Dmitri Ustinov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Nota: Se procura pelo ator norte-americano, consulte Peter Ustinov

Dmitri Ustinov
Nascimento 17 de outubro de 1908
Samara
Morte 20 de dezembro de 1984 (76 anos)
Moscou
Sepultamento necrópole da Muralha do Kremlin
Cidadania União Soviética, Império Russo
Etnia Russos
Ocupação político, engenheiro, oficial, escritor
Prêmios Prêmio Estatal da URSS, Ordem de Lenin, Medalha "Pela Vitória sobre o Japão", Medalha "Pela vitória sobre a Alemanha na Grande Guerra Patriótica 1941-1945", Herói do Trabalho Socialista, Herói da União Soviética, Ordem de Karl Marx, Ordem do Leão Branco, Ordem de Klement Gottwald, Ordem de Scharnhorst, Ordem da Rosa Branca da Finlândia, Herói da República Socialista da Tchecoslováquia, Ordem de Kutuzov, 1.ª classe, Medalha ao Serviço Distinto na Vigilância das Fronteiras do Estado, Medalha "Pela Defesa de Moscou", Medalha "Para o Desenvolvimento de Terras Virgens", Medalha "Em Comemoração aos 800.º Aniversário de Moscou", Medalha de "Mérito de Trabalho da Grande Guerra Patriótica 1941-1945", Medalha "Foice e Martelo", Herói do Trabalho Socialista, Medalha "Foice e Martelo", Estrela Dourada, Ordem de Lenin, Ordem de Lenin, Ordem de Lenin, Ordem de Lenin, Ordem de Lenin, Ordem de Lenin, Ordem de Lenin, Ordem de Lenin, Ordem de Lenin, Ordem de Lenin, Herói da República Popular da Mongólia, Ordem de Sukhbaatar, Ordem de Sukhbaatar, Ordem de Sukhbaatar, Ordem de Klement Gottwald, Ordem de Georgi Dimitrov, Ordem de Georgi Dimitrov, Ordem da Cruz de Grunwald, 1.ª classe, Ordem da Bandeira da República da Hungria, Ordem da Bandeira da República da Hungria, Ordem do Sol da Liberdade, Ordem de Karl Marx, Ordem de Playa Girón, Prêmio Lenin
Causa da morte infarto agudo do miocárdio
Assinatura
Автограф Маршала Советского Союза Д.Ф. Устинова.png
Dmitri Ustinov em postal soviético de 1988

Dmitri Feodorovich Ustinov (Russo: Дми́трий Фёдорович Усти́нов; 30 de Outubro de 190820 de dezembro de 1984) foi ministro da defesa da União Soviética de 1976 até sua morte.

Juventude[editar | editar código-fonte]

Dimitri Feodorovich Ustinov nasceu em Samara em uma família de classe trabalhadora. Durante a guerra civil, quando a fome torna-se intolerável, seu pai, já doente, se muda para Samarcanda, deixando Dmitri como chefe da família.
Pouco depois, em 1922, seu pai morreria. Em 1923, junto de sua mãe, Efrosinya Martinovna, vai para Makaev, cidade próxima a Ivanovo, onde trabalha em um engenho de papel. Em 1925, sua mãe morreu.
Em 1927, entra para o Partido dos Bolcheviques.

Na Grande Guerra[editar | editar código-fonte]

Quando os Nazistas invadiram a União Soviética em 1941, Stálin convocou Ustinov, com 33 anos, para o posto de Comissário do Povo, na área principal armamentos.
Nesta posição, ele promove uma grande evacuação da indústria de defesa sitiada em Leningrado até os Montes Urais, o que possibilitou o grande progresso na produção de armamentos em pouco tempo, em um momento de rápido avanço das hordas nazistas.

Fase Brejnev[editar | editar código-fonte]

Após anos fora do serviço, quando Leonid Brejnev tomou posse, Ustinov retornou à indústria de defesa. Em 1965, Brejnev recomendou Ustinov como membro candidato ao Politburo e secretário de Comitê Central, com recomendação militar, indústria armamentista e outros organismos de defesa.

Ustinov e Honecker, presidente da RDA

Ministro da defesa[editar | editar código-fonte]

Em 1976, após a morte de Andrei Gretchko, ministro amplamente aceito pelo povo, Ustinov torna-se ministro da defesa, e no exército, torna-se Marechal da União Soviética. No mesmo ano, Ustinov e outros membros do partido iniciaram a intervenção no Afeganistão.

Morte[editar | editar código-fonte]

Em 7 de novembro de 1984, o povo aguardava o marechal saudar na Praça Vermelha durante a parada do aniversário do Grande Outubro, mas Ustinov não apareceu, e em seu lugar, o Marechal Sokolov, segundo homem no ministério da defesa, em seu lugar. Ustinov contraiu pneumonia em outubro. Uma cirurgia de emergência foi feita para corrigir um aneurisma na aorta.
Seu fígado e rins se deterioravam a cada minuto, eis que sofreu uma parada cardíaca e morreu. Seu corpo foi enterrado na Necrópole da Muralha do Kremlin, em 24 de dezembro, quando a temperatura atmosférica do ar se encontrava em -7 °C Celsius.
Teve um filho chamado Nikolai (1931-1992).
Ustinov foi o homem mais premiado com a Ordem de Lenin, um total de onze vezes.