Collexon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Um collexon[br] ou collexão[pt] é semelhante a uma quasipartícula (ou excitação elementar) chamada excíton[1], um par de um elétron e um buraco[2]. No entanto, enquanto esses pares são independentes em excitons, duos de elétrons buracos em collexons unem forças com os elétrons ao redor.

Os pesquisadores fizeram a descoberta de Collexon quando inseriram átomos de germânio em um semicondutor de nitreto de gálio, e dispararam o material com um laser para ver como ele emite luz[3].

Referências

  1. Nenstiel, C.; Callsen, G.; Nippert, F.; Kure, T.; Schlichting, S.; Jankowski, N.; Hoffmann, M. P.; Dadgar, A.; Fritze, S. (26 de julho de 2018). «Electronic excitations stabilized by a degenerate electron gas in semiconductors». Communications Physics (em inglês). 1 (1). ISSN 2399-3650. doi:10.1038/s42005-018-0033-4 
  2. Yeager, Ashley (12 de maio de 2015). «Exciton». Science News (em inglês) 
  3. Crockett, Christopher (26 de julho de 2018). «Strange new entities called collexons hint at undiscovered physics in semiconductors». Science News (em inglês) 
Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.