Campeonato Mundial de Atletismo de 2005

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Helsinque 2005)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
10° Campeonato Mundial de Atletismo
Yleisurheilun maailmanmestaruuskilpailut 2005

Helsinque 2005
Helsinki 2005.svg.png
Dados
Países participantes 196
Entidade responsável IAAF
Sede Finlândia Helsinque, Finlândia
Primeira edição Helsinque 1983
Atletas 1891
Eventos 47
Duração 6 a 14 de agosto de 2005
Abertura oficial Presidente Tarja Halonen
Estádio principal Helsingin Olympiastadion
Site oficial IAAF – Helsinque 2005
◄◄ Paris 2003 {{{evento}}} Osaka 2007 ►►

Campeonato Mundial de Atletismo de 2005 foi a 10ª edição do campeonato mundial bienal do esporte, realizado entre 6 e 14 de agosto na cidade de Helsinque, capital da Finlândia, a segunda vez que a cidade sediou o evento do qual foi a anfitriã da edição inaugural em 1983. As competições foram disputadas no Estádio Olímpico de Helsinque. Participaram 1891 atletas de 196 nações, 43 a mais do que a primeira edição 22 anos antes. A cidade conquistou o direito de sediar o evento após a desistência de Londres, a primeira escolhida, que abriu mão posteriormente por causa dos altos custos envolvidos – um novo estádio teria que ser construído. A Federação de Atletismo do Reino Unido, UK Athletics, sugeriu que o evento fosse transferido para a cidade de Sheffield, o que foi recusado pela IAAF.[1] Com isso, novo processo de escolha foi aberto e Helsinque, considerada azarão, saiu vitoriosa na disputa com Roma, Moscou, Roma, Budapeste e Bruxelas.[2]

Esta edição viu a introdução dos 3000 metros com obstáculos femininos, a única prova masculina ainda sem correspondente no feminino. Disputada quase todo o tempo sob fortes chuvas, a edição viu a quebra de dois recorde mundiais – um deles de Yelena Isinbayeva, que ganhava ali o primeiro de seus três títulos mundiais no salto com vara – e quatro do campeonato.[3] A festa de abertura do torneio, também sob chuva, teve a apresentação das bandas de rock de metal sinfônico finlandesas Apocalyptica e Nightwish.[4].

A IAAF – Federação Internacional de Atletismo, realizou nesta edição o maior teste de controle de dopagem da história da competição, com 705 atletas submetidos a 884 testes.[5] Dois atletas não medalhados, um indiano e um ucraniano, testaram positivo para pemolina e o esteróide dromostanolona e foram suspensos.[6] [7]Em 2013, porém, as amostras guardadas desta edição foram submetidas a testas tecnologicamente mais apurados de detecção de doping e três campeões mundiais e dois medalhas de prata em Helsinque – todos russos e bielorrussos – fora desqualificados e tiveram suas medalhas cassadas.[8]

Local[editar | editar código-fonte]

As provas foram disputadas no Estádio Olímpico de Helsinque (Helsingin olympiastadion) – palco também da largada e da chegada da maratona e da marcha atlética – o mesmo usado nos Jogos de Helsinque 1952. Construído nos anos 30, foi completamente remodelado entre 1990 e 1994 e novamente modernizado quando sediou o campeonato pela segunda vez em 2005. Com capacidade para 42.000 espectadores, tem como característica icônica uma torre-observatório de 72,71 m de altura, a marca exata da distância com que o finlandês Matti Järvinen ganhou a medalha de ouro no lançamento de dardo em Los Angeles 1932, época em que o estádio estava sendo construído.[9]

O estádio em 2005, com sua emblemática torre de 72 m de altura.

Recordes[editar | editar código-fonte]

Dois recordes mundiais e quatro novos recordes do campeonato foram estabelecidos.

Recorde
Modalidade
Atleta
País
Marca
Anterior
Recorde mundial
salto em altura
Yelena Isinbayeva
Rússia
5,01 m
5,00 m (2005)
Recorde mundial
lançamento de dardo
Osleidys Menéndez
Cuba
71,70 m
71,54 m (2001)
Recorde do campeonato
lançamento de disco
Virgilijus Alekna
Lituânia
70,17 m
69,72 m – Edmonton 2001
Recorde do campeonato
5000 m
Tirunesh Dibaba
Etiópia
14:38.5
14:41.8 – Sevilha 1999
Recorde do campeonato
maratona
Paula Radcliffe
Reino Unido
2:20:57
2:23:55 – Paris 2003
Recorde do campeonato
3000 m c/ obstáculos
Dorcus Inzikuru
Uganda
9:18.24
disputado pela primeira vez

Quadro de medalhas[editar | editar código-fonte]

