Maria Beatriz Vitória de Saboia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde julho de 2016)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Maria Beatriz de Saboia
Princesa da Sardenha
Arquiduquesa da Áustria
Retrato por Adeodato Malatesta.
Duquesa de Módena e Régio
Reinado 14 de julho de 181415 de setembro de 1840
Consorte Francisco IV de Módena
 
Casa Saboia (por nascimento)
Áustria-Este (por casamento)
Nome completo
em italiano: Maria Beatrice Vittoria Giuseppina di Savoia
Nascimento 6 de dezembro de 1792
  Turim, Reino da Sardenha
Morte 15 de setembro de 1840 (47 anos)
  Turim, Reino da Sardenha
Filho(s) Maria Teresa
Francisco V
Fernando
Maria Beatriz
Pai Vítor Emanuel I da Sardenha
Mãe Maria Teresa de Áustria-Este

Maria Beatriz Vitória Josefina de Saboia (Turim, 6 de dezembro de 1792Turim, 15 de setembro de 1840), foi princesa da Sardenha e duquesa de Módena e arquiduquesa da Áustria pelo casamento.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Família[editar | editar código-fonte]

Maria Beatriz era a primogênita do rei Vítor Emanuel I da Sardenha e da arquiduquesa Maria Teresa de Áustria-Este. Seus avós paternos foram o rei Vítor Amadeu III da Sardenha e Maria Antônia de Bourbon, infanta de Espanha (filha do rei Filipe V de Espanha); enquanto seus avós maternos foram Fernando Carlos de Áustria-Este, arquiduque da Áustria e governante do Ducado de Milão, e Maria Beatriz d'Este.

Casamento e filhos[editar | editar código-fonte]

Os filhos de Francisco IV e Maria Beatriz

Casou-se em Cagliari, em 20 de junho de 1812 com seu tio materno, o arquiduque Francisco IV de Módena; mas, devido à consanguinidade e o grau de parentesco entre eles, o casal necessitou de uma dispensa do papa Pio VII, para que o matrimônio fosse realizado. Em 14 de junho de 1814, seu marido tornou-se soberano do Ducado de Módena e Régio, como Francisco IV. Eles tiveram quatro filhos:

Reconhecimento jacobita[editar | editar código-fonte]

Após a morte de seu pai, em 10 de janeiro de 1824, foi reconhecida pelos jacobitas como "Maria III, Rainha da Inglaterra, França e Irlanda" e "Maria II, Rainha da Escócia". Sendo primogênita de Vítor Emanuel I e sobrinha de Carlos Emanuel IV (morto sem deixar descendentes), Maria Beatriz herdou os direitos deixados ao tio por Henrique Benedito Stuart, cardeal de York, o último dos Stuart católicos, o que fazia dela, pelos católicos britânicos, legítima soberana de Escócia e Inglaterra. Os direitos sucessórios foram transmitidos a seu filho, Francisco V de Módena, último soberano do Ducado de Módena e Régio, que também os transmitiu aos seus descendentes.

Morte[editar | editar código-fonte]

Maria Beatriz morreu em Turim, em 15 de setembro de 1840, aos 47 anos de idade. Seu corpo foi sepultado na Igreja de San Lorenzo, em Módena.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Braglia, E.B.: Maria Beatrice Vittoria. Rivoluzione e Risorgimento tra Estensi e Savoia. Edizioni TEI, Modena 2004.
  • Galvani, C.: Brevi cenni biografici intorno l’altezza reale di Maria Beatrice Vittoria principessa di Savoja arciduchessa d’Austria. Camera, Modena 1850.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Maria Beatriz Vitória de Saboia