Lee Marvin vs. Derek Jeter

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Lee Marvin vs. Derek Jeter"
17.º episódio da 4.ª temporada de 30 Rock
Informação geral
Direção Don Scardino
Escrito por Kay Cannon · Tina Fey
Produzido por Alec Baldwin · Jerry Kupfer · Paula Pell · Don Scardino
Direção de fotografia Matthew Clark
Edição Ken Eluto, A.C.E.
Música "Wonder Woman", por Tina Fey
Código de produção 417
Transmissão original 22 de Abril de 2010
Convidados
Episódios da 4.ª temporada
Cronologia
"Floyd"
"Khonani"
30 Rock (4.ª temporada)
Lista de episódios

"Lee Marvin vs Derek Jeter" é o décimo sétimo episódio da quarta temporada da série de televisão norte-americana de comédia de situação 30 Rock, e o septuagésimo quinto da série em geral. Teve o seu enredo co-escrito por Kay Cannon, co-produtora da temporada, e Tina Fey, criadora do seriado, marcando assim a quarta colaboração entre ambas. A direcção artística ficou a cargo de Don Scardino, produtor da série. A sua transmissão original norte-americana ocorreu através da rede de televisão National Broadcasting Company (NBC) na noite de 22 de Abril de 2010, dando encerramento a um hiato de um mês iniciado pela emissora. Por entre as estrelas convidadas para o episódio estão inclusas Elizabeth Banks, Will Ferrell, Julianne Moore, Steve Hely, Ariel Shafir, e Rosalie Tenseth. Hely é também argumentista e produtor de 30 Rock.

No episódio, Liz Lemon (interpretada por Fey) tenta esforçar-se um pouco mais para encontrar um novo namorado, começando a frequentar eventos destinados para solteiros no YMCA próximo ao seu apartamento, acompanhada da sua amiga Jenna Maroney (Jane Krakowski) que acaba por fazer avanços em um dos pretendentes masculinos. Entretanto, Jack Donaghy (Alec Baldwin) sente-se forçado a escolher entre Nancy Donovan (Moore), sua namorada dos tempos do ensino secundário, e Avery Jessup (Banks), apresentadora do programa de televisão Hot Box da CNBC. Não obstante, um comentário racista dirigido a James "Toofer" Spurlock (Keith Powell) dá início a um debate amplo sobre a acção afirmativa no escritório do TGS with Tracy Jordan (TGS), fazendo com que o argumentista se despeça, deixando o seu futuro no programa incerto.

Em geral, embora não universalmente, "Lee Marvin vs Derek Jeter" foi recebido com opiniões positivas pelos críticos especialistas em televisão de horário nobre, com vários elogios sendo atribuídos ao segmento de dez segundos de Ferrell, descrito por um analista como "inesquecível"; todavia, o enredo envolvendo a indecisão de Jack perante a sua situação amorosa foi recebido com opiniões mistas e criticado por ser um "clichê". De acordo com os dados publicados pelo serviço de mediação Nielsen Ratings, o episódio foi assistido por 4 milhões e 216 mil famílias durante a sua transmissão original e recebeu a classificação de 1,9 e 6 de share entre os telespectadores do perfil demográfico de 18-49 anos de idade.

Pelo seu trabalho no argumento, Cannon e Fey receberam uma nomeação conjunta na 62.ª cerimónia anual dos prémios Primetime Emmy na categoria "Melhor Escrita de Argumento para Série de Comédia", rendendo a 30 Rock a sua décima nomeação nesta categoria. Além disso, o episódio foi considerado como um dos melhores da série por diversos periódicos.

Produção e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

"Lee Marvin vs Derek Jeter" teve o seu enredo escrito por Kay Cannon, co-produtora da temporada, e Tina Fey, criadora do seriado, marcando assim a quarta colaboração entre ambas, tendo anteriormente trabalhado no argumento dos episódios "Black Tie", "Somebody to Love" e "Christmas Special".[1] A realização ficou a cargo de Don Scardino, produtor da série.[2] Algumas das filmagens para "Lee Marvin vs Derek Jeter" ocorreram a 8 de Fevereiro de 2010.[3][4] Embora não creditado, um trecho do tema de abertura da série de televisão Wonder Woman, com letras escritas por Norman Gimbel e música criada por Charles Fox, foi interpretada por Liz Lemon.[5]

A actriz Julianne Moore fez a sua terceira participação em 30 Rock neste episódio como a personagem Nancy Donovan.

Em Novembro de 2009 foi anunciado que a actriz Julianne Moore estava para fazer uma participação em 30 Rock como um novo interesse amoroso para a personagem de Alec Baldwin, Jack Donaghy.[6] Ela fez a sua estreia como a personagem Nancy Donovan no episódio "Secret Santa", transmitido na noite de 10 de Dezembro de 2009,[7] tendo mais tarde estrelado também em "Winter Madness".[8] Em entrevista à USA Today em Outubro anterior, Fey disse que Jack iria encontrar amor mais duradouro na temporada: "à medida em que nos movemos para a segunda metade da temporada, gostaríamos que [Jack] se envolvesse em um relacionamento adulto real com algumas dificuldades."[9] Em Dezembro seguinte, foi confirmado que a actriz Elizabeth Banks também faria uma participação no seriado,[10] tendo feito a sua estreia em "Anna Howard Shaw Day", transmitido na noite de 11 de Fevereiro de 2010, como a personagem Avery Jessup, uma apresentadora do programa de televisão Hot Box, transmitido pela CNBC.[11] Banks, uma fã da série, revelou em entrevista à revista electrónica Entertainment Weekly que abordou a equipa de 30 Rock sobre fazer uma participação: "eu definitivamente iria participar, tipo, 'Eu adoraria estar no seu seriado'. E eles permitiram isso. Eles fizeram isso acontecer! Eu sou uma grande fã, então isso é um sonho tornado realidade." Ela também revelou que não tinha a intenção de se tornar numa personagem regular da série, explicando que tem sido "muito divertido" fazer filmes e se comprometer com um programa de televisão em tempo integral.[12] A actriz viria mais tarde a estrelar também no episódio "Future Husband".[13] Steve Hely, argumentista e produtor de 30 Rock, fez uma breve participação neste episódio como Jerem, um homem que ignora Jenna (Krakowski).[5]

