Guerra de Devolução

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guerra de Devolução
LeBrun Louis XIV at Douai in the War of Devolution 1667.jpg
Luís XIV com seu exército em Flandres,
ao fundo as cidades conquistadas
Data 1667 – 1668
Local Países Baixos Espanhóis e Franco-condado
Desfecho Vitória francesa
Beligerantes
Royal Standard of the King of France.svg França Flag of Cross of Burgundy.svg Espanha

Tríplice Aliança:

Statenvlag.svg Países Baixos
Flag of England.svg Inglaterra
Sweden-Flag-1562.svg Suécia
Comandantes
Royal Standard of the King of France.svg Luís XIV
Royal Standard of the King of France.svg Henri de La Tour d'Auvergne
Flag of Cross of Burgundy.svg Francisco de Moura y Melo
Flag of Cross of Burgundy.svg Francisco de Moura Corte Real
Statenvlag.svg Johan de Witt
Flag of England.svg Carlos II
Sweden-Flag-1562.svg Carlos XI
Forças
230 000 400 000

A Guerra de Devolução (1667 - 1668) foi um conflito bélico entre Espanha e França. Se iniciou com a invasão de Luís XIV de França aos Países Baixos Espanhóis, sobre o pretexto de que o dote de 500.000 Libras de sua esposa Maria Teresa de Áustria não havia sido pago.

As fortalezas Espanholas caíram em uma série de brilhantes manobras. O Príncipe de Condé ocupou o Franco Condado, ante a negativa da Espanha a negociar. A Espanha não tinha meios de resistir, mas contava com ajuda internacional. Provincias Unidas, Inglaterra e Suécia, que não viam com bons olhos a expansão francesa formaram a Triplíce Aliança, Luís XIV preferiu atacar em condições moderadas.

Com o Tratado de Aquisgrán de 1668, a Espanha recuperou o Franco Condado e cedeu Lille, Tournai, Charleroi e outras cidades Flamencas. A Espanha estava em decadência como grande potência. A França por ter sido vencedora foi a grande beneficiada.