Herculano Galhardo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Herculano Galhardo
Herculano Galhardo.
Nascimento 21 de fevereiro de 1868
Lisboa
Morte 4 de fevereiro de 1944 (75 anos)
Cidadania Portugal
Alma mater escola politécnica, Academia Militar
Ocupação acadêmico
Prêmios Comendador da Ordem Militar de Avis, Comendador da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada

Herculano Jorge Galhardo ComAComSE (Lisboa, 21 de Fevereiro de 1868 – Lisboa, 4 de Fevereiro de 1944) foi um militar e político português. Como militar chegou ao posto de coronel em 1922. Foi senador por Leiria em 1915 e 1919 e por Lisboa em 1921 e 1922, ministro das Finanças entre 28 de Janeiro e 6 de Março de 1915, no ministério do general Pimenta de Castro, e do Fomento de 25 de Abril a 8 de Dezembro de 1917, no governo de Afonso Costa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Carreira académica e militar[editar | editar código-fonte]

Primo-sobrinho paterno de Eduardo Galhardo, Herculano Jorge Galhardo estudou na Escola Politécnica e na Escola do Exército, onde tirou o curso de Engenharia Militar e Civil, seguindo a vertente de Estado-Maior. Inicia a sua carreira militar em 1892, como alferes, chegando ao posto de coronel em 1922.

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Leccionou na Escola de Guerra, e exerceu diversas funções directivas, de onde se destaca a Fábrica de Cimento Tejo, onde foi director entre 1900 e 1910. Foi membro da Comissão de Estudo e Construções da Fábrica de Munições de Braço de Prata, entre 1903 e 1907; e da Comissão de Instalação da Fábrica de Barcarena, em 1907. Em 1910 era consultor da Fábrica de Ocre. No período de 1921 a 1926, foi responsável pela administração do Porto de Lisboa, e director das Oficinas dos Caminhos de Ferro do Sul e Sueste.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

A sua ligação à política inicia-se em 1914, quando é nomeado chefe de gabinete do ministro do Fomento João Maria de Almeida Lima.

Membro do Partido Unionista de 1911 a 1915, adere ao Partido Republicano. Em 1915 e 1919, é senador por Leiria, e em 1921 e 1922 por Lisboa. Entre 28 de Janeiro e 6 de Março de 1915 exerce as funções de ministro das Finanças. No governo de Afonso Costa, é responsável pela pasta do Fomento, de 25 de Abril a 8 de Dezembro de 1917.

Herculano Jorge Galhardo fez parte da Maçonaria, para onde entrou em 1905.

Sendo Tenente-Coronel, a 28 de Junho de 1919 foi feito Comendador da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada e a 31 de Dezembro de 1920 foi feito Comendador da Ordem Militar de Avis.[1]

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Casado com Joana de Araújo James, de ascendência Inglesa, com geração.

Referências

  1. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Herculano José Galhardo". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 19 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]