O actor e comediante Will Ferrell, ex-membro do elenco do programa de televisão humorístico Saturday Night Live (SNL),[14][15] fez uma breve participação em "Lee Marvin vs Derek Jeter" em uma cena na qual Pete Hornberger (Scott Adsit) revela a Liz que a única razão do The Girlie Show, antes de ser renomeado para TGS with Tracy Jordan (TGS), ter recebido luz verde pela NBC foi porque grupos feministas fizeram diversas críticas à rede de televisão após a transmissão do drama de acção Bitch Hunter. Em uma das sequências, Ferell, caracterizado como a personagem Shane Hunter, é visto com uma arma a entrar em uma casa de banho feminina a gritar "Feliz aniversário, cadelas!".[2][16] Na sequência de créditos finais de Bitch Hunter, Jack Burditt, argumentista de 30 Rock, e Ben Silverman, antigo co-presidente da secção de entretenimento da NBC e da Universal Media Studios, são creditados como produtores executivos.[17][18] Ferrell voltaria a participar do seriado no episódio "The Moms", transmitido na noite de 6 de Maio.[19] Vários outros membros do elenco do SNL já fizeram uma aparição em 30 Rock, incluindo Rachel Dratch,[20][21] Jason Sudeikis,[22] Chris Parnell,[14] Andy Samberg,[23] Fred Armisen,[24] Kristen Wiig,[24] Will Forte,[25] Molly Shannon,[26] Horatio Sanz,[27] e Jan Hooks.[28] Ambos Fey e Tracy Morgan fizeram parte do elenco principal do SNL,[29] tendo Fey sido a argumentista-chefe do programa entre 1999 e 2006, período no qual conheceu Beth McCarthy-Miller, a quem convidou para ser realizadora em 30 Rock.[30] O actor Alec Baldwin também apresentou o Saturday Night Live por dezassete vezes, o maior número de episódios por qualquer apresentador da série.[31]

O enredo sobre a contratação de James "Toofer" Spurlock foi baseado em eventos reais por detrás da contratação de Donald Glover (imagem), que iniciou como argumentista e a fazer pequenas participações em 30 Rock.

O actor e comediante Judah Friedlander, que interpreta a personagem Frank Rossitano em 30 Rock, é conhecido pelos seus bonés de camioneiro de marca registada que ele usa dentro e fora da personagem Frank. Os chapéus, normalmente, apresentam pequenas palavras ou frases estampadas neles. Friedlander afirmou que ele próprio é quem faz os chapéus. Revelou também que "alguns deles são piadas interiores, e alguns são simplesmente piadas".[32] A ideia veio do persona de Friedlander nas suas apresentações de comédia stand-up, nas quais os chapéus estão todos impressos com a escrita "campeão mundial" em diferentes línguas e diferentes aparências.[33] Neste episódio, Frank usa bonés que leem "Wrestling de Carros de Demolição" e "Primeiro a Última Tentativa".[5]

O enredo envolvendo a descoberta que a personagem James "Toofer" Spurlock foi apenas contratada como argumentista devido à iniciativa de diversidade da NBC foi baseada em eventos reais por detrás da contratação de Donald Glover, que iniciou como argumentista e a fazer pequenas participações em 30 Rock. Keith Powell, intérprete de Toofer Spurlock, foi questionado por Jarett Wieselman, do New York Post, sobre a sua reacção para com esta trama em "Lee Marvin vs Derek Jeter", ao que respondeu: "Eles avisaram-me sobre isso — foi realmente divertido pois acção afirmativa é algo que tem vindo a se espalhar por a [parte] corporativa de companhias. Não me assustou tanto."[34] Em uma entrevista para a revista The New Yorker em 2018, Fey confirmou que embora tenha admirado o talento de Glover desde o início, a iniciativa de diversidade da NBC "fez ele de graça," visto que o seu salário não saia directamente do orçamento de 30 Rock. Glover, um afro-americano, também havia questionado a Fey se havia apenas sido contratado devido à sua etnicidade. No tempo em que fora contratado, Glover tinha 23 anos de idade e era apenas um conselheiro residencial a viver nos dormitórios da Universidade de Nova Iorque. Em 2009, abandonou 30 Rock para estrelar em Community, vindo mais tarde a iniciar uma carreira musical aclamada pela crítica e a sua própria série de televisão no canal de televisão FX intitulada Atlanta (2016).[35][36]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Jack compara Nancy (Moore) ao actor Lee Marvin (esquerda) após assistir a uma maratona de filmes estrelados pelo próprio, e Avery (Banks) com o jogador de basebol Derek Jeter (direita), depois de ir a uma festa com ela na casa de Jeter.

Liz (interpretada por Fey) vai ao escritório de Jack (Baldwin) para dar-lhe o presente de aniversário: um cartão no qual gravou uma mensagem de áudio. Jack agradece, porém, questiona a sua indumentária, com ela respondendo que a tal se deve ao facto de frequentar eventos com actividades para solteiros no YMCA próximo ao seu apartamento. Neste momento, Nancy Donovan (Moore), namorada de Jack enquanto frequentava o ensino secundário, entra de rompante a desejar feliz aniversário e revela ter finalmente se divorciado. Jack, então, leva ela a passear pelos bastidores do TGS with Tracy Jordan (TGS) e decidem marcar um encontro para almoçarem juntos. Liz, ao ouvir isto, reprimende Jack por tentar namorar tanto Avery, apresentadora do programa de televisão Hot Box da CNBC, quanto Nancy ao mesmo tempo. De noite, ele vai a um evento com Avery, no qual evita tirar fotos no tapete vermelho com ela de modo a não ser publicado em periódicos. Em uma outra noite, Jack vai ter com Avery no seu quarto de hotel, onde ela assiste a uma maratona de filmes estrelados por Lee Marvin, porém, acaba saindo para ir ter com Avery após receber um convite via chamada telefónica para um evento no apartamento de Derek Jeter. Após uma conversa com Liz no seu escritório, Jack fica dividido entre elas e não sabe a quem escolher, decidindo continuar a namorar ambas.[5]

"Teste, teste, teste. Este é um teste para o cartão de Jack. 'Wonder Woman!!!' Hugh! Desculpa, como é que se ré-grava algo nestas coisas? Não importa! Definitivamente irei descobrir de qualquer jeito."

