Campolongo (Pontevedra)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Igreja de Campolongo e edifícios de 12 andares

Campolongo é um bairro da cidade de Pontevedra (Espanha). Tem uma função residencial, administrativa, educativa e comercial.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O bairro de Campolongo está localizado no sul e sudoeste da cidade de Pontevedra. É delimitado a norte pela Avenida Augusto García Sanchez e pelo rio Gafos, a sul pela PO-10, a leste pela rua Alcalde Hevia e a oeste pela rua Rosalía de Castro. A parte norte do bairro tem muitos espaços verdes e está actualmente localizado no centro da cidade. O bairro é atravessado pelo rio Gafos.

História[editar | editar código-fonte]

Até à década de 1950, o Pazo Campolongo, localizado na rua Iglesias Vilarelle, estava rodeado por grandes campos, que deram origem ao nome do bairro (Campolongo = Campo Comprido). Depois, nos anos 60, Francisco Franco ordenou que fosse transferido pedra por pedra para a Casa de Campo (Madrid) [1].

Na década de 1950, o bairro era o lar da estação ferroviária da cidade, onde hoje fica a Praça de Galiza, e a praia ferroviária ocupava a actual Avenida Augusto García Sánchez. A antiga estação esteve em serviço até 3 de julho de 1966. No final dos anos 60, foi desmantelada e transferida para o distrito de Gorgullón. Os novos edifícios militares de Pontevedra, projectados em 1965 pelo arquitecto Xosé Bar Boo, foram construídos neste bairro entre 1966 e 1968 [2] , [3],[4],[5] .

Em agosto de 1960, o Departamento de Planeamento Urbano do Ministério da Habitação decidiu em Madrid confiar um estudo para a fase preliminar do chamado Polígono de Campolongo aos arquitectos Julio Cano Lasso, Fernando Moreno Barberá e Juan Gómez González. Campolongo, com 132.000 metros quadrados junto ao centro da cidade, era o espaço ideal para a expansão da cidade. O anúncio oficial da aprovação do Polígono de Campolongo teve lugar a 22 de dezembro de 1961.

Em outubro de 1968, o plano foi disponibilizado ao público durante um mês no Gabinete Provincial de Habitação e nos meses seguintes iniciou-se o desenvolvimento do terreno através do Plano Nacional de Habitação.

Mais tarde, em 1970, o rio Gafos foi canalizado e em dezembro de 1970 foi criada uma grande área de passeio acima dele [6]. Em 1972 foi construída a Escola de Ensino Primário de Campolongo. Foi criado também um parque central e no início dos anos 1980 foi construída a Igreja de São José, inaugurada a 23 de outubro de 1983 [7].

Em 1996, a câmara municipal procedeu ao corte dos eucaliptos em Campolongo, perto da actual avenida María Victoria Moreno e criou um novo parque no terreno onde se encontravam [8],[9].

O antigo quartel de artilharia foi demolido em 2005 (o terreno para a sua construção tinha sido expropriado em 1924 para este fim). [10] No seu lugar foi construída a Cidade Administrativa de Pontevedra inaugurada em 2008[11], que alberga os escritórios provinciais da Junta da Galiza e dos Impostos e vários edifícios residenciais, para além do novo centro desportivo militar e uma estação de correios.

Na década de 2010, uma moderna estação meteorológica foi instalada no bairro[12].

Em 2019 foi inaugurado um novo parque infantil [13]. O centro desportivo Campolongo, o maior da cidade, foi também completamente reformado pela cadeia de centros desportivos BeOne Sport and Fitness e inaugurado em 2020 [14].

Hoje em dia, a parte sul do bairro é ocupada por conjuntos residenciais e casas unifamiliares. Na zona residencial de são Brás, existe uma capela dedicada a este santo, construída durante os séculos XVIII e XIX. Na década de 1990, São Brás mudou o seu aspecto, graças à construção de pavilhões na sua parte inferior e à construção de um hipermercado Carrefour Planet na sua parte superior.

Mapa de Campolongo

Urbanismo[editar | editar código-fonte]

Campolongo é um bairro central de Pontevedra que está organizado em torno de três praças: a Praça da Galiza (com uma fonte no meio e um grande ponto de autocarros no lado sul), a Praça da Liberdade atrás do Palácio da Justiça (onde fica a Estátua da Liberdade) e a Praça da Constituição, em frente à Igreja de São José onde se encontra o monumento à Constituição espanhola de 1978. Campolongo é também delimitado pelo Parque de Campolongo, onde existe um grande parque infantil com tirolesa e baloiços e escorregas, bem como uma fonte e um espigueiro galego sobre palafitas em duas das zonas verdes e o parque María Vinyals em frente à Cidade Administrativa Provincial de Pontevedra.

O centro da cidade está também organizado ao longo de dois eixos paralelos que correm leste-oeste: avenida Augusto García Sanchez e avenida María Victoria Moreno, bem como dois eixos paralelos que correm norte-sul: avenida General Antero Rubín e rua Alcalde Hevia.

Instalações[editar | editar código-fonte]

Instituições educacionais[editar | editar código-fonte]

Campolongo tem um importante património educativo, uma vez que o bairro é o lar de várias escolas da cidade.

