Méson D

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os mésons D são as partículas mais leves que contêm quarks charms. Eles podem ainda ser estudados para se ganhar conhecimento sobre a interação fraca.[1] Os strange D mesons (Ds) foram chamados de "F mesons" antes de 1986.

Visão geral[editar | editar código-fonte]

Os mésons D foram descobertos pelo Detector Mark I no Stanford Linear Accelerator Center.[2]

Desde que os mésons D são os mais leves mésons contendo um único quark charme (ou antiquark), eles devem mudar o (anti)quark charme em um (anti)quark de outro tipo para decair. Tais transições violam o encanto interno do méson B e podem ocorrer apenas via interação fraca. Nos mésons D, o quark charme preferencialmente muda para um quark estranho via uma bolsa de bóson W, por isso o méson D preferencialmente decai para um káon e um píon.[1]

Em novembro de 2011, pesquisadores no experimento LHCb na CERN reportaram que eles observaram uma direta violação CP no decaimento do neutro méson D, possivelmente além do modelo padrão.[3]

Lista de mésons D[editar | editar código-fonte]

Nome da partícula Símbolo
da partícula
Símbolo da
antipartícula
Quarks
constituintes[4]
Massa em repouso (MeV/c2) IG JPC S C B' vida média (s) geralmente decai para

(>5% of decays)

D meson[5] D+ D- C-D 1,869.62 ± 0.20 12 0 0 +1 0 1.040 ± 0.007 × 10−12 [1]
D meson[6] D0 D-0 CU 1,864.84 ± 0.17 12 0 0 +1 0 4.101 ± 0.015 × 10−13 [2]
Strange D meson[7] D+s D-s C-S 1,968.47 ± 0,33 0 0 +1 +1 0 5,00 ± 0,07 x 10 -13 [3]
D meson[8] D*+ D*- C-D 2,010.27.62 ± 0.17 12 1 0 +1 0 6.9 ± 1.9 × 10−21[a] D0 + π+ ou D+ + π0
D meson[9] D*0 D-*0 C-U 2,006.97 ± 0.19 12 1 0 +1 0 >3.1 × 10−22[a] D0 + π+ ou D0 + γ

[a] PDG relata a largura de ressonância (Γ). Aqui a conversão τ = ℏ/Γ é dada em vez disso.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências