Arquidiocese de Santarém

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados, veja Arquidiocese de Santarém.
Arquidiocese de Santarém
Archidiœcesis Santaremensis
Localização
País Brasil
Dioceses sufragâneas Diocese de Óbidos
Diocese de Xingu-Altamira
Prelazia de Alto Xingu-Tucumã
Prelazia de Itaituba
Estatísticas
Área 171,906 km²
Informação
Rito romano
Criação da diocese 16 de outubro de 1979 (42 anos)
Elevação a arquidiocese 6 de novembro de 2019 (2 anos)[1]
Padroeiro Nossa Senhora da Conceição
Governo da arquidiocese
Arcebispo Dom Irineu Roman, CSJ
Jurisdição arquidiocese
Outras informações
Página oficial http://www.arquidiocesedesantarem.org.br/
dados em catholic-hierarchy.org

A Arquidiocese de Santarém (Archdioecesis Santaremensis) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica no Brasil. É a sé metropolitana da Província Eclesiástica de Santarém e pertence ao Conselho Episcopal Regional Norte II da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. A sé arquiepiscopal está na Igreja de Nossa Senhora da Conceição, no município de Santarém, no oeste do Pará. A então diocese foi elevada a arquidiocese pelo Papa Francisco, em 6 de novembro de 2019.[1]

A arquidiocese tem como sufragâneas as dioceses de Óbidos e Xingu-Altamira e as prelazias de Alto Xingu-Tucumã e Itaituba.[2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Criação da Prelazia[editar | editar código-fonte]

Foi erigida canonicamente em 21 de setembro de 1903, com a denominação de Prelazia Territorial de Santarém (Territorialis Praelatura Santaremensis), com territórios desmembrados da então Diocese de Belém do Pará.

Em 22 de setembro de 1904, foi nomeado Frederico Benício de Sousa Costa como primeiro prelado.[3] Dom Frederico encontrou, porém, dificuldades em seu ministério pela falta de clero e recursos materiais, e então sugeriu à Santa Sé a entrega da prelazia a uma ordem religiosa.[4]

Com isso, foi designada a Província de Santo Antônio da Bahia, da Ordem dos Frades Menores, para se encarregar do cuidado pastoral da então prelazia, com a nomeação do Frei Amando Bahlmann como prelado, sagrado bispo em 19 de julho de 1908.[5]

Dom Amando inicia, portanto, um ciclo de quase um século de episcopados franciscanos em Santarém que se encerraria apenas em 2007, com a renúncia de Dom Lino Vombömmel por razões de saúde.[6]

Diocese de Santarém[editar | editar código-fonte]

Foi elevada à diocese no dia 16 de outubro de 1979, pelo Papa João Paulo II, passando a denominar-se Diocese de Santarém, e o então prelado, Dom Tiago Ryan, se tornou o primeiro bispo diocesano.[7]

O episcopado de Dom Tiago se desenvolveu em uma época de profundas mudanças sociais, no contexto da Ditadura militar, e na aplicação das diretrizes do Concílio Vaticano II, no âmbito eclesiástico. Na região de Santarém, obras de infraestrutura, como rodovias, aeroporto, hidrelétrica e porto,[8] alteraram os modos de acesso e produção e trouxeram novos desafios à ação da Igreja Católica.

Nos anos 1960, com motivação na nova sistemática litúrgica do Concílio Vaticano II, empreendeu-se uma polêmica tentativa de reforma na Catedral de Nossa Senhora da Conceição, em que se descaracterizou a parte interna da antiga igreja e foram demolidos o altar-mor de mármore e os altares laterais, com perdas significativas ao patrimônio sacro.[9]

Surgiam, na mesma época, movimentos como a Renovação Carismática Católica e os Cursilhos da Cristandade. Entre o clero, houve a expansão dos ideais da Teologia da libertação. Permaneceram, entretanto, as manifestações da piedade popular católica, sobretudo o Círio de Nossa Senhora da Conceição, que anualmente leva às ruas de Santarém uma multidão de fiéis.[10]

A partir do território da Prelazia e, posteriormente, Diocese de Santarém, desmembraram-se as prelazias territoriais de Xingu (1934), Óbidos (1957) e Itaituba (1988), além da Diocese de Macapá (1949).[11]

Elevação à Arquidiocese[editar | editar código-fonte]

Em 6 de novembro de 2019, o Vaticano anunciou a elevação de Santarém à Sé metropolitana e a nomeação do então bispo-auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman, como primeiro arcebispo.[12]

Território[editar | editar código-fonte]

Seu território se estende por 12 regiões pastorais, 24 paróquias, 19 áreas pastorais e 803 comunidades distribuídas em sete municípios paraenses: Almeirim, Aveiro, Belterra, Mojuí dos Campos, Monte Alegre, Prainha e Santarém.[13]

