Maria Beatriz Vitória de Saboia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maria Beatriz de Sabóia
Princesa da Sardenha
Duquesa de Módena e Reggio
Arquiduquesa da Áustria
Maria Beatrice Vittoria of Savoy.jpg
Governo
Consorte Francisco IV de Módena
Casa Real Casa Real da Sardenha
Dinastia Sabóia
Vida
Nascimento 6 de Dezembro de 1792
Turim, Flag of Italy (1861-1946) crowned.svgReino de Sardenha
Morte 15 de setembro de 1840 (47 anos)
Turim, Flag of Italy (1861-1946) crowned.svgReino de Sardenha
Filhos Maria Teresa
Francisco V
Fernando
Maria Beatriz
Pai Vítor Emanuel I da Sardenha
Mãe Maria Teresa de Áustria-Este

Maria Beatriz Vitória Josefina de Sabóia (em italiano Maria Beatrice Vittoria Giuseppina di Savoia), (Turim, 6 de dezembro de 1792 - Turim, 15 de setembro de 1840), foi princesa da Sardenha e duquesa de Módena e arquiduquesa da Áustria pelo casamento.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Família[editar | editar código-fonte]

Maria Beatriz era a primogênita do rei Vítor Emanuel I da Sardenha e da arquiduquesa Maria Teresa de Áustria-Este. Seus avós paternos foram o rei Vítor Amadeu III da Sardenha e Maria Antonieta de Bourbon, infanta de Espanha (filha do rei Filipe V de Espanha); enquanto seus avós maternos foram Fernando Carlos de Áustria-Este, arquiduque da Áustria e governante do Ducado de Milão, e Maria Beatriz d'Este.

Casamento e filhos[editar | editar código-fonte]

Casou-se em Cagliari, em 20 de junho de 1812 com seu tio materno, o arquiduque Francisco de Áustria-Este; mas, devido à consanguinidade e o grau de parentesco entre eles, o casal necessitou de uma dispensa do Papa Pio VII, para que o matrimônio fosse realizado. Em 14 de junho de 1814, seu marido tornou-se soberano do Ducado de Módena, Regio e Mirandola, como Francisco IV. Eles tiveram quatro filhos:

Reconhecimento Jacobita[editar | editar código-fonte]

Após a morte de seu pai, em 10 de janeiro de 1824, foi reconhecida pelos Jacobitas como "Maria III, Rainha da Inglaterra, França e Irlanda" e "Maria II, Rainha da Escócia". Sendo primogênita de Vítor Emanuel I e sobrinha de Carlos Emanuel IV (morto sem deixar descendentes), Maria Beatriz herdou os direitos deixados ao tio por Henrique Benedito Stuart, cardeal de York, o último dos Stuart católicos, o que fazia dela, pelos católicos britânicos, legítima soberana de Escócia e Inglaterra. Os direitos sucessórios foram transmitidos a seu filho, Francisco V de Módena, último soberano do Ducado de Módena e Reggio, que também os transmitiu aos seus descendentes.

Morte[editar | editar código-fonte]

Maria Beatriz morreu em Turim, em 15 de setembro de 1840, aos 47 anos de idade. Seu corpo foi sepultado na Igreja de San Lorenzo, em Módena.

Nota[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Braglia, E.B.: Maria Beatrice Vittoria. Rivoluzione e Risorgimento tra Estensi e Savoia. Edizioni TEI, Modena 2004.
  • Galvani, C.: Brevi cenni biografici intorno l’altezza reale di Maria Beatrice Vittoria principessa di Savoja arciduchessa d’Austria. Camera, Modena 1850.