Posição País Ouro Prata Bronze Total
1  Estados Unidos 14 8 3 25
2  Rússia 7 7 4 18
3  Etiópia 3 4 2 9
4  Cuba 3 3 1 7
5  França 2 2 4 8
6  Suécia 2 1 3
7  Bahrein 2 2
8  Jamaica 1 5 2 8
9  Quênia 1 2 4 7
10  Marrocos 1 2 3
11  Alemanha 1 1 5 7
12  Bielorrússia 1 1 1 3
13  Bahamas 1 1 2
Estónia Estônia 1 1 2
 Países Baixos 1 1 2
16  Grã-Bretanha 1 2 3
17 Equador 1 1
 Lituânia 1 1
Catar Qatar 1 1
 Ucrânia 1 1
Uganda 1 1
22 Polónia Polônia 2 2
23 República Checa República Tcheca 1 2 3
24 Flag of Spain.svg Espanha 1 1 2
Gana 1 1 2
26  China 1 1
 Nova Zelândia 1 1
 Noruega 1 1
Tanzânia 1 1
Trinidad e Tobago 1 1
31  Japão 2 2
Portugal Portugal 2 2
Roménia 2 2
34  Austrália 1 1
 Canadá 1 1
 Finlândia 1 1
 Hungria 1 1
 Itália 1 1
 México 1 1
 São Cristóvão e Névis 1 1

Medalhistas[editar | editar código-fonte]

Masculino[editar | editar código-fonte]

Justin Gatlin comemora a vitória nos 100 m rasos.
Bateria dos 200 m rasos; à direita o brasileiro André Domingos.
A marcha de 20 km pelas ruas de Helsinque.
Allen Johnson, dos EUA, medalha de bronze nos 110 m c/ barreiras, lidera uma das eliminatórias.
Evento Ouro Prata Bronze
100 m
Justin Gatlin
 Estados Unidos
9.88 Michael Frater
 Jamaica
10.05 Kim Collins
 São Cristóvão e Névis
10.05
200 m
Justin Gatlin
 Estados Unidos
20.04 Wallace Spearmon
 Estados Unidos
20.20 John Capel
 Estados Unidos
20.31
400 m
Jeremy Wariner
 Estados Unidos
43.93 Andrew Rock
 Estados Unidos
44.35 Tyler Christopher
 Canadá
44.44
800 m
Rashid Ramzi
 Bahrein
1:44.24 Yuriy Borzakovskiy
 Rússia
1:44.51 William Yiampoy
 Quênia
1:44.55
1500 m
Rashid Ramzi
 Bahrein
3:37.88 Adil Kaouch
 Marrocos
3:38.00 Rui Silva
Portugal Portugal
3:38.02
5000 m
Benjamin Limo
 Quênia
13:32.55 Sileshi Sihine
 Etiópia
13:32.81 Craig Mottram
 Austrália
13:32.96
10000 m
Kenenisa Bekele
 Etiópia
27:08.33 Sileshi Sihine
 Etiópia
27:08.87 Moses Mosop
 Quênia
27:08.96
Maratona
Jaouad Gharib
 Marrocos
2:10:10 Christopher Isengwe
Tanzânia
2:10:21 Tsuyoshi Ogata
 Japão
2:11:16
110 m c/ barreiras
Ladji Doucouré
 França
13.07 Liu Xiang
 China
13.08 Allen Johnson
 Estados Unidos
13.10
400 m c/ barreiras
Bershawn Jackson
 Estados Unidos
47.30 James Carter
 Estados Unidos
47.43 Dai Tamesue
 Japão
48.10
3000 m c/ obstáculos
Saif Saaeed Shaheen
Catar Qatar
8:13.31 Ezekiel Kemboi
 Quênia
8:14.95 Brimin Kipruto
 Quênia
8:15.30
marcha 20 km
Jefferson Pérez
Equador
1:18:35 Paquillo Fernández
Flag of Spain.svg Espanha
1:19:36 Juan Manuel Molina
Flag of Spain.svg Espanha
1:19:44
marcha 50 km
Sergey Kirdyapkin
 Rússia
3:38:08 Aleksey Voyevodin
 Rússia
3:41:25 Alex Schwazer
 Itália
3:41:54
4x100 m
 França
Ladji Doucouré
Ronald Pognon
Eddy De Lépine
Lueyi Dovy
38.08 Trinidad e Tobago
Kevon Pierre
Marc Burns
Jacey Harper
Darrel Brown
38.10  Grã-Bretanha
Jason Gardener
Marlon Devonish
Christian Malcolm
Mark Lewis-Francis
38.27
4x400 m
 Estados Unidos
Andrew Rock
Derrick Brew
Darold Williamson
Jeremy Wariner
2:56.91  Bahamas
Nathaniel McKinney
Avard Moncur
Andrae Williams
Chris Brown
2:57.32  Jamaica
Sanjay Ayre
Brandon Simpson
Lansford Spence
Davian Clarke
2:58.07
Salto em distância
Dwight Phillips
 Estados Unidos
8,60 m Ignisious Gaisah
Gana
8,34 m Tommi Evilä
 Finlândia
8,25 m
Salto triplo
Walter Davis
 Estados Unidos
17,57 m Yoandri Betanzos
 Cuba
17,42 m Marian Oprea
Romênia Romênia
17,40 m
Salto em altura
Yuriy Krymarenko
 Ucrânia
2,32 m Víctor Moya
 Cuba
Yaroslav Rybakov
 Rússia
2,29 m
Salto com vara
Rens Blom
 Países Baixos
5,80 m Brad Walker
 Estados Unidos
5,75 m Pavel Gerasimov
 Rússia
5,65 m
Arremesso de peso
Adam Nelson
 Estados Unidos
21,73 m Rutger Smith
 Países Baixos
21,29 m Ralf Bartels
 Alemanha
20,99 m
Lançamento de disco
Virgilijus Alekna
 Lituânia
70,17 m CR icon2.PNG Gerd Kanter
Estónia Estônia
68,57 m Michael Möllenbeck
 Alemanha
65,95 m
Lançamento de martelo (1)
Vadim Devyatovskiy
 Bielorrússia
82,60 m Szymon Ziółkowski
Polónia Polônia
79,35 m Markus Esser
 Japão
79,16 m
Lançamento de dardo
Andrus Värnik
Estónia Estônia
87,17 m Andreas Thorkildsen
Noruega
86,16 m Sergei Makarov
 Rússia
83,54 m
Decatlo
Bryan Clay
 Estados Unidos
8732 pts Roman Šebrle
República Checa República Tcheca
8521 pts Attila Zsivoczky
 Hungria
8385 pts

