Kentucky Fried Chicken

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kentucky Fried Chicken
Tipo Pública
Indústria Restaurantes
Fundação 1930 em North paawCorbin, Kentucky
1952 (64 anos) - Rede em South Salt Lake, Utah
Fundador(es) Harland Sanders
Sede Louisville, Kentucky, EUA[1]
Áreas servidas Mundo todo
Proprietário(s) Yum! Brands
Pessoas-chave James O'Reilly
Harvey R. Brownlea
Roger Eaton
Empregados 24.000 (2007)
Produtos Fast-Food[2]
Página oficial www.kfc.com

Kentucky Fried Chicken (KFC; em português: Frango Frito do Kentucky) é uma rede de restaurantes de fast-food estadunidense, que explora a antiga receita de frango frito do Kentucky, criada pelo Coronel Harland Sanders, fundador do KFC, em 1939, na cidade de Corbin, no estado do Kentucky, nos Estados Unidos. Actualmente, tem a sua sede em Louisville, no estado do Kentucky e pertence à empresa Yum! Brands.

A companhia adoptou a forma abreviada do seu nome em 1991 por três razões: para retirar ênfase ao frango (uma vez que pretendia oferecer outros tipos de comida), para afastar as conotações pouco saudáveis da palavra frito e por considerar que um nome mais curto atrairia melhor os jovens. Recentemente, começou a voltar a abraçar o nome Kentucky Fried Chicken, usando ambas as formas nos seus anúncios comerciais.

História[editar | editar código-fonte]

Nascido e criado em Henryville, no estado de Indiana, o coronel Sanders teve várias profissões ao longo da sua vida. Começou por servir o seu frango frito durante a grande depressão, numa bomba de gasolina que possuía, em Corbin, no Kentucky, e, mais tarde, num restaurante e motel que comprou do lado oposto da rua.[carece de fontes?]

Normalmente, o restaurante servia viajantes, que se dirigiam sobretudo para a Flórida. Por essa razão, quando a estrada planeada nos anos 1950, que se viria a tornar a interestadual 75, contornou Corbin, o coronel Sanders vendeu a bomba e o restaurante, viajando em seguida pelo país, tentando vender o seu frango a donos de restaurantes. Conseguiu acordos que lhe garantiam o pagamento de 3 cêntimos de dólar por cada pedaço de frango vendido.[carece de fontes?]

O primeiro a aceitar a sua oferta foi Pete Harman, em South Salt Lake, no estado do Utah. Juntos, abriram o primeiro "Kentucky Fried Chicken", em 1952 (os restaurantes de Corbin não tinham esse nome).[carece de fontes?]

O coronel Sanders vendeu a rede completa do KFC em 1964 por 2 milhões de dólares $2 million (que correspondem a 10,2 milhões de dólares de 2007) e, desde então, a marca foi vendida mais três vezes, sendo a mais recente à PepsiCo, que em 1997 deu origem a uma nova empresa filiada especializada em restaurantes, hoje chamada Yum! Brands.[carece de fontes?]

Comida[editar | editar código-fonte]

O frango frito do KFC.

Para além de frango frito, muitos restaurantes da KFC servem acompanhamentos como salada coleslaw, diversos tipos de batatas, bolos e maçarocas de milho. Também oferecem outras iguarias como frango com pipocas, tartes, tiras de frango, hambúrgueres, asas de frango picantes, sanduíches e sobremesas - embora nem tudo esteja disponível em todos os restaurantes.[carece de fontes?]

Alguns elementos dos menus são inovações de lojas regionais. Em Singapura, por exemplo, foi introduzido o Colonel Burger, em 1977, o frango picante e estaladiço, em 1990, e o Zinger burger, em 1993.[carece de fontes?]

Em 2007, a rede anunciou a criação do "Fish Snacker", um pedaço de peixe rectangular, servido num pão pequeno.

Receita secreta[editar | editar código-fonte]

A receita secreta do coronel à base de 11 ervas e especiarias é comercializada como um dos mais bem guardados segredos. A receita original manuscrita está alegadamente trancada numa caverna em Louisville, no Kentucky, com cópias parciais de segurança noutros locais. A companhia afirma que os fornecedores dos temperos só fornecem uma parte da receita, ignorando a identidade uns dos outros. Afirma ainda que nem sequer o presidente da empresa conhece a lista de ingredientes, sendo as poucas pessoas que a conhecem obrigadas a um acordo estrito de confidencialidade. O mito do "ingrediente secreto" é uma das pedras basilares da marca.[carece de fontes?]