— A mensagem gravada por Liz Lemon (Tina Fey) no cartão de aniversário que ofereceu a Jack Donaghy (Alec Baldwin).[5]

Jenna (Krakowski) pergunta a Liz sobre a partida do jogo do mata nas actividades para solteiros, acabando por repreendê-la pela sua atitude para com um senhor que parecia estar a tentar paquerá-la. Então, Jenna decide acompanhá-la como o seu braço direito, como também intenciona fazer uma pesquisa para um papel no filme National Lampoon's Van Wilder's Wingman, Incorporated. Enquanto no YMCA, Jenna faz avanços em Jerem (Hely), que a ignora continuamente. Jack sugere a Nancy uma tarde com Liz nas actividades para solteiros. Nancy aconselha-a Liz a não se concentrar no lado negativo mas sim no que realmente deseja em um homem, depois de Liz ter uma conversa sem sucessos com um pretendente. Esta aceita o conselho e declara a um homem (Ariel Shafir) a quem tinha batido na cara em um jogo anterior os aspectos que deseja encontrar em um homem, porém, o homem não fala bem inglês e, já desapontada, ela bate-lhe com uma bola.[5]

"Não, está tudo bem! Eu não te quero magoar. Mas irei te dizer o que realmente quero. Eu quero alguém que será monógamo e bom para a sua mãe. E eu quero alguém que goste de musicais e que simplesmente cale a sua boa enquanto eu assisto Lost. E eu quero alguém que ache que estar interessado em carros seja enfadonho e ache que clubes de strip sejam nojentos. Eu quero alguém que irá realmente esvaziar a máquina de lavar louça ao invés de tirar garfos à medida em que os necessita como eu faço. Eu quero alguém com mãos e pés limpos e antebraços cheios como um príncipe da Disney. E eu quero que goste de mim genuinamente, mesmo quando eu estiver velha. E é isso que eu quero."

— A declaração de Liz (Fey) para o seu pretendente (Ariel Shafir) em uma partida do mata.[5]

Finalmente, Toofer Spurlock (Powell) entra no camarim de Tracy Jordan (Tracy Morgan) a revelar que um homem no metro chamou-o de "biggledy boo", uma palavra usada no século XVIII para descrever um Moor de pele escura, segundo Tracy. Em uma conversa sobre racismo com o astro, Grizz Griswold (Grizz Chapman) e Dot Com Slattery (Kevin Brown), Toofer descobre que há uma possibilidade de ter sido contratado como argumentista da NBC apenas como efeito de uma iniciativa de acção afirmativa, algo confirmado após fazer perguntas a Liz acerca das circunstâncias da sua contratação. Então, Toofer se despede pois acredita que deve ser contratado com base no seu potencial, deixando Pete (Adsit) desesperado e irritado pela quantidade de papelada que terá de tratar. Contrariamente à opinião do resto da equipa do TGS, Liz, a argumentista-chefe e criadora do TGS, todavia, apoia a decisão de Toofer pois ela sempre teve que batalhar por tudo que conseguiu. Porém, enquanto procurava pelos registos dentais e dados pessoais de Toofer no mezanino da cave do prédio GE, Pete acabou por ver também o processo de Liz, descobrindo, entre outros factos, que ela foi também apenas contratada por causa da acção afirmativa. Ao saber disto, Toofer decide retornar, mas exige que ninguém o chame mais de "Toofer", então os seus colegas decidem inventar alcunhas ainda mais ofensivas, levando-lhe a desistir e continuar com a alcunha.[5]

Referências e menções à cultura popular[editar | editar código-fonte]

No início do episódio, Jack diz à Liz que deseja que as coisas fossem um pouco mais fáceis para ela, fazendo depois menção à canção "No More Drama" de Mary J. Blige.[37] Quando Nancy chega ao escritório de Jack, Liz faz uma imitação do cão Astro na sequência de abertura da série de animação The Jetsons, ao que Jack responde com uma imitação do cão Scooby Doo da série Scooby-Doo, Where Are You!.[38] Jenna diz a Liz que deseja acompanhá-la às actividades para solteiros como o seu braço direito pois estava nomeada para um papel em National Lampoon's Van Wilder's Wingman, Incorporated, uma referência aos filmes da série National Lampoon's Vacation. Enquanto ainda muito jovem, Krakowski, intérprete de Jenna, foi membro do elenco do filme National Lampoon's Vacation (1983), o seu papel de estreia no cinema, interpretando a personagem Prima Vicki.[39]

Enquanto posava para fotos na festa da gala, um fotógrafo confunde Avery Jessup, interpretada por Elizabeth Banks (esquerda), com a comediante Chelsea Handler (direita), um acontecimento baseado na vida real de Banks, que já fora confundida por Handler no passado.

