Antiquark bottom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Antiquark b)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Antiquark Bottom
Composição: Partícula elementar
Família: antiquark
Interação: Força forte,Gravidade, força fraca e eletromagnetismo
Símbolo(s): b
Antipartícula: Quark bottom (b)
Teorizada: Makoto Kobayashi e Toshihide Maskawa (1973)[1]
Descoberta: Leon M. Lederman em 1977[2]
Massa: 4.18+0.03
−0.03
 GeV/c2
[3]
Carga elétrica: +⅓
Spin:

Antiquark bottom ou antiquark b é a antipartícula do quark bottom. Logo ele tem as mesmas características que o quark bottom, exceto a carga elétrica elementar, que é contrária a do quark bottom (+⅓). Ele corresponde ao segundo antiquark mais pesado, com uma massa de 4,2 GeV (quatro vezes a massa do próton), sendo apenas mais leve que o antiquark top. Ele interage por meio de todas as quatro forças fundamentais.[1][4]. O antiquark bottom têm valor de inferioridade definido por convecção de +1.

Historia[editar | editar código-fonte]

A antipartícula do antiquark bottom, o quark bottom, foi teorizado em 1973 pelos físicos japoneses Makoto Kobayashi e Toshihide Maskawa para explicar a violação no decaimento de Kaons, o nome inferior(bottom) foi inserido em 1975 por Haim Harari. O antiquark bottom junto com o quark inferior foi descoberto em 1977 pelo Fermilab durante o experimento E288 em que a equipe produziu através de colisões um bottomônio, a equipe foi liderada por Leon Max Lederman, os dois físicos japoneses ganharam o Prémio Nobel da Física de 2008, houve um esforço por parte dos cientistas para que a nomenclatura oficial fosse quark beauty (bonito), mas inferior continuou como o nome oficial da partícula[5] O bottomônio (mas conhecido como méson upsilon) é um méson composto por um quark b e um antiquark b.

Produção[editar | editar código-fonte]

Esquema da produção de um antiquark bottom pelo decaimento de um antiquark top.

O antiquark bottom pode ser produzido pelo choque entre feixes de prótons e antiprótons em aceleradores de partículas, a imagem descreve a produção de um par de quark bottom e antiquark bottom pelo decaimento de quark top e o antiquark top:

  • -T → B + W- + GeV

Antipartícula[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Quark bottom

A antipartícula do antiquark bottom é o quark bottom. Que tem as mesmas características que o antiquark top mas carga elétrica, spin e sabor contrário.

Referências

  1. a b M. Kobayashi, T. Maskawa (1973). «CP-Violation in the Renormalizable Theory of Weak Interaction». Progress of Theoretical Physics. 49 (2): 652–657. doi:10.1143/PTP.49.652 
  2. «Discoveries at Fermilab – Discovery of the Bottom Quark» (Nota de imprensa). Fermilab. 7 de agosto de 1997. Consultado em 24 de julho de 2009 
  3. J. Beringer et al. (Particle Data Group) (2012). «PDGLive Particle Summary 'Quarks (u, d, s, c, b, t, b', t', Free)'» (PDF). Particle Data Group. Consultado em 18 de dezembro de 2012 
  4. K.W. Staley (2004). The Evidence for the Top Quark. [S.l.]: Cambridge University Press. pp. 31–33. ISBN 9780521827102 
  5. H. Harari (1975). «A new quark model for hadrons». Physics Letters B. 57 (3). 265 páginas. doi:10.1016/0370-2693(75)90072-6 

Ver também[editar | editar código-fonte]