Lidi Lisboa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lidi Lisboa
Nome completo Lidiane Rafaela Lisboa
Outros nomes Rafaela Lisboa
Nascimento 13 de agosto de 1984 (35 anos)
Guaíra, PR
Nacionalidade Brasileira
Ocupação Atriz
Atividade 2001–presente

Lidiane Rafaela Lisboa, (Guaíra, 13 de agosto de 1984), mais conhecida como Lidi Lisboa é uma atriz brasileira.[1]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

A atriz foi criada pelos bisavós, num sítio, na pequena cidade de Guaíra, no interior do Paraná. A mãe da atriz engravidou com apenas treze anos, e se viu obrigada a deixar a filha aos quatro anos de idade para tentar conseguir trabalho em São Paulo. A atriz também nunca conheceu o pai. Revelou que em sua infância gostava de nadar nos rios, subir em árvores e brincar com porcos e galinhas.

Sua vida começou a mudar aos 8 anos, quando sua mãe foi buscá-la para morar com ela em São Paulo. Aos 12 anos, a atriz começou a estudar teatro na escola, decidindo-se pela profissão de atriz. A atriz teve sua primeira chance na profissão aos 15 anos, quando passou em um teste para atuar na novela Um Anjo Caiu do Céu, mas revelou que não pôde fazer a novela porque o juizado da infância e da adolescência considerou o papel inadequado para a idade dela, o que a deixou extremamente frustrada, porém não desistiu de tentar seu sonho de ser atriz.

Em 2001 foi aprovada em um teste da Rede Globo para fazer a novela A Padroeira. Mesmo ainda menor de idade, o papel foi aprovado pelo juizado de menores. Por conta de seu papel, mudou-se para o Rio de Janeiro. Com o fim da novela, seu contrato com a Globo não foi renovado. Ela morava sozinha no Rio de Janeiro e não tinha como se sustentar - a ajuda financeira da mãe, a artista plástica Lídia Lisboa, era insuficiente para mantê-la na cidade, até que outro trabalho surgisse. Sem outra alternativa, voltou a viver com a mãe em São Paulo.

Ao completar dezoito anos, conseguiu um emprego como bartender em uma boate da capital paulista. A partir daí, devido às brigas com sua mãe, saiu de casa e passou a viver sozinha em São Paulo. Para complementar sua renda, também trabalhou como garçonete, babá e faxineira. A atriz só conseguiu voltar para a Globo em 2004, mas sempre ficava mais de um ano sem contrato de trabalho, entre indas e vindas para as novelas, fez também algumas participações no cinema e teatro. Sua carreira só deslanchou em 2016, quando assinou contrato com a Rede Record, e desde então não parou mais de fazer novelas.

Discreta quanto a sua vida sentimental, aos 15 anos de idade teve seu primeiro namorado, chamado Samuel. Eles ficaram juntos por oito anos, e após o término permaneceram amigos. Lidi Lisboa revelou para a imprensa que ele a ajudou a superar as suas dificuldades da infância e a ensinou a amar o próximo, revelando que ficaram um ano namorando a distância, quando ele permaneceu em São Paulo e ela fazia sua primeira novela no Rio de Janeiro, e que ambos sempre foram muito maduros e souberam lidar com a distância.

A atriz, apesar de ao longo dos anos ter sido vista pela mídia em companhia de alguns atores, até então não havia assumido nenhum relacionamento sério, quando em 2013 informou estar namorando o ator gaúcho Fábio Rhoden. Desde 2015 o casal mora junto no apartamento dela, no Recreio, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

A atriz estreou na televisão em 2001 na Rede Globo, interpretando a escrava Brásia em "A Padroeira". Entre 2004 e 2005, esteve no elenco principal do seriado "Malhação" no papel da jovem batalhadora Aline. Em 2006, faz uma participação especial no seriado infantil Sítio do Picapau Amarelo como Jurema. Em 2007, integra o elenco da novela "Paraíso Tropical" no papel de Tatiana, uma jovem humilde, namorada de um bad boy problemático. Entre 2007 e 2009, gravou participações em séries e seriados da emissora: Faça Sua História e Casos e Acasos. Em 2009, participa da novela das 18h, como a bela empregada Das Dores. Em 2011, participa da novela "Insensato Coração" como a presidiária Cátia. Em 2012, atua em "Cheias de Charme", como a divertida babá Graçinha. Em 2014, atua em "Império" como a batalhadora Kelly.

Em 2016, inicia um novo ciclo, passando a ter mais importância na carreira, ao assinar com a RecordTV, e integrando o elenco principal da novela de época "Escrava Mãe" na qual, surge na pele de Esméria, uma escrava sofrida e ambiciosa, capaz de tudo para subir na vida e ascender-se socialmente, sendo a principal vilã do folhetim, a atriz foi muito elogiada pelo público e crítica. Em 2017, atua na novela medieval "Belaventura" interpretando a doce e culta Tamar, uma jovem dama da sociedade, que se apaixona pelo seu professor. Em 2018, retorna a Rede Globo, e faz uma participação na novela "Segundo Sol", como a policial Suely. Em 2019, ainda atua na minissérie "Se Eu Fechar os Olhos Agora" interpretando Maria Rosa, uma jovem beata, que sofre com o racismo pela parte do padre de sua igreja. Em 2019, regressa para a RecordTV, e ganha até então o papel de maior visibilidade de sua carreira, ao ser escolhida para protagonizar a macrossérie "Jezabel", onde interpreta a cruel e impiedosa rainha fenícia, que marcou a história da humanidade, ao perseguir os profetas de Deus. A atriz também ganha visibilidade, ao ser a primeira atriz negra ao posto de protagonista de uma trama bíblica.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2001 A Padroeira Brásia
2004 Malhação Aline Coimbra Temporadas 1112
2006 Sítio do Picapau Amarelo Jurema Episódios: "4 de setembro–11 de dezembro"
2007 Paraíso Tropical Tatiana
2008 Faça Sua História Francineide Episódio: "Quem Não Tem Um Caso Prá Contar"
2008 Casos e Acasos Cléo Episódio: "A Prova, a Namorada e a Isca"
2009 Paraíso Das Dores
2011 Insensato Coração Cátia Episódios: "17 de março–30 de abril"
2012 Cheias de Charme Maria das Graças (Gracinha)
2014 Império Kelly
2016 Escrava Mãe Esméria / Malica Darrila
2017 Belaventura Tamar La Rosie
2018 Segundo Sol Suely Episódios: "29 de setembro–30 de outubro"
2019 Se Eu Fechar os Olhos Agora Maria Rosa[2]
2019 Jezabel Jezabel

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2010 Bróder Cilene
2015 Ninguém Ama Ninguém... Por Mais de Dois Anos Lídia
2016 Apaixonados - O Filme Riuston
2017 DesAmante Elisângela

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2016 As Loucuras que as Mulheres Fazem Luiza
2017–18 Bruta Flor Celina

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado Ref.
2007 Prêmio Extra de Tv Melhor Atriz Revelação Paraíso Tropical Indicada
2008 Prêmio Contigo! Melhor Atriz Revelação Indicada

Referências

  1. Gazeta Digital[ligação inativa]
  2. Redação (8 de novembro de 2017). «Lidi Lisboa e Milton Gonçalves farão a minissérie "Se Eu Fechar os Olhos Agora"». Notícias de TV. Consultado em 4 de novembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.