Ao ver Kenneth Parcell (Jack McBrayer), estagiário da NBC, nos bastidores do TGS, Nancy pergunta-lhe se já haviam se conhecido antes, fazendo referência ao episódio "Winter Madness", no qual Kenneth mentiu sobre a sua identidade na tentativa de adquirir a casa de Nancy para Jack.[40][8] Ao acompanhar Liz ao YMCA, Nancy pergunta a um pretendente o que ele achou do filme Avatar (2009). Quando Jack chega no quarto de hotel de Nancy, ela compara-o ao Sr. Monopólio.[38] Liz compara o relacionamento de Jack com ambas Nancy e Avery a um episódio do seriado Three's Company, com Jack, em contrapartida, comparando-a à personagem Janet Wood, interpretada por Joyce DeWitt, ao que Liz responde: "aah meu! Ser Janet é uma treta."[41]

Avery e Jack vão à gala de inauguração de um museu e, ao reparar os enfeites e as pessoas bem vestidas, Avery diz: "Você sabe que está na festa certa quando sente que o Riddler está prestes a atacar;" o Riddler é um vilão de banda desenhada que deixa para trás enigmas, quebra-cabeças e jogos de palavras para que possam ser resolvidos pelo leitor.[42] Enquanto posava para fotos na festa da gala, um fotógrafo confunde Avery com a comediante Chelsea Handler,[43] um acontecimento baseado na vida real de Banks, intérprete de Avery, que já fora confundida por Handler no passado.[44] Quando Liz diz a Jack que ele não irá conseguir namorar Avery e Nancy ao mesmo tempo, ela diz: "A próprio Mrs. Doubtfire não poderia fazer isso," uma referência ao filme Mrs. Doubtfire, no qual o actor Robin Williams interpreta duas personagens, um homem chamado Daniel Hillard e uma mulher chamada Sra. Euphegenia Doubtfire.[41] Durante o seu jantar romântico, Avery diz a Jack que um dia ele tornar-se-á um homem tão excelente quanto Ronald Reagan, antigo presidente dos EUA, e Jack responde: "Eu bem que gosto de gomas," uma referência ao amor por doces de Reagan.[39]

Enquanto no camarim de Tracy, Grizz se apercebe que viu um juiz branco no seriado Law and Order.[42][45] Tracy faz também menção aos filmes da série Blade.[37] Em uma das cenas do episódio na qual falava sobre racismo, Tracy Jordan (Tracy Morgan) diz à equipa do TGS with Tracy Jordan: "Eu sei que vocês estão zangados secretamente porque finalmente temos uma princesa negra na Disney," uma referência ao filme de desenho animado The Princess and the Frog (2009) estrelado por Tiana, a primeira princesa negra da franquia de Princesas da Disney.[39] Todavia, Jenna revela que não há princesas brancas na Disney desde 1991, ano de lançamento de Beauty and the Beast. Pete faz menção a princesa Jasmim, personagem do filme Aladdin (1992), Pocahontas e Mulan enquanto contava as princesas não-brancas da Disney. O filme Enchanted (2007) é também mencionado na conversa.[46][37] Na sua declaração ao jogador do mata, Liz revela que quer ficar com um homem que "cale a boca enquanto ela assiste o seriado Lost."[41] Uma das novas alcunhas inventadas para Toofer foi "Spock Negro", uma referência à franquia Star Trek.[37]

Lançamento e repercussão[editar | editar código-fonte]

Transmissão e audiência[editar | editar código-fonte]

Após a emissão de "Floyd" na noite de 25 de Março de 2010, a transmissão da quarta temporada de 30 Rock foi colocada em um hiato de um mês pela rede de televisão National Broadcasting Company (NBC).[13] Então, "Lee Marvin vs Derek Jeter" foi apenas originalmente transmitido nos Estados Unidos na noite de 22 de Abril de 2010 como o décimo sétimo episódio da quarta temporada, bem como o septuagésimo quinto de 30 Rock.[47]

Segundo as estatísticas publicadas pelo serviço de mediação de audiências Nielsen Ratings, o episódio foi visto em 4 milhões e 216 mil domicílios na sua transmissão original, representando uma diminuição em relação a "Floyd", assistido por 6 milhões e 252 mil telespectadores na noite de 15 de Abril anterior.[48] Além disso, foi atribuída a "Lee Marvin vs Derek Jeter" a classificação de 1,9 e 6 de share no perfil demográfico dos telespectadores entre os 18 aos 49 anos de idade, o que significa que foi visto por 1,9 por cento de todas as pessoas de 18 a 49 anos de idade e 6 por cento de todas as pessoas de 18 a 49 anos de idade dentre as que estavam a assistir à televisão no momento da emissão.[49][50] "Lee Marvin vs. Derek Jeter" estabeleceu a menor quantidade de telespectadores de sempre para um episódio da série, título anteriormente segurado por "Jack the Writer" e "Hard Ball", ambos da primeira temporada, vistos em 4 milhões e 610 mil domicílios.[51][52]

"Lee Marvin vs Derek Jeter" foi o primeiro episódio da temporada a ser transmitido no novo horário das 20h30,[53] faixa na qual a série foi superada pelos reality show Survivor: Heroes vs. Villains, o drama criminal Bones, e o seriado FlashForward, transmitidos pelas concorrentes Columbia Broadcasting System (CBS), FOX Broadcasting Company, e American Broadcasting Company (ABC), respectivamente. Não obstante, "Lee Marvin vs Derek Jeter" teve um desempenho consideravelmente melhor que The Vampire Diaries, uma série de terror sobrenatural transmitida pelo The CW, vista naquela noite por 3 milhões e 155 mil telespectadores.[50][49]

Análises da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AOL (positiva)[39]
The A.V. Club (B+)[38]
Entertainment Weekly (positiva)[41]
Heave Media (positiva)[46]
IGN (9,2/10)[2]
Paste (positiva)[42]
The Star-Ledger (negativa)[54]
Time (positiva)[55]
TV Fanatic 3 de 5 estrelas.[56]
TV Guide (positiva)[57]

Robert Canning, contribuinte do portal IGN, achou que "Lee Marvin vs Derek Jeter" foi um "episódio brilhante que acertou em todos os cantos," comentando que "[a]té à estrutura cansada e genérica do cenário de duas mulheres de Jack foi dada algumas linhas novas geniais" por Fey e Cannon, que ficaram encarregues do argumento. O contribuinte opinou que se o episódio se tivesse apenas centrado em torno do dilema de Jack ter duas mulheres "teria sido muito bom," elogiando a participação de ambas Elizabeth Banks e Julianne Moore que, segundo ele, "exibiram os encantos que tornaram-nas bem-vindas a esta temporada." Canning concluiu a sua análise atribuindo a avaliação de 9,2 de um máximo de 10.[2] Sean Gandert, escrevendo para a revista Paste, sentiu que à trama de Toofer não foram "dados mais do que apenas alguns minutos de tempo de ecrã, [mas] também não desgastou a sua estadia bem-recebida... o seriado não aborda raça, sexo ou acção afirmativa em um modo particularmente esclarecedor, mas ninguém se importa, é engraçado." No entanto, criticou o enredo de Jack por ser um clichê, "mas 30 Rock sabe disso e então nem sequer importa."[42] Jane Boursaw, escrevendo para a coluna TV Squad do portal AOL, achou que a trama de Toofer foi "engraçada, sem ser (muito) ofensiva."[39]

A breve participação de dez segundos de Will Ferrell foi bem recebida pela crítica, com um analista de televisão descrevendo-a como "inesquecível".

