de 2000
Brasil Palmeiras Brasil Campeão da Copa Libertadores da América de 1999 e vice-campeão da Copa Libertadores da América de 2000
Gana Hearts of Oak Gana Campeão da Liga dos Campeões da CAF de 2000
Estados Unidos Los Angeles Galaxy Estados Unidos Campeão da Copa dos Campeões da CONCACAF de 2000
Japão Jubilo Iwata Japão Vice-campeão da Copa dos Campeões da Ásia de 2000 e campeão da Copa dos Campeões da Ásia de 1999 e Supercopa da Ásia de 1999
Austrália Wollongong Wolves Austrália Campeão da Copa dos Campeões da OFC de 2001
Egito Zamalek Egito Campeão da Recopa Africana de 2000
Turquia Galatasaray Turquia Campeão da Copa da UEFA de 1999–00 e da Supercopa da UEFA de 2000
Espanha Real Madrid Espanha Campeão da Liga dos Campeões da UEFA de 1999–00
Espanha Deportivo de La Coruña Espanha Campeão do Campeonato Espanhol de 1999-00
Honduras CD Olimpia Honduras Vice-campeão da Copa dos Campeões da CONCACAF de 2000
  1. O La Coruña foi indicado pelo país-sede.
  2. O Corinthians, campeão da edição de 2000, não foi convidado para a segunda edição do Mundial de Clubes da FIFA.
  3. Inicialmente, o Manchester United seria o segundo indicado pela UEFA (por ter vencido a Liga dos Campeões de 1999), mas a entidade acabou indicando o Galatasaray.
  4. A RFEF (Real Federação Espanhola de Futebol) havia proposto à FIFA a ampliação do campeonato para 16 clubes, concedendo mais duas vagas para a Conmebol e outras duas para a UEFA, alegando que desta forma a qualidade do torneio e o interesse da população aumentariam. A proposta foi aceita pelo comitê organizador do Mundial e apoiada pela presidente da FIFA, Joseph Blatter, além de ter sido aceita também pela Conmebol. Porém, com o adiamento e posterior cancelamento da competição, não se chegou a oficializar a mudança ou a anunciar os clubes que participariam do campeonato.
  5. Os quatro times adicionais que seriam classificados ao torneio seriam, provavelmente, por parte da Conmebol, o Corinthians, por ser um dos semifinalistas da Copa Libertadores de 2000, e o River Plate, quinto colocado da mesma competição (um dos times eliminados nas quartas-de-final), já que o outro semifinalista, o Club América do México, não poderia representar a Conmebol por ser filiado em outra confederação continental, a Concacaf. Por parte da UEFA provavelmente seriam o Valência, vice-campeão da Liga dos Campeões da UEFA de 2000, e/ou o Arsenal, vice-campeão da Copa da UEFA de 2000, ou o terceiro colocado da Liga dos Campeões da UEFA de 2000, o vencedor de Bayern de Munique e Barcelona.

Fase de grupos[editar | editar código-fonte]

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Pos. Equipe P J V E D GP GC SG
1 Argentina Boca Juniors 0 0 0 0 0 0 0 0
2 Espanha La Coruña 0 0 0 0 0 0 0 0
3 Austrália Wollongong 0 0 0 0 0 0 0 0
4 Egito Zamalek 0 0 0 0 0 0 0 0
28 de julho Boca Juniors Argentina Partida 1 Espanha La Coruña Estádio de Riazor, Corunha

29 de julho Zamalek Egito Partida 2 Austrália Wollongong Estádio de Riazor, Corunha


1 de agosto Boca Juniors Argentina Partida 7 Egito Zamalek Estádio de Riazor, Corunha

1 de agosto La Coruña Espanha Partida 8 Austrália Wollongong Estádio de Riazor, Corunha


4 de agosto Wollongong Austrália Partida 13 Argentina Boca Juniors Estádio de San Lázaro, Santiago de Compostela

4 de agosto La Coruña Espanha Partida 14 Egito Zamalek Estádio de Riazor, Corunha

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Pos. Equipe P J V E D GP GC SG
1 Arábia Saudita Al-Hilal 0 0 0 0 0 0 0 0
2 Brasil Palmeiras 0 0 0 0 0 0 0 0
3 Honduras Olimpia 0 0 0 0 0 0 0 0
4 Turquia Galatasaray 0 0 0 0 0 0 0 0
29 de julho Palmeiras Brasil Partida 3 Honduras Olimpia Vicente Calderón, Madrid

30 de julho Galatasaray Turquia Partida 4 Arábia Saudita Al-Hilal Vicente Calderón, Madrid


2 de agosto Olimpia Honduras Partida 9 Turquia Galatasaray Vicente Calderón, Madrid

2 de agosto Palmeiras Brasil Partida 10 Arábia Saudita Al-Hilal Vicente Calderón, Madrid


5 de agosto Al-Hilal Arábia Saudita Partida 15 Honduras Olimpia Santiago Bernabéu, Madrid

5 de agosto Galatasaray Turquia Partida 16 Brasil Palmeiras Vicente Calderón, Madrid

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Pos. Equipe P J V E D GP GC SG
1 Espanha Real Madrid 0 0 0 0 0 0 0 0
2 Japão Júbilo Iwata 0 0 0 0 0 0 0 0
3 Estados Unidos Los Angeles Galaxy 0 0 0 0 0 0 0 0
4 Gana Hearts of Oak 0 0 0 0 0 0 0 0
31 de julho Real Madrid Espanha Partida 5 Japão Júbilo Iwata Santiago Bernabéu, Madrid

31 de julho Hearts of Oak Gana Partida 6 Estados Unidos Los Angeles Galaxy Santiago Bernabéu, Madrid


3 de agosto Júbilo Iwata Japão Partida 11 Gana Hearts of Oak Santiago Bernabéu, Madrid

3 de agosto Los Angeles Galaxy Estados Unidos Partida 12 Espanha Real Madrid Santiago Bernabéu, Madrid


6 de agosto Los Angeles Galaxy Estados Unidos Partida 17 Japão Júbilo Iwata Vicente Calderón, Madrid

6 de agosto Real Madrid Espanha Partida 18 Gana Hearts of Oak Santiago Bernabéu, Madrid

Fase final[editar | editar código-fonte]

Semifinais[editar | editar código-fonte]

9 de agosto Vencedor Grupo A Flag of None.svg Partida 19 Flag of None.svg Vencedor Grupo B Estádio de Riazor, Corunha


9 de agosto Vencedor Grupo C Flag of None.svg Partida 20 Flag of None.svg Melhor segundo lugar Santiago Bernabéu, Madrid

Disputa pelo terceiro lugar[editar | editar código-fonte]

Perdedor Partida 19 Flag of None.svg Partida 21 Flag of None.svg Perdedor Partida 20 Santiago Bernabéu, Madrid

Final[editar | editar código-fonte]

12 de agosto Vencedor Partida 19 Flag of None.svg Partida 22 Flag of None.svg Vencedor Partida 20 Santiago Bernabéu, Madrid

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]