  • O Centro de Recursos Educativos da ONCE no sul do bairro, um dos cinco centros educativos da ONCE em Espanha (o do noroeste do país). O centro de recursos educativos da ONCE foi instalado na cidade em 1941, no antiga escola secundária e internato dos Maristas, rodeado pela fazenda La Florida.[15] A escola começou a funcionar como tal em 1943.[16]
  • A Escola de Ensino Primário (CEP) de Campolongo, construída em 1972, iniciou a sua actividade em 1973. Nessa altura era uma das escolas mais inovadoras para crianças entre os 6 e 14 anos de idade na Galiza.[17]
  • A escola infantil Campolongo abriu em 1981 e foi rebaptizada Escola Concepción Crespo Rivas em 1997 pela Junta da Galiza.[18]

Escritórios e agências governamentais[editar | editar código-fonte]

No bairro estão a maioria dos escritórios e agências governamentais da cidade:

  • A Cidade Administrativa dos Escritórios Provinciais da Junta da Galiza, num grande edifício de 9 andares com torres gémeas desenhado pelo arquitecto Manuel Gallego Jorreto, inaugurado em 2008 na Rua Maria Victoria Moreno em frente ao Parque María Vinyals.
  • A Direcção Provincial de Impostos num novo edifício inaugurado em 2010 e projectado pelo arquitecto Rafael Caballero Sánchez-Izquierdo.
  • O escritório provincial do Instituto Nacional de Estatística da Espanha na rua Iglesias Vilarelle.
  • O escritório provincial do Departamento de Política Territorial, Obras Públicas e Transportes da Junta da Galiza, na Rua Alcalde Hevia.
  • Uma estação dos correios (Correos) na Rua Espincelo.
  • Um centro desportivo sócio-cultural militar do Ministério da Defesa na Rua Espincelo com 3 campos de pádel cobertos, 1 campo de ténis coberto, 3 piscinas, um campo polidesportivo, um ginásio e uma zona de piqueniques com 4 churrasqueiras e 13 mesas. [19]

Desporto e lazer[editar | editar código-fonte]

  • O centro desportivo Campolongo, o maior da cidade, foi totalmente reformado pela rede de centros desportivos BeOne Sport and Fitness .
  • O centro sócio-cultural desportivo militar de Campolongo.

Outras instalações[editar | editar código-fonte]

O bairro tem também dois parques de estacionamento subterrâneos, o Parque de Estacionamento Central com capacidade para 415 lugares, inaugurado em 1998 [20] e o Parque de Estacionamento Campolongo com capacidade para 716 lugares, inaugurado em 2009.[21]

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Los vecinos piden al Concello que lidere la restitución del Pazo de Campolongo». La Voz de Galicia (em espanhol). 13 de setembro de 2019 
  2. «Edificios singulares». La Voz de Galicia (em espanhol). 17 de maio de 2013 
  3. «Bloques de viviendas para militares». Docomoco Ibérico (em espanhol). 10 de junho de 2017 
  4. «Los arquitectos piden protección para los edificios de corte moderno». Diario de Pontevedra (em espanhol). 17 de fevereiro de 2017 
  5. «Pontevedra protegerá su patrimonio industrial y la arquitectura contemporánea». Pontevedra Viva (em espanhol). 17 de junho de 2020 
  6. «Destapar el Gafos es uno de los objetivos para este mandato». La Voz de Galicia (em espanhol). 30 de junho de 2019 
  7. «Inauguración del nuevo templo de san José». La Voz de Galicia (em espanhol). 21 de outubro de 2017 
  8. «El Concello procede a la tala del eucaliptal de Campolongo 1996». La Voz de Galicia (em espanhol). 18 de outubro de 2018 
  9. «1997: Campolongo ampliaba su zona con un nuevo parque». La Voz de Galicia (em espanhol). 5 de julho de 2019 
  10. «1924: Expropian los terrenos para el cuartel de Campolongo». La Voz de Galicia (em espanhol). 11 de março de 2020 
  11. «La zona cero de las oficinas tiene vida emocionante alrededor». La Voz de Galicia (em espanhol). 24 de maio de 2017 
  12. «Datos meteorológicos en tiempo real en la estación de Campolongo». La Voz de Galicia (em espanhol). 6 de novembro de 2019 
  13. «El nuevo parque infantil de Campolongo estará rematado hacia finales de enero». La Voz de Galicia (em espanhol). 22 de dezembro de 2018 
  14. «Estreno del Complexo Deportivo de Campolongo». La Voz de Galicia (em espanhol). 9 de janeiro de 2020 
  15. «Los maristas en Campolongo». Faro (em espanhol). 5 de outubro de 2014 
  16. «Cuando el Colegio de Ciegos se estableció en Campolongo». Faro (em espanhol). 28 de fevereiro de 2021 
  17. «Historia do CEIP de Campolongo» (PDF). Junta da Galiza (em galego). 28 de fevereiro de 2021 
  18. «La maestra que dio nombre a su colegio cumple 90 años». La Voz de Galicia (em espanhol). 18 de setembro de 2014 
  19. «CDSCM CAMPOLONGO PONTEVEDRA» (PDF). Ministério da Defesa (em espanhol). 26 de julho de 2008 
  20. «Parking Central». Parking (em espanhol). 10 de setembro de 2010 
  21. «Campolongo estrena un moderno parking subterráneo con 716 plazas». Parking (em espanhol). 19 de março de 2009 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Outros artigos[editar | editar código-fonte]

Links externos[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Campolongo (Pontevedra)