Nathan Rabin, para o jornal de entretenimento The A.V. Club, expressou ter gostado de "quase todos minutos" deste episódio, elogiando bastante a declaração de Liz, descrita por si como o "coroamento" de "Lee Marvin vs Derek Jeter". Rabin também expressou ter ficado agradado com a trama envolvendo o despedimento de Toofer que, segundo ele, "poderia facilmente ter ido a lugar nenhum, mas o seriado tornou-la engraçada e, surpreendentemente, pensativa, usando-a como um trampolim para discutir acções afirmativas." Ele concluiu a sua análise atribuindo a classificação de B+ de uma escala de A a F.[38] James Poniewozik, resenhista da revista Time, achou que este episódio foi mais forte que "Khonani", transmitido no mesmo dia que este,[55] opinião compartilhada por Steve Marsi, editor do blogue de análises TV Fanatic, que achou que dos dois episódios, apenas "Lee Marvin vs. Derek Jeter" foi engraçado, ao qual atribuiu a avaliação de três estrelas de um máximo de cinco.[56]

O blogue Heave Media colocou "Lee Marvin vs. Derek Jeter" na nona posição da lista dos "10 Melhores Episódios de 30 Rock", com o crítico Chris Osterndorf comentando que "este episódio tem ambos enredo e humor a dispararem de todos os cilindros, como Jack é forçado a decidir-se entre duas mulheres diferentes. É uma premissa feita muitas vezes antes na terra das sitcoms, mas como 30 Rock já fez de tudo, transformou-o em algo único. E as piadas, oh, as piadas. Por um instante, este episódio, deu-nos a melhor esquete humorística de sempre, na forma do seriado fictício Bitch Hunter, estrelado por Will Ferrell em uma participação inesquecível."[46] Adam Mersel, da revista de entretenimento TV Guide, comentou que encontrou o maior prazer na trama de Liz, descrita por si como "amável". Em relação ao enredo envolvendo Jack, Mersel achou que ele é capaz de alternar entre Nancy e Avery tão bem que "estou indeciso sobre repreender o executivo da NBC ou dar-lhe um encorajamento. Ambas Avery e Nancy têm os seus momentos de brilho, mas eu sinto que ele deve escolher muito em breve, ou vai acabar por perder as duas."[57] Emily Exton, crítica de televisão da revista Entertainment Weekly, declarou ter ficado agradada pelo desenvolvimento da trama de Liz e achou que Jerem foi a melhor personagem do episódio.[41]

Kay Cannon (imagem) e Tina Fey receberam uma nomeação para "Melhor Escrita de Argumento para Série de Comédia" nos prémios Primetime Emmy pelo seu trabalho no guião de "Lee Marvin vs Derek Jeter".

Todavia, nem todas as análises foram positivas. Alan Sepinwall, crítico de televisão do blogue The Star-Ledger, achou que o episódio ficou aquém, comentando que "ainda no início desta temporada eu dizia que até os episódios fracos tinham piadas engraçadas o suficiente para fazer valer o tempo de transmissão. Eu passei a maior parte desta hora combinada a dizer a mim mesmo: 'okay, eu reconheço que piada eles tentaram alcançar aqui' [...] mas nunca realmente cheguei a rir." Sepinwall expressou estar tão desapontado com ambos "Lee Marvin vs. Derek Jeter" e "Khonani" que iria fazer uma pausa nas análises de episódios de 30 Rock até que fosse transmitido "um ou dois episódios de 30 Rock que me façam rir logo no início tal como o seriado costumava fazer."[54] Salvador Patricio, para o blogue hispânico Todo Series, teve sentimentos similares, criticando o enredo de Jack e as suas duas namoradas por ter feito a série "perder um pouco de frescura." No entanto, Patricio foi mais simpático para com os enredos de Tracy, descrito por si como "muito divertido," e de Liz, ficando satisfeito pelo facto de num episódio escrito por Fey, "o quociente de humilhação e vergonha na vida de Liz não tinha como faltar." Ele concluiu a sua análise descrevendo o episódio como "normalzinho, ele mostra a direcção que 30 Rock assume para fazer com que os últimos cinco episódios da temporada sejam memoráveis."[58]

A breve participação de dez segundos de Will Ferrell foi bem recebida pela crítica,[39][38][55] com Canning opinando: "... a cereja no topo foi descobrir que o The Girlie Show foi apenas aceitado pela emissora para compensar pelas acusações recebidas pela série Bitch Hunter. O clipe de dez segundos da série, com a participação de Will Ferrell, foi fenomenal e espero que a web produza mais em breve."[2][46] O website IndieWire incluiu Ferrell na lista das "12 Melhores Participações Especiais de 30 Rock" e incluiu "Lee Marvin vs. Derek Jeter" na lista dos 25 melhores episódios de 30 Rock.[59][60] Em 2015, "Lee Marvin vs. Derek Jeter" foi incluso numa lista dos melhores sete episódios cujo argumento foi escrito por Kay Cannon, publicada pela revista Bustle.[61] No mesmo ano, o comentário malicioso sobre Toofer ser um ex-aluno da Universidade de Harvard feito por Liz foi incluso na lista dos "45 Melhores Insultos de 30 Rock" publicada pela revista electrónica Flavorwire.[62]

