Lentibulariaceae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaLentibulariaceae
Pinguicula vulgaris

Pinguicula vulgaris
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Lentibulariaceae
Géneros
Ver texto.
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Lentibulariaceae
Diagrama floral.

Lentibulariaceae é uma família composta por aproximadamente 340 espécies de plantas carnívoras, fragmentadas em 3 gêneros -Pinguicula, Genlisea e Utricularia, com ocorrência principalmente nas regiões tropicais e temperadas. A princípio a família era incluída à subclasse Asteridae e à ordem Scrophulariales.Porém, com estudos filogenéticos feitos a família foi inserida na ordem Lamiales. Freqüentemente são responsáveis por formarem grandes populações em áreas de brejo, sendo assim complementam a massa de matéria orgânica, nesses ambientes, indicando sua grande importância ecológica.No Brasil a família está representada pelos gêneros Genlisea e Utricularia. Destacamos o gênero Utricularia, com aproximadamente 220 espécies distribuídas por todo o mundo, exceto em regiões áridas e ilhas oceânicas, ocorrendo em sua grande maioria na América do sul.

Descrição(Morfologia)[editar | editar código-fonte]

Essa família apresenta tricomas do tipo glandular ou sésseis.Tricomas que são encontrados em toda a folha. As suas folhas são alternas ou verticiladas, ausência de estípulas.Possui inflorescências que são racemos terminais, as vezes resumidas em uma única flor. Apresentam flores bissexuais, com simetria bi-lateral(zigomorfa). Cálice com quatro a cinco sépalas. A corola é bilabiada. A antera possui apenas um lóculo e o ovário sincárpico, com placentação central-livre e ínfero.

Distribuição geográfica[editar | editar código-fonte]

Norte: (Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins)

Nordeste: (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte)

Centro-oeste: (Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso)

Sudeste: (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo)

Sul: (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina)

Ficheiro:DistribuiçO.jpg
distribuiçao no mundo

Adaptações[editar | editar código-fonte]

Na família foram encontradas adaptações referentes a nutrição, que tinham como objetivo atrair suas presas, essas adaptações são: estímulos visuais, através da coloração característica das armadilhas. Estímulos olfativos, por odores que são exalados pelas plantas e atraem as presas. Ou ainda por folhas modificadas que formam armadilhas, denominadas utrículos, onde são capturados e digeridos alguns insetos e pequenos invertebrados aquáticos.

Reprodução[editar | editar código-fonte]

Possuem inflorescências que variam entre 1 e 25 flores, que podem ser divididas em flores cleistógamas, estas são fechadas e provavelmente sofrem autopolinização, e as flores casmógamas, que possuem uma corola mais desenvolvida com relação as cleistógamas e apresentam características para serem polinizadas por diferentes polinizadores.

Importância econômica – Potencial ornamental[editar | editar código-fonte]

Essa família possui pouca importância econômica, tendo apenas algumas espécies cultivadas para ornamentação. Porém tem despertado interesse biológico devido ao seu hábito "carnívoro", assim seria possível utilizar algumas espécies aquáticas de Utricularia no controle de larvas de mosquitos.

Conservação[editar | editar código-fonte]

Lentibulariaceae é uma família que possui extrema importância na conservação de ecossistemas aquáticos, já que está presente na formação de micro-habitats abundantes em oxigênio e na fixação de nitrogênio decorrentes da presença de bactérias encontradas nas raízes.Em relação as espécies ameaçadas dessa família encontra-se a Utricularia biovularioides, que tem como bioma o Cerrado.

Ficheiro:Lenti. Foto1.jpg
Lentibulariaceae

Gêneros[editar | editar código-fonte]

Os géneros Polypompholyx e Biovularia eram colocados como membros desta família. Biovularia foi integrado no género Utricularia e Polypompholyx foi relegada para subgénero de Utricularia.

Referencias[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Lamiales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.