(1) - Originalmente o bielorrusso Ivan Tsikhan conquistou o ouro com um lançamento de 83,89 m. Em 2013, entretanto, ele foi desqualificado e suspenso e as medalhas realocadas após novos testes das amostras de Helsinque oito anos antes.[8]

Feminino[editar | editar código-fonte]

Evento Ouro Prata Bronze
100 m
Lauryn Williams
 Estados Unidos
10.93 Veronica Campbell
 Jamaica
10.95 Christine Arron
 França
10.98
200 m
Allyson Felix
 Estados Unidos
22.16 Rachelle Boone-Smith
 Estados Unidos
20.20 Christine Arron
 França
22.31
400 m
Tonique Williams-Darling
 Bahamas
49.55 Sanya Richards
 Estados Unidos
49.74 Ana Guevara
 Canadá
49.81
800 m
Zulia Calatayud
 Cuba
1:58.82 Hasna Benhassi
 Marrocos
1:59.42 Tatyana Andrianova
 Rússia
1:59.60
1500 m
Tatyana Tomashova
 Rússia
4:00.35 Olga Yegorova
 Rússia
4:01.46 Bouchra Ghezielle
 França
4:02.45
5000 m
Tirunesh Dibaba
 Etiópia
14:38.59 CR icon2.PNG Meseret Defar
 Etiópia
14:39.54 Ejegayehu Dibaba
 Etiópia
14:42.47
10000 m
Tirunesh Dibaba
 Etiópia
30:24.02 Berhane Adere
 Etiópia
30:25.41 Ejegayehu Dibaba
 Etiópia
30:26.00
Maratona
Paula Radcliffe
 Grã-Bretanha
2:20:57 CR icon2.PNG Catherine Ndereba
Tanzânia
2:22:01 Constantina Tomescu
Romênia Romênia
2:23:19
100 m c/ barreiras
Michelle Perry
 Estados Unidos
12.66 Delloreen Ennis-London
 Jamaica
12.76 Brigitte Foster-Hylton
 Jamaica
12.76
400 m c/ barreiras
Yuliya Pechonkina
 Rússia
52.90 Lashinda Demus
 Estados Unidos
53.27 Sandra Glover
 Estados Unidos
53.32
3000 m c/ obstáculos
Dorcus Inzikuru
Uganda
9:18.24 CR icon2.PNG Yekaterina Volkova
 Rússia
9:20.49 Jeruto Kiptum
 Quênia
9:26.95
marcha 20 km
Olimpiada Ivanova
 Rússia
1:25:41 Ryta Turava
 Bielorrússia
1:27:05 Susana Feitor
Portugal Portugal
1:28:44
4x100 m
 Estados Unidos
Angela Daigle
Muna Lee
Me'Lisa Barber]
Lauryn Williams
41.78  Jamaica
Daniele Browning
Sherone Simpson
Aleen Bailey
Veronica Campbell
41.99  Bielorrússia
Yulia Nestsiarenka
Natalya Sologub
Alena Nevmerzhitskaya
Oksana Dragun
42.56
4x400 m
 Rússia
Yuliya Pechonkina
Olesya Krasnomovets
Natalya Antyukh
Svetlana Pospelova
3:20.95  Jamaica
Shericka Williams
Novlene Williams
Ronetta Smith
Lorraine Fenton
3:23.29  Grã-Bretanha
Lee McConnell
Donna Fraser
Nicola Sanders
Christine Ohuruogu
3:24.44
Salto em distância (1)
Tianna Madison
 Estados Unidos
6,89 m Eunice Barber
 França
6,76 m Yargelis Savigne
 Cuba
6,69 m
Salto triplo
Trecia Smith
 Jamaica
15,11 m Yargelis Savigne
 Cuba
14,82 m Anna Pyatykh
 Rússia
14,78 m
Salto em altura
Kajsa Bergqvist
 Suécia
2,02 m Chaunte Howard
 Estados Unidos
2,00 m Emma Green
 Suécia
1,96 m
Salto com vara
Yelena Isinbayeva
 Rússia
5,01 m WR icon.PNG Monika Pyrek