Prémios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Ambas Kay Cannon e Tina Fey receberam uma nomeação na 62.ª cerimónia anual dos prémios Primetime Emmy na categoria "Melhor Escrita de Argumento para Série de Comédia" pelo seu trabalho no guião de "Lee Marvin vs Derek Jeter". Esta foi a terceira nomeação de Fey e a única de Cannon nesta categoria, bem como a décima de 30 Rock, que ainda concorria com "Anna Howard Shaw Day", escrito por Matt Hubbard. Não obstante, as guionistas perderam o prémio para os colaboradores Steven Levitan e Christopher Lloyd, pelo seu trabalho no guião do episódio piloto de Modern Family.[63][64]

Notas de rodapé

  1. «30 Rock: Episodes» (em inglês). Londres: Screenrush (AlloCiné). Consultado em 20 de Abril de 2010. Arquivado do original em 10 de Setembro de 2012 
  2. a b c d e CANNING, Robert (26 de Abril de 2010). «30 Rock: "Lee Marvin vs. Derek Jeter" Review» (em inglês). IGN. Ziff Davis, LLC. Consultado em 3 de Maio de 2010 
  3. «30 Rock —"Lee Marvin vs. Derek Jeter" Episode 417 – Pictured: (l-r) Alec Baldwin as Jack Donaghy, Elizabeth Banks as Avery Jessup – Photo by: Ali Goldstein/NBC». Set Photos (em inglês). NBCUniversal Media, LLC. 8 de Fevereiro de 2010. Consultado em 3 de Maio de 2010. Arquivado do original (imagem) em 11 de Março de 2012  Save Picture as → Right click file → Properties → Summary → Advanced → Date Picture Taken
  4. «30 Rock: Lee Marvin vs. Derek Jeter Photo 660416» (imagem) (em inglês). NBCUniversal Media, LLC. Consultado em 19 de Agosto de 2019 
  5. a b c d e f g h CANNON, Kay (argumentista); FEY, Tina (argumentista); SCARDINO, Don (realizador) (22 de Abril de 2010). «Lee Marvin vs. Derek Jeter». 30 Rock. Temporada 4. Episódio 17. NBC Universal. NBC 
  6. SIDMAN, Amanda; GRIFFITH, Carson (16 de Novembro de 2009). «Julianne Moore to play Alec Baldwin's love interest on hit NBC show '30 Rock'». Daily News (em inglês). Nova Iorque: Daily News, L.P. Consultado em 5 de Abril de 2010. Cópia arquivada em 9 de Setembro de 2012 
  7. GRAHAM, Mark (11 de Dezembro de 2009). «'30 Rock' Recap: Who Are YouFacing?». Vulture. New York Magazine (em inglês). New York Media, LLC. Consultado em 5 de Abril de 2010 
  8. a b SEPNWALL, Alan (22 de Janeiro de 2010). «30 Rock, "Winter Madness": TGS goes to Boston». The Star-Ledger (em inglês). NJ.com (Advance Local Media, LLC). Consultado em 26 de Abril de 2010 
  9. LEVIN, Gary (14 de Outubro de 2009). «Critics, Emmys love '30 Rock'; when will the viewers?». USA Today (em inglês). Nova Iorque: Gannett Satellite Information Network, LLC. Consultado em 16 de Agosto de 2010 
  10. «The Bullseye: December 18, 2009». Entertainment Weekly (em inglês). Meredith Corporation. 18 de Dezembro de 2009. Consultado em 26 de Abril de 2010 
  11. RABIN, Nathan (11 de Fevereiro de 2010). «30 Rock: "Anna Howard Shaw Day"». The A.V. Club (em inglês). Gizmodo Media Group, LLC. Consultado em 11 de Fevereiro de 2010 
  12. AUSIELLO, Michael (4 de Janeiro de 2010). «'30 Rock' scoop: Elizabeth Banks channels Sean Hannity, romances Alec Baldwin». Entertainment Weekly (em inglês). Meredith Corporation. Consultado em 12 de Julho de 2010 
  13. a b BLAKE, Meredith (12 de Março de 2010). «'30 Rock': Liz meets her future husband (we hope)». Los Angeles Times (em inglês). Tronc, Inc. (Tribune Media Company). Consultado em 3 de Maio de 2010. Cópia arquivada em 11 de Julho de 2012 
  14. a b BARRETT, Annie (7 de Dezembro de 2006). «What 'SNL' alums besides Chris Parnell should guest on '30 Rock'?». Entertainment Weekly (em inglês). Meredith Corporation. Consultado em 13 de Julho de 2012. Cópia arquivada em 8 de Junho de 2012 
  15. ITZKOFF, Dave (15 de Abril de 2010). «'Saturday Night Live': The Will Ferrell/George W. Bush/Tina Fey/Sarah Palin Decade». The New York Times (em inglês). The New York Times Company. Consultado em 7 de Maio de 2010 
  16. MIZEJEWSKI, Linda (1 de Maio de 2015). Pretty/Funny: Women Comedians and Body Politics (em inglês). [S.l.]: University of Texas Press. p. 78. 278 páginas. ISBN 9781477307601 
  17. WEINER, Juli (23 de Abril de 2010). «Will Ferrell and NBC's 30 Rock Ridicule Fallen NBC Wünderkind Ben Silverman». Vanity Fair (em inglês). Condé Nast. Consultado em 6 de Maio de 2010 
  18. PASKIN, Willa (23 de Abril de 2010). «30 Rock Recap: Conan-Leno Jokes Are Past Their Expiration Date». Vulture. New York Magazine (em inglês). New York Media, LLC. Consultado em 19 de Agosto de 2019 
  19. EXTON, Emily (7 de Maio de 2010). «'30 Rock' recap: A mother knows». Entertainment Weekly (em inglês). Meredith Corporation. Consultado em 7 de Maio de 2010 
  20. «'Ally' Cat Krakowski Joins '30 Rock'». Zap2it (em inglês). Tribune Media Entertainment. 17 de Agosto de 2006. Consultado em 18 de Dezembro de 2009. Arquivado do original em 29 de Junho de 2012 