Clero[editar | editar código-fonte]

Atualmente, o clero arquidiocesano é formado por 44 sacerdotes e o clero religioso por 33 padres. Para a formação sacerdotal, há o Seminário Menor São João Maria Vianney e o Seminário Maior São Pio X. Em 2020, Dom Irineu Roman determinou a criação da Escola Diaconal São Lourenço para a formação de diáconos permanentes.[14]

Bispos e arcebispos[editar | editar código-fonte]

Ao longo de sua história sucederam-se oito bispos diocesanos e um arcebispo.[11]

Nome Período Notas
Arcebispos
Dom Irineu Roman, C.S.J. 2020- Atual
Bispos diocesanos
Dom Flávio Giovenale, S.D.B. 20122018 Nomeado Bispo de Cruzeiro do Sul
Dom Esmeraldo Barreto de Farias, I.P. 20072011 Nomeado Arcebispo de Porto Velho
Dom Frei Lino Vombömmel, O.F.M. 19852007 Renunciou por razões de saúde
Dom Frei Tiago Miguel Ryan, O.F.M. 19581985
Dom Frei João Floriano Loewenau, O.F.M. 19501957 Nomeado Prelado de Óbidos
Dom Frei Anselmo Pietrulla, O.F.M. 19471949 Nomeado Bispo de Campina Grande
Dom Frei Amando Bahlmann, O.F.M. 19081939
Dom Frederico Benício de Sousa Costa 19031907 Nomeado Bispo de Amazonas
Bispos coadjutores
Dom Frei Lino Vombömmel, O.F.M.[15] 19831985
Dom Frei Eduardo José Herberhold, O.F.M.[16] 19281931 Nomeado Bispo de Ilhéus
Bispos-auxiliares
Dom Severino Batista de França 20042007 Nomeado bispo de Nazaré
Dom Frei Lino Vombömmel, O.F.M. 19811983


Referências

  1. a b «Diocese de Santarém é elevada à Arquidiocese e Dom Irineu Roman é nomeado como 1º Arcebispo». G1. Consultado em 6 de novembro de 2019 
  2. «Metropolitan Archdiocese of Santarém» (em inglês). Consultado em 6 de novembro de 2019 
  3. «Bishop Frederico Benício de Souza e Costa [Catholic-Hierarchy]». www.catholic-hierarchy.org. Consultado em 17 de agosto de 2021 
  4. Santarém, Arquidiocese de. «História». Arquidiocese de Santarém. Consultado em 17 de agosto de 2021 
  5. «Bishop Amando Agosto Bahlmann [Catholic-Hierarchy]». www.catholic-hierarchy.org. Consultado em 17 de agosto de 2021 
  6. «Bishop Lino Vomboemmel [Catholic-Hierarchy]». www.catholic-hierarchy.org. Consultado em 18 de agosto de 2021 
  7. «Santarém (Archdiocese) [Catholic-Hierarchy]». www.catholic-hierarchy.org. Consultado em 18 de agosto de 2021 
  8. Gomes, Taynara do Vale; Cardoso, Ana Cláudia Duarte; Coelho, Helder Santos; Oliveira, Kamila Diniz. 2017-Sep-Dec. «Santarém (PA): um caso de espaço metropolitano sob múltiplas determinações». Cadernos Metrópole: 891–918. ISSN 1517-2422. doi:10.1590/2236-9996.2017-4009. Consultado em 18 de agosto de 2021 
  9. «IBGE | Biblioteca | Detalhes | Catedral de Nossa Senhora da Conceição : Santarém, PA». biblioteca.ibge.gov.br. Consultado em 18 de agosto de 2021 
  10. «Santarém celebrou 101ª edição do Círio de Nossa Senhora da Conceição, no fim de semana - CNBB». Consultado em 18 de agosto de 2021 
  11. a b «Diocese of Santarém» (em inglês). Consultado em 21 de fevereiro de 2018 
  12. «Diocese de Santarém é elevada à Arquidiocese e Dom Irineu Roman é nomeado como 1º Arcebispo». G1. Consultado em 18 de agosto de 2021 
  13. Santarém, Arquidiocese de. «História». Arquidiocese de Santarém. Consultado em 18 de agosto de 2021 
  14. Santarém, Arquidiocese de. «Arquidiocese de Santarém cria escola para formação de diáconos permanentes». Arquidiocese de Santarém. Consultado em 18 de agosto de 2021 
  15. «Bishop Lino Vomboemmel, O.F.M.» (em inglês). Consultado em 1 de junho de 2018 
  16. «Bishop Eduardo José Herberhold, O.F.M.» (em inglês). Consultado em 1 de junho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]