Polónia Polônia
4,60 m Pavla Hamáčková
República Checa República Tcheca
4,50 m
Arremesso de peso (2)
Olga Ryabinkina
 Rússia
19,64 m Valerie Vili
 Nova Zelândia
19,62 m Nadine Kleinert
 Alemanha
19,07 m
Lançamento de disco
Franka Dietzsch
 Alemanha
66,56 m Natalya Sadova
 Rússia
64,33 m Věra Pospíšilová-Cechlová
República Checa República Tcheca
63,19 m
Lançamento de martelo (3)
Yipsi Moreno
 Cuba
73,08 m Tatyana Lysenko
 Rússia
72,46 m Manuela Montebrun
 França
71,41 m
Lançamento de dardo
Osleidys Menéndez
 Cuba
71,70 m WR icon.PNG Christina Obergföll
 Alemanha
70,03 m Steffi Nerius
 Alemanha
65,96 m
Heptatlo
Carolina Klüft
 Suécia
6887 pts Eunice Barber
 França
6824 pts Margaret Simpson
Gana
6375 pts

(1) - A russa Tatyana Kotova conquistou originalmente a prata com um salto de 6.79 m; em 2013, entretanto, ela foi desqualificada por doping, suspensa e as medalhas realocadas após novos testes das amostras de Helsinque oito anos antes.[10]
(2) - A bielorrussa Nadzeya Ostapchuk venceu originalmente a prova com 20,51 m; em 2013, entretanto, ela foi desqualificada e banida e as medalhas realocadas após novos testes das amostras de Helsinque oito anos antes. Ela também perdeu a medalha de ouro que havia ganho nos Jogos de Londres 2012.[8]
(3) - Originalmente a russa Olga Kuzenkova conquistou o ouro com um lançamento de 75,10 m. Em 2013, entretanto, ela foi desqualificada e suspensa e as medalhas realocadas após novos testes de doping das amostras de Helsinque oito anos antes.[8]

Referências

  1. «Picketts Lock bid scrapped». BBC Sports. Consultado em 11 outubro 2019 
  2. «Africa: Helsinki Wins Bid for 2005 Championship». All Africa. Consultado em 11 outubro 2019 
  3. «5.01M POLE VAULT WORLD RECORD - GUESS WHO?». IAAF. Consultado em 11 outubro 2019 
  4. «Ao vivo-Arquivo: Todos os shows passados (2005)» (em inglês). Nightwish.com. Consultado em 26 de fevereiro de 2009 
  5. November 2/05 10:28 am – WADA News, Lori-Ann Muenzer in Ontario, More 'Cross Results. Canadian Cyclist (2005-11-02). Retrieved on 2009-09-25. Archived 2009-09-27.
  6. Two positive tests from world championships, says IAAF. Reuters (2005-08-29). Retrieved on 2009-09-25. Archived 2009-09-27.
  7. Biography Singh Neelam Jaswant. IAAF. Retrieved on 2009-09-25. Archived 2009-09-27.
  8. a b c d «Doping: Five 2005 world medallists caught after IAAF retests». BBC Sport. Consultado em 9 de março de 2012 
  9. «STADION UUDISTUU» (em finlandês). OlympiaStadion. Consultado em 9 de julho de 2017 
  10. «Russia should not hold World Championship - Jade Johnson». BBC. Consultado em 11 outubro 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]