  21. TRAISTER, Rebecca (14 de Abril de 2010). «The Tina Fey backlash» (em inglês). Salon.com. Consultado em 18 de Dezembro de 2009. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2012 
  22. MATHESON, Whitney (19 de Abril de 2007). «A chat with ... '30 Rock' and 'SNL' star Jason Sudeikis». USA Today (em inglês). McLean: Gannett Satellite Information Network, LLC. Consultado em 18 de Dezembro de 2009 
  23. «'30 Rock': Emma Stone, Andy Samberg, Nick Cannon To Guest Star». The Huffington Post (em inglês). HuffPost Entertainment. Verizon Media, LLC. 10 de Janeiro de 2012. Consultado em 1 de Outubro de 2018. Stone has hosted “Saturday Night Live” on two occasions, Samberg is a regular on the show and Cannon appeared on Nickelodeon’s “Up All Night.” 
  24. a b CANNING, Robert (15 de Abril de 2011). «'30 Rock': "Somebody to Love" Review» (em inglês). IGN. Ziff Davis, LLC. Consultado em 18 de Dezembro de 2009. Cópia arquivada em 5 de Dezembro de 2012 
  25. MITOVICH, Matt Webb (2 de Fevereiro de 2007). «It Feels Good to Laugh». TV Guide (em inglês). NTVB Media. CBS Interactive, Inc. (CBS Corporation). Consultado em 18 de Dezembro de 2009. Arquivado do original em 14 de Setembro de 2012 
  26. CANNING, Robert (9 de Março de 2007). «30 Rock: "The Fighting Irish" Review» (em inglês). IGN. Ziff Davis, LLC. Consultado em 1 de Outubro de 2018. Cópia arquivada em 3 de Janeiro de 2013 
  27. THOMSON, Katherine (25 de Dezembro de 2008). «SNL Alum Horatio Sanz Drops 100 Lbs». The Huffington Post (em inglês). HuffPost Entertainment. Verizon Media, LLC. Consultado em 1 de Outubro de 2018 
  28. SEPINWALL, Alan (4 de Fevereiro de 2010). «30 Rock, 'Verna': Jan Hooks guest-stars». The Star-Ledger (em inglês). NJ.com (Advance Local Media, LLC). Consultado em 18 de Dezembro de 2009 
  29. FICKETT, Travis (17 de Outubro de 2006). «IGN Interview: 30 Rock's Tracy Morgan» (em inglês). IGN. Ziff Davis, LLC. Consultado em 18 de Dezembro de 2009. Cópia arquivada em 20 de Julho de 2012 
  30. GOODWIN, Christopher (11 de Maio de 2008). «And funny with it». The Guardian (em inglês). Guardian News and Media. Consultado em 18 de Dezembro de 2009. Cópia arquivada em 31 de Julho de 2013 
  31. WILLIS, Jackie (23 de Janeiro de 2017). «Alec Baldwin Will Host 'Saturday Night Live' for the 17th Time». Entertainment Tonight (em inglês). CBS Television Distribution (CBS Studios, Inc.). Consultado em 1 de Outubro de 2018 
  32. RICHMOND, Alexandra (entrevistadora) (12 de Maio de 2008). «Judah Friedlander: World Champion - The CC Insider Interview». The Comedy Central Insider (em inglês). Comedy Central (MTV Networks Entertainment Group). Consultado em 12 de Julho de 2012. Arquivado do original em 26 de Julho de 2008 
  33. ALEKSANDER, Irina (24 de Abril de 2008). «Five Questions for Judah Friedlander». Observer (em inglês). Nova Iorque: The New York Observer, LLC. Consultado em 12 de Julho de 2012. Arquivado do original em 11 de Setembro de 2012 
  34. WIESELMAN, Jarett (23 de Setembro de 2010). «'30 Rock' star Keith Powell: Cakes for everybody!». New York Post (em inglês). NYP Holdings, Inc. Consultado em 23 de Setembro de 2010 
  35. FRIEND, Tad (26 de Fevereiro de 2018). «Donald Glover Can't Save You». The New Yorker (em inglês). Condé Nast. Consultado em 19 de Agosto de 2019 
  36. EVANS, Mel (27 de Fevereiro de 2018). «Donald Glover was hired by Tina Fey 'because he was free'». Metro (em inglês). Londres: DMG Media. Consultado em 19 de Agosto de 2019 
  37. a b c d «30 Rock s04e17 Episode Script: Lee Marvin vs. Derek Jeter» (em inglês). Springfield! Springfield!. Consultado em 19 de Agosto de 2019 
  38. a b c d e RABIN, Nathan (22 de Abril de 2010). «30 Rock: "Lee Marvin Vs. Derek Jeter/Khonani"». The A.V. Club (em inglês). Onion, Inc. Consultado em 3 de Maio de 2010 
  39. a b c d e f BOURSAW, Jane (23 de Abril de 2010). «'30 Rock' – 'Lee Marvin vs. Derek Jeter' Review». TV Squad (em inglês). Aol. (Verizon Media). Consultado em 3 de Maio de 2010 
  40. «30 Rock: Kenneth Being Rude» (em inglês). YouTube (Google, Inc.). 17 de Agosto de 2011. Consultado em 19 de Agosto de 2019 
  41. a b c d e EXTON, Emily (23 de Abril de 2010). «'30 Rock' recap (pt. 1): Single and fabulous». Entertainment Weekly (em inglês). Meredith Corporation. Consultado em 6 de Maio de 2010 
  42. a b c d GANDERT, Sean (26 de Abril de 2010). «30 Rock Review: "Lee Marvin vs. Derek Jeter"/"Khonani" (4.17 & 4.18)». Paste (em inglês). Paste Media Group. Consultado em 6 de Maio de 2010 
  43. MESSINGER, William F. (22 de Abril de 2010). Between 30 Rock and A Hard Place: The Rockefeller-AA Connection: How John D. Rockefeller, Jr., Helped Bill and Bob Build AA and the 12-Step Movement (English Edition) (em inglês). [S.l.]: TV Guide. Amazon Servicos de Varejo do Brasil, Ltda. 72 páginas. ASIN B00RZU6YOO 
