Gabi Nunes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gabriela Nunes
Informações pessoais
Nome completo Gabriela Nunes da Silva
Data de nasc. 10 de março de 1997 (24 anos)
Local de nasc. São Paulo (SP), Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura 1,69 m
Informações profissionais
Clube atual Corinthians
Número 11
Posição Atacante
Clubes de juventude
2014 Centro Olímpico
Clubes profissionais
Anos Clubes
2014–2015
2016–2017
2017–
Centro Olímpico
Corinthians/Audax
Corinthians
Seleção nacional
2013–2014
2015–2016
2016–
Brasil Sub-17
Brasil Sub-20
Brasil

Gabriela Nunes da Silva (São Paulo, 10 de março de 1997, mais conhecida como Gabi Nunes, é jogadora brasileira que atua na posição de atacante. Atualmente, joga pelo Sport Club Corinthians Paulista.

Participou da edição de 2016 da Copa do Mundo de Futebol Feminino Sub-20.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Gabi Nunes iniciou sua carreira como jogadora o no Centro Olímpico. Lá jogou pela base sub-15, sub-17 e a equipe principal. Em 2015, mudou-se para o Osasco Audax para jogar o Campeonato Paulista de Futebol Feminino e se tornou a artilheira do torneio marcando 12 gols.[1] Para o campeonato nacional no final de 2015, Gabi voltou ao Centro Olímpico e marcou 14 gols em 12 partidas, coroando a melhor marcadora do torneio. No ano seguinte, se transferiu para o Corinthians para jogar o campeonato nacional em 2016. Como atacante marcou 7 gols em 10 jogos, mas sua equipe foi eliminada nas quartas de final. Gabi Nunes venceu a Copa do Brasil em 2016, atuando pelo Corinthians, com um gol marcado na final contra São José.[2]

Além dos clubes nacionais, em 2013 a atleta iniciou sua história na Seleção Brasileira, participando do Campeonato Sul-americano Sub-17. Em novembro de 2015, disputou a Copa do Mundo sub 20 pela seleção brasileira e ajudou o Brasil a conquistar o sétimo título nesta competição, marcando 5 gols em 4 jogos, com isso se tornou vice artilheira da competição. Por esse feito, recebeu a chuteira de prata da Fifa das mãos de Marta, sendo a primeira brasileira a ganhar esse prêmio. E em seguida passou a integrar a seleção principal.[3]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Corinthians/Audax[editar | editar código-fonte]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Jogos pelo Corinthians[editar | editar código-fonte]

Jogos pelo Corinthians em 2016[5]

J V E D SG M T RU GM AG A AA V
Copa do Brasil Fem. 5 3 1 1 9-5 448 5 0 3 0 1 0 0
Brasileiro Feminino 10 5 3 2 23-9 792 10 0 7 0 0 0 0

Jogos pelo Corinthians em 2017[5]

J V E D SG M T RU GM AG A AA V
Brasileiro Feminino 17 13 1 3 49-11 1422 17 0 12 0 1 0 0


Em 2018, por conta de lesões Gabi foi desfalque no Corinthians.

Jogos pelo Corinthians em 2019[5]

J V E D SG M T RU GM AG A AA V
Brasileiro Feminino 11 10 0 1 43-4 707 7 4 9 0 0 0 0
Paulista Feminino 9 9 0 0 28-5 521 5 4 5 0 0 0 0

Legenda: J=Jogos, V=Vitórias, E=Empates, D=Derrotas, SG=Saldo de Gols, M=Minutos, T=Titulares, RU=Reserva Utilizado, GM=Gols marcados, AG=Gols Contra, A=Cartões Amarelos, AA=Segundos Amarelos, V=Cartões Vermelhos

Jogos pela Seleção[editar | editar código-fonte]

Jogos pela Seleção Brasileira em 2016[5]

J V E D SG M T RU GM AG A AA V
Mundial U20 Feminino 4 1 1 2 13-8 360 4 0 5 0 2 0 0

Jogos pela Seleção Brasileira em 2017[5]

J V E D SG M T RU GM AG A AA V
Amistosos Seleções 1 0 0 1 1-3 87 1 0 0 0 0 0 0

Legenda: J=Jogos, V=Vitórias, E=Empates, D=Derrotas, SG=Saldo de Gols, M=Minutos, T=Titulares, RU=Reserva Utilizado, GM=Gols marcados, AG=Gols Contra, A=Cartões Amarelos, AA=Segundos Amarelos, V=Cartões Vermelhos

Referências

  1. «Artilheira do Brasileiro só soube que podia ser profissional vendo Marta no estádio». esportes.yahoo.com. Consultado em 21 de julho de 2019 
  2. «Duas lesões graves e muita dor! Saiba por que maior promessa do Corinthians chorou tanto após título do Brasileiro feminino». ESPN.com. 27 de outubro de 2018. Consultado em 24 de agosto de 2019 
  3. «Gabi Nunes renasce após lesão e faz história no Brasileirão Feminino :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 24 de agosto de 2019 
  4. «Lelê brilha nos pênaltis, e Corinthians/Audax conquista a Libertadores feminina». Globoesporte. Consultado em 2 de julho de 2019 
  5. a b c d e «Gabi Nunes :: Gabriela Nunes da Silva :: Corinthians». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 24 de agosto de 2019