Arquidiocese de Santarém

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados, veja Arquidiocese de Santarém.
Arquidiocese de Santarém
Archidiœcesis Santaremensis
Localização
País Brasil
Dioceses sufragâneas Diocese de Óbidos
Diocese de Xingu-Altamira
Prelazia de Alto Xingu-Tucumã
Prelazia de Itaituba
Estatísticas
Área 171,906 km²
Informação
Rito romano
Criação da diocese 16 de outubro de 1979 (41 anos)
Elevação a arquidiocese 6 de novembro de 2019 (1 ano)[1]
Padroeiro Nossa Senhora da Conceição
Governo da arquidiocese
Arcebispo Dom Irineu Roman, CSJ
Jurisdição arquidiocese
Contatos
Endereço Pça. Mons. José Gregório, 453 - Santarém – PA – Brasil
Página oficial http://www.arquidiocesedesantarem.org.br/
dados em catholic-hierarchy.org

A Arquidiocese de Santarém (Archdioecesis Santaremensis) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica no Brasil. É a sé metropolitana da Província Eclesiástica de Santarém. Pertence ao Conselho Episcopal Regional Norte II da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. A arquiepiscopal está na Igreja de Nossa Senhora da Conceição, na cidade de Santarém, no Estado do Pará. A então diocese foi elevada a arquidiocese pelo Papa Francisco, em 6 de novembro de 2019.[1]

A arquidiocese tem como sufragâneas as dioceses de Óbidos e Xingu-Altamira e as prelazias de Alto Xingu-Tucumã e Itaituba.[2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Foi erigida canonicamente em 21 de setembro de 1903, com a denominação de Prelazia Territorial de Santarém (Territorialis Praelatura Santaremensis), com territórios desmembrados da então Diocese de Belém do Pará.

Foi elevada a diocese no dia 16 de outubro de 1979, pelo Papa João Paulo II, passando a denominar-se Diocese de Santarém.

A partir do seu território desmembraram-se as prelazias territoriais de Xingu (1934), Óbidos (1957) e Itaituba (1988), além da Diocese de Macapá (1949).[3]

Território[editar | editar código-fonte]

Seu território se estende por 23 paróquias, 18 áreas pastorais e duas áreas missionárias distribuídas em sete municípios paraenses: Almeirim, Aveiro, Belterra, Mojuí dos Campos, Monte Alegre, Monte Dourado e Prainha.[4]

Bispos e arcebispos[editar | editar código-fonte]

Ao longo de sua história sucederam-se oito bispos diocesanos e um arcebispo.[3]

Nome Período Notas
Arcebispos
Dom Irineu Roman, C.S.J. 2020- Atual
Bispos diocesanos
Dom Flávio Giovenale, S.D.B. 20122018 Nomeado Bispo de Cruzeiro do Sul
Dom Esmeraldo Barreto de Farias, I.P. 20072011 Nomeado Arcebispo de Porto Velho
Dom Frei Lino Vombömmel, O.F.M. 19852007 Renunciou por razões de saúde
Dom Frei Tiago Miguel Ryan, O.F.M. 19581985
Dom Frei João Floriano Loewenau, O.F.M. 19501957 Nomeado Prelado de Óbidos
Dom Frei Anselmo Pietrulla, O.F.M. 19471949 Nomeado Bispo de Campina Grande
Dom Frei Amando Agostino Bahlmann, O.F.M. 19081939
Dom Frederico Benício de Sousa Costa 19031907 Nomeado Bispo de Amazonas
Bispos coadjutores
Dom Frei Lino Vombömmel, O.F.M.[5] 19831985
Dom Frei Eduardo José Herberhold, O.F.M.[6] 19281931 Nomeado Bispo de Ilhéus
Bispos-auxiliares
Dom Severino Batista de França 20042007 Nomeado bispo de Nazaré
Dom Frei Lino Vombömmel, O.F.M. 19811983


Referências

  1. a b «Diocese de Santarém é elevada à Arquidiocese e Dom Irineu Roman é nomeado como 1º Arcebispo». G1. Consultado em 6 de novembro de 2019 
  2. «Metropolitan Archdiocese of Santarém» (em inglês). Consultado em 6 de novembro de 2019 
  3. a b «Diocese of Santarém» (em inglês). Consultado em 21 de fevereiro de 2018 
  4. «Paróquia». Diocese de Santarém. Consultado em 1 de junho de 2018 
  5. «Bishop Lino Vomboemmel, O.F.M.» (em inglês). Consultado em 1 de junho de 2018 
  6. «Bishop Eduardo José Herberhold, O.F.M.» (em inglês). Consultado em 1 de junho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]