  44. VARY, Adam B. (20 de Outubro de 2008). «Elizabeth Banks: Fall's First Lady». Entertainment Weekly (em inglês). Meredith Corporation. p. 1. Consultado em 7 de Maio de 2010 
  45. Noel (23 de Abril de 2010). «30 Rock – "Lee Marvin vs. Derek Jeter" & "Khonani"». Monsters of Television (em inglês). Consultado em 19 de Agosto de 2019 
  46. a b c d OSTERNDORF, Chris (31 de Janeiro de 2013). «See you later, dummies: The 10 best episodes of "30 Rock"». Heave Media (em inglês). Heave Media, Inc. Consultado em 19 de Agosto de 2019. This episode has both plot and humor firing on all cylinders, as Jack is forced to decide between two very different women. It’s a premise that’s been done many times before in sitcom land, but as 30 Rock did with everything, it made it all its own. And the jokes, oh, the jokes. For instance, this episode gave us the greatest cutaway gag of all time, in the form of fictional television show “Bitch Hunter,” starring Will Ferrell in an unforgettable cameo. 
  47. «Episode Title: (#417) LEE MARVIN VS. DEREK JETER» (em inglês). The Futon Critic. 1 de Abril de 2010. Consultado em 8 de Dezembro de 2010 
  48. GORMAN, Bill (26 de Março de 2010). «Broadcast Finals: Grey's Anatomy, Community, Parks & Rec, Vampire Diaries Adjusted Up». TV by the Numbers. Zap2it (em inglês). Tribune Media Entertainment. Consultado em 26 de Julho de 2010 
  49. a b GORMAN, Bill (23 de Abril de 2010). «TV Ratings: Survivor Drops, Still Leads CBS Win; As Practice, CSI, Community, Office, Ref Hit Lows». TV by the Numbers. Zap2it (em inglês). Tribune Media Entertainment. Consultado em 26 de Abril de 2010 
  50. a b GORMAN, Bill (23 de Abril de 2010). «Thursday Broadcast Finals: Vampire Diaries, Supernatural Adjusted Up; Community, Office Adjusted Down». TV by the Numbers. Zap2it (em inglês). Tribune Media Entertainment. Consultado em 26 de Julho de 2010 
  51. «NBC Ratings Results for the Week of FeB. 19-25» (em inglês). The Futon Critic. 27 de Fevereiro de 2007. Consultado em 11 de Fevereiro de 2008 
  52. KISSELL, Rick (7 de Novembro de 2006). «Football drives NBC win». Variety (em inglês). Variety Media, LLC (Penske Business Media, LLC.). Consultado em 24 de Fevereiro de 2008 
  53. SEIDMAN, Robert (8 de Fevereiro de 2010). «NBC Announces Season Finale Dates, including Two Hour Chuck Finale on May 24». TV by the Numbers. Zap2it (em inglês). Tribune Media Entertainment. Consultado em 26 de Julho de 2010 
  54. a b SEPINWALL, Alan (23 de Abril de 2010). «30 Rock, 'Lee Marvin vs. Derek Jeter' & 'Khonani': Time to take a break?». The Star-Ledger (em inglês). NJ.com (Advance Local Media, LLC). Consultado em 19 de Agosto de 2019 
  55. a b c PONIEWOZIK, James (23 de Abril de 2010). «Thursday Comedies Watch: C Is for Comedy». TIME (em inglês). Time, Inc. Consultado em 3 de Maio de 2010. Arquivado do original em 16 de Julho de 2012 
  56. a b MARSI, Steve (23 de Abril de 2010). «30 Rock Review: "Lee Marvin vs. Derek Jeter"». TV Famatic (em inglês). Food Innovation Group: Bon Appetit and Epicurious. Consultado em 19 de Agosto de 2019 
  57. a b MERSEL, Adam (23 de Abril de 2010). «30 Rock Episode Recap: "Lee Marvin vs. Derek Jeter"». TV Guide (em inglês). NTVB Media. CBS Interactive, Inc. (CBS Corporation). Consultado em 6 de Maio de 2010 
  58. PATRICIO, Salvador (27 de Abril de 2010). «Review 30 Rock: Lee Marvin vs. Derek Jeter». Todo Series (em espanhol). Consultado em 19 de Agosto de 2019 
  59. MILLER, Liz Shannon (19 de Setembro de 2017). «'30 Rock': The 25 Episodes You Need to Watch Before Tina Fey's Iconic Comedy Leaves Netflix». IndieWire (em inglês). Penske Business Media, LLC. Consultado em 19 de Agosto de 2019 
  60. «"I's sitting next to Borpo!" The 12 Greatest '30 Rock' Celebrity Cameos». IndieWire (em inglês). Penske Business Media, LLC. 31 de Dezembro de 2013. Consultado em 19 de Agosto de 2019. Will Ferrell, “Lee Marvin vs. Derek Jeter,” Season 4, Ep. 17 
  61. MATLOW, Orli (11 de Junho de 2015). «7 '30 Rock' & 'New Girl' Episodes Written By Kay Cannon To Tide You Over Until She's Officially The 'Pitch Perfect 3' Writer». Bustle (em inglês). BDG Media, Inc. Consultado em 19 de Agosto de 2019 
  62. BAILEY, Jason (19 de Maio de 2015). «The 45 Best '30 Rock' Insults». Flavorwire (em inglês). BDG Media, Inc. Consultado em 19 de Agosto de 2019. Toofer: I am about to utter two words a Harvard man never says. Liz: ”I’m cool”? No, I’m sorry. You can’t set me up like that. 
  63. KEEGAN, Rebecca (4 de Agosto de 2010). «Fresh faces vs. vets in writers race». Variety (em inglês). Variety Media, LLC (Penske Business Media, LLC.). Consultado em 19 de Agosto de 2010 
  64. STELTER, Brian (30 de Agosto de 2010). «'Modern Family' and 'Mad Men' Win at Emmys». The New York Times (em inglês). The New York Times Company. Consultado em 30 de Agosto de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal.svg A Wikipédia possui o
Portal 30 Rock