Exposição Universal de 1915

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
EXPO São Francisco 1915
Panama pacific poster.jpg
Poster
Detalhes
Classe da BIE Exposição Universal
Categoria Expo Histórica
Nome Panama-Pacific International Exposition
Área 636 acre(s)s (260 ha)
Visitantes 18,876,438
Organizado por George Kelham
Participante(s)
Local
Realizado em  Estados Unidos
Cidade São Francisco
Local Marina District
Coordenadas 37° 48′ N 122° 26′ W
Linha do tempo
Inauguração 2 de março de 1915 (1915-03-02)
Encerramento 4 de dezembro de 1915 (1915-12-04)
Exposições especializadas
Anterior Exposição Universal de 1913 em Ghent  Bélgica
Próxima Exposição Internacional de Barcelona de 1929 em Barcelona Flag of Spain.svg Espanha
Palace of Fine Arts

A Exposição Universal de 1915 (Panama–Pacific International Exposition) foi uma feira mundial realizada em San Francisco entre 20 de fevereiro e 4 de dezembro de 1915. O seu propósito foi celebrar o final da construção do Canal do Panamá, bem como a recuperação da cidade de San Francisco do terremoto de 1906. A feira localizou-se entre Presidio e Fort Mason, no que hoje é chamado de Marina District.

Exibição[editar | editar código-fonte]

Entre vários itens da exposição estava a C. P. Huntington, a primeira locomotiva a vapor comprada pela Southern Pacific Railroad; hoje está em exibição no California State Railroad Museum em Sacramento. Uma linha de telefone foi criada a fim de estabelecer comunicação com Nova Iorque e possibilitar comunicação através do Oceano Pacífico. O Liberty Bell viajou de trem por toda a nação, a partir da Pennsylvania até chegar à feira. Após a viagem, retornou à Philadelphia, e nunca mais saiu de lá.[1]

O Grande Prêmio Americano de 1915 e a Vanderbilt Cup foram realizados em um circuito ao redor da Exposição.[2] O Instituto Smithsoniano também estava presente na exibição.[3]

Arquitetura[editar | editar código-fonte]

O centro da exposição era a Tower of Jewels, que tinha 435 pés de altura e mais de 100 mil vidros Novagems. Sua iluminação à noite extasiou os visitantes.

Em frente à torre, havia a Fonte da Energia, o Palácio de Horticultura e o Festival Hall. O arco da Torre serviu como portão para a Corte do Universo, que lavava à Corte das Quatro Estações e Corte da Abundância. Estas Cortes formavam a exibição primária, que incluía o Palácio dos Alimentos e os Palácios da Educação e da Economia Social, o Palácio da Agricultura, o das Artes Liberais, o de Transporte, o das Manufaturas, o de Minas e Metalurgia e o Palácio das Indústrias Variadas. O Palácio das Máquinas, o maior hall, dominava a porção leste da corte central.

Construção[editar | editar código-fonte]

Construído de materiais temporários (principalmente gesso) quase todas as construções e atrações da feira foram destruídas em 1915, restando somente o Palace of Fine Arts, projetado por Bernard Maybeck que foi sendo destruído com o passar do tempo [4]

O palácio foi completamente reconstruído na década de 1960 e depois, novamente, em 2009. O Exploratorium, um museu científico interativo, ocupava 2/3 do palácio e o Palace of Fine Arts Theater o terço restante.

Panorama do Palace of Fine Arts c.1919

Comemorações[editar | editar código-fonte]

Cartão-postal da Exposição

O US Post Office lançou uma série de quatro selos a fim de comemorar a exposição, com o perfil de Vasco Núñez de Balboa (1¢), do Canal do Panamá (2¢), da Golden Gate (5¢), e da descoberta da Baía de San Francisco (10¢). [5]

O Congresso dos Estados Unidos autorizaram a San Francisco Mint a lançar uma série comemorativa de moedas, 1 de prata e cinco de ouro.[6] As moedas de ouro são escassas e as de $50 extremamente raras. A moeda de meio dólar de prata custa várias centenas de dólares.

Em 20 de junho de 1915 aconteceu um concerto no Palace of Fine Arts para comemorar 100 anos da feira.

Imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Liberty Bell Attracts Crowd in Greenville During 1915 Stop». Greenville Advocate. 3 de julho de 2007 
  2. Nye, Doug (1978). The United States Grand Prix and Grand Prize Races, 1908-1977. Garden City, NY: Doubleday. pp. 32–33. ISBN 978-0-385-14203-8 
  3. «Brochure for the Panama-Pacific International Exposition». Smithsonian Institution Archives. Consultado em 25 de maio de 2012. 
  4. McCoy, Esther (1960). Five California Architects. New York: Reinhold Publishing Corporation. 6 páginas. ASIN B000I3Z52W 
  5. Panama-Pacific Issue (Scott 397-404)
  6. [http://www.pdxcoinclub.org/gallery/PanPacHalfDollar/panPacHalf.html 1915 Panama Pacific Exposition Coinage

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Laura A. Ackley, "San Francisco's Jewel City: The Panama-Pacific International Exposition of 1915." Berkeley, CA: Heyday, 2014.
  • Lee Bruno, "Panorama: Tales from San Francisco's 1915 Pan-Pacific International Exposition." Petaluma, CA: Cameron+Company, 2014.
  • Abigail M. Markwyn, "Empress San Francisco: The Pacific Rim, the Great West, and California at the Panama-Pacific International Exposition." Lincoln, NE: University of Nebraska Press, 2014.
  • Sarah J. Moore, Empire on Display: San Francisco's Panama-Pacific International Exposition of 1915. Norman, OK: University of Oklahoma Press, 2013.

External links[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Exposição Universal de 1915

California Digital Library