Roton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde janeiro de 2014)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

Em física teórica, Roton é uma excitação elementar ou quasipartícula, em hélio-4 superfluido. A relação de dispersão de excitações elementares neste superfluido mostram um aumento linear da origem, mas exibem primeiro um máximo e depois um mínimo de energia quando o momentum aumenta. Excitações com momentos na região linear são chamados fônons; aqueles com momentos próximos ao mínimo são chamados rotons. Excitações com momentos próximos ao máximo são às vezes chamados de maxons. Originalmente, o espectro do roton foi introduzido por Lev Landau. Atualmente existem modelos diferentes que tentam explicar o expectro do roton, com um grau diferente de sucesso e fundamentalidade. O requerimento para todo modelo do tipo é que ele deve não só o formato do espectro mas também outras características, como a velocidade do som e o fator de estrutura do hélio-4 superfluido.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.