Presença mundial[editar | editar código-fonte]

Países em que o KFC atualmente.

Brasil[editar | editar código-fonte]

Filial do restaurante KFC, no bairro Botafogo, Rio de Janeiro

O KFC, por meio da empresa Pepsico, já havia entrado no Brasil durante a década de 60, com diversos pontos em São Paulo e Rio de Janeiro. Apesar do relativo sucesso, a rede fechou seus pontos-de-venda no final da década. Ainda, na década de 70, houve outra entrada fracassada.

Hoje, a Rede KFC conta com 10 restaurantes no estado do Rio de Janeiro.[3] Em 2009 a rede inaugurou um restaurante na Avenida Presidente Vargas, também na capital carioca, com instalações modernas e com um sanduíche ao gosto local, o frango a parmegiana, uma forma de se aproximar do gosto da população da cidade. Ainda em 2009, a rede inaugurou mais 3 lojas no Rio, agora nos bairros de Ipanema , Tijuca e Norte Shopping. E em 2011, a rede inaugurou uma loja no bairro de Botafogo e outra em Campos dos Goytacazes-RJ, no Shopping Boulevard em Maio de 2011. A última inaugurada no Rio de Janeiro foi no Madureira Shopping Rio, em Junho de 2011.

Já no estado de São Paulo, conta com 18 restaurantes, a rede inaugurou a sua primeira loja franqueada, a situada no Shopping União de Osasco e em 2013 foi inaugurada a primeira loja própria no shopping Osasco Plaza no centro de Osasco, em Osasco, na região metropolitana da capital. A expansão continuou pela região metropolitana, com a abertura de lojas no ParkShopping São Caetano (São Caetano do Sul), Shopping ABC (Santo André) e Parque Shopping Barueri (Barueri). A primeira loja inaugurada na cidade de São Paulo foi a do Mooca Plaza Shopping, na Zona Leste da cidade, depois no Shopping Metrô Santa Cruz, Shopping Eldorado, Shopping Metrô Tucuruvi, Shopping Aricanduva, Shopping Tatuapé, Mais Shopping e Center 3 e etc.

Em 2016 inaugurou no Parque Shopping Dom Pedro e Shopping Iguatemi em Campinas. E inaugurará no Shopping Interlagos

Portugal[editar | editar código-fonte]

A Rede KFC é gerida pelo grupo Ibersol, em Portugal. Conta com diversos restaurantes nas seguintes cidades: Lisboa, Porto, Coimbra, Albufeira, Faro, Funchal, Matosinhos, Oeiras, Cascais, Ponta Delgada, Sintra, Gondomar e Almada. Normalmente, os restaurantes encontram-se dentro de centros comerciais. A KFC tem-se mantido fiel à famosa receita Original, já com mais de 74 anos, sendo possível encontrar este famoso frango em pedaços e em sanduíches em todos os restaurantes. Faz parte do imaginário da KFC em Portugal as famosas Hot Wings, Crispy Strips, Tower, Brazer, Boxmaster, Boxmeal, Krushers, Kream Ball e os famosos Buckets de frango.

Anúncios comerciais[editar | editar código-fonte]

Os primeiros anúncios do KFC mostravam regularmente o coronel Sanders lambendo os seus dedos e falando com o público sobre a sua receita secreta e sobre a importância das famílias se reunirem para a refeição. Apesar da morte do coronel em 1980, este tipo de anúncio permaneceu comum durante os anos 80 e até meados dos anos 1990.[carece de fontes?]

Em 2006, a KFC afirmou ter feito o primeiro logotipo visível do espaço (apesar da Readymix já possuir um desde 1965). A KFC diz que marcou o início de uma campanha maciça de alteração da marca, que vai incluir 14000 restaurantes em mais de 80 países, nos próximos anos. O logotipo foi feito a partir de 65000 azulejos e demorou 6 dias a ser construído no deserto de Mojave, perto de Rachel, no estado do Nevada.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Kentucky Fried Chicken