Estação Ecológica Angatuba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estação Ecológica Angatuba
Categoria Ia da IUCN (Reserva Natural Estrita)
Localização  São Paulo,  Brasil
Localidade mais próxima Angatuba
Dados
Área 1 394,15 ha[1]
Criação 13 de agosto de 1985 (34 anos)[1]
Gestão Instituto Florestal
Coordenadas 23° 24' 57" S 48° 21' 39" O
Estação Ecológica Angatuba está localizado em: Brasil
Estação Ecológica Angatuba

A Estação Ecológica Angatuba é uma estação ecológica estadual de São Paulo, administrada pelo Instituto Florestal. Preserva remanescentes do Cerrado e de vegetação de zona de transição deste bioma com a Mata Atlântica.

A unidade possui uma alta riqueza de mamíferos, ocorrendo exemplares de grande porte, como o tamanduá-bandeira e a onça-parda.[1] É também um dos últimos locais onde ainda ocorre o mico-leão-preto.[1]

Apesar de sua importância ecológica, essa área protegida sofre com a falta de infra-estrutura, funcionários e a invasão de espécies exóticas, principalmente Pinus em áreas de fitofisionomia aberta do Cerrado. Uma estrada corta a área e outras inúmeras atividades humanas impactam negativamente o ambiente, como lixo jogado por habitantes e uso de agrotóxicos no entorno.[1]

Referências

  1. a b c d e «Plano de Manejo da Estação Ecológica de Angatuba» (PDF). Instituto Florestal. Consultado em 13 de julho de 2013 
Ícone de esboço Este artigo sobre ambiente é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.